APOCALIPSE - Símbolos e Imagens

Publicado em: 14/10/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 1,154 |

Quando falamos sobre símbolos e imagens encontradas no livro do Apocalipse é preciso deixar bem claro que João não inventa absolutamente nada. Ele busca incansavelmente nas páginas do AT, sua fonte primária, os símbolos e imagens que ilustram sua mensagem, sempre mantendo o seu valor primitivo. Assim, João pressupõe que seus leitores imediatos têm em suas mentes não apenas os elementos constitutivos como também o seu significado original.

Assim, quando ele utiliza a expressão "Filho do Homem", esta certo de que esta figura é suficiente para trazer à memória dos leitores toda a mensagem profética de Daniel de onde emana esta expressão e portanto fica evidente a ligação e aplicação que ele faz com a figura messiânica de Jesus.

Evidentemente que mesmo mantendo o valor original ele faz modificações em conformidade com as situações e contextos na construção de seu texto e em momento algum fere os princípios de uma genuína exegese veterotestamentária. E mesmo quando, ainda que raramente, utiliza-se de símbolos que não tem origem nas páginas do AT, ele é extremamente cuidadoso para não se deixar dúvidas quanto à interpretação destas. Um exemplo é o símbolo das "estrelas" que não encontram evidências claras no AT e portanto, João coloca na boca de Cristo uma explicação "estrelas – anjos" (cf. 1.20); então a partir desta definição o símbolo mantém sempre seu significado sem alterações.

Quando não se leva estas questões em conta corre-se o risco de interpretar cada símbolo e imagem individualmente e aleatoriamente, arrancando-os do contexto próximo (o próprio livro) e seu contexto remoto (o Antigo Testamento). Esta é a pedra em que a grande maioria dos estudantes deste livro tropeça e caem.

Quaisquer que fossem os critérios utilizados seria quase impossível alistarmos nominalmente todos os símbolos e imagens que ocorrem no Apocalipse. Por exemplo, o símbolo do Trono aparece quarenta e sete vezes no livro. Assim sendo, ficaremos nas principais e na primeira referência que ela aparece.

CORES: em todas as culturas, as cores adquirem um significado simbólico. No Brasil o verde relaciona-se com a esperança. No Apocalipse:

Branco (Ap 2.17): vitória, glória, alegria, beleza, pureza, inculpabilidade, absolvição.

Vermelho (Ap 6.4): sangue, fogo, guerra, perseguição.

Amarelo-esverdeado ou lívido (Ap 6.7): cor de cadáver que se decompõe; moléstia e morte.

Púrpura e escarlate (Ap 17.4): luxo e vestimenta real.

Preto (Ap 6.5): infortúnio, opressão, fome, injustiça.

NÚMEROS: Em nossa cultura os números também tem significado: sete é conta do mentiroso e treze é número de azar. Vejamos no Apocalipse:

Três – É o superlativo hebraico: divino, plenitude (Ap 21.13) e santidade (Ap 4.8) = 3 x Santo.

Quatro – Número cósmico: os 4 cantos da terra, toda a terra (Ap 4.6; 7.1; 20.8); os 4 elementos do universo: terra, fogo, água, ar; quadrangular (Ap 21.16): sinal de plenitude, de equilíbrio ou de perfeição.

Sete – É uma composição de 3+4. Indica plenitude, perfeição, totalidade, acabado (Ap 1.4); metade de 7 é três e meio (Ap 11.9); aparece também como "um tempo, dois tempos, meio tempo" (Ap 12.14; Dn 7.25), três anos e meio: é a duração limitada das perseguições, o tempo controlado por Deus.

Dez – "Dez dias de provação" (Ap 2.10; cf. Dn 1.12,14) tempo de curta duração.

- Doze – É uma composição de 3x4; número de perfeição e de totalidade (Ap 21.12-14).

Vinte e quatro – É uma composição de 2x12; representa a totalidade do povo de Deus, os 24 anciãos (Ap 4.4) incluindo tanto os representantes do povo do AT (12 tribos) e do povo do NT (12 apóstolos).

Quarenta e dois meses (Ap 11.2) é igual a três anos e meio, é igual a 1.260 dias (cf. Ap 12.6), isto é, a metade de sete anos; indica o tempo limitado por Deus.

- Cento e quarenta e quatro – é uma composição de 12x12 (Ap 21.7) trazendo a idéia de grande perfeição e totalidade.

- Seiscentos e sessenta e seis – É o número da Besta (Ap 13.18); em grego e em hebraico, cada letra tinha um valor numérico; o número de um nome era o total do valor numérico de suas letras; o número 666 é do nome César-Neron, conforme o valor das letras hebraicas, ou César-Deus, conforme o valor das letras gregas; é também o número de maior imperfeição; seis não alcança sete, é so a metade de doze, e isto por três vezes; assim, o número 666 é o cúmulo da imperfeição!

- Mil – Designa uma quantidade ou prazo de tempo completo; reino de mil anos (Ap 20.2); as combinações são muitas – 7x1.000=7.000 (Ap 11.13); 12x1.000=12.000 (Ap 7.5-8); 144x1.000=144.000 (Ap. 7.4) – somente Deus sabe quanto cabe em mil!

Continua....

ARTIGOS RELACIONADOS Apocalipse - http://reflexaobiblica.spaceblog.com.br/r49765/Apocalipse/

Este número dá estrutura ao livro; às sete cartas (2.1-3.22) seguem-se três outros grupos de sete em que se desenvolvem as visões do destino: os sete selos (6.1-8.2), as sete trombetas(8.2-11.19), as sete taças (15.1-16,21).

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/evangelho-artigos/apocalipse-simbolos-e-imagens-3476966.html

    Palavras-chave do artigo:

    apocalipse

    ,

    joao

    ,

    jesus

    Comentar sobre o artigo

    Delcinalva de Souza Lima

    Breve introdução ao Livro do Apocalipse, apresentnado quem o escreveu, qual o objetivo e quando foi escrito. Apresenta uma orientação para ler o livro do Apocalipse de uma só vez como quem lê uma peça teatral.

    Por: Delcinalva de Souza Limal Religião & Esoterismo> Religiãol 10/04/2009 lAcessos: 2,920

    Por que tanta gente teme o Apocalipse? Não é somente o Apocalipse que ela teme. Ela tem medo daquilo que não conhece, inclusive teme conhecer-se, pois não silencia um pouco para entrar dentro de si mesma (o) para encontrar-se.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Notícias & Sociedade> Cotidianol 14/09/2012 lAcessos: 55

    No Apocalipse está a certeza de que JESUS, o CRISTO de DEUS, permanece VIVO, da Sua autoridade sobre o Planeta Terra e da Sua Volta Triunfal.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Notícias & Sociedade> Cotidianol 23/01/2012 lAcessos: 71

    Cada Ser Humano é um livrinho que deve ser estudado para poder livrar-se de suas próprias amarras.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 31/01/2012 lAcessos: 99

    Dê uma olhada na História do mundo no ano 1 destes dois milênios passados e perceberás como Deus ama a sua Criação.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Religião & Esoterismo> Religiãol 02/09/2010 lAcessos: 52
    Escritorcampos

    Este é um cognome dado a um filho, com o fito de fazer galhofa com sua qualidade de criança simplória, no conceito de pais ignaros. Ignorantes no bom sentido de ignorar valores de se criar filho, porém, com sabedoria própria de se criar vários e bons filhos, pois, apesar dos pesares foram pais amoráveis para com sua prole e, o amor suplanta qualquer sabedoria.

    Por: Escritorcamposl Literatura> Crônicasl 06/05/2010 lAcessos: 176

    A morte de Jesus foi pelos pecados do homem os quais Ele assumiu no rio Jordão, a fim de que receber o julgamento pelos pecados da humanidade. Ele morreu na Cruz e ressuscitou para fazer-nos renascer como justos.

    Por: João Placonál Religião & Esoterismo> Religiãol 12/11/2009 lAcessos: 496 lComentário: 1
    Ivan Guedes

    O livro do Apocalipse é melhor entendido em sua profundidade e sua mensagem mais bem recebida, por aqueles que estão passando por momentos extremamente difíceis em suas vidas, por causa de sua fé em Jesus, pois este é o contexto imediato dos primeiros leitores, para o qual a mensagem foi endereçada.

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Religiãol 14/10/2010 lAcessos: 121
    Ivan Guedes

    O escritor insere na sua mensagem sete Bem Aventuranças, com o objetivo de injetar animo e fortalecer a fé de seus primeiros leitores, que naquele momento estão sofrendo dura perseguição e morte por causa de Cristo Jesus.

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Religiãol 14/10/2010 lAcessos: 159

    "Ou qual a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma dracma, não acende a candeia, e varre a casa, e busca com diligência até a achar? E achando-a, convoca as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque já achei a dracma perdida. Lucas 15 versículo 8 e 9."

    Por: waldryanol Religião & Esoterismo> Evangelhol 13/11/2014

    Devemos aprender como edificar nossas vidas na rocha. É através deste firmamento que poderemos ter uma vida plena.

    Por: waldryanol Religião & Esoterismo> Evangelhol 07/11/2014

    Vamos lá, antes de responder irei postar alguns textos bem conhecidos. 1º Coríntios 3:16-17 "16 Não sabeis vós que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? 17 Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque sagrado é o santuário de Deus, que sois vós." 1º Coríntios 6:12 "12 Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas." Refletindo sobre estes versículo

    Por: Rodolfo Alvesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 07/11/2014

    Era uma vez um rei que, apesar de ser muito rico, era triste, pois não conseguia aumentar o seu tesouro. Ele estava sempre de mal humor e isto causava enormes problemas a todos, pois seus decretos, rudes e injustos, massacravam o povo com exigências descabidas.

    Por: Thiago Cazarinil Religião & Esoterismo> Evangelhol 06/11/2014 lAcessos: 12
    Mariana Chaves

    Temos sido religiosos, crentes, ou cristãos? Diferenças indiscutíveis quando trata-se de um modo de vida.

    Por: Mariana Chavesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 05/11/2014 lAcessos: 18

    Uma abordagem sobre o que se esconde por detrás da letra morta dos textos. A existência de um outro significado além daquele que é mostrado pela fábula se torna inegável quando iniciamos o estudo da Letra viva.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Evangelhol 31/10/2014 lAcessos: 12

    A paz, estava pensando sobre as eleições, sobre como uma pessoa ganha a voz de uma nação, sobre como muitas pessoas se estranham por causa de partidos políticos, times de futebol ou até religiões. Nós temos o livre arbítrio, o direito de colocar quem ou que quisermos como centro de nossas vidas, e através deste post venho te perguntar, quem é o centro da sua vida? Quem você tem colocado, quem você tem escutado?

    Por: Rodolfo Alvesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 28/10/2014
    Pr. Fabiano Carvalho

    É lamentável ver que muitas igrejas não tem ordem de Culto, as vezes em igrejas grandes e conhecidas, há conversas e cochichos sem fim nos cultos públicos

    Por: Pr. Fabiano Carvalhol Religião & Esoterismo> Evangelhol 22/10/2014 lAcessos: 16
    Ivan Guedes

    A nossa grande dificuldade em compreender a Bondade de Deus é porque nós não somos bons. A nossa natureza decaída perdeu a capacidade de sermos naturalmente bons. O nosso caráter, diferentemente de Deus, é mau e reproduz esta maldade em tudo que fazemos ou pensamos em fazer [quantos pensamentos maus você teve hoje e quantos pensamentos bons?]. A bondade não está em nosso caráter. Toda nossa bondade vem de Deus, é a bondade de Deus sendo manifestada em nós a razão pela qual ainda em alguns moment

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Religiãol 07/08/2013 lAcessos: 18
    Ivan Guedes

    A Bíblia é sobre Deus e não sobre o ser humano; sua mensagem tem como único centro Deus e Seu Propósito eterno. Ela começa com Deus, na Criação, e conclui sua mensagem com Deus na Nova Criação. O ser humano entra como parte integrante da Criação, ainda que distintivamente, pois é o único ser na terra e no céu que recebeu a imagem e semelhança de Deus.

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Religiãol 07/08/2013 lAcessos: 27
    Ivan Guedes

    O fato de Deus optar por pessoas para comunicar Sua mensagem a outras pessoas é muito significativo. Eles foram pessoas comuns, que exerciam atividades comuns (ex. Amós era boiadeiro e agricultor) e que em determinado momento foram incumbidos por Deus para transmitirem uma mensagem especifica para uma ou mais pessoas. Usaram palavras comuns de maneira que todas as pessoas pudessem ouvir com toda clareza. Na grande maioria das vezes a mensagem foi proclamada sem qualquer ação sobrenatural.

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Religiãol 01/08/2013 lAcessos: 23
    Ivan Guedes

    O caminho de sua casa até onde Ele estava hospedado não era longo, apenas algumas ruas, mas naquele momento cada passo seu parecia demorar um quilometro. Sua mente estava agitada como nunca antes. Havia tantas questões a serem debatidas, mas seleciona-las e organiza-las por ordem de importância tinha lhe tomado muito tempo nestes últimos dias, e cada vez que repensava a ordem das questões se alteravam. Por fim resolvera que o primeiro assunto que abordaria seria a respeito do Reino de Deus.

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 03/04/2013 lAcessos: 30
    Ivan Guedes

    O Talmud é um conjunto de sessenta e três livros legais, éticos e históricos, escritos pelos antigos rabis. Foi publicado no ano de 499 d.C. nas academias religiosas na Babilônia, onde vivia a maior parte dos judeus daquela época.

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Religiãol 03/04/2013 lAcessos: 43
    Ivan Guedes

    O livro de Josué é fundamental, para uma compreensão dos relatos contidos nos cinco primeiros livros da Bíblia, chamados de Pentateuco (Gn a Dt), e os demais livros que chamamos de históricos e que vai até o livro de Ester.

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 03/04/2013 lAcessos: 42
    Ivan Guedes

    Uma das questões mais espinhentas do livro de Josué, e de toda a bíblica, é a ordem explicita que Deus deu a Moisés e posteriormente reiterada a Josué, de que ao entrarem na terra de Canaã eles deveriam exterminar todos os antigos moradores. Como conciliar esta ordem tão violenta e cruel, com a mensagem de "não matarás" e principalmente "ama o teu próximo"?

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 03/04/2013 lAcessos: 40
    Ivan Guedes

    A Páscoa, ainda que não tenha um apelo comercial tão forte, pois trata de um tema não muito apreciado e fácil de ser vendida, a morte, tendo como símbolo uma cruz cruenta, também vem sofrendo o mesmo processo de apropriação por parte das aves de rapina do Mercado.

    Por: Ivan Guedesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 03/04/2013 lAcessos: 30
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast