Causa Morte De Jesus: Choque Hipovolêmico

Publicado em: 15/03/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 2,666 |

A morte de Cristo na cruz do calvário tem grandes significados para nós e quando nos referimos à cruz de Cristo na verdade estamos falando do seu sacrifício, da sua entrega, da sua morte por nós. Para nós tudo começa na cruz, nossa vida, nossa paz, a comunhão com Deus, entre outras.

A cruz de Cristo trouxe-nos grandes benefícios – nos libertou (Cl. 1.13); trouxe paz com Deus (Rm 5.1); constituiu-nos reino e sacerdote (Ap. 1.5, 6). A cruz ao mesmo tempo que nos trouxe graça, trouxe-nos também a misericórdia.

Deixando as maravilhas da crucificação, passamos agora, a partir da cruz, olhar para           aquele que deu significado a crucificação. Sabemos pela Escritura Sagrada que o motivo da morte de Cristo foi nos salvar, nos religar novamente com Deus, nos trazer a esperança de salvação por meia da graça mediante a fé, foi, em fim, morrer em nosso lugar e pagar os nossos pecados. Entretanto como ele era 100% homem e 100% Deus, verdadeiramente homem e verdadeiramente Deus qual foi realmente a causa morte biológica de Jesus, o que fez seu coração parar de bater, se fosse emitir uma certidão de óbito qual seria o real motivo clínico. A causa morte de Cristo foi por Choque Hipovolêmico (mais de 25% de perda de sangue do corpo, diminuindo o volume sanguíneo corporal aumentando assim o débito cardíaco).

Como chegamos a tal definição? Pelos seguintes fatos: cruzamos dados clínicos de alguém que morre por perder muito sangue com alguns dados da crucificação citados no texto sagrado.

Pois bem, temos em média 4.500 à 5.000 ml de sangue no corpo, para termos uma hemorragia é necessário se perder entre 7 à 8ml por minuto durante um longo período de horas sem realizar nenhuma contensão. Levando-se em consideração que a crucificação levou cerca de 6 horas (Mc 15.25, 33 e 34) fazemos o seguinte calculo:

Tempo     Ml     Porc.       Consequência

1h          420       5%        IMPERCEPTÍVEL

2h          840      10%       IMPERCEPTÍVEL

3h          1260     25%      INÍCIO DO CHOQUE – sede (Jo 19.28).

4h          1680     35%      PERFUSÃO

5h          2100     40%      Hemorragia IV

6h          2500     50%      Parada Cárdio Respiratória – PCR

É preciso levar em consideração os seguintes fatos: foi posto nele cravos em suas mãos, coroa de espinho em sua cabeça e cravos em seus pés o que ocasionou lesões traumáticas, atingindo veias e artérias, como não lhe havia posto curativos o sangramento estava presente durante as 6 horas no madeiro e o corrimento sanguíneo era potencializado pela lei da gravidade, uma vez que seu corpo estava suspenso no madeiro. Não precisamos nem adentrar no detalhe de que ele já havia perdido certa quantidade de sangue quando recebeu as torturas, antes da crucificação. Sendo assim, segue o processo fisiológico:

PROCESSO:

As primeiras duas horas são imperceptíveis, mas depois...

3h - 1260 ml =25% - Início do choque – O organismo libera adrenalina para aumentar a contração do músculo cardíaco (o objetivo é compensar a perda do sangue) com isso o coração dispara (taquicardia) a respiração fica rápida o pulso fraco e a pele fica fria logo esta pessoa vai sentir sede (Jo 19.28).

4h - 1680 ml= 35% - Perfusão, estado compensatório – A pele, músculo e abdomêm têm o seu fluxo sanguíneo desviado para os órgãos vitais (coração, cérebro e rins) com a intenção de compensar a perda para dar tempo de reverter o quadro, preservando os órgãos nobres do corpo, caso houvesse um socorro.

5h - 2.100 ml = 40% - Hemorragia tipo IV – Como o quadro não foi revertido as extremidades das mãos e dos pés ficam cianótica (roxas) começa ocorrer a  insuficiência do sangue chegar ao coração para ser bombeado portanto a pressão baixa a pessoa fica pálida e em sinal de alerta ou perigo as pupilas dos olhos se dilatam (midríase).

6h -2.500 ml = 50% - PCR – com perda igual ou superior ao volume sanguíneo do corpo ocorre a morte celular e então o coração para e o cérebro cessa suas atividades (Jo 19.34).

A morte por choque hipovolêmico é uma das piores mortes que se tem notícia, pelo fato da pessoa sentir sua vida se esvair em sangue, como se escorregasse pelas mãos sem poder recuperá-la, a pessoa sente literalmente que está morrendo aos poucos (Jo 19.30). Onde estava o pessoal dos direitos humanos? Onde estavam os bombeiros? Qual era o hospital mais próximo? Qual ambulância poderia socorrê-lo? Onde estava a equipe médica para conter o sangramento? Onde estava a equipe de enfermagem para realizar a massagem cardíaca? Onde estavam os cirurgiões para suturar seus membros superiores e inferiores e sua cabeça? Quem poderia receitar um analgésico, uma morfina ou um tramal para ele ser sedado e não sofrer enquanto morria aos poucos? Fazia parte do plano de Deus ele resistir até o final, o cálice não foi passado (Mt 26.39) por amor a nós. Gota a gota sendo derramado por mim e por você, o sangue percorrendo seu corpo em queda livre até regar o chão do Gólgota. O sofrimento de Jesus na cruz do calvário não foi só ser torturado e pregado na cruz, foi isto e mais seis horas de dor, de sofrimento e de sangramento, sentindo o seu corpo reagir para sobreviver, mas já sabendo que o socorro não iria chegar e então quando vê que a hora chegou ele exclama: Tetelestai (Jo 19.30) – Está consumado! Está totalmente pago, não deve mais nada. Esta palavra era usada tanto no final de um pagamento na compra de um escravo, como também era escrita na cela da prisão quando o réu cumpria sua pena por completo. Com seu sacrifício ele nos comprou para Deus e pagou nossa dívida (Cl 2.14). Você continuará achando que o sacrifício de Jesus por você foi algo simples, chegou ali foi crucificado e acabou? Acabou sim, depois de seis horas quando pelo derramamento do seu sangue houve perdão dos nossos pecados (Hb 9.22)

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/evangelho-artigos/causa-morte-de-jesus-choque-hipovolemico-1992885.html

    Palavras-chave do artigo:

    choque hipovolemico

    ,

    morte de jesus

    ,

    crucificacao de cristo

    Comentar sobre o artigo

    Aldenir Araújo

    Texto: João 19:16-18 Introdução: Hoje, eu quero lhe convidar para fazermos uma visita ao Calvário. Se você é um filho de Deus, você já esteve lá, pois foi lá que você conheceu Jesus no momento da salvação. Se você está aqui hoje e você está perdido, você precisa vir hoje para o Calvário, é o único lugar onde você vai encontrar o perdão dos pecados.

    Por: Aldenir Araújol Religião & Esoterismo> Evangelhol 07/12/2010 lAcessos: 114
    Pr. Fabiano Carvalho

    É lamentável ver que muitas igrejas não tem ordem de Culto, as vezes em igrejas grandes e conhecidas, há conversas e cochichos sem fim nos cultos públicos

    Por: Pr. Fabiano Carvalhol Religião & Esoterismo> Evangelhol 22/10/2014

    Nesta aula estudaremos a intervenção de Deus durante o reinado de Nabucodonosor, rei da Babilônia em 605 a.C, quando Daniel com a idade aproximadamente de 20 anos de idade, recebe a revelação de Deus sobre o conteúdo do sonho e interpretação que aquele rei havia sonhado. Se trata da cronologia dos acontecimentos mundiais, desde o seu reinado até o reino de Cristo sobre a Terra, que chamamos de Milênio.

    Por: alan fabianol Religião & Esoterismo> Evangelhol 18/10/2014

    o Senhor nos chamou para sermos sacerdotes e orar por esta nação corrompida e caida, Deus quer um povo que tenha compaixão pelos perdidos,que chora pela Igreja e quarda a noiva de Cristo através do cuidado e amor, Jesus em todo seu ministerio amou a todos e amou ate o fim,em todo tempo serviu e se entregou pela igreja mediante a graça de Deus.

    Por: Alberto Jr.l Religião & Esoterismo> Evangelhol 20/09/2014

    Sendo o casamento uma aliança é preciso se perguntar: "O que posso dar sem me preocupar em ganhar"? Tenha em mente que o casamento há uma vida a perder e outra a ganhar, dar a sua vida para encontrar nela a uma nova vida.

    Por: Joscimar Oliveiral Religião & Esoterismo> Evangelhol 20/09/2014
    Odalberto Domingos Casonatto

    São trabalhados sete conflitos que Marcos apresenta após os sete sinais de Jesus descritos em Marcos 1,14-45 e que mostram a resistência na aceitação da Boa-notícia. A notícia passa a ser boa para aqueles que assumem o Projeto de Jesus. A palavra de Deus exige opção. Na Palestina no tempo de Jesus existiam muitos projetos. O Projeto e Jesus eram para restaurar a justiça e a vida nova. Vários conflitos começam aparecem a partir do momento em que Jesus começa a divulgar seu Projeto de Vida.

    Por: Odalberto Domingos Casonattol Religião & Esoterismo> Evangelhol 14/09/2014

    SALMO 23 O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam...

    Por: Andre Pinheirol Religião & Esoterismo> Evangelhol 09/09/2014 lAcessos: 26

    A palavra "paciência", com o sentido em que é empregada no Novo Testamento, na verdade, não possui um equivalente exato em nossa língua. Ela não significa absolutamente ter uma atitude sempre plácida e fleumática, como muitas pessoas pensam.

    Por: Jania Gasques bordonil Religião & Esoterismo> Evangelhol 08/09/2014 lAcessos: 19

    Domínio próprio, temperança, moderação, autocontrole – todos estes termos são empregados para definir o ultimo dos nove frutos do Espírito Santo, listados em Gálatas 5.22,23. Para expressar isso na terminologia conduz inconvenientemente, ou então: "Não age de maneira inadequada ou imprópria

    Por: Jania Gasques bordonil Religião & Esoterismo> Evangelhol 08/09/2014 lAcessos: 22
    CHARLES ANDERSON RAMOS LORETI

    Uma entidade evangélica missionária sem fins lucrativos interdenominacional que visa focar no treinamento de pessoas, vocacionados, cristãos para a evangelização no Rio Grande do Sul em parcerias com Igrejas e denominações, bem como treinamento para a evangelização de outras regiões do Brasil em segundo plano e para outros povos da Terra em terceiro plano. Sua visão está baseada no evangelho de Lucas 19.10 onde Cristo veio para Buscar e Salvar (resgate) o que se havia perdido e II Co 5.17-21.

    Por: CHARLES ANDERSON RAMOS LORETIl Religião & Esoterismo> Evangelhol 28/03/2014 lAcessos: 31
    CHARLES ANDERSON RAMOS LORETI

    Enquanto a cidade dorme, eles estão acordados. Enquanto a população veste pijama, eles vestem jalecos. Enquanto muitos estão com os olhos fechados, eles estão com os olhos bem abertos velando, vigiando, cuidando daqueles que carecem de cuidados. Os do turno da noite! Vivenciam um mundo diferente, levantam no fim do dia, é ir para a cama a o nascer do sol, é tomar café quando a maioria das pessoas estão sentada comendo feijão com arroz. A maioria das janelas ficam as escuras, a maioria...

    Por: CHARLES ANDERSON RAMOS LORETIl Notícias & Sociedade> Cotidianol 15/08/2013 lAcessos: 37
    CHARLES ANDERSON RAMOS LORETI

    O tema assusta e provoca, mas ao usá-lo quero me referir a igreja institucional. Esta igreja deve ser um lugar terapêutico, um lugar de busca intensa de adoração e desenvolvimento pleno da comunhão. Mas, em algumas dessas instituições tem-se cometido crimes de forma sútil atrás de uma bandeira de palavra profética. Os crimes mais comuns são praticados por aqueles que detém cargo de liderança na igreja. Os três crimes mais comum são: tráfico de influência, assédio moral e abuso de poder.

    Por: CHARLES ANDERSON RAMOS LORETIl Religião & Esoterismo> Evangelhol 02/12/2012 lAcessos: 107
    CHARLES ANDERSON RAMOS LORETI

    "...e que, desde a infância, sabes as sagradas letras..." (2 Tm 3.15) Na Bíblia encontramos diversos exemplos de ser mãe. Temos Mãe e mães. Exemplos a serem seguidos (Lóide, Raquel, Rebeca, Ana, entre outras) e modelos a serem descartados (Jezabel, a mulher de Jó, Penina, entre outras).

    Por: CHARLES ANDERSON RAMOS LORETIl Religião & Esoterismo> Evangelhol 13/05/2012 lAcessos: 110
    CHARLES ANDERSON RAMOS LORETI

    Propomos uma breve exposição sobre o ganhador de almas quem é e qual a recompensa que está reservada ao ganhador de almas, para o Reino de Deus. É bom lembrar que quem convence o homem do pecado, da justiça e do juízo é o Espírito de Deus, não temos nenhum poder de mudar o coração de ninguém, a propósito, não mudamos nem o nosso próprio. Mas convencionou-se charmar aquele que prega a boa plavara de ganhador de almas por ser este um instrumento na mão do Espírito de Deus. Portanto,

    Por: CHARLES ANDERSON RAMOS LORETIl Religião & Esoterismo> Evangelhol 04/05/2012 lAcessos: 187
    CHARLES ANDERSON RAMOS LORETI

    Dez maneiras de fugir do chamado missionário: Tirado do Livro "How are you doing?" (como vocês está fazendo?) de Stewart Dinnen. Karl Marx afirmou que os "filósofos tão somente têm interpretado o mundo diferentemente, mas o ponto essencial não é interpretá-lo e sim transformá-lo".

    Por: CHARLES ANDERSON RAMOS LORETIl Religião & Esoterismo> Evangelhol 22/04/2012 lAcessos: 154
    CHARLES ANDERSON RAMOS LORETI

    As Igrejas que quiserem alcançar esta gente amada por Deus deverá colocar uma placa em seus portões que traduza algo parecido com isso: "Proibida a entrada de pessoas perfeitas: venha como está… Mas não permaneça como está".

    Por: CHARLES ANDERSON RAMOS LORETIl Religião & Esoterismo> Evangelhol 16/04/2012 lAcessos: 459
    CHARLES ANDERSON RAMOS LORETI

    Charles Hendon Spurgeon disse: "Se você tiver em sua frente 100 garrafas vazias e derramar sobre elas um balde cheio de água, algumas poderiam ficar com uma porção de água, mas a maior porção de água cairia fora das garrafas. Se você desejar encher com água as garrafas, a melhor maneira seria pegar cada garrafa e colocar a água na boca de cada uma separadamente". Evangelismo pessoal significa entrar em contato com uma pessoa individualmente e contar a essa pessoa as boas novas da salvação.

    Por: CHARLES ANDERSON RAMOS LORETIl Religião & Esoterismo> Evangelhol 10/04/2012 lAcessos: 280
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast