Como abrir uma igreja

Publicado em: 02/03/2012 |Comentário: 0 | Acessos: 852 |

Iniciando um Ministério

Iniciar um ministério é mais que simplesmente abrir um local de pregação da palavra.

É começar uma Obra que não é de homens, mas de Deus.

Para isso é preciso seguir alguns procedimentos e normas, para que a Igreja tenha reconhecimento público, identidade jurídica e idoneidade.

Estes processos são todos fundamentais, inclusive para o bom funcionamento da própria igreja.

O Código Civil Brasileiro dá regulamentações às Organizações Religiosas quanto a sua fundação e forma de registro. A Prefeitura é responsável pela liberação do Alvará de Funcionamento.

O Brasil é um Estado laico de direito, e como tal, não interfere na forma de organização e administração das igrejas. Isso quer dizer que a Diretoria da Igreja é responsável pela organização administrativa da igreja, sua hierarquia, forma de ingresso, e etc. Não há interferência do Estado nas decisões de um ministério religioso.

Contudo, o bom senso nos alerta da necessidade de planejamento, seriedade e transparência para a abertura de toda e qualquer obra dedicada a propagação da Palavra de Deus.

Igrejas sem registro e licenciamento

Acontece que muitos pastores, a maioria, eu digo, preocupa-se em executar sua função ministerial, o que é louvável, e ignora que a igreja, como entidade jurídica, precisa de administração.

Por isso, temos dentro do ministério as funções de secretário, tesoureiro, vice-presidente. Sem falar nas funções de apoio eclesiástico.

Numa igreja todos são responsáveis por uma determinada função.

Mas como delegar poderes a alguém que desconhece o exercício de sua função e responsabilidades relativas a ela?

Como iniciar um ministério então, sem conhecer o que é preciso do ponto de vista Administrativo e de Direito?

É claro que a maior responsabilidade de um pastor é quanto a vida espiritual de suas ovelhas. Logo, não é de se estranhar que ele não domine os tramites jurídicos para legalização de seu ministério. Pois seu ímpeto é o de salvar almas, mostrar a Elas o caminho para Deus. O Pastor não é um Administrador, Contador ou Advogado, ele é um Servo de Deus.

Então como tratar dos aspectos jurídicos, administrativos e contábeis que envolvem a Igreja?

Não raras são as vezes que é um Pastor se vê obrigado a contratar um Escritório ou Profissional competente para realizar estas tarefas.

Mas há ainda um empecilho. Há taxas que são cobradas para o devido registro dos documentos da obra, e os honorários devidos ao profissional contratado.

O valor para abertura e legalização de uma Organização Religiosa, do seu registro até o licenciamento chegam a R$ 1.800,00. O que para um pequeno ministério é muito.

Muitos pastores iniciam seu chamado de abertura de igreja com recursos exclusivamente seus, e acabam deixando a legalização da obra para depois.

É fato que o profissional contratado para realizar a legalização da obra deva ser remunerado por seu trabalho, e justo.

Porém alguns profissionais no exercício de suas funções uma maneira de trabalhar para a Obra de Deus.

Entendem que mais que o retorno financeiro, é o retorno de seu auxílio a administração da igreja o mais importante e gratificante. Auxiliam os pastores e demais administradores da obra em todos os passos do processo, dando inclusive treinamento para as funções de Secretário e Tesoureiro.

Estes profissionais tornam-se mais que simples contratados, mas parceiros e colaboradores essenciais para a Administração da Igreja.

Onde encontrar estes profissionais?

Há muitas empresas que se prestam ao auxílio administrativo das igrejas, mas poucas são as que se preocupam em atender as expectativas reais dos fundadores da obra.

Limitam-se a registrar a Organização, entregar o CNPJ ao Pastor, e mais nada.

Deixam o Pastor Presidente a deriva, sem orientações quanto as suas funções administrativas.

Não se interessam em auxiliar o fundador da obra quando o trabalho para que foram contratados finda.

São profissionais que prezam o dinheiro e não a obra de Deus.

Na internet vemos muitos anúncios, alguns cobrando mais, outros menos.

Como escolher o bom profissional?

Mais importante que o preço que este cobra, é o seu nível de comprometimento com a Obra de Deus.

É claro que profissionais sérios precisam cobrar para que possam prestar um bom trabalho. Mas avalie outros pontos:

·          Forma de Contrato. O Profissional fornece um contrato por escrito estabelecendo valores, formas de pagamento, prazos, serviços a serem prestados, e etc?

·          O profissional entende que mais que simplesmente realizar a abertura legal do ministério, ele deve auxiliar em sua administração, até que os responsáveis legais estejam devidamente preparados para o exercício de suas atribuições?

·          O profissional é transparente quanto ao que está cobrando? Ele deixa claro o que são taxas e o que são os seus honorários?

·          Ele dá treinamento aos dirigentes da igreja?

·          Ele encara Organização Religiosa como uma empresa ou uma Obra Divina?

Estamos aqui para ajudar, você pastor, a legalizar sua igreja. Entendemos as dificuldades para abertura e administração de uma obra. E mais, entendemos que o nosso trabalho não termina com a legalização da igreja. Ele apenas começa, pois formamos uma parceria  onde há Consultoria em todos os assuntos relacionados a Administração da Igreja.

Entre em contato conosco sem compromisso.

Temos planos de pagamento para pequenas igrejas.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/evangelho-artigos/como-abrir-uma-igreja-5709847.html

    Palavras-chave do artigo:

    licenciamento de igreja

    ,

    registro de igreja

    ,

    estatuto

    Comentar sobre o artigo

    Aborda a conceituação de zona urbana e de zona rural, e as normas de regências para parcelamento do solo para fins urbanos.

    Por: jamilsonl Direito> Doutrinal 23/04/2014 lAcessos: 65

    "Ou qual a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma dracma, não acende a candeia, e varre a casa, e busca com diligência até a achar? E achando-a, convoca as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque já achei a dracma perdida. Lucas 15 versículo 8 e 9."

    Por: waldryanol Religião & Esoterismo> Evangelhol 13/11/2014

    Devemos aprender como edificar nossas vidas na rocha. É através deste firmamento que poderemos ter uma vida plena.

    Por: waldryanol Religião & Esoterismo> Evangelhol 07/11/2014

    Vamos lá, antes de responder irei postar alguns textos bem conhecidos. 1º Coríntios 3:16-17 "16 Não sabeis vós que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? 17 Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque sagrado é o santuário de Deus, que sois vós." 1º Coríntios 6:12 "12 Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas." Refletindo sobre estes versículo

    Por: Rodolfo Alvesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 07/11/2014

    Era uma vez um rei que, apesar de ser muito rico, era triste, pois não conseguia aumentar o seu tesouro. Ele estava sempre de mal humor e isto causava enormes problemas a todos, pois seus decretos, rudes e injustos, massacravam o povo com exigências descabidas.

    Por: Thiago Cazarinil Religião & Esoterismo> Evangelhol 06/11/2014 lAcessos: 12
    Mariana Chaves

    Temos sido religiosos, crentes, ou cristãos? Diferenças indiscutíveis quando trata-se de um modo de vida.

    Por: Mariana Chavesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 05/11/2014 lAcessos: 18

    Uma abordagem sobre o que se esconde por detrás da letra morta dos textos. A existência de um outro significado além daquele que é mostrado pela fábula se torna inegável quando iniciamos o estudo da Letra viva.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Evangelhol 31/10/2014 lAcessos: 12

    A paz, estava pensando sobre as eleições, sobre como uma pessoa ganha a voz de uma nação, sobre como muitas pessoas se estranham por causa de partidos políticos, times de futebol ou até religiões. Nós temos o livre arbítrio, o direito de colocar quem ou que quisermos como centro de nossas vidas, e através deste post venho te perguntar, quem é o centro da sua vida? Quem você tem colocado, quem você tem escutado?

    Por: Rodolfo Alvesl Religião & Esoterismo> Evangelhol 28/10/2014
    Pr. Fabiano Carvalho

    É lamentável ver que muitas igrejas não tem ordem de Culto, as vezes em igrejas grandes e conhecidas, há conversas e cochichos sem fim nos cultos públicos

    Por: Pr. Fabiano Carvalhol Religião & Esoterismo> Evangelhol 22/10/2014 lAcessos: 16

    Recentemente tivemos a notícia de que uma casa, num condomínio de alta classe foi invadida e roubada por ladrões que se diziam técnicos em TV a Cabo. Logo em seguida veio o caso de um serralheiro que estuprou uma menina de 14 anos dentro da casa onde foi prestar serviço. Um absurdo. Mas o que me deixa mais indignada, é o fato de que o bom profissional. Aquele que trabalha direito, que é honesto, emite nota fiscal. Tem dificuldades para chegar até um condomínio de luxo, pegar um trabalho. Mas o

    Por: Rosangelal Casa & Jardim> Segurança da Casal 01/10/2011 lAcessos: 50

    Durante muito tempo eu tive problemas com a minha mãe, com outros parente também. Mas com ela principalmente. Não entendia por que ela havia agido comigo de uma forma tão dura em alguns momentos. Cheguei até mesmo a pensar que ela não me amasse, talvez até mesmo me odiasse. Não cabe aqui contar o que aconteceu, é desnecessário, uma vez que este artigo tem como objetivo mostrar a todos que não vale a pena levar a vida tão a sério. Muitas vezes a pessoa que nos acusa é incapaz de se enxergar, e ac

    Por: Rosangelal Relacionamentos> Amizadel 06/04/2011 lAcessos: 147

    Hoje em dia a maneira mais prática de procurar trabalho é através dos sites de recrutamento e seleção. Mas nem todos sabem o que colocar em seu currículo para atrair o olhar do empregador. Neste artigo vou colocar a minha opinião e focar em alguns pontos que acredito serem de suma importância.

    Por: Rosangelal Carreira> Entrevistasl 06/04/2011 lAcessos: 222

    Recentemente uma pessoa muito querida confessou-me que esteve envolvida com drogas, conhecendo-a muito bem, jamais imaginei que a aparência magra que eu já havia notado fosse causada por tal mal. Mas conhecedora da Palavra de Deus, e já tendo lidado com uma outra pessoa que consumia drogas, não me abalei. Agí com naturalidade diante do fato das drogas, e aproveitei para pedir que ela me perdoasse, pois reconheço que estive afastada dela por um período, e que esta distância colaborou para que ela

    Por: Rosangelal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 30/03/2011 lAcessos: 601

    Não cresci num lar vegetariano, mas comíamos carne moderadamente. Não por opção, mas pelas condições econômicas. Mesmo assim crescí ouvindo meu pai dizer que o ato de comer carne não é bom, que traz malefícios, etc... Meu pai é uma daquelas pessoas que mesmo não tendo muito estudo (ele cursou somente até a 4º série), tem conhecimentos profundos sobre muitos assuntos. Ele lê muito e acabou passando este maravilhoso hábito a nós filhas. Mas enfim, desde peque na ouvia sobre os malefícios da carne.

    Por: Rosangelal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 13/01/2011 lAcessos: 151

    Empresa com 50 vendedores externos, cada um possui um celular corporativo cedido pela empresa. Eles conversam entre sí e com a empresa a custo zero. Suponhamos que estes mesmos 50 vendedores sejam de uma empresa com matriz em São Paulo e filiais em outros estados, cada vendedor atende uma área geográfica diferente, porém, ainda assim eles falam gratuitamente entre sí e com a empresa.

    Por: Rosangelal Negócios> Administraçãol 13/01/2011 lAcessos: 233

    Em minha experiência, a queixa que mais ouço é: meu filho não me ouve, o mundo é assim mesmo, o que eu posso fazer? Mas não é assim, cabe aos pais a educação dos filhos. Lembre-se, a educação vem do berço. Ela começa dentro de casa, e em nós mesmos.

    Por: Rosangelal Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 15/12/2010 lAcessos: 314

    Não reclame. Quando reclamamos colocamos a nossa atenção, visão e emoção em algo que nos incomoda. Mas feito isso deixamos de fazer o principal, tomar a atitude adequada para resolver o problema. Não reclame. É perda de tempo e energia e só vai atrair mais do que você não quer.

    Por: Rosangelal Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 05/12/2010 lAcessos: 155
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast