Saber Dizer Não, É Verdadeiramente Necessário E Positivo!

16/01/2009 • Por • 951 Acessos

Muitos dos irmãos em plena atividade reencarnatória nos dias da Terra de hoje, vivem aturdidos com infindáveis e dolorosos dilemas que eles criaram para si próprios, pela simples inobservância do poder de uma pequena palavra de tão significativa e de reconhecida ação eficaz contra os desafios da educação dos recém chegados espíritos em reencarnação para mais uma oportunidade de crescimento e desenvolvimento dos valores morais e das virtudes de ordem Divina que todo filho de Deus é portador.



Essa palavra simples e poderosa é o NÃO. Muitas das vezes desprezada por mil motivos, dentre os quais poderia destacar: o comodismo e o desprezo pelo dever de educador conferido pelo Pai Maior a todos os que se dispuseram a receber em seu nome os pequeninos como filhos ou mesmo como responsáveis indiretos, para os enquadrar nos parâmetros da decência, da moral e da paz, para os quais, foram plenamente preparados e absolutamente esclarecidos, sobre os perigos da não observância das regras de austeridade e disciplina que carece um Ser, que retorna a este orbe, com suas tendências e propensões quase sempre para o lado negro e problemático das criaturas num planeta como o nosso.



Mister se faz, que aprendamos urgentemente a observar melhor, as inúmeras situações em que o Não é a única palavra adequada para uma sábia resposta ante os apelos do mundo recrutando nossos filhos ou qualquer criança que esteja sob nossa responsabilidade, para as desventuras que de antemão já sabemos que se dará, e enfrentemos o desagrado do pequeno ser que iludido em suas avaliações infantis, sem os conhecimentos de vida que só a experiência nos outorga, estará se candidatando a ser mais uma vítima, no hoje que passa ou no amanhã que nos aguarda, pois, os responsáveis por eles somos nós e não o inverso.



Por falta destas simples e mágicas três letras, n ã o, quantas dores e misérias já se alastraram semeando desgraças e conflitos seculares para todos os envolvidos. A boa educação não prescinde da negação firme e sábia, na hora mais adequada, exprimindo insatisfações passageiras, mas semeando prazer e felicidade para o momento mais à frente, quando o Ser que o ouviu contrariado já crescido entenderá e dará razão ao seu responsável pela benção do desgosto momentaneamente provocado e completamente esquecido, fazendo parte simplesmente de uma história de vida, com final feliz.



Não substituamos jamais o positivo efeito do não inteligente e prudente, pelo fácil e irresponsável sim mascarado por uma bondade que nada mais é que indiferença e desrespeito pelo Dever assumido perante a missão da paternidade nobre e relevante, com que Deus recompensará os homens e mulheres que bem souberem aproveitar desta dádiva, com suas doces, felizes e incalculáveis recompensas, já desde esta vida, e muito mais na verdadeira vida de Espírito Imortal que todos somos.



A sociedade está farta do sim sem cuidado e sem reflexão, e carente do não trabalhoso, mas, de conteúdo saudável para a elevação moral e espiritual das criaturas desde a fase infantil.



É, desde pequeninos, que se formam os grandes homens de conteúdo e caráter.



Espírito: Josepha


Por: Francisco Rebouças.

Perfil do Autor

Francisco Rebouças

Pós-graduado em recursos humanos, casado, espírita convícto, escritor, palestrante espírita. Escrevo por prazer para diversos órgão de...