A Força Do Setor De Serviços No Brasil

Publicado em: 11/03/2008 |Comentário: 1 | Acessos: 51,232 |

A CEBRASSE – Central Brasileira do Setor de Serviços – organização na qual tive a satisfação de ter sido o primeiro Diretor Executivo – lançou, em dezembro de 2007, o Anuário Brasileiro do Setor de Serviços, o mais completo indicador econômico do Setor de Serviços, que congrega no país mais de 60 mil empresas e cerca de 70 atividades responsáveis pela geração de, aproximadamente, 8 milhões de empregos formais.

A CEBRASSE, primeira CENTRAL SINDICAL DOS EMPRESÁRIOS brasileiros, foi criada para defender e representar institucionalmente os interesses de mais de 80 entidades empresariais em todo o território nacional, entre federações, sindicatos, associações, institutos e conselhos de diversos segmentos dos setores produtivos, em especial o Setor de Serviços.

O Anuário Brasileiro do Setor de Serviços reúne dados estatísticos sobre os mais diversos serviços terceirizados prestados à sociedade nos segmentos de Serviços Gerais, Saúde, Vigilância, Transporte e Logística, Telecomunicações, Asseio e Conservação e Educação, entre outros.

Segundo o Anuário, dados da Organização Mundial do Comércio – OMC – revelam que a exportação de serviços brasileiros na América Latina cresceu 4% em apenas dez anos, chegando a 15,7% do total. No mundo, o Brasil ocupa a 35ª posição no ranking dos principais exportadores (market share) com 0,6% da participação. O primeiro lugar é dos Estados Unidos com 17,4%, seguido pelo Reino Unido com 7,8% e pela Alemanha com 6,3%.


Atualmente, o setor de serviços compreende um terço do comércio mundial, sendo a área de maior crescimento econômico. Devido ao alcance da definição do que é serviço, adicionada à grande probabilidade lucrativa que as companhias registram com sua contratação. Ele gera, aproximadamente, 11 milhões de empregos, correspondendo a 16% do total dos trabalhadores do setor privado: um a cada três empregos gerados na última década foi em empresas de terceirização de serviços.

Outra pesquisa do IBGE, mencionada no Anuário, intitulada “Pesquisa Anual de Serviços – Produtos e Serviços 2004 – 2005” revela que, em 2005, as telecomunicações geraram 67,1% da receita dos serviços de informação e o conjunto das atividades de informática, 19,9%. A televisão aberta liderava o segmento de Serviços audiovisuais, gerando 47,3% da sua receita. Além disso, 85,3% da receita dos Serviços de campanhas publicitárias vieram de clientes no setor privado.

O Anuário Brasileiro do Setor de Serviços traz também a 4ª Pesquisa Nacional sobre a Terceirização nas Empresas, realizada em 2006 pelo Cenam – Centro Nacional de Modernização Empresarial, que revelou a popularidade do setor de Serviços e algumas de suas peculiaridades. De acordo com o relatório, as respostas indicam pleno conhecimento das empresas sobre as aplicações da terceirização. Outro dado revela que a maioria das empresas já utiliza algum tipo de serviço terceirizado, sendo algumas por iniciativa própria; e outras por meio de consultorias para orientar a implementação.

Os cinco serviços mais contratados pelas empresas pesquisadas foram: Limpeza e Conservação – com 78% das contratações; Vigilância e Segurança com 69%; Manutenção Predial 56%; Paisagismo com 52% e Desenvolvimento de Software com 47%. Grande parte das empresas que implementaram serviços terceirizados deu preferência à prestadora de serviços mais experiente no mercado. A minoria contratou empresas criadas por ex-funcionários.

Os números do setor de serviços falam por si só. É um setor que está sempre pronto a dar apoio, colaboração e participação nas decisões que farão, com certeza, que o Brasil seja um País melhor.

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 5 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/financas-artigos/a-forca-do-setor-de-servicos-no-brasil-356510.html

    Palavras-chave do artigo:

    setor de servicos cebrasse anuario brasileiro do setor de servicos

    Comentar sobre o artigo

    Este artigo trata de um assunto que todas as pessoas deveriam se preocupar. São as suas prórias finanças de suas casas. Existem algumas dicas de como é possível começar a se organizar financeiramente e evitar ter problemas com essas questões que, infelizmente, trazem muitas dores de cabeça para os envolvidos. Por isso, pode-se fazer uma planilha de gastos e acompanhar os gastos da família. Para qualquer caso, o importante é a organização financeira.

    Por: Silvial Finançasl 14/10/2014
    Gustavo Rocha

    ROI. Uma sigla, por isto tudo em maiúsculo. Não se trata de um nome próprio, nem de alguma bobagem, mas sim de uma sigla que cada vez mais importa a qualquer profissional: Retorno sobre o investimento. Antigamente, assunto restrito de quem atuava no financeiro. Hoje, um assunto normal quando o tema é gestão e cuidado com o seu negócio. O tema não é novo, data de antes de 1920… Contudo, até hoje muitos sequer sabem o que significa. Segundo a wikipedia:

    Por: Gustavo Rochal Finançasl 08/10/2014

    Aprenda a registrar tudo que acontece com o dinheiro. Faça uma planilha de gastos com toda a família.

    Por: Sayuri Matsuol Finançasl 23/09/2014

    Você sabe o que é o fluxo de caixa e por que ele é tão importante na gestão financeira e na sua empresa, em geral? O fluxo de caixa é uma ferramente utilizada no controle financeiro que mostra toda a movimentação financeira que ocorre no caixa de uma empresa durante um determinado período de tempo, isto é, mais especificamente, o dinheiro que sai da conta e o dinheiro que entra na conta.

    Por: Sayuri Matsuol Finançasl 17/09/2014

    Quem conhece quais são as contas que a empresa tem a pagar e a receber todo mês provavelmente consegue fazer seu negócio funcionar bem melhor do que quem deixa de ligar para tais contas. As contas a pagar e a receber têm extrema importância dentro da gestão financeira e do planejamento de uma empresa, principalmente pelo fato de estarem presente ali durante todos os meses no seu fluxo de caixa e movimentar grande parte do dinheiro da empresa, isto é, já que movimenta dinheiro entrando ou saindo

    Por: Sayuri Matsuol Finançasl 08/09/2014 lAcessos: 17

    O fluxo de caixa é uma ferramenta para fazer o controle financeiro de uma empresa que é extremamente importante e essencial para que se saiba o que está acontecendo nela e o que vai acontecer, podendo deixar as coisas já preparadas para o futuro e evitar furadas e sustos desnecessários, pois mexer com dinheiro é algo bem sério! Sendo assim, o fluxo de caixa é toda a movimentação financeira que ocorre na sua empresa em um certo período de tempo, mostrando o dinheiro que entra e sai de conta e ain

    Por: Sayuri Matsuol Finançasl 27/08/2014

    Muitas pessoas relutam pois acham que possuir alguma forma de controle financeiro é desespero ou que elas não precisam disso agora, pois sabem viver muito bem com seu dinheiro.

    Por: Sayuri Matsuol Finançasl 27/08/2014

    "É preciso um fluxo de caixa estruturado para crescer", diz a empresária Teresinha de Paula, dona do bufê Teras, de São Paulo, que atualiza diariamente seu fluxo de caixa com projeções para os 90 dias seguintes. Acha que parece exagero? Mas foi exatamente assim que a empresa dela saiu de sua cozinha e conseguiu obter uma sede própria!

    Por: Sayuri Matsuol Finançasl 26/08/2014

    Neste ano de 2008, comemora-se 100 anos do nascimento do escritor americano armênio William Saroyan. Por conta disso, realizou-se uma palestra no Clube Armênio, proferida pela Professora Sossi Amiralian, catedrática da Universidade de São Paulo. Nada mais atual, em função dos tempos turbulentos pelos quais o mundo que conhecemos está passando.

    Por: Paulo Pandjiarjianl Literatural 20/12/2008 lAcessos: 519

    Após ter formado uma próspera comunidade no Sul da Ásia, o número de armênios diminuiu a tal ponto que em Bangladesh, na capital Daca, vive apenas um descendente dos armênios que lá haviam se instalado ao longo dos séculos. Ele é conhecido pelo nome, modificado pelo anglicismo, Michael Joseph Martin. Quando ele, que tem 73 anos, morrer não só vai marcar o fim de uma era – já que ele não tem descendentes – como deixará em dúvida a sobrevivência de uma das mais belas igrejas de Daca.

    Por: Paulo Pandjiarjianl Notícias & Sociedade> Cotidianol 07/08/2008 lAcessos: 618

    Vendas relacionais são aquelas que primam pelo relacionamento com o cliente, feitas através de e-commerce e multicanais, que são canais complementares de venda em empresas de varejo e comércio em geral. É importante que as empresas estejam presentes na Internet, mas, também, que negociem e se relacionem com o cliente através dela. Esse veículo não veio para acabar com o varejo tradicional e, sim, para complementá-lo.

    Por: Paulo Pandjiarjianl Negócios> Vendasl 14/04/2008 lAcessos: 2,195

    Percebe-se, a cada dia, que o mercado torna-se mais competitivo e a venda fica mais difícil, quer seja de um produto ou de um serviço. Ainda mais hoje, com a cultura da venda multicanal: presencial, por telefone ou internet. O consumidor, mais que nunca, encontra-se em uma zona de conforto em que pode escolher produto, serviço, preço e condição de compra.

    Por: Paulo Pandjiarjianl Negócios> Vendasl 14/04/2008 lAcessos: 309

    Comments on this article

    1
    CLAUDIO 14/10/2010
    DENÚNCIA
    CORRUPÇÃO ATIVA



    PAULO LOFRETA, presidente da CEBRASSE, Convida para LOBBY, entidades patronais e empresas para resolverem seus interesses junto ao governo Federal, com tesoureiro da campanha de DILMA/LULA. Esse encontro visou arrecadar dinheiro para ambas as campanhas. E discutir interesses junto ao Banco do Brasil, BNDES, CAIXA etc. Site: www.cebrasse.org.br, o Chefe dessa Quadrilha, é o PICARETA PAULO LOFRETA. Leia abaixo, a Carta CONVITE do CEBRASSE:

    Prezado Amigo Prestador de Serviços



    Na próxima segunda feira, 13 de setembro, às 19h30, o setor de serviços oferecerá um jantar de apoio à candidatura Dilma Roussef e seu tesoureiro de Campanha, candidato a Deputado Federal, José de Filippi. O jantar será no La Fortuna Ristorante, localizado na Alameda Santos, 981, térreo do Hotel Transamérica.

    José de Filippi foi Prefeito de Diadema por 8 anos, foi tesoureirto da campanha do presidente Lula em 2006 e é o atual tesoureiro da campanha de Dilma nas eleições 2010.

    Neste encontro o Filippi assumirá o compromisso de auxiliar o setor de serviços a aprovar no Congresso Nacional, projetos que contribuam para o crescimento e valorização do setor no Brasil.

    Conto com a sua colaboração e presença neste importante encontro do Setor de Serviços.

    Atenciosamente,


    Paulo Lofreta




    RSVP: Os convites podem ser adquiridos pelo telefone (11) 3549-6481, com Luciane.







    Agora é só a PF elaborar o inquerito conforme a lei sem deixar brechas para a impunidade.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast