Não se Abre Conta Corrente com o Nome Sujo na Praça

14/09/2011 • Por • 4,603 Acessos

Abrir uma conta em banco é algo extremamente importante, e isto por diversos motivos. O principal deles é que não é nenhum pouco vantajoso ficar andando com grandes quantidades de dinheiro na carteira, uma vez que o banco, seja ele qual for, se mostra um local seguro para o depósito de seu dinheiro. Além disso, no caso de uma conta poupança, todo o dinheiro que você depositar irá render mensalmente, o que definitivamente não ocorre se você guardar suas economias na gaveta ou em um cofrinho.

Antes de falarmos sobre a questão de abrir uma conta em banco se faz necessário primeiramente explicar as diferenças entre as contas existentes: conta corrente, conta salário e conta poupança. A conta corrente é a mais comum, e permite o depósito em dinheiro, saque e outras transações. A conta salário é destinada somente ao recebimento de salários, aposentadorias, vencimentos e pensões e ela não pode ser movimentada por meio de cheques. Já a conta poupança é aquela que permite a inserção de pequenos valores, que rendem mensalmente.

Para abrir conta corrente, o tipo mais comum, você deverá primeiramente escolher o banco de sua preferência depois de se informar acerca de taxas e serviços oferecidos. Assim que tiver escolhido a instituição financeira, se dirija a qualquer agência munido dos originais e cópias do documento de identidade, CPF e comprovante de residência. No local será necessário assinar um contrato firmado entre você e o banco. É recomendável ler com muita atenção o contrato, esclarecer todas as dúvidas pertinentes e exigir cópias de todos os documentos que você assinou.

Como deu pra perceber, abrir conta corrente é extremamente fácil, mas com certeza uma dúvida que paira na cabeça de muitas pessoas é: "posso abrir conta corrente com o nome sujo?". Quem está com o nome sujo na praça não pode abrir conta corrente. Quem tem restrições no CPF só pode abrir conta salário e conta poupança. Caso o banco se recuse a abrir contas de outros tipos senão a corrente, cabe anotar o nome do funcionário que lhe atendeu, procurar os órgãos competentes e reclamar, uma vez que isto está errado. No caso de contas correntes, no entanto, não há o que fazer, visto que quem tem nome sujo não pode utilizar cheques ou cartão de crédito.

Perfil do Autor

Márcia Carmo

Jornalista formada na Facha/RJ.