Processos Gerenciais

31/05/2009 • Por • 4,603 Acessos

PROCESSOS GERENCIAIS

Neste artigo trataremos de temas relacionados aos processos gerenciais dentro das organizações, passando pelos seguintes tópicos: O pensamento sistêmico, fundamentos das organizações, a informação e a tomada de decisão, o planejamento, a organização, a direção, o controle e os fundamentos da estrutura organizacional.

As constantes mudanças no mundo corporativo exigem uma visão estratégica para enfrentar os desafios, buscando competências e habilidades para Gestão em diferentes áreas. Uma boa Gestão Empresarial está ligada a estratégias competitivas cuja finalidade é agregar valor ao negócio da empresa, fazendo com que ela se posicione no mercado em que atua e se destaque da concorrência.

1 -  O Pensamento Sistêmico

O pensamento ou visão sistêmica é uma ferramenta de gestão empresarial que busca integrar todos os subsistemas ou departamentos da empresa, buscando  a interação dos setores, fazendo com que a atividade fim ou missão da empresa sejam atingidos no menor espaço de tempo e com o menor custo possível.

Para que essa filosofia tenha resultados eficazes, é necessário que o chefe de setores tenha consciência de que os diferentes departamentos da empresa devem trabalhar de forma harmônica.

Para que isso aconteça deve haver um canal de comunicação, que permita essa interação, exemplo desses canais, poderiam ser reuniões periódicas de trabalho, para avaliação de desempenhos e apresentações de resultados.

2 - Fundamentos das Organizações

Cada Organização pode ter os mais variados fundamentos. Um exemplo clássico são as organizações militares, fundamentadas na hierarquia e disciplina. Podemos definir que a hierarquia é a divisão dos níveis funcionais de forma vertical, e a disciplina é o imediato cumprimento das ordens recebidas e da forma como foram repassadas

No mundo empresarial os fundamentos organizacionais são definidos pela própria organização, geralmente sendo fundamentados na característica social, missão e objetivos, funções e atividades, recursos e ambientes organizacional.

Na atualidade um dos fundamentos que mais esta sendo valorizado, são ações voltada para a defesa do meio ambiente, pois ressaltam a responsabilidade social da empresa perante o meio em que esta inserida, formando em fim consumidores fieis.

3 - A Informação e a Tomada de Decisão

As empresas modernas necessitam de um eficiente sistema de informação gerencial (SIG), informações estas que possibilitarão ao gestor a tomada de uma decisão correta frente a um determinado problema.

Deve constar impreterivelmente do SIG informações financeiras, logísticas, de produtividade, nível e giro dos estoques, capacidade de produção, venda e distribuição.

A analise das informações inferidas junto ao SIG permitirão uma analise pormenorizada do problema e a conseqüente formulação de alternativas que posteriormente analisadas levaram a escolha sob a melhor alternativa apresentada.

Como parâmetro para a escolha da alternativa mais apropriada, deve se levar em conta o risco e o momento, buscando-se uma decisão adequada, exeqüível e aceitável, sendo que a ausência de um ou mais desses pressupostos, por si só elimina a alternativa considerada.

 4 - O Planejamento

O planejamento é a definição de metas e diretrizes de ação, referentes a organização e funcionamento, envolvendo analise e estrutura, previsão e seleção de meios.

Existem diferentes níveis de planejamento, desde o estratégico, passando pelo tático, até o operacional.

Pode ser de curto, médio ou longo prazo, envolve diversas fazes, tais como implantação, observação de desvios, estudos de caso, ações interventivas\correcionais e busca constante de maior produtividade, por fim chega-se a um procedimento operacional padrão.

 5 - A Organização

Hoje com o mundo cada vez mais competitivo e globalizado e fundamental a organização administrativa, onde irá determinar a sobrevivência das organizações no mercado.

Tendo como funções agregar vários fatores e recursos necessários para a execução dos planos como: planejar, dirigir, controlar, ter flexibilidade, agregando valores ,se doando cada vez mais, ter bons colaboradores, gerando assim bons resultados e novas idéias, buscando interiormente e exteriormente inovações, quebrando paradigmas a organização estará cada dia mais fortalecida

Na organização o esforço conjunto utilizando suas idéias para bens comuns, o diálogo, o entrosamento, a criatividade, colocando mais integração das inovações tecnológicas, melhorando os processos gerenciais, a sua equipe alcançará um melhor rendimento, melhor qualidade dos produtos, com visão, os objetivos terão mais facilidade de serem concluídos.

 6 - A Direção

Dirigir significa interpretar os planos para os outros, dando instruções sob como executa-lo em direção do objetivo a atingir. Dentro da direção podemos ter níveis distintos, direção a nível global, a nível departamental e nível operacional, onde se for seguido com planejamento o sucesso será eminente.

 Na função administrativa a direção tem por finalidade operar a organização à medida que está, ativamente, onde executa os planos traçados. Contudo o planejamento e a organização estando seguido como planejado, temos as sub-fases direcional onde: traduzir os planos / objetivos dos superiores em planos / objetivos e ordens imediatas, emitir ordens especificas, supervisionar e avaliar os esforços e os motivar, sem esquecer das inovações do dia a dia, planejando para atingir um resultado claramente definido.

 7 - O Controle

 Controle é avaliar o desempenho real frente ao previsto no planejamento, possibilitando a ação corretiva, realimentando, alterando, atualizando o plano. em tempo útil e oportuno e seguido de imediato pelas ações necessárias constatadas. O controle pode assumir vários significados, como função restritiva e coercitiva, coibir ou limitar desvios indesejáveis, manipulação, controle social, como sistema automático de regulação, como função administrativa, tendo fases do controle, estabelecimento de padrões ou critérios, observação do desempenho, comparando com o padrão estabelecido e ação corretiva.

Ter controle, mas também dar liberdade de trabalho, essa e a melhor forma de estabelecer o feedback,  fazendo reuniões de trabalho com objetivos e pautas pré-definidas.

Conforme comentado anteriormente se o SIG for bem estruturado não existiriam controles desnecessários, ou seja o sistema deve ser integrado.

 8 - Fundamentos da Estrutura Organizacional

A estrutura organizacional e composto por todos os meios e recursos  utilizados pela organização. Dependendo da área de atuação da empresa as estrutura organizacionais serão diferenciadas, algumas poderão ser fundamentadas nos ativos imobilizados, como exemplo estrutura física, maquinas e equipamentos, outras podaram ser mais voltadas para o ativo circulante ex. como bancos, instituições financeiras.

As empresas prestadoras de serviços deveram também considerar em suas fundamentações organizacionais alguns ativos que são difíceis de serem mensurados, como exemplo: imagem perante o publico, satisfação do cliente e parceiros confiáveis.

Perfil do Autor

Adilson Koch

GRADUADO COMO TECNÓLOGO EM ADMINISTRAÇÃO DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PELA UNOPAR, NASCIDO EM 31/03/1975, CASADO, PAI DE DOIS FILHOS,...