A necessidade de valorização do capital humano e sua importância para o futuro da empresa

19/11/2013 • Por • 104 Acessos

O mercado competitivo vem exigindo que o profissional obtenha maiores qualificações e desenvolva a capacidade de trabalhar sob pressão em níveis cada vez maiores. A busca pelo aperfeiçoamento constante através de graduações e cursos tem se tornado uma tendência necessária à evolução, tanto do colaborador, quanto da empresa em que atua. Forçando que o mesmo esteja empenhado nessa busca incessante, incrementando seu currículo através de congressos, palestras e experiências de mercado.

 "O capital humano é o valor acumulado de investimentos em treinamento, competência e futuro de um funcionário. Também pode ser descrito como competência do funcionário, capacidade de relacionamento e valores. As organizações também podem agregar valor ao seu capital humano, proporcionando treinamento com o intuito de que possam trazer retorno com maior produtividade e menor desperdício." (Wernke, Lembeck e Bronia. 2003)

Foco e disciplina são palavras-chave para que o profissional possa conquistar lugares de destaque e seja visto como uma pessoa de referência na empresa. Estratégias inovadoras são ferramentas que os empresários desejam como retribuição pelos investimentos feitos em seus colaboradores. Haja vista que toda e qualquer decisão possui uma importância substancial, pois a mesma pode significar a conquista ou perda de grandes quantias em seus lucros.

Para o profissional, em inúmeras situações, é necessário abdicar de pontos importantes em sua vida afim de novas conquistas, tais como: prestar faculdade ou participar de cursos e congressos extracurriculares em outras cidades e abdicar de sua família e círculo de amizades em busca da realização de seus objetivos.

As responsabilidades durante a gestão das empresas são cada vez mais desafiadoras, principalmente a nível tático e estratégico, a importância da boa comunicação e sincronia entre os níveis é de fundamental importância para que a empresa tenha rendimentos satisfatórios e rentáveis.

Portanto, é importante que a empresa tenha noção de que os investimentos em seus colaborares serão refletidos a médio e longo prazo e saiba reconhecer todos os esforços feitos por seus profissionais, principalmente enquanto acadêmicos, o que em muitos casos não inclui apenas altas remunerações, mas também a concessão de benefícios e premiações por seus resultados positivos.

Perfil do Autor

Renan Carvalho

Graduado em Gestão Empresarial pela UNIP - Universidade Paulista e Sócio-Proprietário em uma empresa no ramo de Vestuários e Acessórios.