Aprender A Ouvir

23/01/2009 • Por • 4,603 Acessos

Minha vó é uma fonte inesgotável de sabedoria.

Ela dizia: "Meu neto, Deus nos deu dois ouvidos e só uma boca. Portanto...."

Esse é um conselho antigo e por isso mesmo, ignorado.

Em tempos em que o profissional valorizado é aquele que "aparece" mais que os outros, que se destaca nas reuniões por sempre ter algo a dizer, que "fala" com todo mundo na empresa, esquecemos que em muitas situações é melhor manter a boca fechada e simplesmente ouvir o que os outros têm a dizer.

A superexposição, a era das celebridades, a necessidade do networking criou uma geração de "faladores" que muitas vezes falam, falam e falam sem ter nada de relevante a dizer.

Temos que fazer um esforço para aprender a ouvir, a fim de realmente dar valor aos relacionamentos e as idéias das pessoas que nos cercam. Contudo, ser um bom ouvinte requer trabalho duro, pois ouvir é uma arte.

A seguir apresento algumas técnicas para ouvir com atenção:

1- Esteja motivado para ouvir. Seu colega pode ter informações valiosas sobre seu trabalho e está ansioso em dividi-las com você.

2- Se for para falar, faça perguntas. O objetivo é obter informações mais específicas e aprofundadas de seu interlocutor.

3- Deixe seu interlocutar contar sua história primeiro.

4- Não interrompa quando seu interlocutor estier falando.

5- Evite distrações.

6- Ouça tendo um objetivo em mente.

7- Reaja à mensagem e não à pessoa.

8- Lembre-se: é impossível falar e prestar atenção ao mesmo tempo.

Além de ouvir, temos que aprender a interagir com as pessoas de modo educado e produtivo. Seguem algumas técnicas de interação:

1- Esclarecimento: esclarecer é usar perguntas facilitadores que visa tornar claras as informações, explorando todos os aspectos de um determinado assunto. Por exemplo: "Você pode esclarecer isto? Que informção específica você quer? Para quando você quer o relatório? "

2- Verificação: verificar é parafrasear as palavras da outra pessoa, a fim de assegurar a compreensão e confirmar o significado extato do que ela diz. Exemplo: "Se estou entendendo corretamente, sua intenção é..."

3- Reflexão: refletir é fazer observações que geram empatia, ao se receonhecerem os sentimentos da outra pessoa.

São técnicas simples, mas que não utilizamos em nosso dia-a-dia já que estamos mais preocupados com o nosso jeito de pensar e agir. Ao focar o outro e ouví-lo com interesse, aprofundamos os relacionamentos e atingimos nossos objetivos mais facilmente.

Bibliografia:
Stark, Peter B. Aprenda a negociar: o manual de táticas ganha/ganha. Tradução de Luiz Liske. São Paulo: Littera Mundi, 1999.

Perfil do Autor

Alexsandro Rebello Bonatto

Sou um profissional de finanças, professor de um curso de Tecnologia e sócio de uma empresa especializada em...