Desculpe ou desculpa?

Publicado em: 26/08/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 6,264 |

O título não é uma pegadinha de português.

Normalmente usamos o desculpe no significado de desculpar-se de algo que fizemos e queremos perdão.

Quando usamos desculpa, queremos dizer algo para fugir, não cumprir aquilo que foi ou está sendo pactuado.

O Perdão é o mais nobre dos sentimentos. Precisa de muito amor, verdade e autoconhecimento para perdoar alguém de coração.

Desculpar-se no universo corporativo é fundamental.

Somos falíveis, as vezes erramos, somos grosseiros com pessoas queridas, somos ríspidos, enfim, agimos diferente da nossa conduta habitual.

Se erramos, pedimos desculpa e pronto. Certo?

Errado!

Pedir desculpas não é o suficiente. Devemos tentar reparar o erro. Compensar a pessoa se for possível.

Agora, se não for possível reparar, olhe bem nos olhos da pessoa que cometeste a injustiça e diga: "Errei. Me desculpe. Você pode me perdoar?"

Se você foi o injustiçado, aceite de coração o pedido de desculpas. Não é fácil pedir perdão a alguém. É um gesto nobre, de coração. E mais, se for sincero o pedido, podes ter certeza que perdoar fará do perdoado um amigo verdadeiro.

Esta é uma das facetas da desculpa.

A outra é muito, diria largamente utilizada nas empresas: Desculpas.

Desculpa para não cumprir no prazo;

Desculpa para chegar mais tarde;

Desculpa para sair mais cedo;

Desculpas.

Por óbvio, ululante, diáfano que ao errar, chegar atrasado ou sair mais cedo fornecemos motivos.

Uma coisa é o motivo. Outra é a desculpa.

O motivo é aquele utilizado vez em quando, quase nunca, já que somos conscientes da obrigação que temos e assumimos. Desculpa, é quando qualquer motivo é motivo para não trabalhar.

Analise seus motivos, seus porquês, seus sonhos.

Está descontente com o trabalho? Procure outro!

Acha o salário baixo? Estude, seja diferente, crie!

Sente-se menor que os outros? Veja se está mesmo ou se não é coisa da sua percepção.

Afinal,

Desculpar-se sim, desculpas, não!

_______________________________________

Artigo escrito por Gustavo Rocha – www.gestao.adv.br | blog.gestao.adv.br | [email protected]

Todos direitos reservados.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-artigos/desculpe-ou-desculpa-3133928.html

    Palavras-chave do artigo:

    desculpa

    ,

    desculpe

    Comentar sobre o artigo

    Pedir desculpas é algo muito simples... mas muita gente não consegue fazer isso ou quando faz, faz algo assim... Ta bom... desculpe-me.

    Por: Ruben Zevallos Jr.l Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 11/03/2008 lAcessos: 568,625 lComentário: 18

    Você já teve dúvidas alguma vez de pedir ou não desculpas ou já ficou decepcionado de nao ouvir de outra pessoa que o tenha ofendido?

    Por: Anderson Balderrama dos Reisl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 21/10/2009 lAcessos: 776

    O senador tucano Aécio Neves (MG) criticou a Caixa Econômica Federal e exigiu desculpas da presidente DILMA Rousseff sobre as diferentes versões veiculadas pelo governo sobre o pagamento adiantado do Bolsa Família.

    Por: Jucal Notícias & Sociedade> Polítical 29/05/2013 lAcessos: 11
    Prof. JV de Miranda Leão Neto

    Resposta dada a uma colega das lides ufológicas que recentemente deixou escapar a lembrança de um princípio fundamental na convivência com ateus e saiu-se dizendo que "os céticos aceitariam uma prova se uma nave alienígena descesse bem no meio de uma grande cidade". Isto evidentemente não é verdade, nem aqui nem na China. Eis a resposta.

    Por: Prof. JV de Miranda Leão Netol Religião & Esoterismo> Evangelhol 04/10/2010 lAcessos: 64
    Marcos A Sousa

    Paulo, depois de uma infância feliz sofre com a perda de seus pais no início da adolescência e a partir daí narra sua trajetória amorosa. Uma promessa e a culpa pela morte de sua mãe gera um desapego ao amor e uma exaltação aos sentimentos físicos. Incapaz de amar verdadeiramente troca de mulher como quem troca de roupa. Aos trinta e cinco anos surpreende ao revelar seu primeiro e verdadeiro amor.

    Por: Marcos A Sousal Literatura> Ficçãol 15/05/2014 lAcessos: 16
    Escritorcampos

    Este livro deseja demonstrar os valores do homem em sua bondade, e maldade pelo poder, pela riqueza, fama, miséria etc... Demonstrando o óbvio milenar da luta interna do ser humano entre o bem e do mal. Aliás, são coisas bem corriqueiras do nosso dia-a-dia. Desde que... o mundo é mundo, acontecem maldades de muitas maneiras, e o ser humano na sua cegueira, não se apercebe de que irá ter o devido retorno de suas funestas atitudes!

    Por: Escritorcamposl Literatura> Crônicasl 06/05/2010 lAcessos: 266
    Raquel

    Executiva descobre trama com empresa farmacêutica multinacional e se vê em perigo.

    Por: Raquell Literatura> Ficçãol 03/11/2010 lAcessos: 93

    Aécio: senador defende oposição e exige que presidente Dilma se desculpe sobre mentiras envolvendo boatos do fim do Bolsa Família.

    Por: Cristina toorl Notícias & Sociedade> Polítical 31/05/2013 lAcessos: 15

    Redigir e-mails em que é preciso negociar, estabelecer acordos ou comunicar algo que irá gerar resistência é sempre um desafio, pois cada escolha de palavras ou de informações pode impactar a relação com o leitor.

    Por: Vívian Cristina Riol Negócios> Gestãol 21/03/2014 lAcessos: 33

    Empresas têm muitas vezes o costume de fazer palestras para os funcionários. Essas palestras podem ter diversos objetivos. Uma palestra motivacional, por exemplo, serve para dar ânimo ao funcionário em relação ao trabalho.

    Por: br4eventosl Negócios> Gestãol 23/03/2015

    Sempre que precisamos resolver algo, a coisa mais comum é analisarmos nossas próprias expertises. Outra coisa que pensamos é no "custo do problema", seja por questões financeiras, práticas e até de tempo. Pode não parecer, mas, neste momento, já iniciamos o processo decisório que irá determinar a solução do problema. Não importa como, buscamos a solução

    Por: Flávia Ghiurghil Negócios> Gestãol 03/03/2015
    Palestrante Cícero Ribeiro

    Diante de um cenário em que os maiores líderes do país estão derretendo ante o calor da corrupção, cabe ao empresário, levantar-se e tomar para si esta posição de líder, de modelo, de defensor de comportamentos honestos e honrosos.

    Por: Palestrante Cícero Ribeirol Negócios> Gestãol 08/02/2015 lAcessos: 11

    Mais que uma ilusão, é ingenuidade pensar que os governantes podem fazer com a economia o que bem entenderem sem pagar alto preço. É que as teorias econômicas, por não terem a precisão das ciências naturais, abrem espaço para os governantes tentarem inventar medidas esquisitas e disfuncionais, sobretudo nos países da América do Sul. Não raro, elas desorganizam o sistema e produzem atraso.

    Por: Central Pressl Negócios> Gestãol 04/02/2015 lAcessos: 16

    O artigo relata a importância dos sites imobiliários para os corretores e imobiliárias no meio dessas grandes alterações que o mercado imobiliário vem sofrendo

    Por: villevoxl Negócios> Gestãol 03/02/2015 lAcessos: 13
    Cleber Silva

    Esse processo de autoconhecimento pode ser demorado e demanda muita paciência por parte do empreendedor, ele leva a vida inteira, e temos sempre que estar de mentes abertas para novos conceitos, crenças e valores, portanto, estar ciente de quem somos nos trará a tranquilidade na hora de sabermos que queremos ser.

    Por: Cleber Silval Negócios> Gestãol 24/01/2015
    Nori Lucio Jr

    Para garantir que o cliente tenha uma experiência previsível com a Marca através da aquisição de seus produtos e serviços, o primeiro passo é mapear todos os "pontos de contato" com o cliente, que devem ser monitorados de forma sistêmica por indicadores que registram situações que exigem intervenções e correção imediatas.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 23/01/2015 lAcessos: 13
    Nori Lucio Jr

    TUDO COMEÇA COM UMA PESQUISA BEM ELABORADA O entendimento psicográfico do público alvo precede o estudo demográfico. Na prática, primeiro você entende o comportamento de compra do cliente para depois encontrar onde está sua maior concentração.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 23/01/2015
    Gustavo Rocha

    Muito interessante esta lista da Época Negócios sobre 10 crenças do RH na idade média. Até hoje ainda encontramos estes ranços dentro do dia a dia das empresas e parece que mudar isto não vai ser tão fácil quanto se imagina. Vejamos a lista: 1. Todos aqui são facilmente substituíveis. Se você não gosta daqui, acharemos alguém que goste 2. Seu gerente tem poder, você não. Seu trabalho é fazer o que mandam 3. Criamos essas políticas por um motivo. Não é da sua conta saber qual é esse motivo

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 24/03/2015
    Gustavo Rocha

    Divido com vocês 6 dicas de como melhorar o uso da tecnologia móvel. 1. Valorizar uma rede forte: a consolidação da mobilidade corporativa está diretamente ligada à evolução da rede móvel e dos planos de banda larga com mais velocidade, como a permitida pelo 4G. A largura de banda permite aplicações mais ricas, complexas e avançadas 2. Ir além da internet e do e-mail: ainda que a predominância atual seja o acesso a e-mail e web, as empresas estão investindo em aplicações corporativas que permi

    Por: Gustavo Rochal Tecnologial 23/03/2015
    Gustavo Rocha

    Divido um artigo da psicóloga Maria Cristina Ramos Britto e teço alguns comentários após. De novo, e novamente… Por que algumas pessoas repetem os mesmos erros, obtêm sempre o pior resultado e culpam os outros ou o destino, mas nunca a si mesmas, parando para refletir sobre um acontecimento que nada tem de coincidência ou falta de sorte? E, principalmente, por que esquecem que eventos dependem de escolhas e que, apesar de não existir controle absoluto, abrem mão do que está em seu âmbito de aç

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 22/03/2015
    Gustavo Rocha

    Recente pesquisa do FDJUR/GEJUR apresentou um resumo dos 3 pilares do compliance, respondidos por 120 departamentos jurídicos do Brasil. Abaixo o resultado da pesquisa e alguns comentários: Realizamos uma pesquisa sobre os três pilares do Compliance: Prevenção, Detecção e Tolerância. 1º Pilar: Prevenção (Comunicação e Convencimento). A comunicação é um fator crítico de sucesso para qualquer programa de prevenção de riscos, mas segundo os especialistas em Compliance, não basta apenas ter o códi

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 18/03/2015
    Gustavo Rocha

    Vamos ver como Carl Jung entendia mais do que apenas da alma humana (conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas quando tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana – Carl Jung), ele entendia como funciona o âmbito empresarial. Quando questionamos sobre pessoas dentro de uma empresa, todos afirmam categoricamente que querem pessoas com convicções, com certezas, sem dúvidas, com muito conhecimento e experiência para dar e vender. Só esquecem que somente com dúvidas é que exi

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 16/03/2015
    Gustavo Rocha

    Tecnologia humanizada. Talvez seja uma boa expressão para identificar o que penso sobre tecnologia. somente a tecnologia é algo frio, calculista e principalmente inútil. Por mais avançada que seja, se não for útil ao propósito humano de nada servirá. E, falando nisto, como anda a tecnologia na sua vida? Muita tecnologia? Celulares de último tipo, tablets, computadores, programas que fazem quase tudo sozinhos… E a parte humana? Como você trata os seus colaboradores? Como você lida com o seu c

    Por: Gustavo Rochal Tecnologial 15/03/2015
    Gustavo Rocha

    Quando você fez a primeira petição na sua vida, você prestou atenção como nunca, não é mesmo? Poderia ter sido uma petição de juntada, mas se desse mole tinha até jurisprudência para se tornar "a" petição de juntada. Somos assim, quando fizemos pelas primeiras vezes, nossa atenção é redobrada. Depois, vamos criando hábito, rotinas e começamos a não cuidar tanto como das primeiras vezes. Algo que é normal, diga-se de passagem, tanto que o brocardo popular dita: Vassoura nova é que varre bem. L

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 12/03/2015
    Gustavo Rocha

    Em termos de empresas, departamentos jurídicos e inclusive em escritórios de advocacia, um dos temas relevantes é o do reconhecimento. Um tema árido, posto que envolve os egos das pessoas. Um artigo de Tatiana Nicz nos brinda com uma visão profunda e interessante destes temas, com comentários pessoais meus ao final: Esses dias assisti o filme Birdman (ou a Inesperada Virtude da Ignorância), entre algumas boas pinceladas (e outras nem tanto) essa frase do título ganha destaque. Ela aparece alg

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 11/03/2015
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast