Dicas Para Tratamento De Não Conformidades: Metodologia E Ferramentas

Publicado em: 01/06/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 13,290 |
Tratamento de Não Conformidades: Metoologia e Ferramentas

1 - INTRODUÇÃO

Nas auditorias internas e externas em sistemas de gestão da qualidade ou ambiental que participei, tenho verificado certa dificuldade das organizações demonstrarem a eficácia no processo de ação corretiva das não conformidades detectadas em seus sistemas.

A seguir apresentamos algumas orientações que podem auxiliá-los na implementação de ações que eliminem as causas de não conformidade, de forma que evitem a sua repetição, tendo como base as oito etapas do PDCA para a solução de problemas proposto por Campos (2004)

2 - AÇÕES CORRETIVAS: METODOLOGIA E FERRAMENTAS

Para implementação de ações que eliminem as causas da não conformidade e evitem a sua repetição, a NBR ISO 9001:2008 solicita que a organização tenha um procedimento documentado que defina requisitos para:

a - Análise crítica da não conformidade, incluindo reclamações dos clientes.

Neste item é importante que a organização possua um critério para a classificação de suas não-conformidades de acordo com os seus efeitos, criticidade e importância.  Para facilitar esta classificação a organização pode criar uma matriz do tipo C (criticidade) = E (efeito / severidade) + A (Abrangência / Importância)

Avaliação:

Efeito no Sistema:

1 - Desprezível
2 - Moderado
3 - Catastrófico / Alto

Abrangência:

1 - Pontual
2 - Em parte do Sistema
3 - Em todo o Sistema

Classificação da Não conformidade:

2 - Insignificante
3 - 4: Moderada
5 - 6: Crítica

b - Determinação das causas da não conformidade


Neste item, a maioria das organizações tem dificuldade em demonstrar como as causas da não conformidade foram determinadas, em função do ciclo vicioso das não conformidades e da cultura nacional de atuação somente no efeito dos problemas sociais e/ou gerenciais.

Ciclo vicioso das não conformidades / problemas:


- Não conformidade / problema ocorre em função da atuação de uma ou mais causas
- Ação de correção somente para a remoção do sintoma (ação no efeito do problema / não conformidade)
- As causas fundamentais da não conformidade não são investigadas
- Não são tormadas ações para bloquear as causas das não conformidade
- As mesmas causas fundamentais atuam novamente
- A não conformidade reincide.

Para mudar esta cultura é necessário que o líder exija análise e não só o tratamento de qualquer forma somente para se livrar da não conformidade.

Um forma simples para análise e determinação das causas de uma não conformidade é a aplicação do princípio dos 3 "GEN" (GENBA - ir ao local da ocorrência da não conformidade; GENBUTSU - observar o equipamento, ferramenta, produto ou processo e GENSHO - entender o fenômeno) e do Método dos 5 por quês (questionar sucessivamente por quê o fenômeno ocorre. Para cada resposta, devemos perguntar o respectivo por quê e assim sucessivamente. O resultado final é a causa fundamental do problema)

A seguir apresentamos uma sequência lógica de ferramentas a serem utilizadas na determinação das causas de uma não conformidade quando as informações são qualitativas:

1 - Brainstorming com a equipe envolvida no processo que ocorreu a não conformidade
2 - Uso do diagrama de afinidade para agrupar as causas semelhantes
3 - Estruturação do diagrama de causa e efeito de acordo com o agrupamentos de causas definidos no diagrama de afinidades
4 - Uso de uma matriz de priorização/consenso das causas (F I A):  F  - Frequência da ocorrência da causa;  I - Impacto da causa na não conformidade; A - Autonomia na eliminação da causa.

Para votação de cada fator, atribui-se as seguintes notas:

1 - Baixo
3 - Médio
5 - Alto

Pontuação = F x I x A

Serão consideradas as causas fundamentais as mais pontuadas

Podemos também, optar pela votação simples: 1 - Causa importante, 3 - causa muito importante e 5 - causa crítica.
5 - Uso do método dos 5 por quês para determinar a causa raiz

No caso de termos informsções quantitativas (dados) podemos utilizar a seguinte sequência lógica:

1 - Estratificação: para entender como a não ocorre sob várias perspectivas (por tempo, por local, por sintoma, por tipo, por processo, por turmo, por operador, por instrumento de medição, por ferramentas, etc)

2 - Lista de verificação: para facilitar e organizar a coleta de dados de cada estrato. Nesta etapa é necessário o planejamento da coleta de dados (5W1H)

3 - Diagrama / Análise de Pareto: para identificar os estratos de maiores impactos (Do problema global para o específico)

4 - Brainstorming: para definição das causas influentes

5 - Diagrama de afinidades: para agrupar as causas inflentes

6 - Diagrama de causa e efeito:  para apresentar as causas fundmentais da não conformidades

7 - Uso do método dos por quês para determinação da causa raiz.

Também, tanto no processo com informações qualitativas quanto quantitativas, podemos substituir o uso do diagrama de causa e efeito pelo método dos 5 por quês, utilizando a seguinte sequência:

1 - Entendendo o fenômeno: utilizando uma ou uma combinção das ferramentas a seguir: 3 GEN, brainstorming, plano de ação, estratificação, Pareto, Fotos, Relatórios, etc.

2 - Método dos 5 por quês (com validação de cada hipótese de causa)

c - Avaliação da necessidade de ações para assegurar que não-conformidades não ocorram novamente.

Esta avaliação pode ser feita considerando a criticidade e a abrangência da não conformidade, bem como a eficácia da ação de correção.

d - Determinação e implementação de ações necessárias.

Faça um brainstorming para determinar as ações de bloqueio da causa raiz e elabore um plano de ação contendo no mínimo: o que (ação de bloqueio), quem (responsável pela ação) e quando (prazo para implementação de cada ação). De acordo com a maturidade do sistema este planejamento pode ser feito utilizando o 5W2H.

e - Registro dos resultados de ações executadas.

Para  monitorar a implementação das ações, podemos utilizar o relatório das 3 gerações que pode ser complementar ao 5W2H:

- Previsto (plano - ontem)
- Realizado - Real - hoje
- Resultado - hoje
- Pontos problemáticos - hoje
- Novas ações - futuro

f - Análise crítica da eficácia da ação corretiva executada.

Avaliar a pertinência e a adequação das ações e a eficácia dos resultados. Sugerimos neste caso, um acompanhamento de no mínimo 60 dias dos resultados obtidos com a implementação das ações corretivas para que a não conformidade seja encerrada.

3- CONCLUSÃO

Estas dicas ajudarão aos gestores e Representantes da Direção (RD) a conduzirem o processo de ação corretiva do sistema de gestão da qualidade de forma mais eficaz, além de proporcionar um roteiro lógico com ferramentas simples que quaisquer empregados da organização possam utilizá-las.

REFERÊNCIAS

CAMPOS, V. Falconi. Gerenciamento da rotina do trabalho do dia-a-dia. Belo Horizonte: INDG Tecnologia e Serviços Ltda, 2004

NBR ISO 9001:2008. Sistemas de gestão da qualidade: requisitos. Rio de Janeiro: ABNT, 2008

PESSOA, Gerisval A. Ferramentas de gestão. São Luís: FAMA, 2007

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-artigos/dicas-para-tratamento-de-nao-conformidades-metodologia-e-ferramentas-946980.html

    Palavras-chave do artigo:

    acao corretiva

    ,

    nao conformidade

    ,

    metodologia

    Comentar sobre o artigo

    A questão feedback carrega consigo uma série de equívocos e mal entendidos. Um dos principais conceitos que prejudicam a forma de aplicar feedback é considerar que: Feedback positivo e elogio são a mesma coisa, ou que o Feedback negativo é bronca. Gostaria então de exercitar a aplicação do feedback em relação a motivação da equipe e considerando os conceitos da liderança situacional.

    Por: Eduardo Varelal Negócios> Gestãol 11/07/2014

    O Concurso Público, origem, os direitos dos candidatos, as contratações irregulares, o prazo de validade.

    Por: Alexandre Latoelisl Negócios> Gestãol 04/07/2014

    O jornalista e executivo de comunicação Ike Weber viajou, em 2013, sozinho por dez meses em uma expedição pelas Américas. Neste texto, o profissional traça um paralelo entre a viagem e uma empresa em diversos aspectos.

    Por: Central Pressl Negócios> Gestãol 01/07/2014

    Por que presentear meus clientes com brindes promocionais? Como acertar no produto? Saiba mais!

    Por: Stellas Brindesl Negócios> Gestãol 30/06/2014
    Alexandre Aschenbach

    Vivemos a "Era da Informação", informação esta que se apresenta disponível pelos mais diversos meios. Encontrar a informação não é, portanto, a dificuldade maior. Se acessar a informação não é problema, organizá-la e entendê-la já é outra história. Mas parto do princípio que a informação está disponível e que podemos organizá-la e entendê-la, de forma a obter sucesso com ela.

    Por: Alexandre Aschenbachl Negócios> Gestãol 29/06/2014
    Taiane

    Confira as dicas que preparamos para a gestão de pessoas Todo gestor está ciente de que para obter o sucesso de uma empresa é necessário saber gerenciar pessoas. Sejam colaboradores, clientes ou fornecedores, toda empresa depende de pessoas que desempenham um determinado papel. Nessa semana, separamos algumas dicas de gestão de pessoas para sua empresa.

    Por: Taianel Negócios> Gestãol 25/06/2014 lAcessos: 13
    Leonardo Alves Santiago

    A auditoria como um dos ramos da contabilidade, visa garantir a fidedignidade, credibilidade e confiança das demonstrações contábeis. Uma das funções da auditoria é proteger o mercado, pois sem a sua presença o mesmo estaria exposto ao erro humano e a sua ganância o que poderia inviabilizar como exemplo o investimento em ações, visto que essas falhas influenciam em sua cotação. Neste sentido este estudo demonstra como falhas na auditoria podem afetar significativamente o mercado.

    Por: Leonardo Alves Santiagol Negócios> Gestãol 24/06/2014 lAcessos: 21
    Taiane

    A gestão de uma empresa de serviços em geral requer o controle de horas trabalhadas pelos colaboradores dentro de cada projeto. Mas em meio a tantas reuniões, planilhas e atividades intercaladas, fica difícil identificar a qualidade do aproveitamento do colaborador e cumprir com a proposta de alocação.

    Por: Taianel Negócios> Gestãol 24/06/2014
    Gerisval Alves Pessoa

    Networking é um de seus recursos mais valiosos. Habilidades de relacionamentos em rede são essenciais no ambiente de negócios de hoje. Saiba como tornar eficaz a sua rede de relacionamento seguindo as 10 dicas apresetadas no texto.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Carreira> Gestão de Carreiral 25/06/2014
    Gerisval Alves Pessoa

    Vender não se trata de trocar o produto ou serviço por dinheiro do cliente. É a doação de si mesmo.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 20/06/2014
    Gerisval Alves Pessoa

    Uma liderança eficaz depende mais do que nunca em influenciar os outros, impactando as suas ideias, opiniões e ações. Nas organizações altamente colaborativas a influência é essencial Diariamente você tem que influenciar as pessoas a fim de realizar os seus objetivos. O sucesso depende da sua capacidade de efetivamente influenciar as pessoas com as quais nos relacionamos.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Administraçãol 28/07/2013 lAcessos: 29
    Gerisval Alves Pessoa

    Quando seus empregados têm um bom desempenho, é natural que você queira elogiá-los. Mas, como o elogio e feito pode afetar a tomada de decisão, dizem os pesquisadores.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Administraçãol 26/07/2013 lAcessos: 28
    Gerisval Alves Pessoa

    Há quatro razões que os clientes trocam de fornecedor. Portanto, é melhor entender por que eles desertam e o que você deve fazer para mantê-los leais.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 25/07/2013 lAcessos: 31
    Gerisval Alves Pessoa

    A maioria das pessoas tem trabalhado para um líder ruim, mas daria muito para ter a oportunidade de trabalhar para um líder com algumas destas 11 características presente em um líder extraordinário.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Carreira> Gestão de Carreiral 17/07/2013 lAcessos: 31
    Gerisval Alves Pessoa

    A ciência ajuda a explicar por que e como as restrições e limites, muitas vezes na forma de metas inteligentes, elásticas e bem definidas, resultam em soluções mais criativas. O verdadeiro segredo encontra-se em uma dimensão oculta de como as metas são estabelecidas: A gestão de forma brilhante, emparelha os objetivos e coloca um contra o outro a fim de gerar tensão criativa. As inovações exigem algum tipo de ruptura.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Administraçãol 30/06/2013 lAcessos: 14
    Gerisval Alves Pessoa

    Apresenta dicas de como ser bem sucedido em tudo que faz. Em essência, trabalhe para colocar os outros em primeiro lugar, para ser mais simpático e para acabar com o que eu quero em tudo que faço.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Carreira> Gestão de Carreiral 30/06/2013 lAcessos: 23
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast