Dicas Para Tratamento De Não Conformidades: Metodologia E Ferramentas

Publicado em: 01/06/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 13,376 |
Tratamento de Não Conformidades: Metoologia e Ferramentas

1 - INTRODUÇÃO

Nas auditorias internas e externas em sistemas de gestão da qualidade ou ambiental que participei, tenho verificado certa dificuldade das organizações demonstrarem a eficácia no processo de ação corretiva das não conformidades detectadas em seus sistemas.

A seguir apresentamos algumas orientações que podem auxiliá-los na implementação de ações que eliminem as causas de não conformidade, de forma que evitem a sua repetição, tendo como base as oito etapas do PDCA para a solução de problemas proposto por Campos (2004)

2 - AÇÕES CORRETIVAS: METODOLOGIA E FERRAMENTAS

Para implementação de ações que eliminem as causas da não conformidade e evitem a sua repetição, a NBR ISO 9001:2008 solicita que a organização tenha um procedimento documentado que defina requisitos para:

a - Análise crítica da não conformidade, incluindo reclamações dos clientes.

Neste item é importante que a organização possua um critério para a classificação de suas não-conformidades de acordo com os seus efeitos, criticidade e importância.  Para facilitar esta classificação a organização pode criar uma matriz do tipo C (criticidade) = E (efeito / severidade) + A (Abrangência / Importância)

Avaliação:

Efeito no Sistema:

1 - Desprezível
2 - Moderado
3 - Catastrófico / Alto

Abrangência:

1 - Pontual
2 - Em parte do Sistema
3 - Em todo o Sistema

Classificação da Não conformidade:

2 - Insignificante
3 - 4: Moderada
5 - 6: Crítica

b - Determinação das causas da não conformidade


Neste item, a maioria das organizações tem dificuldade em demonstrar como as causas da não conformidade foram determinadas, em função do ciclo vicioso das não conformidades e da cultura nacional de atuação somente no efeito dos problemas sociais e/ou gerenciais.

Ciclo vicioso das não conformidades / problemas:


- Não conformidade / problema ocorre em função da atuação de uma ou mais causas
- Ação de correção somente para a remoção do sintoma (ação no efeito do problema / não conformidade)
- As causas fundamentais da não conformidade não são investigadas
- Não são tormadas ações para bloquear as causas das não conformidade
- As mesmas causas fundamentais atuam novamente
- A não conformidade reincide.

Para mudar esta cultura é necessário que o líder exija análise e não só o tratamento de qualquer forma somente para se livrar da não conformidade.

Um forma simples para análise e determinação das causas de uma não conformidade é a aplicação do princípio dos 3 "GEN" (GENBA - ir ao local da ocorrência da não conformidade; GENBUTSU - observar o equipamento, ferramenta, produto ou processo e GENSHO - entender o fenômeno) e do Método dos 5 por quês (questionar sucessivamente por quê o fenômeno ocorre. Para cada resposta, devemos perguntar o respectivo por quê e assim sucessivamente. O resultado final é a causa fundamental do problema)

A seguir apresentamos uma sequência lógica de ferramentas a serem utilizadas na determinação das causas de uma não conformidade quando as informações são qualitativas:

1 - Brainstorming com a equipe envolvida no processo que ocorreu a não conformidade
2 - Uso do diagrama de afinidade para agrupar as causas semelhantes
3 - Estruturação do diagrama de causa e efeito de acordo com o agrupamentos de causas definidos no diagrama de afinidades
4 - Uso de uma matriz de priorização/consenso das causas (F I A):  F  - Frequência da ocorrência da causa;  I - Impacto da causa na não conformidade; A - Autonomia na eliminação da causa.

Para votação de cada fator, atribui-se as seguintes notas:

1 - Baixo
3 - Médio
5 - Alto

Pontuação = F x I x A

Serão consideradas as causas fundamentais as mais pontuadas

Podemos também, optar pela votação simples: 1 - Causa importante, 3 - causa muito importante e 5 - causa crítica.
5 - Uso do método dos 5 por quês para determinar a causa raiz

No caso de termos informsções quantitativas (dados) podemos utilizar a seguinte sequência lógica:

1 - Estratificação: para entender como a não ocorre sob várias perspectivas (por tempo, por local, por sintoma, por tipo, por processo, por turmo, por operador, por instrumento de medição, por ferramentas, etc)

2 - Lista de verificação: para facilitar e organizar a coleta de dados de cada estrato. Nesta etapa é necessário o planejamento da coleta de dados (5W1H)

3 - Diagrama / Análise de Pareto: para identificar os estratos de maiores impactos (Do problema global para o específico)

4 - Brainstorming: para definição das causas influentes

5 - Diagrama de afinidades: para agrupar as causas inflentes

6 - Diagrama de causa e efeito:  para apresentar as causas fundmentais da não conformidades

7 - Uso do método dos por quês para determinação da causa raiz.

Também, tanto no processo com informações qualitativas quanto quantitativas, podemos substituir o uso do diagrama de causa e efeito pelo método dos 5 por quês, utilizando a seguinte sequência:

1 - Entendendo o fenômeno: utilizando uma ou uma combinção das ferramentas a seguir: 3 GEN, brainstorming, plano de ação, estratificação, Pareto, Fotos, Relatórios, etc.

2 - Método dos 5 por quês (com validação de cada hipótese de causa)

c - Avaliação da necessidade de ações para assegurar que não-conformidades não ocorram novamente.

Esta avaliação pode ser feita considerando a criticidade e a abrangência da não conformidade, bem como a eficácia da ação de correção.

d - Determinação e implementação de ações necessárias.

Faça um brainstorming para determinar as ações de bloqueio da causa raiz e elabore um plano de ação contendo no mínimo: o que (ação de bloqueio), quem (responsável pela ação) e quando (prazo para implementação de cada ação). De acordo com a maturidade do sistema este planejamento pode ser feito utilizando o 5W2H.

e - Registro dos resultados de ações executadas.

Para  monitorar a implementação das ações, podemos utilizar o relatório das 3 gerações que pode ser complementar ao 5W2H:

- Previsto (plano - ontem)
- Realizado - Real - hoje
- Resultado - hoje
- Pontos problemáticos - hoje
- Novas ações - futuro

f - Análise crítica da eficácia da ação corretiva executada.

Avaliar a pertinência e a adequação das ações e a eficácia dos resultados. Sugerimos neste caso, um acompanhamento de no mínimo 60 dias dos resultados obtidos com a implementação das ações corretivas para que a não conformidade seja encerrada.

3- CONCLUSÃO

Estas dicas ajudarão aos gestores e Representantes da Direção (RD) a conduzirem o processo de ação corretiva do sistema de gestão da qualidade de forma mais eficaz, além de proporcionar um roteiro lógico com ferramentas simples que quaisquer empregados da organização possam utilizá-las.

REFERÊNCIAS

CAMPOS, V. Falconi. Gerenciamento da rotina do trabalho do dia-a-dia. Belo Horizonte: INDG Tecnologia e Serviços Ltda, 2004

NBR ISO 9001:2008. Sistemas de gestão da qualidade: requisitos. Rio de Janeiro: ABNT, 2008

PESSOA, Gerisval A. Ferramentas de gestão. São Luís: FAMA, 2007

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-artigos/dicas-para-tratamento-de-nao-conformidades-metodologia-e-ferramentas-946980.html

    Palavras-chave do artigo:

    acao corretiva

    ,

    nao conformidade

    ,

    metodologia

    Comentar sobre o artigo

    Antomar Marins e Silva

    Os defeitos custam dinheiro e podem ser vistos como o preço da não-conformidade. Em outras palavras, é o preço que decidimos pagar por não termos prevenido a ocorrência de defeitos no processo. É o resultado de todos os custos incorridos porque o trabalho não foi feito corretamente logo do início.

    Por: Antomar Marins e Silval Negóciosl 22/05/2009 lAcessos: 711 lComentário: 1

    Este artigo tem o objetivo de apresentar um sistema de gestão integrada de qualidade, Segurança, meio-ambiente, saúde e responsabilidade social – QSMS-RS, aplicado em uma organização do ramo de óleo e gás, em conformidade com os requisitos das normas NBR ISO 9001:2008, NBR ISO14001: 2004, OHSAS 18001:2007 e SA 8000.

    Por: Giselle Campanharol Negócios> Gestãol 01/06/2012 lAcessos: 875

    Este artigo aborda a importância da gestão da qualidade na gestão de projetos. Apresenta as definições da qualidade adotadas pelo Guia PMBOK e a ISO 9000, assim como os processos da gestão da qualidade sugeridos pelo PMBOK (planejamento, garantia e controle da qualidade). Por fim, aborda-se a questão dos comitês de qualidade e sua importância no gerenciamento de projetos.

    Por: Ana Luiza Cunhal Educação> Ensino Superiorl 21/12/2012 lAcessos: 153
    CLAUDIA MARIA BONIFACIO

    Resumo O artigo tem por objetivo pesquisar na literatura especializada conceitos e posicionamentos relacionados à utilidade e metodologia do planejamento estratégico (PE) nas organizações. Com base nesse levantamento teórico, buscou-se analisar o modelo realizado por um órgão da administração pública, o Superior Tribunal de Justiça. Como resultado, observa-se que o órgão fez um PE contemplando os principais pontos necessários e, com isso, conseguiu criar uma peça estratégica que direcione as ações do órgão para o bom atendimento das demandas da sociedade, porém, ficou claro que algumas ferramentas poderiam ser mais bem utilizadas para aumentar a efetividade do PE nesse órgão.

    Por: CLAUDIA MARIA BONIFACIOl Negócios> Administraçãol 04/11/2009 lAcessos: 7,665
    Ricardo Capozzi

    Teste de Invasão, Testes de Intrusão, Penetration Test ou simplesmente PenTest, são nomes dado ao processo metodológico estruturado de busca e identificação de vulnerabilidades por simulações de tentativas de acesso não autorizado da indisposição à infra-estrutura de T.I., compostas por redes, sistemas e aplicações. No decorrer deste processo, é feita uma análise ativa das vulnerabilidades e deficiências da atual infra-estrutura que suporta o negócio da empresa, compondo uma matriz dos recursos

    Por: Ricardo Capozzil Tecnologia> Segurançal 05/07/2011 lAcessos: 483
    Gustavo Rocha

    A contratação de um novo software ERP para o departamento jurídico ou até mesmo a primeira contratação do mesmo são decisões importantes e com cuidados pertinentes a área jurídica e de tecnologia que não podem ser esquecidos. Colaciono do site CIO do UOL 15 dias muito úteis para auxiliar a blindar o contrato e relacionamento com o pessoal do software: Primeira dica: Devemos tomar muito cuidado com propostas que tratam de questões contratuais! Segundo dica: Art.427 do CC: A proposta de c

    Por: Gustavo Rochal Tecnologial 21/08/2014

    O estágio foi concebido no intuito de pesquisarmos conceitos, experiências, justificativas acerca do Desenvolvimento Regional Sustentável, visando o embasamento teórico e empírico para a concepção de curso de especialização em DRS. O Curso de Especialização em DRS visa à formação de profissionais: da administração pública e privada; do terceiro setor, e graduados interessados em atuar com agentes em DRS. Além de contribuir para aprofundar os aspectos teóricos e práticos do desenvolvimento.

    Por: FERNANDO ANTONIO DA SILVAl Educação> Ensino Superiorl 08/12/2011 lAcessos: 145

    Este trabalho apresenta os principais conceitos, definições e indicadores acerca da ecoeficiência, abordagem e conceituação da produção mais limpa, como também, a importância do desenvolvimento sustentável. O trabalho foi moldado de forma a apresentar as interligações para um sistema de gestão ambiental integrada, buscando cristalizar a urgência e priorização do desenvolvimento sustentável.

    Por: FERNANDO ANTONIO DA SILVAl Educação> Ensino Superiorl 05/12/2011 lAcessos: 589
    Kátia Silva Macêdo Barcelos

    Este artigo tem o objetivo de explanar se, atualmente, os administradores públicos do Poder Executivo do Estado do Tocantins estão utilizando o controle interno preventivo para auxiliá-los na melhoria contínua de suas gestões, e de que forma, bem como expor se o órgão central de controle interno estadual está agindo na área de Prevenção e Combate à Corrupção, e quais as atividades que está executando neste sentido.

    Por: Kátia Silva Macêdo Barcelosl Direito> Doutrinal 05/01/2012 lAcessos: 576

    Seriam os escândalos recentes envolvendo estatais brasileiras equivalentes ao Watergate? Por Cynthia Catlett - Sócia de Forensic Investigations & Dispute Services da Grant Thornton do Brasil-

    Por: Marianal Negócios> Gestãol 22/10/2014 lAcessos: 12

    É muito comum ver eletricistas trabalhando pela cidade para realizar novas instalações ou reparos na fiação elétrica. Este profissional tem um trabalho que exige muita perícia e técnica, precisando também estar equipado com muitos EPIs diferentes: capacete, óculos de proteção, luvas de alta tensão, botas, cinto de segurança e outros.

    Por: Thiago Castriottol Negócios> Gestãol 17/10/2014
    Elisângela da Silva Pereira

    Quando pensamos em empreendedorismo e liderança muitas palavras imediatamente nos vem à cabeça, não é verdade? E pensando nessa pergunta, elaborei um artigo que tentando responder.

    Por: Elisângela da Silva Pereiral Negócios> Gestãol 17/10/2014

    Sempre acompanhamos em jornais, sites e revistas que o mercado demanda muitos tipos de matérias-primas. Alguns dos mais conhecidos é o petróleo, ferro, minérios, entre outros. Por outro lado, vale destacar que a borracha também é muito presente no fluxo industrial, tendo um aproveitamento muito alto devido sua capacidade de ser moldada para finalidades variadas.

    Por: Thiago Castriottol Negócios> Gestãol 16/10/2014

    Falando sobre Gestão de Pessoas e Recursos Humanos, podemos de certo modo analisar que o estilo da Geração X está habituada à política de retenção de funcionários por longo tempo. E a Geração Y é mais descolada à cultura da empresa; chega, presta serviço, contribui para o desenvolvimento e crescimento, mas sai e muda no momento em que percebe a necessidade de crescer e buscar novas oportunidades. Os profissionais Y chegam trazendo novas ideias, visões e renovação.

    Por: Peri da Silva Santanal Negócios> Gestãol 15/10/2014

    Infelizmente, ainda ocorrem negligências na indústria quando se trata de segurança. Enquanto não acontece nada ruim, ninguém toma nenhuma providência. Porém, quando alguém se machuca decorrente ao serviço prestado, começa então uma série de investigações e a culpa é jogada de um lado para outro.

    Por: Thiago Castriottol Negócios> Gestãol 14/10/2014

    Este artigo tem o propósito de orientar o empresário que estiver com a intenção de vender a sua empresa para seguir algumas providências no sentido de facilitar o processo de negociação e, por consequência, agilizar a transação de venda.

    Por: Paulo Strelczukl Negócios> Gestãol 14/10/2014 lAcessos: 13
    Victor Hugo Oliveira dos Anjos

    A tramitação dos Projetos de Lei ou só PL's parece bem simples, no que diz respeito à sua aprovação, ou seu veto. Um PL aprovado na Câmara dos Deputados, por exemplo, deve passar primeiramente nas comissões da casa para aprovação e, em seguida, deve ser enviado para a revisão dos Senadores, e vice-versa.

    Por: Victor Hugo Oliveira dos Anjosl Negócios> Gestãol 13/10/2014 lAcessos: 13
    Gerisval Alves Pessoa

    Networking é um de seus recursos mais valiosos. Habilidades de relacionamentos em rede são essenciais no ambiente de negócios de hoje. Saiba como tornar eficaz a sua rede de relacionamento seguindo as 10 dicas apresetadas no texto.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Carreira> Gestão de Carreiral 25/06/2014 lAcessos: 19
    Gerisval Alves Pessoa

    Vender não se trata de trocar o produto ou serviço por dinheiro do cliente. É a doação de si mesmo.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 20/06/2014 lAcessos: 26
    Gerisval Alves Pessoa

    Uma liderança eficaz depende mais do que nunca em influenciar os outros, impactando as suas ideias, opiniões e ações. Nas organizações altamente colaborativas a influência é essencial Diariamente você tem que influenciar as pessoas a fim de realizar os seus objetivos. O sucesso depende da sua capacidade de efetivamente influenciar as pessoas com as quais nos relacionamos.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Administraçãol 28/07/2013 lAcessos: 37
    Gerisval Alves Pessoa

    Quando seus empregados têm um bom desempenho, é natural que você queira elogiá-los. Mas, como o elogio e feito pode afetar a tomada de decisão, dizem os pesquisadores.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Administraçãol 26/07/2013 lAcessos: 36
    Gerisval Alves Pessoa

    Há quatro razões que os clientes trocam de fornecedor. Portanto, é melhor entender por que eles desertam e o que você deve fazer para mantê-los leais.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 25/07/2013 lAcessos: 36
    Gerisval Alves Pessoa

    A maioria das pessoas tem trabalhado para um líder ruim, mas daria muito para ter a oportunidade de trabalhar para um líder com algumas destas 11 características presente em um líder extraordinário.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Carreira> Gestão de Carreiral 17/07/2013 lAcessos: 40
    Gerisval Alves Pessoa

    A ciência ajuda a explicar por que e como as restrições e limites, muitas vezes na forma de metas inteligentes, elásticas e bem definidas, resultam em soluções mais criativas. O verdadeiro segredo encontra-se em uma dimensão oculta de como as metas são estabelecidas: A gestão de forma brilhante, emparelha os objetivos e coloca um contra o outro a fim de gerar tensão criativa. As inovações exigem algum tipo de ruptura.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Administraçãol 30/06/2013 lAcessos: 17
    Gerisval Alves Pessoa

    Apresenta dicas de como ser bem sucedido em tudo que faz. Em essência, trabalhe para colocar os outros em primeiro lugar, para ser mais simpático e para acabar com o que eu quero em tudo que faço.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Carreira> Gestão de Carreiral 30/06/2013 lAcessos: 31
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast