Dicas Para Tratamento De Não Conformidades: Metodologia E Ferramentas

Publicado em: 01/06/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 13,346 |
Tratamento de Não Conformidades: Metoologia e Ferramentas

1 - INTRODUÇÃO

Nas auditorias internas e externas em sistemas de gestão da qualidade ou ambiental que participei, tenho verificado certa dificuldade das organizações demonstrarem a eficácia no processo de ação corretiva das não conformidades detectadas em seus sistemas.

A seguir apresentamos algumas orientações que podem auxiliá-los na implementação de ações que eliminem as causas de não conformidade, de forma que evitem a sua repetição, tendo como base as oito etapas do PDCA para a solução de problemas proposto por Campos (2004)

2 - AÇÕES CORRETIVAS: METODOLOGIA E FERRAMENTAS

Para implementação de ações que eliminem as causas da não conformidade e evitem a sua repetição, a NBR ISO 9001:2008 solicita que a organização tenha um procedimento documentado que defina requisitos para:

a - Análise crítica da não conformidade, incluindo reclamações dos clientes.

Neste item é importante que a organização possua um critério para a classificação de suas não-conformidades de acordo com os seus efeitos, criticidade e importância.  Para facilitar esta classificação a organização pode criar uma matriz do tipo C (criticidade) = E (efeito / severidade) + A (Abrangência / Importância)

Avaliação:

Efeito no Sistema:

1 - Desprezível
2 - Moderado
3 - Catastrófico / Alto

Abrangência:

1 - Pontual
2 - Em parte do Sistema
3 - Em todo o Sistema

Classificação da Não conformidade:

2 - Insignificante
3 - 4: Moderada
5 - 6: Crítica

b - Determinação das causas da não conformidade


Neste item, a maioria das organizações tem dificuldade em demonstrar como as causas da não conformidade foram determinadas, em função do ciclo vicioso das não conformidades e da cultura nacional de atuação somente no efeito dos problemas sociais e/ou gerenciais.

Ciclo vicioso das não conformidades / problemas:


- Não conformidade / problema ocorre em função da atuação de uma ou mais causas
- Ação de correção somente para a remoção do sintoma (ação no efeito do problema / não conformidade)
- As causas fundamentais da não conformidade não são investigadas
- Não são tormadas ações para bloquear as causas das não conformidade
- As mesmas causas fundamentais atuam novamente
- A não conformidade reincide.

Para mudar esta cultura é necessário que o líder exija análise e não só o tratamento de qualquer forma somente para se livrar da não conformidade.

Um forma simples para análise e determinação das causas de uma não conformidade é a aplicação do princípio dos 3 "GEN" (GENBA - ir ao local da ocorrência da não conformidade; GENBUTSU - observar o equipamento, ferramenta, produto ou processo e GENSHO - entender o fenômeno) e do Método dos 5 por quês (questionar sucessivamente por quê o fenômeno ocorre. Para cada resposta, devemos perguntar o respectivo por quê e assim sucessivamente. O resultado final é a causa fundamental do problema)

A seguir apresentamos uma sequência lógica de ferramentas a serem utilizadas na determinação das causas de uma não conformidade quando as informações são qualitativas:

1 - Brainstorming com a equipe envolvida no processo que ocorreu a não conformidade
2 - Uso do diagrama de afinidade para agrupar as causas semelhantes
3 - Estruturação do diagrama de causa e efeito de acordo com o agrupamentos de causas definidos no diagrama de afinidades
4 - Uso de uma matriz de priorização/consenso das causas (F I A):  F  - Frequência da ocorrência da causa;  I - Impacto da causa na não conformidade; A - Autonomia na eliminação da causa.

Para votação de cada fator, atribui-se as seguintes notas:

1 - Baixo
3 - Médio
5 - Alto

Pontuação = F x I x A

Serão consideradas as causas fundamentais as mais pontuadas

Podemos também, optar pela votação simples: 1 - Causa importante, 3 - causa muito importante e 5 - causa crítica.
5 - Uso do método dos 5 por quês para determinar a causa raiz

No caso de termos informsções quantitativas (dados) podemos utilizar a seguinte sequência lógica:

1 - Estratificação: para entender como a não ocorre sob várias perspectivas (por tempo, por local, por sintoma, por tipo, por processo, por turmo, por operador, por instrumento de medição, por ferramentas, etc)

2 - Lista de verificação: para facilitar e organizar a coleta de dados de cada estrato. Nesta etapa é necessário o planejamento da coleta de dados (5W1H)

3 - Diagrama / Análise de Pareto: para identificar os estratos de maiores impactos (Do problema global para o específico)

4 - Brainstorming: para definição das causas influentes

5 - Diagrama de afinidades: para agrupar as causas inflentes

6 - Diagrama de causa e efeito:  para apresentar as causas fundmentais da não conformidades

7 - Uso do método dos por quês para determinação da causa raiz.

Também, tanto no processo com informações qualitativas quanto quantitativas, podemos substituir o uso do diagrama de causa e efeito pelo método dos 5 por quês, utilizando a seguinte sequência:

1 - Entendendo o fenômeno: utilizando uma ou uma combinção das ferramentas a seguir: 3 GEN, brainstorming, plano de ação, estratificação, Pareto, Fotos, Relatórios, etc.

2 - Método dos 5 por quês (com validação de cada hipótese de causa)

c - Avaliação da necessidade de ações para assegurar que não-conformidades não ocorram novamente.

Esta avaliação pode ser feita considerando a criticidade e a abrangência da não conformidade, bem como a eficácia da ação de correção.

d - Determinação e implementação de ações necessárias.

Faça um brainstorming para determinar as ações de bloqueio da causa raiz e elabore um plano de ação contendo no mínimo: o que (ação de bloqueio), quem (responsável pela ação) e quando (prazo para implementação de cada ação). De acordo com a maturidade do sistema este planejamento pode ser feito utilizando o 5W2H.

e - Registro dos resultados de ações executadas.

Para  monitorar a implementação das ações, podemos utilizar o relatório das 3 gerações que pode ser complementar ao 5W2H:

- Previsto (plano - ontem)
- Realizado - Real - hoje
- Resultado - hoje
- Pontos problemáticos - hoje
- Novas ações - futuro

f - Análise crítica da eficácia da ação corretiva executada.

Avaliar a pertinência e a adequação das ações e a eficácia dos resultados. Sugerimos neste caso, um acompanhamento de no mínimo 60 dias dos resultados obtidos com a implementação das ações corretivas para que a não conformidade seja encerrada.

3- CONCLUSÃO

Estas dicas ajudarão aos gestores e Representantes da Direção (RD) a conduzirem o processo de ação corretiva do sistema de gestão da qualidade de forma mais eficaz, além de proporcionar um roteiro lógico com ferramentas simples que quaisquer empregados da organização possam utilizá-las.

REFERÊNCIAS

CAMPOS, V. Falconi. Gerenciamento da rotina do trabalho do dia-a-dia. Belo Horizonte: INDG Tecnologia e Serviços Ltda, 2004

NBR ISO 9001:2008. Sistemas de gestão da qualidade: requisitos. Rio de Janeiro: ABNT, 2008

PESSOA, Gerisval A. Ferramentas de gestão. São Luís: FAMA, 2007

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-artigos/dicas-para-tratamento-de-nao-conformidades-metodologia-e-ferramentas-946980.html

    Palavras-chave do artigo:

    acao corretiva

    ,

    nao conformidade

    ,

    metodologia

    Comentar sobre o artigo

    Antomar Marins e Silva

    Os defeitos custam dinheiro e podem ser vistos como o preço da não-conformidade. Em outras palavras, é o preço que decidimos pagar por não termos prevenido a ocorrência de defeitos no processo. É o resultado de todos os custos incorridos porque o trabalho não foi feito corretamente logo do início.

    Por: Antomar Marins e Silval Negóciosl 22/05/2009 lAcessos: 708 lComentário: 1

    Este artigo tem o objetivo de apresentar um sistema de gestão integrada de qualidade, Segurança, meio-ambiente, saúde e responsabilidade social – QSMS-RS, aplicado em uma organização do ramo de óleo e gás, em conformidade com os requisitos das normas NBR ISO 9001:2008, NBR ISO14001: 2004, OHSAS 18001:2007 e SA 8000.

    Por: Giselle Campanharol Negócios> Gestãol 01/06/2012 lAcessos: 844

    Este artigo aborda a importância da gestão da qualidade na gestão de projetos. Apresenta as definições da qualidade adotadas pelo Guia PMBOK e a ISO 9000, assim como os processos da gestão da qualidade sugeridos pelo PMBOK (planejamento, garantia e controle da qualidade). Por fim, aborda-se a questão dos comitês de qualidade e sua importância no gerenciamento de projetos.

    Por: Ana Luiza Cunhal Educação> Ensino Superiorl 21/12/2012 lAcessos: 137
    CLAUDIA MARIA BONIFACIO

    Resumo O artigo tem por objetivo pesquisar na literatura especializada conceitos e posicionamentos relacionados à utilidade e metodologia do planejamento estratégico (PE) nas organizações. Com base nesse levantamento teórico, buscou-se analisar o modelo realizado por um órgão da administração pública, o Superior Tribunal de Justiça. Como resultado, observa-se que o órgão fez um PE contemplando os principais pontos necessários e, com isso, conseguiu criar uma peça estratégica que direcione as ações do órgão para o bom atendimento das demandas da sociedade, porém, ficou claro que algumas ferramentas poderiam ser mais bem utilizadas para aumentar a efetividade do PE nesse órgão.

    Por: CLAUDIA MARIA BONIFACIOl Negócios> Administraçãol 04/11/2009 lAcessos: 7,632
    Ricardo Capozzi

    Teste de Invasão, Testes de Intrusão, Penetration Test ou simplesmente PenTest, são nomes dado ao processo metodológico estruturado de busca e identificação de vulnerabilidades por simulações de tentativas de acesso não autorizado da indisposição à infra-estrutura de T.I., compostas por redes, sistemas e aplicações. No decorrer deste processo, é feita uma análise ativa das vulnerabilidades e deficiências da atual infra-estrutura que suporta o negócio da empresa, compondo uma matriz dos recursos

    Por: Ricardo Capozzil Tecnologia> Segurançal 05/07/2011 lAcessos: 472
    Gustavo Rocha

    A contratação de um novo software ERP para o departamento jurídico ou até mesmo a primeira contratação do mesmo são decisões importantes e com cuidados pertinentes a área jurídica e de tecnologia que não podem ser esquecidos. Colaciono do site CIO do UOL 15 dias muito úteis para auxiliar a blindar o contrato e relacionamento com o pessoal do software: Primeira dica: Devemos tomar muito cuidado com propostas que tratam de questões contratuais! Segundo dica: Art.427 do CC: A proposta de c

    Por: Gustavo Rochal Tecnologial 21/08/2014

    O estágio foi concebido no intuito de pesquisarmos conceitos, experiências, justificativas acerca do Desenvolvimento Regional Sustentável, visando o embasamento teórico e empírico para a concepção de curso de especialização em DRS. O Curso de Especialização em DRS visa à formação de profissionais: da administração pública e privada; do terceiro setor, e graduados interessados em atuar com agentes em DRS. Além de contribuir para aprofundar os aspectos teóricos e práticos do desenvolvimento.

    Por: FERNANDO ANTONIO DA SILVAl Educação> Ensino Superiorl 08/12/2011 lAcessos: 141

    Este trabalho apresenta os principais conceitos, definições e indicadores acerca da ecoeficiência, abordagem e conceituação da produção mais limpa, como também, a importância do desenvolvimento sustentável. O trabalho foi moldado de forma a apresentar as interligações para um sistema de gestão ambiental integrada, buscando cristalizar a urgência e priorização do desenvolvimento sustentável.

    Por: FERNANDO ANTONIO DA SILVAl Educação> Ensino Superiorl 05/12/2011 lAcessos: 569
    Kátia Silva Macêdo Barcelos

    Este artigo tem o objetivo de explanar se, atualmente, os administradores públicos do Poder Executivo do Estado do Tocantins estão utilizando o controle interno preventivo para auxiliá-los na melhoria contínua de suas gestões, e de que forma, bem como expor se o órgão central de controle interno estadual está agindo na área de Prevenção e Combate à Corrupção, e quais as atividades que está executando neste sentido.

    Por: Kátia Silva Macêdo Barcelosl Direito> Doutrinal 05/01/2012 lAcessos: 570

    como reagimos aos conflitos que noa incomodam no dia a dia? Como deveríamos agir?

    Por: José Carlos Maron Jr.l Negócios> Gestãol 18/09/2014

    ERP é uma ferramenta que dinamiza e agiliza os processos de uma empresa, tornando possível ganhar mais tempo, eliminar atividades redundantes e o desperdício de recursos materiais e operacionais, permitindo uma gestão mais eficiente.

    Por: Priscila Falchi - Sisprol Negócios> Gestãol 18/09/2014

    Foi a partir da década de 1990 que o cenário mercadológico observou o surgimento do conceito de gerenciamento da cadeia de suprimentos, que tem como objetivo integrar os agentes de produção, sendo possível melhorar a qualidade dos serviços. Aumentar a eficácia de sua linha de produção é o sonho de qualquer empreendedor. Afinal, quem não quer ver seus funcionários produzirem até 30% a mais? A terceirização de serviços permite que a sua equipe foque em o que realmente importa.

    Por: Jean Webbl Negócios> Gestãol 17/09/2014

    Em plena retração de mercado e dificuldade das empresas em crescerem e expandirem os seus negócios, a redução de custos passa a ser uma preocupação e fator de extrema importância para a maioria das empresas. Reduzir custos nem sempre é tarefa fácil e demanda esforços por parte de todos os membros de uma organização. Nesse sentido, um sistema ERP pode ser uma ferramenta de grande apoio.

    Por: Priscila Falchi - Sisprol Negócios> Gestãol 17/09/2014

    Quando uma empresa necessita adquirir um sistema ERP muitas são as dúvidas e dificuldades para definir a escolha, por isso, é necessário estar atento aos critérios necessários para garantir a melhor decisão.

    Por: Priscila Falchi - Sisprol Negócios> Gestãol 17/09/2014

    Analisando os conflitos existentes nos ambientes organizacionais, podemos concluir que nosso sistema emocional é o grande responsável pelas nossas vitórias e fracassos. O medo nos paralisa.

    Por: José Carlos Maron Jr.l Negócios> Gestãol 16/09/2014

    Como conviver com os intermináveis e estressantes conflitos que aparecem nos ambientes profissionais? Como ser feliz convivendo ao lado deles?

    Por: José Carlos Maron Jr.l Negócios> Gestãol 16/09/2014

    Todas as vantagens de ter implementado numa empresa, independentemente que seja uma grande média ou pequena, um software de gestão. Como, com uma simples e completa ferramenta, se pode tirar o máximo partido das capacidades de uma empresa e dos que lá trabalham.

    Por: marial Negócios> Gestãol 16/09/2014 lAcessos: 11
    Gerisval Alves Pessoa

    Networking é um de seus recursos mais valiosos. Habilidades de relacionamentos em rede são essenciais no ambiente de negócios de hoje. Saiba como tornar eficaz a sua rede de relacionamento seguindo as 10 dicas apresetadas no texto.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Carreira> Gestão de Carreiral 25/06/2014 lAcessos: 14
    Gerisval Alves Pessoa

    Vender não se trata de trocar o produto ou serviço por dinheiro do cliente. É a doação de si mesmo.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 20/06/2014 lAcessos: 18
    Gerisval Alves Pessoa

    Uma liderança eficaz depende mais do que nunca em influenciar os outros, impactando as suas ideias, opiniões e ações. Nas organizações altamente colaborativas a influência é essencial Diariamente você tem que influenciar as pessoas a fim de realizar os seus objetivos. O sucesso depende da sua capacidade de efetivamente influenciar as pessoas com as quais nos relacionamos.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Administraçãol 28/07/2013 lAcessos: 33
    Gerisval Alves Pessoa

    Quando seus empregados têm um bom desempenho, é natural que você queira elogiá-los. Mas, como o elogio e feito pode afetar a tomada de decisão, dizem os pesquisadores.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Administraçãol 26/07/2013 lAcessos: 32
    Gerisval Alves Pessoa

    Há quatro razões que os clientes trocam de fornecedor. Portanto, é melhor entender por que eles desertam e o que você deve fazer para mantê-los leais.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 25/07/2013 lAcessos: 36
    Gerisval Alves Pessoa

    A maioria das pessoas tem trabalhado para um líder ruim, mas daria muito para ter a oportunidade de trabalhar para um líder com algumas destas 11 características presente em um líder extraordinário.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Carreira> Gestão de Carreiral 17/07/2013 lAcessos: 37
    Gerisval Alves Pessoa

    A ciência ajuda a explicar por que e como as restrições e limites, muitas vezes na forma de metas inteligentes, elásticas e bem definidas, resultam em soluções mais criativas. O verdadeiro segredo encontra-se em uma dimensão oculta de como as metas são estabelecidas: A gestão de forma brilhante, emparelha os objetivos e coloca um contra o outro a fim de gerar tensão criativa. As inovações exigem algum tipo de ruptura.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Administraçãol 30/06/2013 lAcessos: 17
    Gerisval Alves Pessoa

    Apresenta dicas de como ser bem sucedido em tudo que faz. Em essência, trabalhe para colocar os outros em primeiro lugar, para ser mais simpático e para acabar com o que eu quero em tudo que faço.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Carreira> Gestão de Carreiral 30/06/2013 lAcessos: 29
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast