Felicidade, o eixo da vida

Publicado em: 03/12/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 55 |

Um assunto fundamental e extremamente complexo.

O que é a felicidade, como alcançá-la, e, principalmente, conservá-la?

 

Disse Leon Tolstoi: "A alegria de fazer o bem é a única felicidade verdadeira".

 

Para Carlos Drummond de Andrade: "Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade."

 

Mahatma Gandhi ensinava que "não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho".

 

Não podemos esquecer William Shakespeare: "A alegria evita mil males e prolonga a vida".

 

E Masaharu Taniguchi, sempre em busca de ensinamentos?

"Não há satisfação maior do que aquela que sentimos quando proporcionamos alegria aos outros".

 

Ah, Mario Quintana: "Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade".

 

Que tal Erico Verissimo: "Felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente".

 

Onde arrumei essas frases?

Não procurei, ganhei de presente!

 

Por que razão? Simplesmente por não ter respondido a pergunta de um amigo.

 

Quer saber se é uma nova onda, na qual quem trata mal os amigos ganha presentes?

Não, não é. É que eu não tinha a resposta.

 

Pergunta difícil? Não, muito simples. A resposta é que era impossível.

 

Você está curioso? E eu pensativo. Gostaria, realmente, de tê-lo ajudado, mas...

 

Sei não se deixa "amigos na mão". Você também acredita que amigo que é amigo não aparta briga, chega dando voadora?  Foi o que ele me disse quando não respondi.

 

Ta bom, vou deixar a pergunta com você para que possa ajudá-lo. Ele vai gostar de conhecê-lo.

 

O chefe lhe perguntou: Você está feliz na empresa?

 

E ai, tem a resposta? Vamos lá, não se nega ajuda aos amigos!

 

Meu silêncio o fazia pensar alto: - Se digo que sim, não receberei aumento tão cedo, mas se digo que não, gero uma crise.

 

Resolvi devolver a pergunta:- Você está feliz?

 

Ele: - Sinceramente?

 

Irritante não é, essa pergunta?

Por que eu esperaria uma resposta que não fosse sincera?

 

Pensou, pensou, e disparou: - Não sei!

 

Ia me esquecendo, o que é mesmo que você ia dizer a ele, ajudando-o a responder a pergunta do chefe?

Fala alto, não estou ouvindo. Calma!

 

Note que perguntei se ele estava feliz, e não se era feliz. Afinal, "ser" já está em outro estágio!

 

Pois é, foi refletindo que ele saiu em busca de argumentos e apanhou as frases. Gostei, então disse: - Passa pra cá.

 

Ele descrevia seu sentimento de felicidade: Parece um plano inclinado que se movimenta. No centro há um eixo, e eu estou amarrado nele por uma corda.

Giro em volta do eixo, enquanto o plano oscila.

 

Conseguiu entender?

 

Eu não sei  e ainda mexe com minha labirintite!

 

O fato, tratado de forma simples e direta, é que a felicidade, realmente, é o eixo da vida.

 

Há, ainda, a questão do dinheiro. Afinal, ele está preocupado com o aumento do salário, lembra?

 

A frase no parachoque diria: "Dinheiro não traz felicidade".

 

No boteco: "Dinheiro não traz felicidade, manda buscar"

 

O pobre: "Dinheiro não traz felicidade, mas diminui muito a infelicidade".

E, Groucho Marx: "Há tantas coisas na vida mais importantes que o dinheiro! Mas, custam tanto!

E assim, vamos girando em torno do eixo, enquanto meu amigo pensa o que vai responder!

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-artigos/felicidade-o-eixo-da-vida-3779920.html

    Palavras-chave do artigo:

    gestao

    ,

    gerencia

    ,

    psicologia

    Comentar sobre o artigo

    Negócios precisam de foco. A dispersão de esforços pode nos levar a perdê-lo ou sequer estabelecê-lo, tornando conturbado o processo de gestão.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 20/12/2010 lAcessos: 58

    Qualquer gestor ficará sobressaltado se pegar a carteira de clientes de muitas empresas e observar quantos deixaram de comprar e o fato sequer foi notado.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 02/12/2010 lAcessos: 40

    As dificuldades de comunicação impedem que os novos gestores aprendam algo sobre os negócios e que o criador entenda o novo mundo em que vive.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 28/08/2010 lAcessos: 48

    Em gestão de alto desempenho limitações podem existir no homem, não na equipe. A superação dessa fragilidade é feita com adição de competência.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 06/08/2010 lAcessos: 164

    O modelo gerencial, pela repetição do fato, recebeu um apelido: Gestão de carreira por omissão.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 23/12/2010 lAcessos: 34

    Momento de agir não é momento para pensar. Quando não souber o que fazer volte aos passos que antecedem a ação.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 25/09/2010 lAcessos: 48

    Mesmice é um remédio bastante empregado. Em altas doses pode até matar, levando os órgãos de gestão à falência.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 13/04/2010 lAcessos: 89

    A falta de capacitação produz balanços que não servem para tomada de decisão, repetição de tarefas, com desgastes emocionais e desperdícios de recursos, perda de negócios por condução inadequada e mais uma infinidade de tratamentos errôneos.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 16/03/2010 lAcessos: 162

    Para que possamos aprender algo novo só há um caminho: Temos que admitir que não sabemos tudo. Gestão nos absorve, nos desafia, coloca em cheque nossa capacidade de decidir com sabedoria. Ao serem confrontados muitos gestores deixam ser razoáveis, principalmente quando não têm muito claro o destino que devem dar aos projetos. Nesse sentido poucos se dão conta de que o homem que não sabe para onde quer ir é incapaz de ouvir um bom conselho

    Por: Ivan Postigol Negócios> Administraçãol 25/02/2010 lAcessos: 375

    A sabedoria, resultado do conhecimento, é norteadora do nosso sucesso, mas algumas questões, quando novas, precisam ser olhadas com um pouco de inocência.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 04/01/2011 lAcessos: 58

    Todas as vantagens de ter implementado numa empresa, independentemente que seja uma grande média ou pequena, um software de gestão. Como, com uma simples e completa ferramenta, se pode tirar o máximo partido das capacidades de uma empresa e dos que lá trabalham.

    Por: marial Negócios> Gestãol 16/09/2014
    Stile Embalagens

    A sacola plástica Boca de Palhaço PEBD é maleável, translúcida e brilhante, uma sacola que não não faz barulho e ainda valoriza a impressão. Por ser brilhante, quando a logomarca é impressa nas sacolas, ganha o brilho natural do plástico, e, consequentemente, ganha mais vida.

    Por: Stile Embalagensl Negócios> Gestãol 12/09/2014
    Jonatha Fernandes Machado

    Uma grande dúvida que a grande maioria dos empresários tem é como escolher um bom escritório contábil para assessorar a sua empresa. A concorrência no mercado contábil tem aumentado significativamente nos últimos tempos e o número de profissionais da área contábil tem ganhado uma grande remessa a cada semestre que passa e a cada prova que o conselho federa oferece para a aprovação destes profissionais. Vejamos os principais meios de escolha: Indicação A grande maioria dos empresários segue o i

    Por: Jonatha Fernandes Machadol Negócios> Gestãol 02/09/2014
    Leandro A da Silva

    Um campo chave para a análise sobre as classes desfavorecidas economicamente é averiguar quais aptidões são necessárias para as corporações empresariais identificarem, desenvolverem e ganharem com as oportunidades nesta classe

    Por: Leandro A da Silval Negócios> Gestãol 29/08/2014 lAcessos: 43

    A venda de uma indústria as vezes é uma coisa complexa. Quando você publica um anúncio: vendo empresa, significa que gostaria de vender uma indústria. Indústria é o tipo de negócio, em que você pode encontrar sozinho um investidor ou contratar um broker de negócios ou conselheiro M&A.

    Por: Marcos da Costal Negócios> Gestãol 25/08/2014
    Leandro A da Silva

    As estratégias colaborativas de concepção de valor representam o envolvimento da evidência histórica na produção como empenho causador de valor da economia capitalista para a demanda e consumo.

    Por: Leandro A da Silval Negócios> Gestãol 24/08/2014 lAcessos: 39
    Leandro A da Silva

    O Capitalismo é um dinâmico sistema conduzido pela maximização dos lucros onde a história demonstra distintas fases de desenvolvimento e renovação dos métodos de geração de valor. Na medida em que se expande, modificam-se as relações para que estas sejam ajustadas as suas próprias exigências.

    Por: Leandro A da Silval Negócios> Gestãol 24/08/2014 lAcessos: 41
    Leandro A da Silva

    A ausência de criatividade que permaneceu presente durante os últimos anos na maioria das estratégias delineadas pelas corporações multinacionais para os mercados emergentes, não modificou a grandeza dessa oportunidade que é verdadeiramente muito maior do que se idealizou.

    Por: Leandro A da Silval Negócios> Gestãol 24/08/2014 lAcessos: 45

    Determinar que a música, enquanto objeto de integração, deverá ser adaptada dentro do universo de uma só disciplina - como a arte, por exemplo– é diminuir-lhe o potencial sob aspectos da integração no processo de ensino/aprendizagem.

    Por: Ivan Postigol Educação> Educação Infantill 05/06/2012 lAcessos: 110

    A história do homem está registrada na história da música. Antes da escrita, assim seus feitos eram contados e cantados. A música sempre reuniu famílias, integrou elementos à sociedade, perpetuou feitos, manteve as tradições. Observar famílias musicais é extremamente interessante, nota-se a alegria, a solidariedade, a participação, o comprometimento, a doação, a generosidade. Esses são requisitos próprios da música.

    Por: Ivan Postigol Educação> Ensino Superiorl 01/06/2012 lAcessos: 46

    Liberdade, uma palavra forte, destacada em cantos, hinos e bandeiras. Livre, será o homem responsável? O que faria você, como Primeiro Ministro, se o seu Rei, irado, lhe desse ordem para destruir uma aldeia?

    Por: Ivan Postigol Educação> Ensino Superiorl 29/05/2012 lAcessos: 69

    Aprendendo a aprender, notamos que aprendizagem é um sistema complexo, que se alimenta dos ambientes que o cercam e devolve informações ao mesmo. Ao ambiente externo apenas informações são transmitidas, pois conhecimento é uma abstração pessoal, com base em experimentações, por isso fica retido, e não pode ser repassado. Aqui reside uma das grandes confusões dos sistemas de ensino e aprendizagem.

    Por: Ivan Postigol Educação> Ensino Superiorl 09/05/2012 lAcessos: 77

    A esperança que coloco uns em movimento, imobiliza outros. Uns dirão "quisera ter para poder crer", outros "quisera poder crer para ter", e assim o vazio se instala e a voz se cala. Que se faça a mudança pela fé, dirão os determinados. E o que é a fé?

    Por: Ivan Postigol Notícias & Sociedade> Cotidianol 03/05/2012 lAcessos: 66

    O foco nos debates em marketing costuma ser o futuro e as ansiedades dos consumidores. É verdade que a tecnologia e a velocidade da internet para troca de informações nos aproximaram desse tempo que parecia longínquo. Os últimos cinquenta anos da era industrial são surpreendentes, mas o poder de materialização que o homem conseguiu depois de década de oitenta é assustador.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 01/05/2012 lAcessos: 34

    Nossa autocrítica regula nosso comportamento e impede os excessos, mas também quando exagerada nos inibe e impede de seguir em frente. Quando não nos julgamos bons suficientes para agir, bloqueamos nossa disposição para ação ou passamos um tempo enorme nos castigando por algum erro.

    Por: Ivan Postigol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 30/04/2012 lAcessos: 31

    Se aos velhos não podemos ensinar, não percamos a oportunidade com os jovens. Vivem no presente, mas o futuro será sua morada.

    Por: Ivan Postigol Educação> Ciêncial 26/04/2012 lAcessos: 40
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast