Gestão Do Conhecimento: A Nova Tendência Organizacional !

13/10/2008 • Por • 4,603 Acessos

O conhecimento representa a base de sustentação do homem moderno, muito embora às informações assimiliadas no decorrer de sua evolução tenham servido para outro enfoque: o instinto de sobrevivência! É bastante notória esta alteração. Primeiramente a sua "organização social " era baseada nos processos, atualmente o foco está novamente no homem e suas percepções.

É a partir desta cultura de busca contínua do homem gestor do conhecimento, que às organizações modernas e consequentemente de sucesso, estão gerindo os seus empreendimentos alcançando metas e objetivos jamais imaginados. A Gestão do conhecimento é uma ferramenta que visa relatar, analisar e aplicar todos os saberes incluídos no patrimônio intelectual ,no ativo intangível destas instituições a fim de equacionar eficácia, eficiência, custos e lucratividade.

Apesar de não ser considerada uma idéia recente, (meados dos anos 80), este tipo de gestão expressa um perfil em atualização constante e ganha neste novo momento empresarial, o destaque merecido. A GC exige a instalação de uma nova cultura organizacional voltada a busca de renovações dos antigos conhecimentos e implementação de conceitos modernos. A mudança parte da atitude dos gestores, que visando o processo de melhoria continua, estão procurando cada vez mais a multidisciplinaridade e multifuncionalidade, abrangendo aréas nunca antes cogitadas num perfil de gerência e ,obviamente, servindo de referência aos seus colaboradores subordinados para que se sintam motivados e compreendam esta nova exigência do mundo organizacional comteporâneo.

A educação corporativa e a inteligência empresarial são conceitos fundamentais para a implantação desta gestão. A primeira, porque atua diretamenta na mudança desta cultura empresarial, e no estímulo pró-ativo dos colaboradores gestores do conhecimento, e está pautada na definiçao do trabalhador do conhecimento.A seguinte, por se tratar das metas e objetivos da empresa, a busca pela melhor maneira de realizar os processos e principalmente do " fazer fazer ",tudo sustentado para a excelência da Visão e Missão das organizações.

As vantagens de uma organização gestora do conhecimento são inúmeras, principalmente pelo envolvimento de todos os setores, havendo melhorias no complexo organizacional sem exceção, além das técnicas de mensuração destes conhecimentos, transformados em ativos intangíveis, tendo uma representação , um valor agregado, ao tipo e a quantificação destes mesmos conhecimentos. A empresa gestora, ao buscar as informações necessárias para esta atualização,terá uma poder de barganha amplo ao se tratar da concorrência esmagadora do mercado.

Como exemplo básico do sucesso deste tipo de gestão,temos a MICROSOFT que apresenta em seu patrimônio 90% de ativos intangíveis e seu valor de mercado é de cem (100) vezes o seu faturamento. Isto é justificável, pois a sua concorrente IBM, apresenta um percentual de vendas superior a MICROSOFT ,mas em comparativo ao já citado valor de mercado ,a MICROSOFT compraria dez empresas com valor aproximado de venda da IBM.

A Gestão do conhecimento não possui caratér passageiro e sim renovador. As empresas que mais rapidamente se adaptarem conseguirão ampliar consideravelmente o seu nicho de mercado e irão permanecer sempre valorizadas e se adaptarão mais facilmente às oscilações do mundo moderno. O espírito do empreendedor de sucesso deverá ter como mola mestra a GC, que será incrustada em sua vida empresarial não apenas no discurso, mas principalmente em atitudes pioneiras e que façam desta organização gestora do conhecimento, um referêncial de organização que valoriza o que há de mais humano em seu interior e que ao invés de moldar-se às vias tendeciosas dos negócios, ditará às regras que sustentarão o futuro dos acionistas, gerentes e colaboradores.

Perfil do Autor

Ícaro Cordeiro

Mais um ser pensante que acredita na troca de experiências como uma referencial ferramenta facilitadora do aprendizado.