O FUTURO DA GESTÃO ADMINISTRATIVA

Publicado em: 13/05/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 2,935 |

O FUTURO DA GESTÃO ADMINISTRATIVA

  

RESUMO: A gestão nesta nova era de renascimento, deve ser uma expressão qualificada de toda criatividade humana, e de bom senso para utilização de instrumentos de ações adequadas, visando uma transformação social constante. O controle deve ser considerado um fator essencial na ação gerencial. Para tanto, nesta nova forma de gestão, criar e inovar é sempre preciso, desde que sejam traçadas estratégias e planejamentos sustentáveis visando a melhoria no relacionamento social.

 

 Palavras Chaves: Gestão, Criatividade, Ações, Transformação, Controle, Estratégias, Planejamento.

 

____________________________________________________________

Sobrinha, Laize Maria de Miranda Leite

E-mail: lai_pretas@hotmail.com

 

  

INTRODUÇÃO

 A gestão administrativa à tempos têm sido vista como uma função social; e hoje não é diferente. Mas a pergunta é: Como promover um maior desenvolvimento social através da gestão? E, como incorporar a ela todos os benefícios dos avanços tecnológicos que estão a serviço do homem; devemos unir gestão e tecnologia visando uma transformação social constante.

No século 20 a prática administrativa dominante passou por uma grande transição democrática, sendo necessárias outras formas de gestão emergente.

Os clássicos da administração vêem passando por reciclagem do modismo gerencial atual. E embora estes valores e fórmulas gerenciais estejam em decadência; no século 21 têm sido muito pródiga em desafios requerendo novas perspectivas de gestão administrativas.

Os lideres visionários dos anos 90 perderam o controle da gestão, devido à queda dos poderes constituídos; e as organizações acabaram tornando-se cada vez mais complexas.

Vivemos o esgotamento da gestão pública; e as sucessivas crises existentes, indicam que os problemas não são apenas governamentais. Crises e catástrofes ocorrem por falta de estratégia e planejamento; ausência da dimensão social da gestão, tanto na ação de gestores governamentais e não governamentais, assim como a perspectiva dos cidadãos que utilizam os serviços públicos.

O controle deve ser considerado um fator essencial na ação gerencial. Um gestor eficiente sabe que o controle é indispensável, pois é através dele que se consegue avaliar os resultados, através da associação de dados, fatos e indicadores. O controle deve ser utilizado como meio de antecipação dos acontecimentos.

A gestão nesta nova era de renascimento, deve ser uma expressão qualificada de toda criatividade humana, e de bom senso para utilização de instrumentos de ações adequadas.

 Criatividade e instrumentalidade são hoje palavras-chave na gestão relacional; é a forma do novo agir.

Ao criar o homem exerce todo o seu potencial, configura sua vida e lhe dá um sentido.

Se a gestão não for essencialmente social, não será considerada gestão, e, talvez não haja futuro algum. Para tanto, nesta nova forma de gestão, criar e inovar é sempre preciso, desde que sejam traçadas estratégias e planejamentos sustentáveis visando a melhoria no relacionamento social.

A globalização da economia, os problemas socioambientais que vem ocorrendo em todos os cantos do mundo; o aumento da violência e da pobreza em muitos paises que antes eram considerados fortes potências econômicas, são fenômenos mundiais que contribuem cada vez mais para que haja uma profunda revisão no papel dos gestores na atualidade com uma ampla visão de ações para o futuro. Temos que refletir sobre todos estes aspectos que atingem direta e indiretamente toda a sociedade em geral, pois passamos por transformações constantemente a cada segundo.

O gestor contemporâneo, deve ter uma visão divergente sobre todas as possíveis perspectivas para o futuro. Dá-se muita importância aos valores éticos e solidários nos processos de gestão social.

Todas as questões sociais deixaram de ser preocupação somente do estado. No século passado, Mary Parker Follet, defendia o papel social dos cidadãos e das empresas; pois ela via a empresa como um serviço prestado à sociedade. Todo gerenciamento como uma função deve ter como finalidade tornar a sociedade cada vez mais justa.

É muito importante ter uma visão integral e interdisciplinar dos problemas. Atualmente as perspectivas para o desenvolvimento baseiam-se na satisfação das necessidades do presente sem comprometimento das gerações futuras. Para isso deverá ocorrer uma articulação dos atores sociais de todas as esferas, com mudanças capazes de aumentar as oportunidades sociais, a viabilidade econômica, e a condição de vida da população, integrando os eixos ambiental, social, político e econômico.

As possíveis articulações interorganizacionais são muito mais fáceis a partir da utilização dos meios de comunicação global e da difusão na participação social. Desta forma gestão e sociedade se aproximam estrategicamente para um maior e melhor desenvolvimento.

A gestão social nada mais é que um ato relacional capaz de dirigir, por meio da mobilização, na tomada de decisões, valorizando as parcerias, para alcançar um bem coletivamente planejado; é ter uma visão em conjunto que ajude nas transformações socioculturais. Por isso o gestor deve se manter vigilante e atento às mudanças e aos mecanismos de ação de auto-regulação. Toda ação deve ter uma estrutura de sustentabilidade.

O perfil deste novo gestor é ser o mediador entre o conhecimento e a prática, estabelecendo as mais viáveis transações entre as instituições, assumindo um papel fundamental nos processos de desenvolvimento social. Toda ação gestora, orienta-se por princípios de mudança e desenvolvimento para o social; o que envolve muitos desafios a serem vencidos.

Este no gestor do desenvolvimento social promove a conciliação dos conhecimentos, ética e efetividade; ou seja, ele deve ser um mediador entre as pessoas. Saber ser, interagir e agir são valores de competência de um bom gestor mutliqualificado, capaz de dar respostas eficazes à situações do dia a dia, e de enfrentar problemas de alta complexidade.

 CONCLUSÃO

Finalizando, o gestor contemporâneo deve procurar ter sempre o controle da situação, estar sempre atendo as mudanças, ter uma maior sensibilidade e comprometimento nas relações interpessoais e interorganizacionais; deve saber usar o seu conhecimento e sua criatividade adequadamente. O controle é um fator essencial na ação gerencial, pois é através dele que podemos antecipar os possíveis acontecimentos futuros.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-artigos/o-futuro-da-gestao-administrativa-2365046.html

    Palavras-chave do artigo:

    gestao

    ,

    criatividade

    ,

    acoes

    Comentar sobre o artigo

    Kívia Bueno

    Este projeto se propõe a tratar das ações do Endomarketing que têm como objetivo valorizar e conquistar o público interno e consequentemente fidelizá-lo, tornando-o meio fundamental e participativo necessário para conquista de novos mercados e resultados positivos no que se refere a uma instituição, além de proporcionar um maior envolvimento e alinhamento entre a empresa e seus diversos públicos, através de estratégias de comunicação interna, criatividade e motivação.

    Por: Kívia Buenol Marketing e Publicidade> Marketing Pessoall 14/06/2011 lAcessos: 1,235

    A ausência de motivação do indivíduo nas organizações de trabalho já foi identificada como a principal causa do absenteísmo, especialmente por motivo de doenças físicas e por transtornos mentais e comportamentais. As profundas mudanças sociais, econômicas e climáticas vivenciadas pela humanidade na última década favorecem a discussão sobre os novos rumos da administração, com a adoção de conceitos sintonizados com a abordagem transpessoal e a gestão holística de pessoas.

    Por: Rodrigo Pival Psicologia&Auto-Ajudal 20/09/2010 lAcessos: 1,558

    Resumo: A área de Recursos Humanos deixou de ser um mero departamento de pessoal para se tornar o personagem principal de transformação dentro da organização. Há pouco tempo atrás,o departamento de Recursos Humanos atuava de forma mecanicista, onde a visão do empregado prevalecia à obediência e a execução da tarefa, e ao chefe, o controle centralizado.

    Por: LUCICLEIDE MARIA DA SILVAl Negócios> Gestãol 21/12/2010 lAcessos: 1,306

    Este artigo visa entender como a motivação e a criatividade dos funcionários podem gerar crescimento para a organização através das estratégias de endomarketing. Procura mostrar a importância de saber aplicar o endomarketing nas organizações de maneira inteligente e, com isso, gerar vantagem competitiva no atual cenário.

    Por: André Coelhol Negócios> Gestãol 27/10/2008 lAcessos: 36,584 lComentário: 2
    Valdec Romero Castelo Branco

    Este artigo tem por objetivo analisar a incumbência do ensino corporativo, a aprendizagem organizacional, a gestão do conhecimento como um grande desafio empresarial contemporâneo. O princípio que pauta essa modalidade de ensino e aprendizagem, leva em consideração as recentes transformações causadas pelo processo de internacionalização das economias em curso, determinam novos valores, alta competitividade e desempenho entre as nações, empresas e profissionais.

    Por: Valdec Romero Castelo Brancol Negócios> Gestãol 20/07/2010 lAcessos: 4,620

    A criatividade é um tema que faz parte do contexto atual nas organizações. Aquelas que pretendem substituir o paradigma da sobrevivência pelo paradigma da expansão precisam se reinventar. Turbulências de toda ordem, mudanças inusitadas de cenários e novas práticas de mercado surpreendem os menos desavisados.

    Por: Valter Bispo dos Santosl Negócios> Gestãol 13/08/2008 lAcessos: 15,433
    Renan Poggi de Figueredo

    Tal tema qual iremos abordar doravante é de extrema complexidade e demasiado conflituoso, em sua rica abordagem. Entender precipuamente a origem da criatividade, que são as ideias, como elas crescem, significam e ressignificam-se dentro do ambiente criativo do ser, é foco principal desta pesquisa, entenderemos a criatividade enquanto capacidade de pensar e associar pensamentos inovadores.

    Por: Renan Poggi de Figueredol Negóciosl 24/05/2013 lAcessos: 56
    Darci Kops

    O artigo examina a questão a respeito da necessidade do alinhamento de natureza vibracional e motivacional como uma força vital de sinergização nos processos de gestão. Trata-se de um alinhamento emocional e sinergético, de conteúdo intangível, predominantemente de natureza psicológica. Admite, também, a demanda de outros alinhamentos indispensáveis nos processos de gestão.

    Por: Darci Kopsl Negócios> Gestãol 05/11/2012 lAcessos: 387

    Diferenças entre o modo anglo saxão de gerenciar e o modelo no modo "jeitinho brasileiro". Como os dois modos convivem em uma mesma empresa

    Por: Wagner José dos Santosl Negócios> Gestãol 10/08/2008 lAcessos: 3,030 lComentário: 1

    O que é um líder eficaz? Como agir com eficácia na condução de pessoas, na busca de metas e objetivos nas organizações? Será que eu sou um líder eficaz?

    Por: José Carlos Maron Jr.l Negócios> Gestãol 25/09/2014
    Marcelo Ferreira

    DO SOMETHING: Um livro que como o mesmo autor diz: contém a verdade pura e simples sobre como fidelizar clientes e aumentar suas vendas e lucratividade. É uma leitura super gostosa, clara e fácil mas sobre tudo produtiva, na qual o grande objetivo é incentivar aos empresários a AGIR, em vez de esperar que tudo seja lindo e maravilhoso para implantar seu próprio programa de fidelidade.

    Por: Marcelo Ferreiral Negócios> Gestãol 24/09/2014

    Apresentamos neste pequeno texto a conclusão de tudo que comentamos sobre o assunto CONFLITOS, nas partes I a V.

    Por: José Carlos Maron Jr.l Negócios> Gestãol 23/09/2014
    Elisângela da Silva Pereira

    Você sabe o Valor da Marca de sua Empresa no Mercado? Dependendo de sua resposta dá para saber o quanto você está investindo para ter um bom posicionamento no mercado.

    Por: Elisângela da Silva Pereiral Negócios> Gestãol 22/09/2014

    aqui iremos abordar a mais importante ferramenta de combate e administração de conflitos - a nossa inteligência emocional.

    Por: José Carlos Maron Jr.l Negócios> Gestãol 22/09/2014

    apresentamos as ferramentas para superar, administrar e evitar conflitos. Uma delas é a resiliência, as demais trataremos na parte V.

    Por: José Carlos Maron Jr.l Negócios> Gestãol 19/09/2014

    como reagimos aos conflitos que noa incomodam no dia a dia? Como deveríamos agir?

    Por: José Carlos Maron Jr.l Negócios> Gestãol 18/09/2014

    ERP é uma ferramenta que dinamiza e agiliza os processos de uma empresa, tornando possível ganhar mais tempo, eliminar atividades redundantes e o desperdício de recursos materiais e operacionais, permitindo uma gestão mais eficiente.

    Por: Priscila Falchi - Sisprol Negócios> Gestãol 18/09/2014
    Laize M. de Miranda L Sobrinha

    A sonegação é produto da alta carga tributária e da complexidade da legislação. Acredita-se hoje em dia que precisamos sonegar para sobreviver, ou de que devemos pagar propina aos fiscais porque as multas são muito altas, ao de que se deve matar para comer. "Sonegação é crime, e onde há corrupto há corruptor", "Vejo isso como uma questão muito cultural." a alta carga tributária não é a única explicação para a alta informalidade.

    Por: Laize M. de Miranda L Sobrinhal Negócios> Administraçãol 13/05/2010 lAcessos: 340
    Laize M. de Miranda L Sobrinha

    Este trabalho vem mostrar que hoje a comunicação entre as pessoas é um dos aspectos que ganha muito destaque por sua relevância em nossa qualidade de vida. A conversa, é o meio do qual dispomos a nos fazer entender. Possui regras que asseguram um bom desempenho, de modo a facilitar as relações interpessoais. Há todo um universo de comunicação entre as pessoas para ser explorado.

    Por: Laize M. de Miranda L Sobrinhal Negócios> Administraçãol 13/05/2010 lAcessos: 10,054 lComentário: 1
    Laize M. de Miranda L Sobrinha

    Cada vez mais o Trabalho em Equipe é valorizado. Porque ativa a criatividade e quase sempre produz melhores resultados do que o trabalho individual. No mundo atual, capitalista, globalizado, não há quem não utilize o trabalho em equipe como meio de reforço para o alcance de seus objetivos e metas. O sucesso da “empresa” é aprender com seus próprios erros, e não perder de vista o seu maior patrimônio que é a sua Equipe de colaboradores.

    Por: Laize M. de Miranda L Sobrinhal Negóciosl 28/11/2009 lAcessos: 3,867
    Laize M. de Miranda L Sobrinha

    Este trabalho de pesquisa tem como objetivo mostrar como o clima e cultura organizacional influênciam direta e indiretamente no comportamento, na motivação na produtividade do trabalho e também na satisfação das pessoas envolvidas com a organização. Pois grandes empresas cada vez mais percebem que o progresso o desenvolvimento se tornam muito mais eficazes através dos esforços combinados e da cooperação de cada membro da empresa.

    Por: Laize M. de Miranda L Sobrinhal Negóciosl 27/11/2009 lAcessos: 3,194
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast