Os Desafios da Gestão do Capital Humano

Publicado em: 17/09/2012 |Comentário: 0 | Acessos: 92 |

Um dos temas mais comentados nos últimos tempos, "Capital Humano", não é um bicho de sete cabeças.

Nesse artigo vou comentar alguns aspectos que poderão ajudar as empresas a fazê-lo de forma simples, apenas se utilizando de fácil aplicação e ótimos resultados.

Primeiro precisamos definir o que é realmente "Capital Humano", já que muitas empresas entendem como as pessoas da organização, seus colaboradores, esta é uma avaliação muito simplória de uma questão tão importante.

Vamos abordar alguns conceitos para após apresentar as ações, para sua aplicação e gestão.

O conceito de capital humano surgiu na década de 1950, e foi formulado por Theodore W. Shultz, economista norte-americano falecido em 1998, e vencedor do prêmio Nobel de Economia de 1979, junto com Sir Arthur Lewis.

Capital humano é a capacidade de conhecimentos, competências e atributos de personalidade consagrada na capacidade de realizar trabalho de modo a produzir valor econômico. São os atributos adquiridos por um trabalhador por meio da educação e experiência. Muitas das primeiras teorias econômicas referem-se como simplesmente como força de trabalho, um dos três fatores de produção, e considerá-lo a ser um recurso fungível - homogêneo e facilmente intercambiável. Outras concepções deste trabalho prescindem desses pressupostos.

Como vemos o conceito idealizado por Theodore W. Shultz, que apresenta o capital humano como uma ferramenta para produzir valor econômico as organizações, este conceito defende que esse valor é atingido ou alcançado através da capacidade, conhecimento, competência e atributos de personalidade.

Uma outra teoria bastante conhecida e divulgada se refere a definição literal, tem-se em Sandroni:

Capital humano é o conjunto de investimentos destinados à formação educacional e profissional de determinada população. (...) O termo é utilizado também para designar as aptidões e habilidades pessoais que permitem ao indivíduo auferir uma renda. Essa capital deriva de aptidões naturais ou adquiridas no processo de aprendizagem. Nesse sentido, o conceito de capital humano corresponde ao de capacidade de trabalho (1994, p.41).

Sandroni vai de encontro a teoria de Theodore W. Shultz, mas com um dado importante, para ele Capital Humano também está ligado também ao investimento destinado a formação educacional e profissional dos colaboradores.

Assim resumindo as duas teorias, temos uma boa receita de gestão deste capital, que é formar e informar os colaboradores para que eles possas exercer sua atividade de forma pontual e gerar valor econômico para a empresa.

Existem outras teorias como a Becker, Saul e William Petty, mas em um primeiro momento vou me basear apenas nas duas primeiras em um próximo artigo volto a eles que também são muito interessantes.

Ai vem a grande pergunta como fazer essa gestão em uma época onde tudo é para ontem na hora do café da manhã?

Ações simples podem facilitar o aprendizado e reduzir tempo e investimento.

Alinhas as competência com a estratégia organizacional, assim será mais fácil obter sucesso com estabilidade, quais competências tenho hoje e onde posso chegar com elas?Identificar e mapear os perfis, é indispensável que a pessoa certa esteja no lugar certo!Capacitar a todos, desde os mais novos aos mais antigos.Estimular a troca de experiências e o job rotation.

5. Retirar o colaborador da organização geram alguns problemas entre eles podemos citar:

a) Desgaste, se locomover em uma grande cidade leva tempo e uma boa dose de paciência, o colaborador chega cansado ao treinamento, volta cansado para a organização.

b) Economicamente existe o custo do treinamento e o custo com a ausência dele na organização, sobrecarregando a equipe.

Para solucionar esses problemas basta entre outras ação a organização criar uma linha e eventos dentro da organização.

Esse tipo de formação diminui o tempo do colaborador fora da organização, evita o desgaste, não compromete a performance da equipe que não fica sobrecarregada, com a vantagem de poder treinar mais de um colaborador de cada vez.

Imagine mandar seu colaborador para um curso ou treinamento de 16h onde ele receberá uma avalanche de informações e só poderá colocar em prática após o termino do curso, se ele estiver dentro da organização, e ao invés de 16h seguidas em dois duas ele executar em 8 dias 2h irá absorver mais e poderá colocar em pratica o mais rápido possível.

Pense nisso!

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-artigos/os-desafios-da-gestao-do-capital-humano-6192326.html

    Palavras-chave do artigo:

    capital

    ,

    humano

    Comentar sobre o artigo

    Saiba como o Capital Humano pode contribuir para a melhoria do profissional.

    Por: cathoonlinel Carreira> Gestão de Carreiral 28/09/2009 lAcessos: 1,649
    Renan Carvalho

    O texto aborda questões referentes a valorização por parte das empresas em relação ao capital humano de seus colaboradores, ressaltando a importância no investimento em treinamentos para que o mesmo possa trazer maiores resultados em seus rendimentos.

    Por: Renan Carvalhol Negócios> Gestãol 19/11/2013 lAcessos: 61
    Ronilson de Souza Luiz

    Apenas a sonoridade tão parecida das duas palavras – polícia e notícia – já é suficiente para notarmos as ligações perigosas que elas podem estabelecer. Nossas polícias, em todos os seus níveis, e a PM, em particular, têm investido fortemente em suas equipes de relações públicas, no capital humano que trabalha com comunicação.

    Por: Ronilson de Souza Luizl Notícias & Sociedade> Cotidianol 28/02/2011 lAcessos: 91

    A atuação estratégia da área de Recursos Humanos vem contribuindo imensamente com os resultados das organizações, pois este posicionamento está alinhando à missão, os objetivos e às metas da empresa, com as ações estratégicas de recursos humanos. Diante desta abordagem, a área vem implantando ferramentas estratégicas para auxiliar na gestão do capital humano, e uma das ferramentas mais utilizada é o Assessment Center.

    Por: Ronaldo Cruz da Silval Negócios> Gestãol 21/03/2008 lAcessos: 5,630

    Muito além de gerir finanças e prazos, novo administrador deve administrar pessoas

    Por: Michelle Rachell Negócios> Gestãol 25/05/2011 lAcessos: 159

    O presente artigo tem como tema central os bancos de talentos internos, o presente artigo busca apresentar a importância da valorização e aproveitamento do potencial dos colaboradores da empresa tendo como ferramenta o banco de dados atualizado e a avaliação de competências promovendo assim maior satisfação do trabalhador em relação a empresa e consequentemente maior aproveitamento das informações para o setor de Recursos Humanos das empresas visto que a falta de gerenciamento destas informações

    Por: Christianne Valéria Haag Rojasl Negócios> Gestãol 28/05/2011 lAcessos: 2,130
    Julio Cesar S. Santos

    Qual Era o Perfil das Organizações no Século XX? Como se Forma o Capital Humano? Qual o Perfil do Funcionário Talentoso?

    Por: Julio Cesar S. Santosl Carreira> Recursos Humanosl 08/03/2011 lAcessos: 519
    Julio Cesar S. Santos

    O Que Faz Diferença Para Uma Organização? São os Recursos Financeiros? Suas Instalações e Equipamentos? Ou a Tecnologia?

    Por: Julio Cesar S. Santosl Negócios> Gestãol 18/01/2011 lAcessos: 127
    EVALDO COSTA

    Seria a gestão de pessoas nas organizações asiáticas diferentes das nossas? Onde é mais desafiador gerir talentos: lá ou aqui?

    Por: EVALDO COSTAl Negócios> Gestãol 03/09/2010 lAcessos: 98

    Seriam os escândalos recentes envolvendo estatais brasileiras equivalentes ao Watergate? Por Cynthia Catlett - Sócia de Forensic Investigations & Dispute Services da Grant Thornton do Brasil-

    Por: Marianal Negócios> Gestãol 22/10/2014 lAcessos: 12

    É muito comum ver eletricistas trabalhando pela cidade para realizar novas instalações ou reparos na fiação elétrica. Este profissional tem um trabalho que exige muita perícia e técnica, precisando também estar equipado com muitos EPIs diferentes: capacete, óculos de proteção, luvas de alta tensão, botas, cinto de segurança e outros.

    Por: Thiago Castriottol Negócios> Gestãol 17/10/2014
    Elisângela da Silva Pereira

    Quando pensamos em empreendedorismo e liderança muitas palavras imediatamente nos vem à cabeça, não é verdade? E pensando nessa pergunta, elaborei um artigo que tentando responder.

    Por: Elisângela da Silva Pereiral Negócios> Gestãol 17/10/2014

    Sempre acompanhamos em jornais, sites e revistas que o mercado demanda muitos tipos de matérias-primas. Alguns dos mais conhecidos é o petróleo, ferro, minérios, entre outros. Por outro lado, vale destacar que a borracha também é muito presente no fluxo industrial, tendo um aproveitamento muito alto devido sua capacidade de ser moldada para finalidades variadas.

    Por: Thiago Castriottol Negócios> Gestãol 16/10/2014

    Falando sobre Gestão de Pessoas e Recursos Humanos, podemos de certo modo analisar que o estilo da Geração X está habituada à política de retenção de funcionários por longo tempo. E a Geração Y é mais descolada à cultura da empresa; chega, presta serviço, contribui para o desenvolvimento e crescimento, mas sai e muda no momento em que percebe a necessidade de crescer e buscar novas oportunidades. Os profissionais Y chegam trazendo novas ideias, visões e renovação.

    Por: Peri da Silva Santanal Negócios> Gestãol 15/10/2014 lAcessos: 11

    Infelizmente, ainda ocorrem negligências na indústria quando se trata de segurança. Enquanto não acontece nada ruim, ninguém toma nenhuma providência. Porém, quando alguém se machuca decorrente ao serviço prestado, começa então uma série de investigações e a culpa é jogada de um lado para outro.

    Por: Thiago Castriottol Negócios> Gestãol 14/10/2014

    Este artigo tem o propósito de orientar o empresário que estiver com a intenção de vender a sua empresa para seguir algumas providências no sentido de facilitar o processo de negociação e, por consequência, agilizar a transação de venda.

    Por: Paulo Strelczukl Negócios> Gestãol 14/10/2014 lAcessos: 13
    Victor Hugo Oliveira dos Anjos

    A tramitação dos Projetos de Lei ou só PL's parece bem simples, no que diz respeito à sua aprovação, ou seu veto. Um PL aprovado na Câmara dos Deputados, por exemplo, deve passar primeiramente nas comissões da casa para aprovação e, em seguida, deve ser enviado para a revisão dos Senadores, e vice-versa.

    Por: Victor Hugo Oliveira dos Anjosl Negócios> Gestãol 13/10/2014 lAcessos: 13
    Reginaldo De Lima

    Ferramenta para a motivação do funcionário e da equipe a Avaliação de Desempenho pode ser fundamental para o sucesso de uma organização.

    Por: Reginaldo De Limal Negócios> Administraçãol 15/03/2013 lAcessos: 120
    Reginaldo De Lima

    Este artigo tem como propósito trazer à tona a discussão sobre seus papeis no processo organizacional, isso requer entender sua missão seus valores e sua cultura, já que esses elementos irão compor de forma fundamental as organizações e seus destinos.

    Por: Reginaldo De Limal Educaçãol 10/01/2013 lAcessos: 24
    Reginaldo De Lima

    Síndrome de Burnout, Conhecer é a Chave Para Não Ter! Já faz algum tempo que a Síndrome de Burnout vem sendo discutida no âmbito empresarial. Mas ainda se trata de um tabu dentro da realidade das Micro e Pequenas Empresas.

    Por: Reginaldo De Limal Negócios> Pequenas Empresasl 11/09/2012 lAcessos: 214
    Reginaldo De Lima

    O planejamento estratégico, como ferramenta de sobrevivência para as micro e pequenas empresas.

    Por: Reginaldo De Limal Negócios> Pequenas Empresasl 31/08/2012 lAcessos: 75
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast