Proatividade ou Pro+Atividade?

Publicado em: 14/05/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 1,493 |

Muito se fala em proatividade, criatividade, inovação, etc no mercado e pouco se fala de como encarar isto no dia a dia profissional.

Em bom português: Você tem um dia a dia atribulado, problemas, prazos sempre no último dia e vem um qualquer dizendo que o segredo do sucesso é ter tempo para planejar, tempo para fazer do limão, uma limonada. Você se enfurece e diz: Como? Se minha vida é uma sucessão de problemas?

Primeiro vamos definir algumas premissas básicas:

Problema: Tudo aquilo que você não sabe como resolver ou, se sabe, não quer resolver.

Tempo: Tem 24 horas por dia, todos os dias do ano.

Solução: A resposta dos problemas, seja uma solução fácil ou difícil.

Com estas premissas, vamos pensar numa situação modelo:

Você é advogado, tem dois prazos para hoje ainda, um dele sequer sabe como vai enfrentar a situação. Você lê este artigo e pensa como o Chapolim Colorado: E agora, quem poderá me ajudar?

Vamos analisar as premissas:

Problema: Dois prazos para hoje, um sequer com ideias de solução;

Tempo: Menos de 6 horas e contando…

Solução: Fazer primeiro o prazo que sabe o que tem que ser feito e esquecer o outro até este terminar. Depois, pegar o problema e buscar auxílio no seu desenvolvimento, seja por uma via de matéria de fato, direito ou quiçá processual, com ou não auxilio de colegas, internet ligações, etc.

A solução existe, sempre. Precisamos é aceitar as perdas, os erros e que a vida tem a nos ensinar.

Agora, vislumbrando a situação demonstrada acima, o advogado que resolveu a situação agiu como: Proativo ou Pró+Ativo?

Hummm…. Primeiro, qual a diferença entre proativo e pró+ativo?

Proativo: Pessoa que busca soluções no dia a dia com criatividade, imaginação e verdade;

Pró+Ativo: Pessoa proativa que faz mais, faz uma mescla de profissionalismo e atividade, ou seja, faz da sua profissão um diferencial na sua vida.

A resposta é que o advogado, neste caso do exemplo, foi proativo.

Se ele quiser ser pró+ativo ele terá que buscar tempo (talvez fora do horário de trabalho) para organizar sua rotina, não deixar prazos para o último dia, etc.

Ser Pró+Ativo é mais que um diferencial desejável nas empresas. É ter um perfil que as empresas lutam para ter em seus quadros.

A Pró+atividade é uma liderança permanente que visa conciliar a carreira do profissional com os objetivos da empresa. A empresa e o funcionário tem que estar com objetivos na mesma direção para terem uma relação de sucesso.

Como você vê a sua forma de agir? Proativo ou Pró+Ativo?

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-artigos/proatividade-ou-proatividade-2367586.html

    Palavras-chave do artigo:

    proatividade

    Comentar sobre o artigo

    Anderson Hernandes

    Certo dicionário define proatividade como "habilidade de prever uma situação e agir antes de ela acontecer". Ela é uma palavra que não sai de moda, tanto que está presente nos currículos e no vocabulário da maioria dos entrevistados. Mas, será que a proatividade é uma qualidade tão comum assim no mundo coorporativo? A experiência mostra que na verdade as pessoas são muito mais reativas do que proativas

    Por: Anderson Hernandesl Negócios> Administraçãol 06/01/2011 lAcessos: 409
    paulo de aragão lins

    O proativo está sempre pesquisando, buscando atualização do seu campo de trabalho, fazendo cursos, oferecidos ou não pela empresa, descobrindo coisas que podem ajudar não só seu departamento, mas todos os demais.

    Por: paulo de aragão linsl Carreira> Recursos Humanosl 23/08/2009 lAcessos: 13,795 lComentário: 6
    Wagner Campos

    Muitos compram um carro com a sensação que saíram perdendo ou foram enganados.

    Por: Wagner Camposl Negócios> Vendasl 17/01/2011 lAcessos: 186
    Wagner Campos

    No trabalho, a falta de motivação afasta os colegas, colabora para a existência de problemas de saúde, aumenta o retrabalho e torna o clima desagradável. Já o contrário, tornará o ambiente mais produtivo, criativo, harmonioso, com menos abstinência e menos retrabalho.

    Por: Wagner Camposl Negóciosl 09/09/2009 lAcessos: 2,199
    Gustavo Rocha

    Uma pesquisa do FDJUR apresentou recentemente números bem interessantes sobre o que realmente importa aos departamentos jurídicos na avaliação dos escritórios contratados. Três principais pontos são os destaques e vamos aborda-los um a um. Vejamos primeiramente a pesquisa em si: Escritórios de advocacia respondem o que pensam ser mais valorizados aos departamentos jurídicos: 1º) Conhecimento na Área de Atuação (376 pontos); 2º) Compromisso com a Demanda da Empresa (371 pontos); 3º) Rapidez n

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 12/09/2013 lAcessos: 29

    para os que não tem tempo de ficar procurando noticia aqui é o melhor lugar de achar tudo sobre fetebool. ass flora alves-genipapo bahia

    Por: floracyl Esporte> Futeboll 30/05/2010 lAcessos: 51

    Artigo que fala superficialmente sobre o planejamento estrátegico do SWOT (BSC - Balanced ScoreCard) e a análise aprofundada do setor de atendimento ao cliente usando o recurso CRM (Client Relationship Manager).

    Por: Rafael Junqueiral Negócios> Atendimento ao Clientel 10/04/2010 lAcessos: 869
    Gustavo Rocha

    Quando o assunto é depressão, parece que as pessoas se escondem, como se fosse algo que devesse ficar fora do cenário de debates. É o contrário: Quanto mais conhecermos, mais poderemos esclarecer esta doença que tanto tem atacado colaboradores e/ou sócios, sem importar camada social ou conta bancária. Muitas vezes confundida com estresse, mas é um diagnóstico que somente pode ser dado por um especialista. Esqueça os especialistas de plantão, como os pais, colegas, amigos e companheiros de bar

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 26/02/2015
    João Florêncio Bastos

    Seja qual for o curso, a escola, a carga horária, presencial ou a distância, aberto ou in company, você irá precisar de muita dedicação, disciplina e determinação. Afinal, será necessário justificar para si mesmo o investimento realizado em termos de dinheiro, por exemplo. Dedicação de tempo para refletir sobre a troca de experiências com os professores e colegas de turma, disciplina para dar conta das leituras e elaboração de trabalhos extraclasse e determinação para participar ativamente das

    Por: João Florêncio Bastosl Carreira> Gestão de Carreiral 25/02/2015
    Palestrante Cícero Ribeiro

    Diante de um cenário em que os maiores líderes do país estão derretendo ante o calor da corrupção, cabe ao empresário, levantar-se e tomar para si esta posição de líder, de modelo, de defensor de comportamentos honestos e honrosos.

    Por: Palestrante Cícero Ribeirol Negócios> Gestãol 08/02/2015

    Mais que uma ilusão, é ingenuidade pensar que os governantes podem fazer com a economia o que bem entenderem sem pagar alto preço. É que as teorias econômicas, por não terem a precisão das ciências naturais, abrem espaço para os governantes tentarem inventar medidas esquisitas e disfuncionais, sobretudo nos países da América do Sul. Não raro, elas desorganizam o sistema e produzem atraso.

    Por: Central Pressl Negócios> Gestãol 04/02/2015

    O artigo relata a importância dos sites imobiliários para os corretores e imobiliárias no meio dessas grandes alterações que o mercado imobiliário vem sofrendo

    Por: villevoxl Negócios> Gestãol 03/02/2015
    Cleber Silva

    Esse processo de autoconhecimento pode ser demorado e demanda muita paciência por parte do empreendedor, ele leva a vida inteira, e temos sempre que estar de mentes abertas para novos conceitos, crenças e valores, portanto, estar ciente de quem somos nos trará a tranquilidade na hora de sabermos que queremos ser.

    Por: Cleber Silval Negócios> Gestãol 24/01/2015
    Nori Lucio Jr

    Para garantir que o cliente tenha uma experiência previsível com a Marca através da aquisição de seus produtos e serviços, o primeiro passo é mapear todos os "pontos de contato" com o cliente, que devem ser monitorados de forma sistêmica por indicadores que registram situações que exigem intervenções e correção imediatas.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 23/01/2015
    Nori Lucio Jr

    TUDO COMEÇA COM UMA PESQUISA BEM ELABORADA O entendimento psicográfico do público alvo precede o estudo demográfico. Na prática, primeiro você entende o comportamento de compra do cliente para depois encontrar onde está sua maior concentração.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 23/01/2015
    Nori Lucio Jr

    O processo de construção da Marca deve seguir uma trajetória planejada e portanto não tolera cortes de caminho. A fórmula é simples mas exige austeridade e cuidado com a coerência na manutenção do posicionamento e consistência na comunicação com os diversos públicos-alvo.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 23/01/2015
    Nori Lucio Jr

    Investir na Marca vale a pena. A Marca é o mais importante ativo da sua empresa. Em um processo de avaliação - valuation - da empresa, o reconhecimento - awareness - da sua Marca é determinante no processo de composição do preço para uma eventual aquisição por outra empresa.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 23/01/2015
    Gustavo Rocha

    Pelo menos para os trabalhadores de um prédio na Suécia. São 400 profissionais no edifício que aceitaram receber um implante de chip na mão, que substitui o crachá . Será que a moda pega? Já imaginaram usar um chip do Google, outro do Facebook, outro do escritório onde trabalha e por aí a fora? E o chip do governo, chega quando? O que você pensa a respeito? Vejamos a reportagem: Passar o crachá para entrar no escritório é coisa do passado, pelo menos para os funcionários do Epicenter, um no

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 02/03/2015
    Gustavo Rocha

    Muito se fala em inteligência emocional, em querer profissionais que aguentem a pressão, em buscar pessoas que possam ser moldadas conforme o negócio e por aí a fora. Sempre queremos que os outros mudem, que os outros se adaptem, que os outros sejam aquilo que nós não queremos ser e fazer. Difícil de aceitar, mas uma realidade clara e existente no mercado: Queremos inteligência emocional e não observamos o básico do colaborador – como ele está amadurecendo como pessoa. Queremos que ele seja m

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 01/03/2015
    Gustavo Rocha

    Quando o assunto é depressão, parece que as pessoas se escondem, como se fosse algo que devesse ficar fora do cenário de debates. É o contrário: Quanto mais conhecermos, mais poderemos esclarecer esta doença que tanto tem atacado colaboradores e/ou sócios, sem importar camada social ou conta bancária. Muitas vezes confundida com estresse, mas é um diagnóstico que somente pode ser dado por um especialista. Esqueça os especialistas de plantão, como os pais, colegas, amigos e companheiros de bar

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 26/02/2015
    Gustavo Rocha

    Departamento jurídico = estresse. Uma verdade no seu dia a dia? Para a grande maioria, senão absoluta maioria, uma igualdade que não tem solução. E neste sentido, o estresse é confundido com cansaço, se torna um mal que se acostumamos com ele ao invés de tentar rechaça-lo, enfim, ele se torna um amigo que nos apunhala diariamente… Não existe fórmula mágica, obviamente. Mas, analisar alguns pontos é sempre salutar. Uma entrevista auxilia a pensar nestes pontos, acompanhe: Em entrevista a Épo

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 25/02/2015
    Gustavo Rocha

    Já disse Isaac Newton que o que sabemos é uma gota e o que ignoramos, um oceano. Entretanto, para muitas pessoas isto parece exatamente o contrário. E não estou discorrendo da geração tal ou outra qualquer, estamos falando de pessoas, de indivíduos, de seres humanos que sabem um pouco de algum assunto e pensam que dominam aquele tema de tal forma que todos devem reverência a eles. Todos conhecemos pessoas assim, contudo, pesquisas demonstram que isto é uma realidade maior do que podemos imagi

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 23/02/2015
    Gustavo Rocha

    Como diria Oswaldo Montenegro, que não se tente complicar, pois a arte precisa de simplicidade para existir. E para iniciarmos bem o ano de 2015, esta deve ser a nossa regra diária (afinal, agora pós o Carnaval, chega de desculpas, né? 2015 iniciou!). E na vida, no dia a dia, é justamente esta simplicidade que pode fazer a diferença entre o sucesso e a monotonia. Como assim? Nós temos uma tendência natural a complicar as coisas. Não nos satisfazemos em fazer um projeto bem feito, queremos f

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 22/02/2015
    Gustavo Rocha

    Divido com vocês um compilado do livro Know-how: as 8 Competências que separam os que fazem dos que não fazem (Editora Campus/Elsevier) escrito por Ram Charan: 1 – Competência para posicionar a empresa E capacidade para mudar o negócio sempre que o mercado assim exigir O posicionamento é o princípio central da empresa e a base de sustentação que determinará se você irá ou não ganhar dinheiro. O verdadeiro teste de posicionamento é o mundo real. Se os consumidores estiverem confusos sobre o qu

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 11/02/2015 lAcessos: 11
    Gustavo Rocha

    Mais uma novidade vindo dos EUA… Uma startup de lá resolveu criar um serviço inovador e para nós em terras brasilis proibido: Uma plataforma eletrônica que literalmente licita de forma on line os honorários jurídicos para uma determinada causa. Os EUA tem uma realidade muito distinta do Brasil e lá os advogados chegam a cobrar mil doláres a hora. Feito este esclarecimento de situação de mercado, vamos ver como funciona o serviço: O site da UpCouncel explica como o sistema funciona. Para come

    Por: Gustavo Rochal Marketing e Publicidadel 10/02/2015
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast