Proatividade ou Pro+Atividade?

Publicado em: 14/05/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 1,481 |

Muito se fala em proatividade, criatividade, inovação, etc no mercado e pouco se fala de como encarar isto no dia a dia profissional.

Em bom português: Você tem um dia a dia atribulado, problemas, prazos sempre no último dia e vem um qualquer dizendo que o segredo do sucesso é ter tempo para planejar, tempo para fazer do limão, uma limonada. Você se enfurece e diz: Como? Se minha vida é uma sucessão de problemas?

Primeiro vamos definir algumas premissas básicas:

Problema: Tudo aquilo que você não sabe como resolver ou, se sabe, não quer resolver.

Tempo: Tem 24 horas por dia, todos os dias do ano.

Solução: A resposta dos problemas, seja uma solução fácil ou difícil.

Com estas premissas, vamos pensar numa situação modelo:

Você é advogado, tem dois prazos para hoje ainda, um dele sequer sabe como vai enfrentar a situação. Você lê este artigo e pensa como o Chapolim Colorado: E agora, quem poderá me ajudar?

Vamos analisar as premissas:

Problema: Dois prazos para hoje, um sequer com ideias de solução;

Tempo: Menos de 6 horas e contando…

Solução: Fazer primeiro o prazo que sabe o que tem que ser feito e esquecer o outro até este terminar. Depois, pegar o problema e buscar auxílio no seu desenvolvimento, seja por uma via de matéria de fato, direito ou quiçá processual, com ou não auxilio de colegas, internet ligações, etc.

A solução existe, sempre. Precisamos é aceitar as perdas, os erros e que a vida tem a nos ensinar.

Agora, vislumbrando a situação demonstrada acima, o advogado que resolveu a situação agiu como: Proativo ou Pró+Ativo?

Hummm…. Primeiro, qual a diferença entre proativo e pró+ativo?

Proativo: Pessoa que busca soluções no dia a dia com criatividade, imaginação e verdade;

Pró+Ativo: Pessoa proativa que faz mais, faz uma mescla de profissionalismo e atividade, ou seja, faz da sua profissão um diferencial na sua vida.

A resposta é que o advogado, neste caso do exemplo, foi proativo.

Se ele quiser ser pró+ativo ele terá que buscar tempo (talvez fora do horário de trabalho) para organizar sua rotina, não deixar prazos para o último dia, etc.

Ser Pró+Ativo é mais que um diferencial desejável nas empresas. É ter um perfil que as empresas lutam para ter em seus quadros.

A Pró+atividade é uma liderança permanente que visa conciliar a carreira do profissional com os objetivos da empresa. A empresa e o funcionário tem que estar com objetivos na mesma direção para terem uma relação de sucesso.

Como você vê a sua forma de agir? Proativo ou Pró+Ativo?

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-artigos/proatividade-ou-proatividade-2367586.html

    Palavras-chave do artigo:

    proatividade

    Comentar sobre o artigo

    Anderson Hernandes

    Certo dicionário define proatividade como "habilidade de prever uma situação e agir antes de ela acontecer". Ela é uma palavra que não sai de moda, tanto que está presente nos currículos e no vocabulário da maioria dos entrevistados. Mas, será que a proatividade é uma qualidade tão comum assim no mundo coorporativo? A experiência mostra que na verdade as pessoas são muito mais reativas do que proativas

    Por: Anderson Hernandesl Negócios> Administraçãol 06/01/2011 lAcessos: 403
    paulo de aragão lins

    O proativo está sempre pesquisando, buscando atualização do seu campo de trabalho, fazendo cursos, oferecidos ou não pela empresa, descobrindo coisas que podem ajudar não só seu departamento, mas todos os demais.

    Por: paulo de aragão linsl Carreira> Recursos Humanosl 23/08/2009 lAcessos: 13,592 lComentário: 6
    Wagner Campos

    Muitos compram um carro com a sensação que saíram perdendo ou foram enganados.

    Por: Wagner Camposl Negócios> Vendasl 17/01/2011 lAcessos: 186
    Wagner Campos

    No trabalho, a falta de motivação afasta os colegas, colabora para a existência de problemas de saúde, aumenta o retrabalho e torna o clima desagradável. Já o contrário, tornará o ambiente mais produtivo, criativo, harmonioso, com menos abstinência e menos retrabalho.

    Por: Wagner Camposl Negóciosl 09/09/2009 lAcessos: 2,194
    Gustavo Rocha

    Uma pesquisa do FDJUR apresentou recentemente números bem interessantes sobre o que realmente importa aos departamentos jurídicos na avaliação dos escritórios contratados. Três principais pontos são os destaques e vamos aborda-los um a um. Vejamos primeiramente a pesquisa em si: Escritórios de advocacia respondem o que pensam ser mais valorizados aos departamentos jurídicos: 1º) Conhecimento na Área de Atuação (376 pontos); 2º) Compromisso com a Demanda da Empresa (371 pontos); 3º) Rapidez n

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 12/09/2013 lAcessos: 27

    para os que não tem tempo de ficar procurando noticia aqui é o melhor lugar de achar tudo sobre fetebool. ass flora alves-genipapo bahia

    Por: floracyl Esporte> Futeboll 30/05/2010 lAcessos: 46

    Artigo que fala superficialmente sobre o planejamento estrátegico do SWOT (BSC - Balanced ScoreCard) e a análise aprofundada do setor de atendimento ao cliente usando o recurso CRM (Client Relationship Manager).

    Por: Rafael Junqueiral Negócios> Atendimento ao Clientel 10/04/2010 lAcessos: 864

    A rede Di Gaspi deu início ao processo seletivo para preencher as vagas de trabalho temporário, em todas as lojas da rede localizadas na capital e interior do estado. Na região da grande São Paulo, em diferentes bairros e cidades próximas, como Osasco, Ribeirão Pires e Santo André, inclusive em grandes Shoppings Centers, serão abertos muitos postos de trabalho, para as funções de Atendentes de Loja, Operadoras de Caixa e Estoquistas.

    Por: Suggestival Press Releasel 24/10/2014 lAcessos: 14

    Cada vez mais uma infinidade de dados interfere positivamente nas decisões corporativas. Informação é poder de decisão e proatividade, conceitos tão bem-vindos atualmente. É com essa visão que as empresas estão cada vez mais preocupadas em conhecer o público-alvo e aprender como interagir com ele. Saber do outro é estar mais preparado para antendê-lo, agradá-lo e conquistá-lo.

    Por: André Seijil Tecnologia> TIl 15/10/2014

    Profissionais que trabalham manipulando objetos na indústria precisam estar protegidos com um par de luvas adequado à função que está sendo realizada. Existem muitas variações de modelo neste segmento, sendo que neste artigo, iremos analisar 3 diferentes tipos.

    Por: Thiago Fonsecal Negócios> Gestãol 18/12/2014

    O Mapa Estratégico faz parte da metodologia BSC - Balanced Scorecard. A aplicação do método através de suas ferramentas é essencial na consolidação das estratégias. O mapa também representa uma síntese compreensível do planejamento estratégico que é indispensável na transição entre a fase de planejamento para a fase de execução dos projetos estratégicos.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 16/12/2014

    O Posicionamento da empresa refere-se à ideia central do negócio. Seus clientes, parceiros e fornecedores reconhecem sua empresa, sua Marca, através da proposta de valor - value proposition - ofertada no seu portfólio de produtos e serviços.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 16/12/2014

    As empresas com apetite e foco em resultados contratam e capacitam continuamente seus líderes criando uma cultura de liderança. Eles estão sempre preparados para assumir novas responsabilidades e desafios cada vez mais complexos.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 16/12/2014

    A metodologia que se utiliza na matriz SWOT, para orientar o diagnóstico da empresa ,é a mais segura pois possibilita uma justaposição, uma comparação entre duas perspectivas: 1) as forças e fraquezas da empresa 2) as oportunidades e ameaças do mercado

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 16/12/2014

    Um dos erros comuns que gestores geralmente cometem, refere-se a ausência de mapeamento, observação e acompanhamento do grupo de variáveis do mercado que impactam diretamente o negócio da empresa.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 16/12/2014

    Uma das principais negligências dos gestores responsáveis por marketing e vendas está relacionada a falta de compreensão dos fatores críticos de sucesso pela perspectiva do cliente. Na prática, isso significa identificar e monitorar suas expectativas e suas "dores" de forma sistêmica através de pesquisas conduzidas por institutos experientes.

    Por: Nori Lucio Jrl Negócios> Gestãol 16/12/2014

    Numa discussão cada um dos oponentes sai com a sua posição mais reforçada. Ninguém ganha!

    Por: Eduardo Santos Paival Negócios> Gestãol 14/12/2014
    Gustavo Rocha

    Técnica criada por Taiichi Ono, que foi o desenvolvedor do sistema de produção da Toyota, evidencia uma metodologia de uso dos 5 porquês para chegar a causa raiz de um problema. Não há nada além de 5 porquês, um respondido após o outro. Como assim? Vejamos um exemplo: No 1º porquê, temos um sintoma No 2º porquê, temos uma desculpa No 3º porquê, temos um culpado No 4º porquê, temos uma causa No 5º porquê, temos a causa raíz (…)

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 17/12/2014
    Gustavo Rocha

    Recentemente com o falecimento do Roberto Bolaños, o ator que interpretava o impagável personagem Chaves, Chapolin e tantos outros na TV, a história de sua vida veio a tona. Foi um ator que sonhava em ser dramaturgo, sonhava interpretar Shakespeare. A sua vida lhe levou, entretanto, a criar um personagem singelo, meigo que encantou e encanta gerações. E, para pensarmos um pouco, se Roberto fosse um dramaturgo Shakespeareno de sucesso?

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 16/12/2014
    Gustavo Rocha

    Parece bobagem para muitas pessoas, mas é um assunto sério que deve ser enfrentado por acompanhamento médico e especializado. Nas empresas, tal situação pode ser vista como desídia, como algo que o colaborador não quer, mas podemos estar diante de uma doença. Obviamente, existe a doença, existe a desídia e existe quem não quer trabalhar, mas entender um pouco mais a doença pode ser útil para distinguir o joio do trigo. Vejamos 8 sinais que esta doença pode estar acontecendo.

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 15/12/2014
    Gustavo Rocha

    São mais de 20 anos de tecnologia na veia, sendo mais de 10 dedicados a sistemas jurídicos. Uma credencial de experiência que permite dizer os 5 pontos cruciais de conhecimento de um sistema jurídico que são essenciais para o sucesso de uma implantação e mais, da manutenção do sistema implantado no cliente. São eles: 1. Cadastro de pessoas 2. Cadastro de processos 3. Agenda 4. Notas de expediente 5. Documentos

    Por: Gustavo Rochal Tecnologial 14/12/2014
    Gustavo Rocha

    Sempre afirmo categoricamente: Ou a tecnologia é útil ou não serve para nada. Um exemplo prático, notícia no Conjur: Juiz na Inglaterra usa Skype para comandar julgamento no tribunal do júri Além de depoimentos de acusados e testemunhas por videoconferência, a Inglaterra está começando a usar a tecnologia para reduzir também o deslocamento dos juízes. Recentemente, o juiz John Tanzer usou o Skype para comandar o último dia de julgamento num tribunal do júri. Ele estava em um compromisso

    Por: Gustavo Rochal Tecnologial 11/12/2014
    Gustavo Rocha

    Quantas vezes vejo gestores dizendo que não tem tempo, vivem em reuniões, vivem em relatórios, vivem em compromissos fora da empresa, enquanto suas vidas se esvaem em conversas, problemas e relatórios, o departamento jurídico subsiste e de trancos e barrancos a vida segue seu rumo… E o tempo para ver o que os colaboradores estão desenvolvendo? O tempo necessário para pensar nas melhorias do departamento jurídico?

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 10/12/2014
    Gustavo Rocha

    Uma notícia do CNJ a muito nos anima: Está sendo desenvolvido o projeto do escritório virtual do processo eletrônico. E no que isto impacta para quem usa o processo eletrônico? Muito. Trata-se da forma que todos os softwares de processo eletrônico no país irão se comunicar, e poderemos ter a famosa interoperabilidade. Leia mais sobre este tema aqui.

    Por: Gustavo Rochal Tecnologial 09/12/2014
    Gustavo Rocha

    8 de Dezembro, dia da justiça. Uma data que o judiciário fecha, mas a justiça continua sendo desejada e aguardada. Uma data que devemos pensar no que é justiça para nós. Um processo que dura mais de 30 anos para ser julgado? Um processo eletrônico que tem sentença em 30 dias, mas uma sentença padronizada, como se a vida de cada um que busca a justiça pudesse ser igual.

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 07/12/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast