Por Quê Falar Inglês Se Tornou Imprescindível?

06/01/2009 • Por • 8,860 Acessos

Para as pessoas que querem se profissionalizar, obter sucesso na carreira, construir um bom currículo os obstáculos são inúmeros, o mercado cada vez mais exigente se tornou uma máquina de rápida absorção, esta máquina não para nunca, e não há espaço para aqueles que não tiverem qualificação adequada, e esta se torna dia a dia mais exigente e complexa, afinal os meios de comunicação elevam dia após dia a exigência de comunicação eficaz e isso se reflete nos programas para concursos e vagas de emprego, ali está presente, dentre outros, a habilidade de “falar e entender Inglês”... Esse fato é constituído pelo domínio que a economia pertencente aos Estados Unidos e Inglaterra. Muitos falam que esse fato está mudando dado o avanço da China, mas mesmo com esse fato, a habilidade de entender, escrever e falar Inglês ainda fará parte dos requisitos básicos para uma boa carreira profissional por muito tempo...


            A língua Inglesa está presente em todas as áreas, para os profissionais de comércio exterior é fundamental, mas vale também para os profissionais de moda, da informática, médicos, advogados, administradores, tendo em vista que os melhores cursos, artigos e matérias dessas e muitas outras áreas são todos escritos em Inglês. A competitividade e concorrência são implacáveis, e a comunicação de forma correta e precisa é fundamental, pois é da comunicação, formação e capacidade dos funcionários que depende o sucesso das empresas, e isso abrange desde a microempresa até as multinacionais, e nessas todas está presente a necessidade de se falar uma segunda língua pelo menos.



Passos para ser fluente em Inglês



É sabido por todos a necessidade de se falar bem o idioma, mas existem ainda alguns “obstáculos” que os interessados na língua precisam passar:



  • Principiantes


Os principiantes na língua devem ter o máximo de atenção e pensar não somente em aprender pela necessidade do mercado, mas também em ter prazer na aprendizagem, afinal tudo o que fazemos com alegria fazemos melhor. Se você é iniciante, procure ao máximo o contato com a língua, navegue por sites em Inglês, assista filmes, shows, TV a cabo e tudo mais que estiver relacionado com a Língua Inglesa.



  • Básico ou intermediário que começou e parou vários cursos


Busque em um curso o que você realmente precisa, ou seja, a finalidade de aprender Inglês, dessa forma você vai ter maior interesse pelas aulas, sendo elas focadas naquilo que realmente você precisa, pode ser um programa VIP, um intensivo, de forma que desenvolva as habilidades que há tempos você busca, porque os alunos ficam mais interessados e animados com o curso depois de perceber que ele realmente funciona e atende as suas perspectivas. E, por último, mas não menos importante, procure usar ao máximo seu Inglês em todas as situações que puder, dentro e fora de sala, trabalho, busque, pense, respire inglês, esse hábito lhe trará a fluência que tanto procura.



  • Níveis avançados


Procure uma escola que tenha instrutores que tiveram ou matem contatos com nativos da Língua Inglesa, dessa forma você pode melhorar seu vocabulário e extinguir dessa forma vícios de linguagem e dúvidas freqüentes. Busque matérias e artigos em Inglês, assine revistas, leia, escreva, se possível busque trabalhar diretamente com o uso da Língua Inglesa, estágio remunerado é uma boa opção, uma vez que agrega grande experiência, remuneração, bons contatos, e ainda, não acarreta altos custos para o contratante, se tornando dessa forma interessante para ambas as partes, contratante e contratado.


Milena Queiróz Gonçalves


www.inglescurso.net


www.profissionalizando.com



Perfil do Autor

Milena Queiróz Gonçalves

Fluente em Inglês, Graduada em Letras/Inglês, pós graduada em tradução simultanea,professora de Inglês, tradutora, autora da coleção...