Quem é o Bombeiro Civil no Brasil

Publicado em: 05/09/2010 |Comentário: 2 | Acessos: 2,321 |

Quem é, e o que faz o Bombeiro Civil

No Art. 2o da Lei federal 11.901, de 12 de janeiro de 2009, que regulamentou a Profissão de Bombeiro Civil em todo pais, está escrito que, "Bombeiro Civil, aquele que, habilitado nos termos desta Lei, exerça, em caráter habitual, função remunerada e exclusiva de prevenção e combate a incêndio, como empregado contratado diretamente por empresas privadas ou públicas, sociedades de economia mista, ou empresas especializadas em prestação de serviços de prevenção e combate a incêndio". Portanto bombeiro civil não é autoridade, nem tem função ou poder de policia, tão pouco passe livre ou qualquer beneficio concedido a seus pares.

È, ou ao menos deveria ser um profissional com uma formação consistente, com largo teor técnico profissional e capaz de agir com ética, responsabilidade, técnica e muito compromisso. O que não é realidade na maioria dos cursos de formação, pois alguns privilegiam determinadas áreas em detrimento de outras. 

 Desafios aos Bombeiros Civis

I)                   Ciúme de seus pares

 O Projeto de Lei que deu origem à Lei 11.901/09 demorou 17 anos para ser aprovado, após passar pela Câmara e pelo Senado por causa de pressões contrárias de alguns comandantes de alguns Corpos de Bombeiros Militares de alguns estados, bem como dá a entender este procedimento, como reserva de mercado e possibilidade de uso do conhecimento adquirido com dinheiro publico como "bico" no setor privado.

Exemplo típico:

Quando você vê, ouve ou participa de um treinamento ministrado por um bombeiro militar, você está presenciando não um treinamento de qualidade, mas uma venda de mão de obra aperfeiçoada com o dinheiro público, portanto, quem apóia este tipo de atitude não pode falar contra a corrupção.

 Daí, inconformados com a aprovação da Lei 11.901/09, alguns bombeiros militares, lutaram e conseguiram convencer alguns deputados mal informados, tanto do estado, quanto da federação a apoiá-los nesta reserva de mercado.

Recentemente, apresentaram um Projeto de Lei 5358/2009 para revisar a Lei 11.901/09 a fim de mudar o nome de bombeiro civil para "brigadista particular", por entenderem que a palavra bombeiro é de uso exclusivo dos bombeiros militares. Antes mesmo que esse PL 5358/09 seja aprovado ou rejeitado o Comando do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de alguns estados já tem tentado mudar esta lei, através de leis estaduais, indo contra o ordenamento jurídico federal, uma verdadeira aberração.

 Se considerarmos que esse tipo de ingerência pode ser aprovado em qualquer instância, isto representa uma vitória do corporativismo retrógrado criado pela ditadura militar e uma verdadeira desmoralização para o Congresso Nacional que aprovou a lei e para o governo  que a sancionou, uma lei que demorou 17 anos para ser aprovada, e que logo em seguida o mesmo Congresso Nacional chega a conclusão que a lei esta errada.

A conquista da dignidade, da cidadania e a esperança da melhoria dos serviços de bombeiros no Brasil

 A regulamentação da profissão de Bombeiro Civil trouxe uma grande esperança para que sejam regulamentados em todo Brasil, os Corpos de Bombeiros Civis Voluntários e os Corpos de Bombeiros Civis Municipais, como solução complementar para os cerca de 500 municípios do Estado de São Paulo e os cerca de 4.900 municípios do Brasil, conforme divulgou a Agência Brasil em 2008, e onde por falta de efetivo o Corpo de Bombeiros Militar não consegue se instalar.

Temos visto e ouvido através dos principais meios de comunicação as trágicas histórias de morte e percas patrimoniais acentuadas pela falta de corpos de bombeiros em municípios de grande vulto populacional.

Quem paga pela formação do Bombeiro Civil

O bombeiro civil, paga, custeia! Desde sua formação até sua especialização, não utilizando qualquer recurso público por sua natureza privada. Há diversas ações em que além de bancar toda a sua formação os Bombeiro Civis contribuem para o crescimento do estado através de diversas ações sociais sólidas, em atividades culturais das quais há fartos exemplos em todo o Brasil

Daí, mais um motivo para a conscientização de que os que são formados e especializados com dinheiro público, não venham estimular os "bicos" com o que aprenderam para servir o povo e com o dinheiro do povo, tal qual o respeito que todos nós temos por tão nobre instituição. 

 

II)   Vencer a Inércia e o Ócio

Ao longo de sua história, diversas tentativas foram realizadas para unir ou ao menos confraternizar os bombeiros civis, sua maioria vã, fruto do que veremos abaixo no alcance da maturidade, necessária para consolidação ou não da profissão.

Acompanhei de perto, muitas dessas iniciativas e como sempre um número mínimo de profissionais se fazia presente a eventos importantíssimos para a preservação e manutenção da profissão.

Durante muito tempo pensei que o número de aproveitadores e aventureiros na área fosse fruto de outros fatores, mas em sua maioria esta intimamente ligada a inércia e oscio dos próprios profissionais da área.

Recentemente, estive em um evento promovido por uma das maiores universidades do Brasil, onde a proposta foi confraternizar os bombeiros civis. Embora o evento foi amplamente divulgado pelos principais veículos de comunicação do segmento, haver a participação maciça de autoridades, havia lá pouco mais que trinta bombeiros civis e  mais de trinta militares. Lamentável! E isto porque não era um evento associativo, nem sindical era uma confraternização oferecida aos profissionais por uma das maiores entidades de ensino do Brasil.

Então, a meu ver, um olhar bem imergido sobre a questão, é ponto de honra para os bombeiros civis vencerem o ócio e a inércia, pois ao contrário será como alguns seguimentos da segurança, com uniforme bonito, brevê bonito e nada na cabeça.

 

III) Alcançar Maturidade

Todos os dias têm uma nova entidade de bombeiros civis e voluntários surgindo, mas não é algo tão bom, quanto muita gente pensa. Isto apenas demonstra a falta de maturidade, necessária a uma linda profissão fragmentada e isolada por verdades individuais. Para se ter uma idéia, há verdadeiros lideres e grandes formadores de opinião, mas que se isolam ao saber que um companheiro de profissão está envolvido em ações de melhoria. Cada qual com seu micro exército de seguidores e pouquíssima ou nenhuma representatividade.

Nem os cursos de formação são capazes de conversar entre si, justamente porque a mesma escola que forma é a que usurpa a prestação se serviços de seus alunos a baixo custo. Principalmente em eventos.

Conclusão

Como disse, nossa proposta é promover o raciocínio dos bombeiros civis para que vençam seus principais desafios, antes que sejam vencidos. Afinal! Uma linda profissão, não pode se dar ao capricho de não formar seres pensantes.

Comentei mais sobre o assunto em meu livro "Bombeiro Civil no Brasil – 2ª Edição" que se esgotou, assim como a primeira, sempre velando pela importância de uma profissão que ajudamos a construir e estruturar, mas que infelizmente se deixa esvanecer pela falta de união.

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 7 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/gestao-de-carreira-artigos/quem-e-o-bombeiro-civil-no-brasil-3202845.html

    Palavras-chave do artigo:

    bombeiro civil

    ,

    prevencao

    ,

    bombeiro industrial

    Comentar sobre o artigo

    (*) Karin Parodi Com tantas ferramentas onlines à disposição e o tempo cada vez mais escasso para interagir com quem as integra, não é difícil ouvir de quem é convidado a participar de mais uma rede social questionamentos sobre a validade de um convite ou outro. O debate é válido e sempre bem-vindo, principalmente em meio a plataformas que tomam tempo e pouco, ou quase nada, entregam ao usuário.

    Por: ana paulaignaciol Carreira> Gestão de Carreiral 28/10/2014

    Escutar é uma habilidade que precisa ser desenvolvida, pois não nascemos com ela. Este teste vai lhe dizer se você tem a habilidade de escutar.

    Por: Ernesto Bergl Carreira> Gestão de Carreiral 27/10/2014

    Está na hora de deixar meu emprego? Você já se fez essa pergunta alguma vez? Caso afirmativo, você não está sozinho. Uma pesquisa da Gallup Organization feita em 2013 revela que nada menos que 79% dos profissionais brasileiros se dizem desmotivados no trabalho.

    Por: Ernesto Bergl Carreira> Gestão de Carreiral 13/10/2014 lAcessos: 16

    Olá Pessoal, como vocês estão? Bom! Para ter sucesso profissional depende de vários fatores essenciais para tal objetivo. Muitos querem o sucesso mas nem todos estão dispostos a pagar o preço. Aquela velha máxima "aqui se planta , aqui se colhe" é tão atual quanto o nosso cotidiano, quanto as nossas vidas. Por isso para ter sucesso não existe nenhum segredo, fórmula mágica ou coisa do tipo. É preciso coragem, acreditar sempre e nunca desistir.

    Por: Eduardo Fonsecal Carreira> Gestão de Carreiral 07/10/2014 lAcessos: 11
    Portais Imobiliarios

    Liderar indica poder e atrair qualquer pessoa. No mundo corporativo, muitos associam liderança a um salário maior, à autonomia e à capacidade de dar ordens. No entanto, comandar uma equipe é um desafio que exige conhecimento e postura. Nenhum líder nasce pronto

    Por: Portais Imobiliariosl Carreira> Gestão de Carreiral 02/10/2014 lAcessos: 12
    Portais Imobiliarios

    Até que ponto vale a pena manter um profissional capacitado e de sucesso porém enquenqueiro e problemático com os demais colegas?

    Por: Portais Imobiliariosl Carreira> Gestão de Carreiral 01/10/2014

    Marketing pessoal é o conjunto de práticas, atitudes e conceitos cujo objetivo é estabelecer uma relação eficaz entre o profissional e o mercado de trabalho.

    Por: Ernesto Bergl Carreira> Gestão de Carreiral 09/09/2014 lAcessos: 23
    Portais Imobiliarios

    O processo de aprendizagem deve ser contínuo na vida de qualquer profissional. Aqueles que param de estudar, acabam ficando para trás no mercado de trabalho.

    Por: Portais Imobiliariosl Carreira> Gestão de Carreiral 08/09/2014 lAcessos: 12
    Aparecido da Cruz

    Nossa reflexão, pretende reafirmar, sem pré-julgamento ou emissão de juízo, que alguns tipos de "cristianismos", pós modernos são fruto de uma percepção centrada na revolução intelectual ocidental pós-iluminista, com uma percepção apenas cognitiva e humana de Deus.

    Por: Aparecido da Cruzl Religião & Esoterismo> Evangelhol 14/06/2013 lAcessos: 28
    Aparecido da Cruz

    ..."convém atentarmos, no que diz respeito a educação teológica no Brasil, avalio eu, que o "sistema" de gestão da educação atual, proporcionalmente direcionado pelos anseios e vontades do "deus deste século" II Coríntios 4:4, não possui legitimidade para legislar, regrar, ingerir ou qualquer outra ação, sobre a educação confessional". Este sistema arcaico e repleto de explicitas mazelas morais e éticas, se mostra fraco e inconsistente para algo tão grande.

    Por: Aparecido da Cruzl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 15/08/2012 lAcessos: 36
    Aparecido da Cruz

    Há mais de uma década os evangélicos são considerados eleitores-chave. Mas, desde junho, quando foram divulgados os dados referentes à religião do Censo 2010, a importância deste grupo foi endossada em números. O crescimento dos evangélicos no Brasil "impressiona" e pressiona candidatos e partidos a criar estratégias para atrair estes fiéis.

    Por: Aparecido da Cruzl Religião & Esoterismo> Religiãol 10/08/2012 lAcessos: 54
    Aparecido da Cruz

    Carissimos amigos, eu nunca ví um mosaico criado a base de uma única peça. Com toda sua beleza e glamour, todos que já ví (e como lemos acima) tem em seu bojo e formatação dezenas, ou centenas de pequenos fragmentos, o que me levou e meditar no respeito as especificidades.

    Por: Aparecido da Cruzl Relacionamentos> Amizadel 28/03/2012 lAcessos: 236
    Aparecido da Cruz

    O Vislumbre do Direito a vida e a segurança, sob a ótica do relatório da ONU de Setembro/2008 sobre a necessidade de reforma nas policias, corregedorias, promotorias, judiciário e na administração carcerária. Propomos um olhar mais apurado da sociedade e das organizações de segurança sobre estes fatos vexatórios, bem como outros, que pelos sinais continuam a ocorrer na calada das madrugadas em nossas periferias.

    Por: Aparecido da Cruzl Notícias & Sociedade> Cotidianol 08/09/2010 lAcessos: 73
    Aparecido da Cruz

    Qualidade é tema de estudos, palestras, artigos, discussões, livros e interpretações variadas, mas representa o primeiro degrau para o sucesso de uma organização, seja ela de grande, médio ou pequeno porte. Neste breve artigo quero compartilhar uma visão pessoal sobre o que tenho visto na prática e não na teoria.

    Por: Aparecido da Cruzl Negócios> Administraçãol 07/09/2010 lAcessos: 127
    Aparecido da Cruz

    Comparo o tema de uma mensagem a uma grande árvore viçosa e frondosa. Germinada no coração de Deus, nascida no coração de um irmão, crescida na unidade da igreja, regada pelo pregador, florescida pelo Espírito Santo e com frutos preciosos para o Senhor Jesus. Esta mensagem em linguagem simples e objetiva, retrata alguns dos obstáculos que temos a vencer e o combustivel necessário para percorrer pelo caminho.

    Por: Aparecido da Cruzl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 01/09/2010 lAcessos: 126
    Aparecido da Cruz

    A sociedade clama urgentemente por segurança. E não é qualquer segurança, mas uma segurança eficaz, competente, estruturada e bem remunerada. Um dos grandes desafios é impedir o bico de policiais e bombeiros militares, bem como conscientizar a sociedade no geral a repensar esta postura. O número de policiais que morre fora de serviço nos ditos "bicos" já justifica a abertura de um diálogo mais expressivo. Leia este artigo! A sociedade e a familia dos policiais agradecem.

    Por: Aparecido da Cruzl Notícias & Sociedade> Polítical 31/08/2010 lAcessos: 363

    Comments on this article

    2
    CbPM Eduardo Silva 14/10/2010
    Achei coerente a resposta do Italo, quando comenta sobre a regularização da profissão, porém achei prematura a idéia sobre a denominação, uma vez que a muitos anos é mantido este nome em todas as legislações especificas. Que os amigos se coloquem, cada um em sua profissão,. no lugar dos bombeiros civis e imaginem de uma hora para outra lhe empurrarem guela abaixo que o nome de sua profissão vai ser retirado por vaidade de um grupo corporativista. È isso mesmo, você iria sentir revolta! Por isso, acho que os bombeiros civis precisam lutar mesmo, pois esta falta de bom senso é prova cabal no anafalbetismo funcional em nosso país, pois nome popular não é propriedade desta ou daquela instituição.
    -2
    Ítalo Ferreira 14/10/2010
    Em relação a regularização da profissão de Bombeiro Civil, acho que foi justa a aprovação pelo Congresso por entender que o Estado não consegue atender a maioria dos municípios brasileiros e outras coisas mais..........agora, só não entendo por que se faz tanta questão que o nome seja Bombeiro Civil, quando na verdade, existem outras nomenclaturas mais coerentes e aceitáveis. Se eles querem autonomia e espaço no mercado de trabalho, pois que comecem pelo nome da profissão!! Essa é a minha opinião.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast