Quero mudar de emprego!!!!!! E agora????

16/07/2010 • Por • 973 Acessos

Quando entramos em uma empresa, acreditamos que será para sempre. Fazemos planejamento até de nossa aposentadoria na mesma. Porém com o passar do tempo, percebemos que aquelas atividades já não nos satisfazem mais como inicialmente, caímos na monotonia e nos sentimos até inúteis em nossa vida profissional.

Todo ser humano necessita ser desafiado para se sentir motivado e respeitado e quando isso não ocorre o individuo se desmotiva automaticamente e o subconsciente envia uma mensagem ao cérebro: "CHEGOU A HORA DE MUDAR"!

Como tomar a decisão certa e não se arrepender futuramente? Como ter certeza que é a hora certa de uma mudança brusca como dessa?

Avalie seu estado emocional nas últimas semanas para avaliar se é a hora exata da mudança. Se ao acordar de manhãs a primeira coisa que vem à mente é tristeza por ter que ir trabalhar, se seu dia começa maravilhoso e no momento em que chega ao trabalho se irrita de imediato, ou se você já não concorda mais com as políticas e regras da organização é hora de tomar cuidado.

Dedique um pouco de tempo para analisar sua situação e verificar se realmente vale a pena se desgastar tanto por uma remuneração salarial ao final do mês.

Trabalhar apenas pelo dinheiro pode ser prejudicial ao seu bem estar e afetar sua vida profissional e pessoal. A qualidade e produtividade de seu trabalho irão cair gradativamente, sua insatisfação refletirá para os outros como nervosismo, tristeza, má vontade, e isso irá afastá-las.

A decisão é muito difícil e só de pensar dar um friozinho na barriga, afinal, é chegado o momento em que todos nós tememos: a mudança. O momento de deixarmos tudo para trás: a estabilidade, os colegas de trabalho, o nosso cantinho (o computador com nossa página de rosto, o porta retrato na mesa) e começar tudo de novo, desde as amizades até a conquista de nosso espaço. Sem falar que o momento de contar a novidade para seu gerente é sempre constrangedor, ainda mais quando o mesmo tem você como base, o ponto de apoio para futuros projetos.

O ideal é ser sincero com a organização no momento em que estiver disposto a procurar uma nova oportunidade, pois com essa atitude a empresa perceberá o profissional ético que você é e será mais fácil chegarem a um acordo que seja benéfico para ambas às partes. Mantenha seus compromissos com a organização e dê o melhor de si até o último minuto.

Sair bem de uma empresa é essencial para sua imagem. Manter as portas abertas é uma sábia decisão, pois a organização será a referência chave em sua carta de apresentação que lhe acompanhará por toda a vida profissional.

Perfil do Autor

Juliana Simas

Sou formada em Gestão de Pessoas e iniciei minha graduação em Psicologia. Sou apaixonada por pessoas e com essa nova era em que cada ve...