Uma simples visão e uma grande missão - Moisés

27/06/2011 • Por • 268 Acessos

Uma simples visão e uma grande missão - Moisés

Visão: Moisés vislumbrou a libertação do seu povo (Israel) do Egito, onde viviam e serviam como escravos, conduzindo-os livres para uma nova terra, que seria a sua nação. Um fato que destaca a missão de Moisés é que, embora tenha vivido sob os cuidados e regalia da filha do Faraó, abriu mão para cumprir sua missão.

Missão:

Primeira tentativa frustrada – aos 40 anos, matou um egípcio que feria um israelita e foi rechaçado ao tentar pacificar um conflito entre dois israelitas, conscientizando-os de que eram irmãos e deviam ser unidos. Ameaçado por faraó, fugiu do Egito.

Segunda tentativa – aos 80 anos, após 40 anos vivendo como um pastor de ovelhas:

  • É chamado por Deus para libertar de forma definitiva o seu povo.
  • A sua atuação era de líder e um "instrumento" – ele faria tudo o que Deus lhe ordenasse.
  • Moisés deveria ser o portador de uma mensagem - Deus o havia enviado para libertar o seu povo.

Principais ações da missão:

  • Inicia sua missão informando o seu povo da sua nova visão e missão;
  • Apresenta-se ao Faraó e pede a libertação incondicional do seu povo;
  • Adverte Faraó e o Egito sobre as conseqüências para a desobediência;
  • Invoca a Deus para que Ele manifeste suas maravilhas contra Faraó e o Egito;
  • Conduz o seu povo durante 40 anos pelo deserto até a nova terra;
  • Durante os 40 anos, sofre com as murmurações e revoltas dos líderes, do povo e até dos seus irmãos;
  • Durante a peregrinação, dá instruções e mandamentos ao povo para serem obedientes e terem uma nova vida;

Como terminou sua missão: Após 40 anos conduzindo o povo no deserto, Moisés chega às margens do rio Jordão, vê a terra prometida por Deus, morre e é sepultado por Deus, em um lugar desconhecido.

Recursos:

  • Ao ser "convocado" por Deus, Moisés expõe todas as fraquezas que ele vislumbrou para a sua missão;
  • O maior recurso pessoal que Moisés contou foi a sua mansidão;
  • Contou apenas com o apoio pessoal de dois dos seus irmãos e dos líderes do povo de Israel.
  • Embora Moisés não tenha operado nenhum milagre por seu poder, a sua liderança à frente das pessoas é a marca de um líder;
  • Em momentos de erros do grupo, Moisés intercedia pela sobrevivência do povo, oferecendo a sua própria vida no lugar deles.

Lições para a vida pessoal e profissional: Como líder verdadeiro...

  • O líder pode sofrer muito pelo seu grupo, mas a sua missão tem frutos que permanece no tempo.
  • O líder resiste ás pressões do seu grupo, das circunstâncias e dos que não querem os resultados da sua visão.
  • O alvo da sua missão é servir à sua equipe, conduzindo-os a um patamar excelente.
  • Persevera e mantém seus valores, independente das circunstâncias, injustiças e sofrimento.
  • Manter a integridade em todo o tempo, não se aproveitando de possíveis vantagens pessoais.
  • Aproveita as oportunidades para ensinar, advertir, propor regras.
  • Por fim, conclui sua missão.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

A Lydera está no celular - www.lydera.com.br, Facebook, Twitter, Flickr, MSN, LinkedIn e Google Maps.

Esta mensagem reflete o ponto de vista do seu autor

1. Todos podem realizar mudanças - um passado ruim influencia, mas não determina.

2. Poucos perseveram e mantém a busca por uma transformação definitiva.

3. Apoiamos as iniciativas que buscam transformar valores, comportamentos e atitudes.

 

Perfil do Autor

Ivan Abreu Paiva

Ivan Abreu Paiva Vinte e seis anos de experiência na área de gestão empresarial, atuando nos segmentos de Consultoria, Manufatura, Financeira, Petroquímica, Agronegócio e Tecnologia, com foco em: Gestão técnica e executiva de Área de TI Liderança de equipes técnicas e Projetos Outsourcing e terceirização Ministração de treinamentos corporativos Implantação de ERP's SAP e Oracle Estruturação de programas de: Governança e Gestão corporativa Academia de habilidades In Company Redução de custos corporativo e de TI