Profissionais Motivados, Empresas Desenvolvidas

Publicado em: 27/01/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 452 |

Aumento salarial, benefícios ou um ambiente de trabalho agradável? Antigamente pensava-se que apenas o retorno financeiro pudesse trazer felicidade e satisfação ao profissional, no entanto, nos dias de hoje muitos optam por qualidade de vida, e entendem que de nada adianta ter um bom salário se o relacionamento na empresa não for agradável, ou se o trabalho e a vida pessoal não estiverem em equilíbrio. Mas afinal, qual a melhor forma de motivar os colaboradores?

A motivação é o primeiro passo para o sucesso da organização. Funcionários satisfeitos com seu trabalho e que se sentem respeitados e reconhecidos por aquilo que desenvolvem tornam-se parceiros de negócio, fazem muito além do que as suas obrigações e se preocupam com o andamento da empresa. Todos precisam estar motivados! Mas para que isso aconteça, a própria organização deve se preocupar com o bem estar de seus colaboradores e oferecer condições favoráveis de trabalho. 

Segundo Carlos Alberto Simões Barreiro, diretor executivo da Tailor Made Consulting, o fundamental é ter uma gestão competente de pessoas e um bom relacionamento dentro da empresa. “Se você me perguntar por que as pessoas saem da empresa hoje em dia, 90% é por causa de mau relacionamento com o chefe. Não é por conta do salário, não é por falta de beneficio, e não é por nada relacionado a isso. Então a grande motivação dos funcionários, atualmente, é uma liderança extremamente preparada e desenvolvida, pois isso sim os retêm assustadoramente na empresa”. 

“No passado as empresas achavam que pagar bônus aumentaria a motivação, mas vemos que isso não é verdade. Então hoje as organizações mais modernas do mundo estão abandonando esse tipo de ação. Elas precisam oferecer um salário justo, mas não é isso que vai fazer as pessoas se movimentarem. Eu tenho que ter uma empresa que mostre segurança, que seja forte”, explica Carlos. “Ter um bom ambiente de trabalho e ser importante na organização são fatores importantes também, mas são coisas básicas, não motiva ninguém. O que realmente motiva é ter uma liderança que faz com que as pessoas pensem e participem realmente, ter colaboradores com objetivos claros, desde o operacional até o presidente da empresa, impor objetivos individuais, porém alcançáveis e atraentes, ou seja, fazer com que a pessoa mude o patamar de desempenho. As pessoas devem ser reconhecidas por aquilo que fazem, não materialmente. Um elogio do chefe, seguido por um novo desafio, isso motiva realmente”.

Por outro lado, Fernando Montero da Costa, diretor de operações daHuman Brasil, acredita que existem diversos fatores que podem aumentar a satisfação do profissional, no entanto, para ele, a remuneração continua sendo o maior fator motivacional. “O profissional que trabalha em uma organização com uma boa política de  RH, em aspecto de motivação e respeito, se sente mais integrado e tem um rendimento maior. Mas, quando você coloca o fator da remuneração variável, esse aspecto motivacional comportamental acaba se diluindo no todo da compensação financeira”, explica. “Por incrível que pareça, existem empresas que não se preocupam com condições higiênicas, ambiente de trabalho e bem estar dos funcionários, mas não aceitam quando ocorre uma diminuição do PLR (Participação nos Lucros e nos Resultados). É um caso prático que mostra que num país capitalista como o Brasil isso conta bastante”.


Cada profissional possui expectativas e valores diferentes, por isso fica difícil agradar a todos quando o assunto é motivação. O fato é que ter uma boa liderança faz com a empresa evolua e consiga incentivar grande parte de seus colaboradores. Para Elizenda Orlickas, professora especialista em Consultoria Interna de  RH, todos devem se preocupar com essas mudanças nas organizações. “Todos são responsáveis pelos resultados, mas é claro que as lideranças estratégicas têm uma presença mais forte junto à alta direção. Tenho visto nas empresas uma grande preocupação com os resultados em detrimento às pessoas, porém vejo outras organizações investindo arduamente em pesquisas de satisfação. Acho que o mercado está em fase de mudança também neste ponto, felizmente”, comenta.

Profissionais desmotivados x Empresa



Além do bem estar dos profissionais, a motivação também é importante para o bom andamento das atividades. Profissionais desmotivados podem comprometer a performance, produtividade e os resultados apresentados, já que não criam um vínculo com a organização e acabam realizando apenas o essencial, sem ampliar sua visão ou se preocupar com o desenvolvimento da empresa.

“A junção desses fatores, motivação x produtividade, tem uma medida direta, então não há como dizer que o profissional desmotivado rende mais ou igual ao motivado. Uma empresa que utiliza o fator motivação, premiação, reconhecimento, integração com família e respeito, consegue obter muito mais dos funcionários, e até mesmo superar as expectativas”, explica Fernando. “Por isso, podemos dizer que um funcionário motivado produz o máximo do seu potencial de desempenho e performance”. 

Já para Claudia, a empresa deve enxergar a importância dos seus funcionários, pois só assim poderá valorizá-los da forma como merecem. “As empresas precisam se lembrar que são as pessoas, e somente as pessoas, que podem fazer a diferença dentro de uma empresa. Máquinas, equipamentos e tecnologia, com certeza contribuem para a melhoria dos resultados, mas somente as pessoas têm a capacidade de pensar e fazer a diferença”, finaliza.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/internet-artigos/profissionais-motivados-empresas-desenvolvidas-1791247.html

    Palavras-chave do artigo:

    recursos humanos

    ,

    rh

    ,

    empregos

    Comentar sobre o artigo

    mauricio de oliveira

    Por serem atividade-meio e não atividade-fim, os profissionais de RH não tem a necessária sensibilidade pragmática do "pra ontem", passam a maior parte do tempo no ócio e se perdem em bobagens tipo testes disso, testes daquilo e fazem exigências descabidas aos candidatos, construindo barreiras desprovidas de sentido.

    Por: mauricio de oliveiral Negócios> Gestãol 15/06/2011 lAcessos: 209
    Darci Kops

    O presente artigo questiona a respeito de o diagnóstico do sistema de recursos humanos tratar-se de uma abordagem técnica ou abordagem humanística, e disponibilizando ferramentas de diagnóstico em forma de checks lists, tanto do sistema global como dos subsistemas de RH. O artigo sustenta a importância do mapeamento da realidade organizacional no que se refere à gestão dos recursos humanos

    Por: Darci Kopsl Negócios> Gestãol 07/08/2011 lAcessos: 1,496
    Jérsica Franciele Miranda

    A área de Recursos Humanos compreende várias atividades. Em virtude disso, foi realizada uma pesquisa quantitativa, com universitários da faculdade Pitágoras de diversos cursos tecnólogos que trabalham em empresas que possuem o setor de RH. Depois de conhecida as opiniões e após o tratamento estatístico dos dados, concluiu-se que este setor traz contribuições para os colaboradores e para as empresas, porém, suas atividades não são muito claras para os funcionários.

    Por: Jérsica Franciele Mirandal Negócios> Gestãol 10/08/2010 lAcessos: 1,807

    Evento de RH que aconteceu em setembro. De 09 a 11 de setembro, aconteceu, em São Paulo, um importante evento de recursos humanos. O evento em formato de congresso reuniu profissionais de desenvolvimento, cultura organizacional, remuneração e temas relacionados.

    Por: cathoonlinel Carreira> Gestão de Carreiral 07/10/2009 lAcessos: 253
    Nelson B. Sousa

    Sobre Recursos Humanos. Definição do Termo e do Departamento de RH de algumas empresas. As Funções não são só de R&S e Treinamento.

    Por: Nelson B. Sousal Negócios> Gestãol 12/08/2008 lAcessos: 73,423
    Roger S Souza

    É o conjunto de técnicas e conhecimentos empregados na implantação, na implementação e no gerenciamento de sistemas informatizados de uma empresa. Esse tecnólogo tem várias atribuições. É de sua alçada avalar os sistemas de informação e de segurança das redes e dos bancos de dados. Pode implantar sistemas de automação pára o gerenciamento da informação e determinar estratégias de emprego da informática para garantir o melhor desempenho de cada um dos departamentos e a integração de diversos set

    Por: Roger S Souzal Negócios> Gestãol 09/06/2013 lAcessos: 30
    Robinson Vander de Carvalho

    A base para a boa aplicação de inovações nos setores produtivos é o treinamento de seus colaboradores, para isso é necessário observar o aspecto atual das empresas, o perfil da mão de obra, suas vontades e anseios que definem o novo estilo de trabalho, sobre tudo á relação empregado x empregador, o meio e condições econômicas para melhor entender em que momento os recursos humanos passou de staff da cadeia produtiva a elo importante e fundamental

    Por: Robinson Vander de Carvalhol Negócios> Gestãol 09/08/2012 lAcessos: 79
    Nelson B. Sousa

    Este artigo tem como objetivo provocar um debate muito mais a fundo das funções exercidas pelo Dpto de Recursos Humanos, seus profissionais e as influências que veem interferindo na sua finalidade ao longo dos anos.

    Por: Nelson B. Sousal Negócios> Administraçãol 24/09/2008 lAcessos: 7,637
    Julio Cesar S. Santos

    Quais as Funções Básicas da Administração de RH? Como Recrutar? Como Selecionar Novos Colaboradores?

    Por: Julio Cesar S. Santosl Negócios> Gerêncial 22/10/2010 lAcessos: 270
    Nelson B. Sousa

    Para todos os profissionais que estão há procura de emprego, e para isso acabam aceitando e assinando sites de CONSULTORIAS DE RH que, estão cobrando dos candidatos para seus serviços.

    Por: Nelson B. Sousal Notícias & Sociedade> Cotidianol 08/12/2008 lAcessos: 2,033 lComentário: 2
    Willder

    O Megaupload foi o maior site de compartilhamento de arquivos do seu tempo e foi derrubado pelo FBI, relembrem o caso e conheçam o Mega.

    Por: Willderl Internetl 28/08/2014

    Quem estiver em busca das franquias de marketing digital, com isto temos várias alternativas interessantes que dependem exclusivamente do perfil do empreendedor, por isso confira algumas dicas a seguir sobre o assunto.

    Por: Sayuri Matsuol Internetl 28/07/2014 lAcessos: 16

    Na realidade, atualmente pode até mesmo ser considerado como simples entender o que seriam as franquias de marketing digital, sendo que nos dias de hoje as empresas acabam por obter uma grande necessidade de marketing digital.

    Por: Sayuri Matsuol Internetl 17/07/2014 lAcessos: 11

    Os pedidos de marcas feitos pela Internet estão aumentando exponencialmente e, de forma muito rápida, o sistema eletrônico vem substituindo o papel.

    Por: Daniellel Internetl 29/05/2014 lAcessos: 20

    Conheça as diferenças entre SEO e PPC e para que eles servem , qual sua função.

    Por: Sayuri Matsuol Internetl 28/05/2014 lAcessos: 15
    Portais Imobiliarios

    Existem muitos erros que os corretores cometem quando o assunto é divulgar seus imóveis na internet, falta de descuido e informação, e não atualizar os anúncios podem prejudicar suas vendas.

    Por: Portais Imobiliariosl Internetl 27/05/2014 lAcessos: 17
    Janaína Nogueira

    Já conhece o novo recurso do Google? É o Indoor Maps, que contém as plantas baixas de estabelecimentos e locais públicos, visando ajudar as pessoas a se locomover também dentro desses lugares.

    Por: Janaína Nogueiral Internetl 23/05/2014

    Veja como a divulgação online de produtos, ideias e serviços pode ser útil para startups

    Por: Carlosl Internetl 16/05/2014 lAcessos: 17

    Desde 2001, o Datafolha realiza anualmente a pesquisa Top of Mind, que revela quais são as marcas mais lembradas pela população brasileira. Para a edição de 2009, o instituto de pesquisa, pertencente ao Grupo Folha, entrevistou 5.667 brasileiros com idade a partir de 16 anos e de diferentes classes sociais e graus de escolaridade, em 161 municípios.

    Por: cathoonlinel Internetl 04/02/2010 lAcessos: 573

    m 1997, quando a Internet estava surgindo no Brasil, o recém-formado engenheiro de computação Adriano Arruda foi contratado por Thomas Case, fundador da consultoria de Recursos Humanos brasileira Catho para criar o website da empresa. Voltada a recolocação de executivos no mercado de trabalho, a consultoria havia sido criada em 1977 pelo norte-americano que, ao se mudar para o Brasil a trabalho, acabou sendo demitido.

    Por: cathoonlinel Carreiral 14/01/2010 lAcessos: 376

    No mercado de trabalho, o conhecimento é uma das armas mais poderosas para profissionais de todos os níveis e áreas alcançarem seus objetivos de crescimento, seja conseguir uma promoção, seja conseguir uma nova oportunidade no mercado de trabalho. É cada dia mais comum nos depararmos com altos executivos que voltaram aos bancos escolares em busca de aperfeiçoamento e especialização, assim como profissionais que enfrentam concorridos vestibulares para se arriscarem numa nova profissão.

    Por: cathoonlinel Carreira> Gestão de Carreiral 14/01/2010 lAcessos: 335

    Se a sua idéia é arrumar um emprego pela Internet, a primeira coisa a fazer é deixar o curriculum, pronto, à mão, para preencher as fichas virtuais que vai encontrar nos sites dos headhunters e nas home pages das empresas.

    Por: cathoonlinel Carreiral 14/01/2010 lAcessos: 667

    Uma recente pesquisa realizada pelo Grupo Catho, entre os meses de maio e julho deste ano em todo o Brasil, revelou que o período de desemprego para aqueles que procuram uma recolocação no mercado é 26 dias menor quando essa busca é feita pela Internet. O questionário, composto por 348 perguntas, foi respondido por mais de 31 mil profissionais. A pesquisa mostrou também que, por meio de indicações, os candidatos levam quase sete dias a mais para conseguir uma vaga. Já as contratações em regime

    Por: cathoonlinel Carreiral 14/01/2010 lAcessos: 387

    As empresas estão mais criteriosas na escolha de seus profissionais. Ao anunciar uma vaga de emprego, a empresa busca no candidato muitos fatores...

    Por: cathoonlinel Negócios> Gestãol 30/11/2009 lAcessos: 811

    Mês de dezembro: férias, comemorações e também a melhor e mais adequada época para retomar contatos perdidos durante o ano. Mas como o tempo acaba distanciando as pessoas e tornando a reaproximação, muitas vezes, uma tarefa difícil, conversamos com a consultora de etiqueta corporativa Lícia Egger-Moellwald para dar algumas dicas de como manter essa reaproximação sem ser indelicado ou exagerado demais.

    Por: cathoonlinel Carreiral 25/11/2009 lAcessos: 191

    O final de mais um ano se aproxima e com ele, surge em cada um de nós uma vontade única de pensar na vida, analisar os nossos erros e acertos e traçar novos objetivos, tanto pessoais quanto profissionais. O que muito não sabem, é que a tudo isso, as empresas chamam de Planejamento Estratégico. Mas salvo algumas adaptações, podemos utilizar os mesmos recursos para planejar a nossa vida. Mas fazer isso sem seguir algumas recomendações pode significar mais um ano de frustrações.

    Por: cathoonlinel Carreiral 25/11/2009 lAcessos: 410
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast