Definindo Os Mercados Primário E Secundário

14/07/2008 • Por • 106,484 Acessos

Provavelmete você leu algum artigo ou ouviu falar em Mercados Primário e Secundário, mas voce sabe o que isso significa? O Mercado Primário compreende o lançamento de titulos ou valores mobiliarios, podemos citar uma captação de recursos via abertura de capital ou IPO (Initial Public Offering), que se caracteriza pelo lançamento inicial de ações no mercado, eh no mercado primario que as empresas obtem recursos para seus investimentos. Uma vez que as ações já se encontram negociadas no mercado, chamamos este mercado de mercado secundário, cuja função básica é fornecer liquidez aos titulos emitidos no mercado primário negociados nas bolsas de valores e os mercado de balcão.

No mercado primarios os recursos captados são destinados ao caixa da empresa, porem operações de mercado secundario, os recursos captados vão para o acionista vendedor e não são canalizados para o caixa da empresa.

A oferta pública, seja no mercado primário ou secundário, requer o registro na CVM e o cumprimento de um ritual de procedimentos na elaboração de seu prospecto preliminar. Geralmente as ofertas públicas são conduzidas por bancos de investimento que recebem uma comissão pelos serviços proporcional ao valor da operação.

Sua forma de colocação é definida:

Quanto as Garantias:

 

† Garantia Firme ou Underwriting Firme – Neste processo de colocação das ações junto ao publico, a instituição financeira responsavel pelo lançamento das ações em caso de um eventual fracasso, ela subscreve a emissão das ações que não foram subscritas pelo mercado.

 

† Melhores Esforços ou Best Effort Underwriting – Neste processo de colocação das ações, a instituição financeira assume apenas o compromisso de fazer os melhores esforços junto ao mercado.

 

† Residual ou Stand By Underwriting – Neste processo de colocação, a instituição financeira assume o compromisso de promover a colocação de ações em um determinado periodo de tempo, onde ela propria subscrevera a parcela de ações que não foi absorvida pelo mercado.

 

Quanto a Forma de Colocação:

 

† Preço Fixo - é o processo pelo qual o coordenador lider da oferta publica determina um preço fixo de lançamento.

 

† Processo de Bookbuilding - é o processo pelo qual o coordenador lider da oferta publica busca determinar o preço de lançamento de uma oferta pública, baseado na demanda de investidores institucionais. Eh realizado uma coleta das instenções de compra por valor financeiro e preço maximo que cada agente esta disposto a pagar.

 

A abertura de capital não se restringe apenas às grandes empresas, o financiamento por meio da emissão de ações, representa uma excepcional redução de risco para a empresa. Enquanto a empresa tiver projetos viáveis e rentáveis, os investidores terão interesse em financiá-los, acreditando na contribição da saúde financeira das empresas, no aumento da lucratividade, na distribuição de lucros e no ganho de capital pela apreciação de suas ações negociadas nas bolsas de valores.

 

Motivos para uma empresa abrir capital:

 

Além de proporcionar uma forma mais barata de captação de Recursos Financeiros para expanção de seus investimentos, possibilita crescimento organico via fusões e aquisicões e reestruturação de Passivos. Nas empresas que têm certo grau de endividamento, a abertura de capital confere equilíbrio à estrutura de capital, balanceando o uso do crédito e do capital próprio.

O ano de maior volume de captações

 

A crise financeira internacional começou refletir negativamente nas aberturas de capital em 2008, grande parte das empresas que abriram seu capital em meio ao otimismo exagerado no ano passado, apresentam hoje devalorização no preço de suas ações, quanto maior a participação de estrangeiros no IPO, mais prejudicadas foram suas ações durante a crise.

Grandes Investidores com necessidade de caixa, sairam vendendo papeis para poder cobrir seus rombos financeiros em seus balanços, pela falta de liquidez , alguns papéis, apesar de resultados e gestão positivos, tiveram seus preços em grande queda na bolsa Brasileira. Passou-se então a imperar a aversão total ao risco e a seletividade pelas melhores alternativas de investimento.

 

Ninguém sabe ao certo o melhor momento de uma captação no mercado, mas, por via das dúvidas, as empresas estão pensando em planos alternativos de financiamento. A questão agora é saber se os investidores terão o mesmo apetite que antes para comprar ações de empresas novatas que entram na bolsa. Os números confirmam as projeções de analistas de que 2008 não repetiria 2007, quando houve um verdadeiro boom de IPOs.

 

Em 2007, o destaque foi para as emissões de renda variável, com 64 novas empresas, o volume total das ofertas públicas no ano apresentou um aumento de 140,9% se comparado ao mesmo período de 2006. As ofertas secundárias aumentaram 142,3%, enquanto que as emissões primárias apresentaram também um expressivo aumento de 139,8%. Preocupadas com as práticas de boa governança cooporativa, do total das empresas vieram ao mercado, 51 empresas foram listadas no segmento de Novo Mercado.

 

Perfil do Autor

Ricardo Zeno

Sócio Diretor da AZ Investimentos