Sobrenomes – A História Do Significado

01/03/2010 • Por • 2,352 Acessos

Ao passar do tempo, a sociedade se tornou mais sofisticada o que deu o surgimento dos sobrenomes. Tudo começou com um lei passada por Guilherme, o Conquistador (Inglaterra), quando este encomendou um livro chamado Domesday que foi o principal registro do seu reinado. Este primeiro senso requeriu que os nomes fossem acompanhados por sobrenomes. Todo o processo de ajuste (nome e sobrenome) começou a tomar força no século XII.

Evidentemente alguns sobrenomes, denominados patronímios, foram nomes originados dentro da própria familia , como, por exempo, Martins, Álvarez, Henrique e Rodriguez.

Outros sobrenome, chamados de toponímios, foram concebidos em função do lugar de origem ou a característica natural da localidade. Exemplos: Montes, Rios, Oliveira, Lagos, etc. Há também sobrenomes que fazem referências a cidades e países como Lincoln, Madrid, Berlin, etc. Estes últimos começaram a se tornar populares à medida em que as pessoas deixavam os campos para as áreas urbanas durante a Idade Média.

Sem dúvidas, umas das fontes mais interessantes de sobrenomes são as profissões. Nesta categoria estão nomes comuns como Ferreira, Carpinteiro (especialmente em países de língua inglesa onde o sobrenome "Carpenter" é muito comum), etc.

Ademais, há de se considerar o papel que os apelidos tiveram na formação de sobrenomes. Concretamente, nomes como Branco, Delgado e Bello poderiam ter um significado positivo tendo em vista que outros teríam um tom de sarcasmo ou serem totalmente pejorativos como Chaparro, Barriga, Malo, etc.

Por último, existe uma grande quantidade de sobrenomes ornamentais que foram concebidos já bem tarde, entre os séculos XVIII e XIX, quando a sociedade estava muito estruturada e ninguém podia se dar o luxo de não ter um sobrenome. Este sobrenomes se proliferaram e, principlamente em países germânicos entre o povo judeu onde as autoridades requeriam registros da população.  Exemplos, Klein (pequeno em alemão), Blum (flor em alemão), Schwartz (preto em alemão), etc.

Em seu sobrenome há dicas muito importantes – e fascinantes – sobre a história de sua familia.