Dos Direitos do Acionista

Publicado em: 08/12/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 142 |

Dos Direitos do Acionista

Em uma sociedade anônima, a qual tem seu capital aberto, os acionistas de uma empresa ao investirem o seu dinheiro na mesma devem ter alguma garantia, haja vista que para se investir um dinheiro em algo, é necessário garantir o menor risco possível, com as maiores vantagens possível, sendo esse o assunto tratado no artigo 109 da Lei da Sociedade Anônima, como é visto nos seus incisos:

I - Participar dos lucros sociais;

II - Participar do acervo da companhia;

III - Fiscalizar a gestão dos negócios sociais;

IV - Preferência para a susbcrição de valores mobiliários;

V - Direito de retirada.

Entretanto, o direito de retirada não é absoluto, tendo em vista que só possui esse direito aquele que for dissidente, ou seja, de opinião contrária a decisão de uma assembléia por exemplo, tendo ele (o acionista) que usufruir desse direito em um prazo de 30 dias. Mesmo assim, não será feito em qualquer hipótese, apenas em que a própria lei estabelecer, como por exemplo:

Criação de ações preferenciais ou aumento de classe de ações preferenciais existentes, sem guardar proporção com as demais classes de ações preferenciais, salvo se já previstos ou autorizados pelo estatuto; alteração nas preferências, vantagens e condições de resgate ou amortização de uma ou mais classes de ações preferenciais, ou criação de nova classe mais favorecida; fusão da companhia; incorporação em outra; participação em grupo de sociedades; mudança de objeto da companhia; cisão da mesma...

Sendo assim, terá direito ao reembolso, que nada mais será do que o valor patrimonial, salvo se no estatuto for previsto algo diferente.

Por ser um rola não taxativo, o Estatuto ou assembléia não podem excluir ou reduzir tais direitos.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/legislacao-artigos/dos-direitos-do-acionista-3811151.html

    Palavras-chave do artigo:

    dos direitos do acionista sociedade anonima

    Comentar sobre o artigo

    Sociedade Anônima: Noção histórica e breve visão sobre Ações e a Responsabilidade Civil Conceito, Histórico, A Sociedade Anônima no Brasil, Características, Espécies de Sociedades Anônimas

    Por: Anna Carolina Ubyrantan Bispol Direito> Doutrinal 10/12/2010 lAcessos: 1,817

    A lei 6404/76 surgiu para conceder celeridade ao mecanismo de crescimento corporativo das S.A’s ou sociedades anônimas, regulando minuciosamente as transformações do status quo da companhia, as relações entre os acionistas e a divulgação dos resultados, de maneira transparente e objetiva. Seu escopo era o de incentivar a entrada de empresas familiares, maximizando suas operações, tornado-as mais rentáveis. A lei reconheceu as peculiaridades de cada acionista e estabeleceu seus direitos básicos e

    Por: Renato Zampieri Martinsl Direitol 26/10/2009 lAcessos: 3,417

    O presente artigo aborda o tema dos órgãos da sociedade anônima a partir da análise do levantamento de dados bibliográficos, a abordar a necessidade da organização interna nesta sociedade; conceito, competência, convocação, quórum de instalação, quórum das deliberações e espécies da Assembléia Geral; administração da Companhia; normas comuns ao Conselho de Administração e à Diretoria; Conselho de Administração; Diretoria; Composição, funcionamento, requisitos, impedimentos, remuneração, competên

    Por: Bianca Guimarãesl Direito> Doutrinal 11/08/2012 lAcessos: 2,949

    RESUMO DAS CARACTEÍSTICAS DAS SOCIEDADES ANÔNIMAS E ALGUMAS CARACTERÍSTICAS BÁSICAS

    Por: Melina Vieira Morellil Direitol 15/12/2010 lAcessos: 611

    Trata-se de um artigo que aborda a forma de amparo legal da sociedade anonima, distinguindo-a das demais sociedades empresárias e destacando-a no sentido do aumento da sua demanda em razão das suas especificidades. O artigo traz à baila uma forma alternativa de normatização positivada pela Lei que é o acordo dos acionistas e neste diapasão também destaca a peculiaridade desta sociedade em relaçaõ às demais espécies de sociedades empresárias.

    Por: marcia danielle ribeiro diasl Direito> Legislaçãol 14/12/2010 lAcessos: 397
    Bruno Oliveira

    O presente artigo visa abordar, brevemente, a discussão acerca de temas ligados à Sociedade Anônima, que embora em menor número em relação a Sociedade Limitada, é tão ou mais importante do que a Sociedade Limitada, uma vez que possui fundamental papel no mercado financeiro atual.

    Por: Bruno Oliveiral Direitol 21/11/2010 lAcessos: 2,378 lComentário: 1

    As sociedades anônimas ou companhias como podem ser chamadas são reguladas pela Lei nº 6.404,de 15 de dezembro de 1976 – Lei das S.A. Sua natureza jurídica, constitui pessoa jurídica de direito privado, nos termos do art. 16, II, do Código Civil de 2005, mesmo que constituída com capitais públicos, em todo ou em parte (Sociedades de Economia Mista), e qualquer que seja o seu objeto, ela será sempre mercantil e se regerá pelas leis do comércio.

    Por: Clelia Maria Bortoletto Nunesl Direitol 18/11/2010 lAcessos: 718
    Robson Zanetti

    Tem-se constatado com muita freqüência a confusão feita com relação a aplicação supletiva da Lei das Sociedades Anônimas à sociedade limitada, segundo o novo Código Civil. A confusão reside no fato em se tomar como sinônimos os termos da aplicação "supletiva" com aplicação "subsidiária" da Lei das Sociedades Anônimas à sociedade limitada. Desta forma, nos propomos a resolver essa questão nesse artigo.

    Por: Robson Zanettil Direitol 07/05/2010 lAcessos: 728

    O trabalho busca Relatar as mudanças ocorridas com a publicação da lei 11.638 de 28 de Dezembro de 2007 cuja finalidade maior era possibilitar a eliminação de algumas barreiras regulatórias que impediam a inserção total das companhias abertas no processo de convergências contábil internacional, além de aumentar o grau de transparência das demonstrações financeiras em geral, inclusive em relação às chamadas sociedades de grande porte não constituídas sob a forma de sociedade por ações.

    Por: Daniel Mendes da Silval Negócios> Administraçãol 20/06/2012 lAcessos: 308

    Este trabalho tem como objetivo mostrar a evolução constitucional e legislativa como forma de inclusão social da Educação de Jovens e Adultos no Brasil. Os dados informativos foram obtidos por intermédio de pesquisas bibliográficas de áreas afins e em sítios eletrônicos, nos quais será demonstrada a importância da educação aqueles que não tiveram acesso aos estudos ou não puderam dar continuidade a estes na idade apropriada, a legislação brasileira assegura como direito de cidadania a todos que

    Por: EVA SAMARA CEZAR DE ALMEIDAl Direito> Legislaçãol 29/01/2015
    edivaldo coelho da silva

    A importância de investimentos em segurança do trabalho para melhorar o meio ambiente de trabalho dentro das empresas.

    Por: edivaldo coelho da silval Direito> Legislaçãol 29/01/2015

    As circunstancias provocadas pelas secas no semi-árido nordestino assumiram, ao longo da história, um caráter inevitável que levou a doção de uma política voltada para a construção de reservatórios hídricos na tentativa de mitigar os efeitos da estiagem. No entanto, a construção de um grande numero de reservatórios elaborada de maneira aleatória, sem observar seu enquadramento nas condições na dinâmica hídrica nem em sua capacidade de suporte, aliada a uma ocupação motivada pela oferta de água.

    Por: DÉBORAH ARAGÃOl Direito> Legislaçãol 20/01/2015

    Os impactos ambientais nas áreas litorâneas estão relacionados à concentração populacional e às mudanças nas dinâmicas costeiras e são indutores de transformações plenas. Estado do Ceará, dadas às suas condições geográficas, oferece grande potencial para empreendimentos em energia eólica. Para o levantamento dos impactos ambientais em área de empreendimento eólico em Aracati-CE.

    Por: DÉBORAH ARAGÃOl Direito> Legislaçãol 20/01/2015

    A importância da água é inestimável sendo observada ao se perceber sua intima relação com a qualidade ambiental e de saúde humana. Por outro lado, é também tida como um recurso ambiental, pois a alteração adversa desse recurso pode contribuir para a degradação da qualidade ambiental. Além disso, a deterioração das condições ótimas dos ambientes aquáticos afeta diretamente a saúde humana e, consequentemente, o bem estar da população.

    Por: DÉBORAH ARAGÃOl Direito> Legislaçãol 20/01/2015

    Atualmente, torna-se incontestável a importância que o Direito Ambiental tem assumido nas relações e nas decisões da sociedade, considerando que a deferência às suas normas, invariavelmente, acarreta na melhoria na qualidade de vida das pessoas, além de possibilitar que as atividades econômicas sejam balizadas no Princípio do Desenvolvimento Sustentável. A água, como bem essencial à sadia qualidade de vida é fundamental à garantia da dignidade da pessoa humana.

    Por: DÉBORAH ARAGÃOl Direito> Legislaçãol 20/01/2015

    O presente artigo é tece avaliações sobre os critérios de estabelecimento de Unidades de Conservação no Estado do Ceará, tomando como exemplo as áreas de proteção ambiental criadas no âmbito municipal da cidade de Sobral. O estudo observou que, embora o Brasil tenha criado um grande número de áreas protegidas nas duas últimas décadas, permanecem grandes desafios, não só para sua administração e manejo mas também para proteger os próprios parques, e que a Caatinga, bioma único e fund

    Por: DÉBORAH ARAGÃOl Direito> Legislaçãol 20/01/2015

    REGIMES DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: SONHO OU PESADELO? Segundo as mais recentes pesquisas divulgadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estática), num futuro recente (fala-se em menos de 40 anos), 30% da população brasileira será composta por idosos. Assim, a sobrecarregada Previdência Social brasileira, que já dá sinais de desgastes, com o envelhecimento da população e a consequente diminuição de contribuintes, estará fadada ao caos!

    Por: Marianal Direito> Legislaçãol 09/01/2015
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast