Na Contramão Dos Direitos Dos Cidadãos

Publicado em: 18/02/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 105 |

É possível imaginar os desafios que enfrentam as pessoas com deficiências físicas, que não raramente estão sujeitas a transpor obstáculos. É possível imaginar também os desafios enfrentados pelas pessoas idosas. Portanto, foi pensando em agregar benefícios, por menor que sejam aos que estão enquadrados tanto em um exemplo, quanto no outro que foram instituídos estatutos e leis que fazem cumprir o que nele está contido.

Tive a iniciativa de escrever este artigo exatamente por ver direitos conquistados, inclusive via exemplo de convenções internacionais, que não têm sido respeitados, não só em minha cidade Cuiabá, mas em vários lugares por onde passo, principalmente no Brasil. Um destes direitos refere-se a algo simples, como respeitar as vagas de estacionamento destinadas a idosos e pessoas com deficiência. Mesmo garantidos por lei nota-se o quanto os locais reservados para idosos e deficientes físicos, em espaços públicos ou particulares, são ignorados.

Na semana passada um fato, que serve para ilustrar este artigo, me chamou a atenção mais do que ocorre costumeiramente, e fiquei indignado. Fui a um shopping da cidade, passei por um lugar que geralmente gosto de estacionar por ser mais seguro e notei que só havia vagas para idosos e deficientes físicos. Saí do local dei uma circulada e como não achei vagas disponíveis por perto, resolvi voltar ao local e por sorte uma vaga acabava de ficar disponibilizada. Parei o carro e ao olhar para o lado, vi que numa vaga reservada em conformidade com a lei, um carro estacionou e no veículo estava apenas um casal muito jovem.

Naquele momento pensei, o que será que aconteceu com uma pessoa tão jovem, teria sido acidente, problema de nascença... Rapidamente me veio a resposta, ao ver sair do carro o casal, ela usando uma sandália rasteira e shorts, ele, o motorista, de bermudão e tênis. Eu olhei a cena com leve ar de reprovação nos meus olhos, mas nenhum tipo de arrependimento foi demonstrado, pelo contrário, os jovens saíram andando tranquilamente, rindo até, como se estivessem fazendo a coisa mais bonita de suas vidas. Neste caso, é óbvio que o erro foi cometido pelo motorista, mas quem é conivente deveria também se envergonhar e não permitir.

Fiquei muito reflexivo, imaginando como podem as pessoas, além de não respeitarem a lei, não ter ainda por cima a consciência cidadã. Penso que são muitas as infrações cometidas por motoristas, mas quando estas vêm com a agregação da total falta de solidariedade e de respeito são ainda piores. Não pensam que podem passar por problemas semelhantes, todos estão sujeitos às intempéries da vida, e um dia, caso tenham a dádiva divina, irão envelhecer.

Os estabelecimentos estão reservando o percentual estipulado por lei, nas vagas dos estacionamentos isso tem sido observado. Será, entretanto, que estão vigilantes no sentido das vagas serem exatamente usadas para quem é de direito? Contribuem para que os motoristas sejam multados e que seus carros sejam guinchados? Ou aceitam a desculpa mais famosa para justificativa da infração: "são só cinco minutinhos".

O que muitos não sabem e vale como informação é que leis garantem a vaga para quem tem a identificação dos veículos com adesivo. Ou seja, não basta ser deficiente ou idoso. Será então que tais pessoas fizeram os respectivos cadastramentos? Isso realmente facilitaria punir os infratores e também garantir as vagas. Os motoristas deveriam se envergonhar de ficar na pior de todas as contramãos, que é a de não respeitar os direitos dos cidadãos, seja em que sentido for.

Pedro Nadaf é secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia e presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-MT.

E-mail: [email protected]

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/legislacao-artigos/na-contramao-dos-direitos-dos-cidadaos-1875881.html

    Palavras-chave do artigo:

    direitos

    Comentar sobre o artigo

    Este trabalho identifica a essência dos conceitos jurídicos de inelegibilidade, elegibilidade e reelegibilidade em torno da participação política de um candidato no exercício edificante de sua cidadania.

    Por: Lilian Maria Gomes de Oliveiral Direito> Doutrinal 22/01/2015 lAcessos: 36

    A presente monografia tem como objetivo principal analisar o sistema de garantias de direitos de crianças e adolescentes e as dificuldades enfrentadas pelo conselho tutelar. O Direito da Criança e do Adolescente é um conjunto de disposições que tem por objetivo reger a atividade comunitária, em relação ao menor.

    Por: Mayane Alves Silva Santiagol Direitol 09/07/2014 lAcessos: 38

    Diferentes momentos históricos dos direitos sociais ocorreram em decorrência de fatores como: o processo de industrialização, o crescimento populacional e, principalmente, devido às disparidades sociais, eis que o descaso com a classe operária gerou muitas reivindicações, que obrigaram o Estado a realizar/buscar uma melhor justiça social. Em nossa Constituição Federal de 1988, o art. 6 prevê os direitos sociais, que visam proporcionar melhores condições de vida aos hipossuficientes.

    Por: Mônica Laís Hornl Direitol 22/06/2014 lAcessos: 114

    A liberdade de expressão consiste num direito que há muito é questionada e debatida entre as pessoas de um modo geral, bem como entre os legisladores do direito. Este trabalho tem por objetivo analisar os fundamentos jurídicos que orientam as decisões judiciais sobre os limites da liberdade de imprensa frente ao direito á privacidade. Faz uma reflexão sobre a colisão dos direitos fundamentais, especialmente, no que pertine a liberdade de imprensa e o direito à privacidade. Discorre sobre o poder

    Por: MIRIAN OLIVEIRA MACHADOl Direito> Doutrinal 12/02/2013 lAcessos: 94

    RESUMO: Prefácio da 17° edição Cursos de Paula Baptista, Lopes da Costa, João Mendes Junior, João Monteiro, Manuel Aureliano de Gusmão, Gabriel de Rezende Filho, José Frederico Marques e Moacyr Amaral Santos.

    Por: DINEIA D SZA CSTAl Direito> Doutrinal 09/07/2012 lAcessos: 932

    O presente trabalho analisará as fontes do direito reconhecidas por nosso ordenamento jurídico. Para tanto, inicialmente, estudar-se-á o conceito de fonte do direito, as espécies, bem como as classificações de fontes trazidas pela doutrina pátria.

    Por: Ana Paula Kronbauerl Direito> Jurisprudêncial 24/05/2012 lAcessos: 5,201
    Agatha Gonçalves Santana

    Tradução do artigo: UBILLOS, Juan Maria. Eficacia horizontal de los derechos fundamentales: las teorias y la practica. In: TEPEDINO, Gustavo (org.) Direito civil contemporâneo: Novos problemas à luz da legalidade constitucional, São Paulo: Atlas, 2008, p. 219-237.

    Por: Agatha Gonçalves Santanal Direito> Doutrinal 07/03/2012 lAcessos: 387
    Jonathan Reginnie de Sena Lima

    Este artigo tem como objetivo analisar social, histórica e antropologicamente os Direitos Humanos e Garantias Fundamentais com ênfase no direito à educação, sob a égide constitucional, buscando compreender as políticas educacionais, inclusive no sentido de promover ações afirmativas objetivando a inclusão social das classes não pertencentes às correntes hegemônicas através das políticas afirmativas das cotas, instrumento pelo qual se desempenham funções sociais integrativas.

    Por: Jonathan Reginnie de Sena Limal Direitol 23/12/2011 lAcessos: 379

    Este estudo tratará do direito à saúde como direito fundamental encartado na Constituição Federal de 1988, por ser dever do Estado o fornecimento dos diversos meios para garantir a saúde da população de forma ampla, o trabalho tratará do direito à saúde, seu conceito histórico, a saúde como direito fundamental, a Lei 8.080/90, bem como a reserva do possível como garantia de cumprimento do preceito constitucional.

    Por: Mateus Blumel Direitol 23/09/2011 lAcessos: 388

    A pesquisa aborda os direitos educacionais assegurados na Constituição de 1988 e na Lei de Diretrizes da Educação Nacional 9394/96 que reforça o direito à educação de qualidade como direito subjetivo, seus fundamentos e objetivos. A pesquisa teve como objetivo refletir o direito de aprender direito, desafio das políticas públicas para melhorar a qualidade da educação.

    Por: Beatriz Pereira da Silveiral Educação> Ensino Superiorl 29/07/2011 lAcessos: 532

    A violência contra a mulher é um tema que vem sendo muito combatidos em nosso país. Recentemente com a homologacão da lei Maria da Penha, as mulheres receberam um maior respaldo jurídico o que triplicou o número de denuncias contra a violencia domestica que muitas vezes ficavam obsoletas.

    Por: Bruno Souzal Direito> Legislaçãol 26/03/2015
    cristiano pereira da silva

    O trabalho em questão visa, descrever sobre a história do processo eleitoral no Brasil e principalmente, lançando considerações acerca das criações de leis que regulam as eleições democráticas no Brasil, como a Lei Complementar 64/90 que, em atenção a preceito constitucional, trata de questões de inelegibilidades. E ainda, tecendo comentários acerca das inovações trazidas pela Lei Complementar nº 135/2010 (Lei do Ficha Limpa), afim de levar à reflexão das práticas e condutas que o cidadão que as

    Por: cristiano pereira da silval Direito> Legislaçãol 19/03/2015 lAcessos: 35

    No dia 06 de janeiro de 2015, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) editou a resolução 368, que estabelece normas para estímulo do parto normal e a consequente redução de cesarianas tidas por desnecessárias na saúde suplementar (planos de saúde). A partir daí, algumas questões podem ser levantadas, merecendo o tema várias reflexões e debates

    Por: Rennie Parol Direito> Legislaçãol 16/03/2015 lAcessos: 15

    Desde que foi estabelecido, o exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) se tornou um filme de terror para muitos bacharéis recém-graduados e uma lenda de sofrimento para muitos estudantes de direito recém-chegados ao mundo universitário.

    Por: Bruno Souzal Direito> Legislaçãol 12/03/2015

    Separação, divorcio... Para muitas pessoas essas são palavras que trazem uma serie de medos e preocupações. Hoje em dia a vida em casal ganhou um prazo de validade. Evidente que ainda existem casais que conseguem superar as estatísticas e manter-se casados e vivendo umas vidas felizes juntos. Mas o fato é, o numero de separações e divórcios cresceram gradativamente nos últimos anos, especialmente em nosso país.

    Por: Bruno Souzal Direito> Legislaçãol 05/03/2015
    Matheus Barbanti

    Esse artigo trata basicamente das garantias necessárias à terceira idade. Evidenciando o dever de toda sociedade em amparar os entes nesta fase tão importante de sua vida.

    Por: Matheus Barbantil Direito> Legislaçãol 03/03/2015 lAcessos: 13
    Cláudio Amorim Jr.

    A Divergência do Artigo 285-A do Código de Processo Civil, a luz da Constituição Federal do Brasil

    Por: Cláudio Amorim Jr.l Direito> Legislaçãol 02/03/2015
    Cláudio Amorim Jr.

    O assunto trata da Lei 13.058 de 22/12/2014 que trouxe inovações na área do Direito de Família no que tange a guarda dos filhos menores.

    Por: Cláudio Amorim Jr.l Direito> Legislaçãol 27/02/2015 lAcessos: 50
    Pedro Nadaf

    Nesta semana o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) mostrou seu esquema tático através do lançamento de seu Programa Nacional de Educação Profissional Senac na Copa e de videoconferência transmitida em tempo real, via 300 pontos fixos de recepção espalhadas por todo país.

    Por: Pedro Nadafl Negócios> Administraçãol 31/03/2011 lAcessos: 97
    Pedro Nadaf

    Fiz questão de ressaltar ao grupo chinês que Mato Grosso é um grande produtor de energia, sendo que atualmente sua capacidade energética conta com as unidades em funcionamento, as unidades em construção e as já aprovadas para entrar em funcionamento. Destaquei ainda que a nossa produção de biodiesel é destacado no ranking nacional, sendo que somos o segundo melhor mercado.

    Por: Pedro Nadafl Negócios> Administraçãol 31/03/2011 lAcessos: 88
    Pedro Nadaf

    São 101 milhões de brasileiros, que representam 53% da população, que estão na Classe C, que além de vivenciarem condições mais favoráveis de vida, estão conquistando fatias consideráveis do mercado e fazendo com que os setores industrial, comercial e de serviços, por exemplo, também redesenhem outros tipos de negócios para atendê-los.

    Por: Pedro Nadafl Negócios> Administraçãol 31/03/2011 lAcessos: 276
    Pedro Nadaf

    Diversos parlamentares mato-grossenses também acompanharam o governador Silval Barbosa nas reuniões, o que te relevante significado. Afinal, através de suas emendas, eles efetivamente contribuem para que o nosso Estado tenha direcionamento de recursos para uma maior qualidade de seus serviços e na sua infraestrutura, nas diferentes áreas de atuação. Estando aliados num mesmo propósito, portanto, é possível que os avanços sejam cada vez maiores.

    Por: Pedro Nadafl Negócios> Administraçãol 17/02/2011 lAcessos: 77
    Pedro Nadaf

    O conhecimento e a informação sempre caminharam lado a lado, dando poder aos que dominam as ferramentas que tornam os seres humanos, inclusive, mais competitivos. No filme "O nome da Rosa", que retrata a Idade Média, num mosteiro Beneditino italiano, mortes misteriosas com vítimas aparecendo com a língua e os dedos roxos intrigam.

    Por: Pedro Nadafl Negócios> Gestãol 17/02/2011 lAcessos: 505
    Pedro Nadaf

    Uma dica pra quem quer traçar seus objetivos de forma sistematizada e que eu gosto dos resultados práticos, neste sentido, é definir primeiramente se estes são relacionados ao pessoal, social ou profissional.

    Por: Pedro Nadafl Negócios> Administraçãol 17/02/2011 lAcessos: 326
    Pedro Nadaf

    Muitos leitores mato-grossenses, da Revista Veja, talvez não saibam, mas é interessante citar que Vanessa de Figueiredo Vilela Araújo teve sua trajetória, desde a primeira infância, ainda bebê, quando sua família saiu de Minas Gerais, até formar-se em Farmácia e especializar-se em Bioquímica, na capital de Mato Grosso.

    Por: Pedro Nadafl Negócios> Administraçãol 17/02/2011 lAcessos: 316
    Pedro Nadaf

    Além destes benefícios, aderindo ao programa, o empreendedor participa do Simples Nacional e o que é muito atrativo, fica isento dos tributos federais, a exemplo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), Imposto de Renda (IR), Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) e a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

    Por: Pedro Nadafl Negócios> Administraçãol 20/01/2011 lAcessos: 435
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast