Como Aprender Falar Inglês Rápido ?

Publicado em: 19/11/2009 |Comentário: 1 | Acessos: 2,145 |

 

O domínio do inglês se faz totalmente necessário nos dias atuais porque propicia melhores oportunidades profissionais com melhores salários. Mas fica a pergunta: Como realmente aprender o idioma de forma eficiente e rápida?

Acredito que todos que precisam saber inglês, ou por necessidade, ou pela simples vontade de aprender a língua já se fizeram esta pergunta.

Sempre enftizo que o ponto chave está na exposição de alta qualidade ao idioma através da audição.

Porque depois que se adquire um pouquinho de base da língua, escutar torna-se a atividade mais importante para a aquisição de fluência, rapidez e automação.

Para quem deseja falar e entender inglês rápido, escutar é mais importante que estudar. Daí vem a importância de praticar a escuta e a fala diariamente.

Ficar frequentando um cursinho de inglês ou visitar um professor particular uma ou duas vezes por semana não é suficiente para aumentar sua fluência e automação da língua inglesa.

É claro que o professor é importantíssimo e quase imprescindível no processo, tanto particular quanto em escolas. E esse professor deve entender esse processo de aquisição de fluência, que é mais “físico” do que “intelectual”.

É exatamente como se manter em forma: deve-se ir a academia diariamente e fazer os exercícios físicos recomendado pelo especialista e aumentando a dificuldade gradativamente. Escutar, entender e falar inglês é a mesma coisa! No começo, a gente fica um pouco devagar, “enferrujado”, achamos que não entendemos nem falamos nada… Depois de algumas semanas ficamos impressionados com o quanto que já conseguimos compreender e falar. É fantástico!

O aprendizado de um novo idioma com certeza deve ser badeado em comunicação. Esta com certeza é a chave para o verdadeiro aprendizado do inglês. A ciência diz que o nosso cérebro armazena apenas 10% do que falamos, 10% do que escrevemos e somente 8% do que lemos. Mas está comprovado que podemos armazenar como informação definitiva até 90% do que ouvimos e em seguida praticamos.

Podemos concluir que a audição é uma ferramenta importante no aprendizado de outro idioma. Se ouvirmos algo e em seguida repetirmos, teremos um armazenamento de até 90% destas informações.

Podemos dizer então que um método fácil e que dê resultados para se aprender o inglês é aquele que fornece muita conversação, muito áudio para se ouvir, com nativos falando o idioma e a possibilidade de interação com a gravação.

Isto é eficiente porque simula a situação na qual o indivíduo esteja em outro país, ouvindo e lendo tudo no idioma local, isso é que força o aprendizado.

Outro fator importante é que estudo de regras gramaticais não levam à fluência em novos idiomas. Estudar gramática somente atrasa o aprendizado e acredite, nenhuma pessoa necessita estudar gramática para aprender a falar de forma fluente.

A gramática deve ser aprendida de forma natural e espontânea, assim é que falamos, naturalmente. Finalizando, devemos procurar cursos de idiomas que forneçam ferramentas para se ouvir e praticar a comunicação!

Espero ter ajudado a quem quer realmente aprender inglês de verdade.

Visite nosso site:

www.InglesAgora.com

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/linguas-artigos/como-aprender-falar-ingles-rapido-1479152.html

    Palavras-chave do artigo:

    apender ingles

    ,

    falar ingles

    Comentar sobre o artigo

    Assim como no Brasil, existem gírias também nos países hispanofalantes, estas gírias, identificam a cada cultura e povo por isso podemos dizer que existem tantas gírias como grupos sociais. Vamos conhecer algumas das que são mais faladas caso você queira viajar a um destes países e se sentir como local. No Brasil, as pessoas gostam de usar a palavra "legal" para descrever coisas ou pessoas que são boas, interessantes ou divertidas , mas como se diria "legal" em outros países?

    Por: MariaSl Educação> Línguasl 17/10/2014

    Existem muitas maneiras de aprender idiomas estrangeiros. Na Internet você pode encontrar dezenas de propagandas de escolas de idiomas tentando te convencer que só elas sabem o método eficiente de ensinar uma língua. Nos blogs e fóruns você pode ler dicas que deveriam fazer com que você vire fluente em algum idioma em poucos meses. Mas o que realmente funciona? Os anos de experiência no ensino de idiomas que possuem os nossos professores comprovam que as 7 dicas que seguem funcionam de verdade!

    Por: MariaSl Educação> Línguasl 15/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Como entender o livro fundamental de Bobbio: Democracia a Liberalismo econômico. A primeira acepção a ser entendida, o Estado atual surgiu heuristicamente da necessidade de limitar o poder e, do mesmo modo, a estrutura do domínio do Estado Político.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Línguasl 13/10/2014 lAcessos: 17

    O presente artigo foi desenvolvido para apresentar uma proposta de atividade para o ensino da língua inglesa em uma turma de 5° série de jovens e adultos (EJA). Será mostrada, em forma de experiência, como os alunos em diversas idades do EJA acolhem tal proposta, visto que o ensino de língua inglesa, geralmente, é visto por esses alunos como uma "cobrança" curricular. Utilizou- se para dar suporte teórico ao nosso trabalho, as pesquisas/textos desenvolvidos pelos autores - SCHüTZ(2007), RICHARDS

    Por: Thayane Maytchele Verissimol Educação> Línguasl 11/10/2014
    Zilda Ap. S. Guerrero

    O presente trabalho prima em oferecer o prazer da leitura, segundo o estilo leitor, a reflexão e discussão sobre o que os estudantes precisam aprender, sobre a importância dos gêneros textuais existentes no universo cultural em material impresso ou midiático. Oferecer-lhes autonomia e confiança em produção de argumentações com propriedade discursiva.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Línguasl 10/10/2014

    RESUMO O Presente artigo tem como objetivo mostrar que a Interação verbal acontece a qualquer tempo, não apenas nos diálogos face a face, ou seja, não apenas com palavras propriamente ditas, mas também através de gestos, para isso, falar-se-á um pouco sobre Dialogismo, Polifonia e Heterogeneidade, que estão presentes na interação verbal, a fim de entender melhor o tema acima mencionado, que a propósito encontra-se no livro "Marxismo e Filosofia da Linguagem" escrito por Mikail Bakhtin.

    Por: Fernandal Educação> Línguasl 08/10/2014

    1- Estabeleça metas alcançáveis Não adianta querer ficar fluente em italiano em 1 mês se você tem 2 horas de aula de italiano por semana. Estabeleça uma meta que possa alcançar, como obter um nível básico de italiano em 1 mês, e depois vá aumentando, assim você não ficará frustrado e se desmotivará já no primeiro mês de aulas de italiano.

    Por: MariaSl Educação> Línguasl 07/10/2014

    A motivação em sala de aula faz-se necessária, pois é imprescindível ao professor estar à procura de situações que motivem seus alunos, esforçando-se para que não desanimem. Este artigo apresenta os tipos de motivação, fazendo uma diferenciação entre eles. Em seguida, dá-se um enfoque à motivação em sala de aula, falando das dificuldades dos docentes no desenvolvimento de seu trabalho e indicando algumas formas de atuação que poderão ser adotadas pelos professores.

    Por: Fernandal Educação> Línguasl 07/10/2014
    Raphael Silveira

    O modelo em que o franqueado se associa a uma empresa com uma marca e produtos já experimentados pelo mercado online oferece grandes atrativos como o baixo investimento inicial, os custos fixos mínimos e a possibilidade de se gerir um negócio a nível nacional sem sair de casa.

    Por: Raphael Silveiral Negócios> Negócios Onlinel 31/08/2013 lAcessos: 16
    Raphael Silveira

    O modelo é indicado para pessoas que querem aproveitar esta onda de crescimento do mercado online, mas falta-lhes o conhecimento técnico ou um produto de qualidade para abrir um negócio virtual. As vantagens de ter uma franquia virtual são inúmeras:

    Por: Raphael Silveiral Internet> Comércio Eletrônicol 13/08/2013 lAcessos: 30
    Raphael Silveira

    Cada dia mais nos tornamos uma sociedade virtual. Nosso lazer e, em muitos casos, nossos negócios passam pela internet. De fato, é praticamente impossível conceber a vida moderna sem o uso da internet

    Por: Raphael Silveiral Internet> Comércio Eletrônicol 14/06/2012 lAcessos: 80
    Raphael Silveira

    1 - Flexibilidade Com a falta de tempo e a rotina desrregrada da maioria das pessoas no mundo moderno, fazer um curso de inglês online pode ser uma ótima alternativa para quem deseja conciliar trabalho estudos com e aprender inglês ao mesmo tempo, seja por prazer ou por necessidade.

    Por: Raphael Silveiral Educação> Línguasl 14/06/2012 lAcessos: 565
    Raphael Silveira

    Com a correria do mundo moderno muitas pessoas não conseguem aprimirar sua educação por falta de tempo e dificuldade de controlar a rotina para poder participar de cursos de capacitação.

    Por: Raphael Silveiral Educação> Educação Onlinel 14/06/2012 lAcessos: 172
    Raphael Silveira

    É claro quase todo mundo possui um conta no facebook, twwitter ou orkut. As redes sociais crescem como nunca no Brasil. Mas quanto do conteúdo postado nestas redes sociais é de fato relevante? A verdade, talvez, seja que a grande maioria passa horas nas redes sociais compartilhando conteúdo, muitas vezes, inúteis.

    Por: Raphael Silveiral Internet> Marketing na Internetl 13/06/2012 lAcessos: 33
    Raphael Silveira

    As pessoas que não tem a oportunidade de viajar para um país de língua inglesa para aprender o idioma precisam explorar outras opções. Abaixo estão 10 formas de aprender ou melhorar seu inglês em seu próprio país.

    Por: Raphael Silveiral Educação> Educação Onlinel 13/06/2012 lAcessos: 381
    Raphael Silveira

    1) Passe o tempo! De longe, o fator mais importante é quanto tempo você está imerso no idioma. Quanto mais tempo você passar com a língua, mais rápido você vai aprender. Isso significa ouvir, ler, escrever, falar e se envolver com o inglês.

    Por: Raphael Silveiral Educação> Línguasl 13/06/2012 lAcessos: 171

    Comments on this article

    0
    Lucas@ 18/07/2011
    Ola sou estudante da 11ª classe e minha maior dificuldade la é o ingles
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast