Como Aprender Falar Inglês Rápido ?

Publicado em: 19/11/2009 |Comentário: 1 | Acessos: 2,153 |

 

O domínio do inglês se faz totalmente necessário nos dias atuais porque propicia melhores oportunidades profissionais com melhores salários. Mas fica a pergunta: Como realmente aprender o idioma de forma eficiente e rápida?

Acredito que todos que precisam saber inglês, ou por necessidade, ou pela simples vontade de aprender a língua já se fizeram esta pergunta.

Sempre enftizo que o ponto chave está na exposição de alta qualidade ao idioma através da audição.

Porque depois que se adquire um pouquinho de base da língua, escutar torna-se a atividade mais importante para a aquisição de fluência, rapidez e automação.

Para quem deseja falar e entender inglês rápido, escutar é mais importante que estudar. Daí vem a importância de praticar a escuta e a fala diariamente.

Ficar frequentando um cursinho de inglês ou visitar um professor particular uma ou duas vezes por semana não é suficiente para aumentar sua fluência e automação da língua inglesa.

É claro que o professor é importantíssimo e quase imprescindível no processo, tanto particular quanto em escolas. E esse professor deve entender esse processo de aquisição de fluência, que é mais “físico” do que “intelectual”.

É exatamente como se manter em forma: deve-se ir a academia diariamente e fazer os exercícios físicos recomendado pelo especialista e aumentando a dificuldade gradativamente. Escutar, entender e falar inglês é a mesma coisa! No começo, a gente fica um pouco devagar, “enferrujado”, achamos que não entendemos nem falamos nada… Depois de algumas semanas ficamos impressionados com o quanto que já conseguimos compreender e falar. É fantástico!

O aprendizado de um novo idioma com certeza deve ser badeado em comunicação. Esta com certeza é a chave para o verdadeiro aprendizado do inglês. A ciência diz que o nosso cérebro armazena apenas 10% do que falamos, 10% do que escrevemos e somente 8% do que lemos. Mas está comprovado que podemos armazenar como informação definitiva até 90% do que ouvimos e em seguida praticamos.

Podemos concluir que a audição é uma ferramenta importante no aprendizado de outro idioma. Se ouvirmos algo e em seguida repetirmos, teremos um armazenamento de até 90% destas informações.

Podemos dizer então que um método fácil e que dê resultados para se aprender o inglês é aquele que fornece muita conversação, muito áudio para se ouvir, com nativos falando o idioma e a possibilidade de interação com a gravação.

Isto é eficiente porque simula a situação na qual o indivíduo esteja em outro país, ouvindo e lendo tudo no idioma local, isso é que força o aprendizado.

Outro fator importante é que estudo de regras gramaticais não levam à fluência em novos idiomas. Estudar gramática somente atrasa o aprendizado e acredite, nenhuma pessoa necessita estudar gramática para aprender a falar de forma fluente.

A gramática deve ser aprendida de forma natural e espontânea, assim é que falamos, naturalmente. Finalizando, devemos procurar cursos de idiomas que forneçam ferramentas para se ouvir e praticar a comunicação!

Espero ter ajudado a quem quer realmente aprender inglês de verdade.

Visite nosso site:

www.InglesAgora.com

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/linguas-artigos/como-aprender-falar-ingles-rapido-1479152.html

    Palavras-chave do artigo:

    apender ingles

    ,

    falar ingles

    Comentar sobre o artigo

    O inglês é uma das línguas que possui mais palavras de todos os idiomas. De acordo com a segunda edição do dicionário Oxford English Dictionary, a língua inglesa contém 171 476 palavras atualmente usadas. Apesar do grande número de palavras que possui a língua inglesa, não precisa se desanimar - os linguistas afirmam que para você entender 95% de um texto comum em inglês, precisa conhecer apenas 2500 palavras!

    Por: MariaSl Educação> Línguasl 15/12/2014

    O projeto surgiu da necessidade de encontrarmos uma possível solução para a reutilização de tambores de papelão que seriam descartados no meio ambiente e assim, reduzindo estes materiais e reaproveitando como lixeiras para a nossa escola.

    Por: Sortineide Navarro Segural Educação> Línguasl 04/12/2014

    Este artigo tem o objetivo de enfatizar sobre a importância da linguagem no contexto escolar e também na sociedade, a leitura como princípio de sobrevivência.

    Por: SIMONE BERWIANl Educação> Línguasl 03/12/2014 lAcessos: 11

    Esse artigo estabelece as relações gramaticais com as produções textuais, de que uma depende da outra para ocorrer a comunicação.

    Por: SIMONE BERWIANl Educação> Línguasl 30/11/2014 lAcessos: 11

    Como se sabe, os estudos labovianos procuram explicar uma estreita relação em língua e sociedade por meio de pesquisas sociolinguísticas.

    Por: Pollleyka Fraga dos Santosl Educação> Línguasl 30/11/2014

    Apesar de nenhum estudioso da linguagem desconsiderar a existência da variação linguística, foi Willian Labov que conseguiu criar um método que pudesse lidar com a variação, ou com o então chamado caos linguístico de uma forma científica. Esse ponto é claro para Labov, já que para ele "a língua é um conjunto estruturado de normas sociais" (LABOV, 2008, p. 19). Para Tarallo, foi Labov

    Por: Pollleyka Fraga dos Santosl Educação> Línguasl 30/11/2014

    Todas as línguas oficiais dos países da Europa ocidental, com exceção do basco, provêm, segundo os linguistas, de uma mesma língua de origem, o indo-europeu, da qual fazem parte, entre outras, as ramificações dos grupos helênico (grego), românico (português, italiano, francês, castelhano, etc.), germânico (inglês, alemão) e céltico (irlandês, gaélico).

    Por: Pollleyka Fraga dos Santosl Educação> Línguasl 30/11/2014

    Apesar de a disciplina Sociolinguística existir já há vários anos no curso de Licenciatura Plena em Letras e mesmo nos cursos de Especialização da Universidade do estado de Mato Grosso (UNEMAT), em Alto Araguaia, nos Trabalhos de Conclusão de Curso, ou seja, nas monografias finais, verificam-se poucos trabalhos que versam sobre tal tema.

    Por: Pollleyka Fraga dos Santosl Educação> Línguasl 30/11/2014
    Raphael Silveira

    O modelo em que o franqueado se associa a uma empresa com uma marca e produtos já experimentados pelo mercado online oferece grandes atrativos como o baixo investimento inicial, os custos fixos mínimos e a possibilidade de se gerir um negócio a nível nacional sem sair de casa.

    Por: Raphael Silveiral Negócios> Negócios Onlinel 31/08/2013 lAcessos: 19
    Raphael Silveira

    O modelo é indicado para pessoas que querem aproveitar esta onda de crescimento do mercado online, mas falta-lhes o conhecimento técnico ou um produto de qualidade para abrir um negócio virtual. As vantagens de ter uma franquia virtual são inúmeras:

    Por: Raphael Silveiral Internet> Comércio Eletrônicol 13/08/2013 lAcessos: 30
    Raphael Silveira

    Cada dia mais nos tornamos uma sociedade virtual. Nosso lazer e, em muitos casos, nossos negócios passam pela internet. De fato, é praticamente impossível conceber a vida moderna sem o uso da internet

    Por: Raphael Silveiral Internet> Comércio Eletrônicol 14/06/2012 lAcessos: 85
    Raphael Silveira

    1 - Flexibilidade Com a falta de tempo e a rotina desrregrada da maioria das pessoas no mundo moderno, fazer um curso de inglês online pode ser uma ótima alternativa para quem deseja conciliar trabalho estudos com e aprender inglês ao mesmo tempo, seja por prazer ou por necessidade.

    Por: Raphael Silveiral Educação> Línguasl 14/06/2012 lAcessos: 590
    Raphael Silveira

    Com a correria do mundo moderno muitas pessoas não conseguem aprimirar sua educação por falta de tempo e dificuldade de controlar a rotina para poder participar de cursos de capacitação.

    Por: Raphael Silveiral Educação> Educação Onlinel 14/06/2012 lAcessos: 182
    Raphael Silveira

    É claro quase todo mundo possui um conta no facebook, twwitter ou orkut. As redes sociais crescem como nunca no Brasil. Mas quanto do conteúdo postado nestas redes sociais é de fato relevante? A verdade, talvez, seja que a grande maioria passa horas nas redes sociais compartilhando conteúdo, muitas vezes, inúteis.

    Por: Raphael Silveiral Internet> Marketing na Internetl 13/06/2012 lAcessos: 33
    Raphael Silveira

    As pessoas que não tem a oportunidade de viajar para um país de língua inglesa para aprender o idioma precisam explorar outras opções. Abaixo estão 10 formas de aprender ou melhorar seu inglês em seu próprio país.

    Por: Raphael Silveiral Educação> Educação Onlinel 13/06/2012 lAcessos: 390
    Raphael Silveira

    1) Passe o tempo! De longe, o fator mais importante é quanto tempo você está imerso no idioma. Quanto mais tempo você passar com a língua, mais rápido você vai aprender. Isso significa ouvir, ler, escrever, falar e se envolver com o inglês.

    Por: Raphael Silveiral Educação> Línguasl 13/06/2012 lAcessos: 183

    Comments on this article

    0
    Lucas@ 18/07/2011
    Ola sou estudante da 11ª classe e minha maior dificuldade la é o ingles
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast