Linguística: Órgão vivo da Língua Portuguesa

Publicado em: 27/08/2013 |Comentário: 0 | Acessos: 57 |

A linguística é uma área do conhecimento que estuda, observa os fenômenos ocorridos na língua falada/oral e escrita. Sendo assim a linguística revela aos falantes quem somos, pensamos e possivelmente define a nossa roupagem gramatical. Portanto a nossa língua, fala e linguagem devem ser policiadas se você quer ser levado a sério!
Segundo o jornalista norte-americano Russ Rymer define a linguística da seguinte maneira:
A Linguística é a parte do conhecimento mais fortemente debatida no mundo acadêmico. Ela está encharcada com o sangue depoetas, teólogos, filósofos, filólogos, psicólogos, biólogos e neurologistas além de, não importa o quão pouco, qualquer sangue possível de ser extraído de gramáticos.

A linguística divide-se em outras subáreas que são importantes para o seu funcionamento:
fonética, o estudo dos diferentes sons empregados em linguagem;
fonologia, o estudo dos padrões dos sons básicos de uma língua;
morfologia, o estudo da estrutura interna das palavras;

sintaxe, o estudo de como a linguagem combina palavras para formar frases gramaticais.
semântica, podendo ser, por exemplo, formal ou lexical, o estudo dos sentidos das frases e das palavras que a integram;
lexicologia, o estudo do conjunto das palavras de um idioma, ramo de estudo que contribui para a lexicografia, área de atuação dedicada à elaboração de dicionários, enciclopédias e outras obras que descrevem o uso ou o sentido do léxico;
terminologia, estudo que se dedicada ao conhecimento e análise dos léxicos especializados das ciências e das técnicas;
estilística, o estudo do estilo na linguagem;
pragmática, o estudo de como as oralizações são usadas (literalmente, figurativamente ou de quaisquer outras maneiras) nos atos comunicativos;
filologia é o estudo dos textos e das linguagens antigas.

Há linguistas que defendem outras maneiras de apresentar os vários campos de estudos, assim como os cognitivos, ou a gramatica que usualmente cobre a fonologia, morfologia e a sintaxe. Bom o importante é fazer-se contextualizado, pois nunca basta conhecer pouco para bem posicionar-se tanto na oralidade quanto na escrita que é um processo ainda mais difícil!
A linguística é sim um órgão vivo da língua portuguesa, assim como o coração precisa de sangue para seu pleno funcionamento a língua materna dos brasileiros precisa dos conceitos pragmáticos, fonológicos, sintáticos entre outros para o seu excelente discurso.
Não podemos falar de linguística sem citar Saussure e Chomsky. Depois estudiosos e pensadores também da linguística. Os dois defendem pontos de vista diferentes, mas concordam com o bom uso da linguagem, da língua e da fala, já que esse é o primordial meio de comunicação entre os homens e seus interesses.
Enfim, a linguística carrega consigo o valor de se inscrever no ato da oralidade e principalmente da escrita que possivelmente desnuda qualquer roupagem: jornalística, psicológica, sócio geográfica, gramatical ou temporal.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/linguas-artigos/linguistica-orgao-vivo-da-lingua-portuguesa-6737114.html

    Palavras-chave do artigo:

    linguistica

    ,

    lingua

    ,

    linguagem

    Comentar sobre o artigo

    Manuella Santos da Hora

    O artigo remete-se à linguagem utilizada em ambientes de interação como Orkut (rede social), MSN (site de relacionamento) e SMS (serviço de mensagens curtas) apresentando antes uma relevante discussão sobre língua, linguagem, fala, variação linguística, internet e internetês, nome dado a linguagem virtual. Verifica-se também se há uso dessa linguagem na escola assim como suas aventuras e desventuras, concluindo-se que o fator determinante na utilização do internetês é o bom senso em adequá-lo ao

    Por: Manuella Santos da Horal Educação> Ensino Superiorl 03/11/2011 lAcessos: 1,875
    FABRÍCIO DE CARVALHO PIMENTA

    Lecionar língua portuguesa atualmente é uma tarefa de grande responsabilidade em virtude dos grandes avanços nos estudos da Linguística, da Educação e das novas exigências da sociedade. A falta de preparo e formação de alguns professores na questão do trato da língua, principalmente no que se refere as variedades linguísticas, tem levado as salas de aula um ensino ineficiente e equivocado que tem prejudicado o desenvolvimento da competencia comunicativa do estudante.

    Por: FABRÍCIO DE CARVALHO PIMENTAl Educação> Línguasl 26/04/2014 lAcessos: 132

    Resumo Neste Artigo, tenho como objeto de estudo,a linguagem,a lingua e suas variações,a gramática e a pragmática,que são temas,e objetos,que utilizamos diariamente,fazendo se concluir que é importante falar bem e escrever. Ressaltarei, que é importante a cultura, as raízes da sociedade, e que devemos aceitar, e compreender toda a realidade em que cada um esta inserido. È importante falar e escrever bem sempre, mas há casos que são mais formais,outros mais informais,tudo dependera,do tempo,espaç

    Por: Adimaylil Educação> Línguasl 18/09/2012 lAcessos: 498

    A partir de uma reflexão crítica acerca do ensino de Língua Portuguesa, busca explicitar angústias, dilemas e entraves percebidos e vivenciados pelo estudante de Letras durante seus Estágios Supervisionados de observação, co-participação e regência. Faz uma retrospectiva acerca da implantação de teorias lingüísticas, evidenciando o descompasso entre os avanços destas e o ensino de língua. Em seguida, assinala os problemas mais comuns associados à prática docente nesta área, apontando alternativas que visam a viabilizar um ensino produtivo, pautado em uma proposta sociointeracionista, respaldada na pedagogia de projetos.

    Por: Sinéia Maia Teles Silveiral Educação> Ensino Superiorl 23/10/2008 lAcessos: 18,214 lComentário: 4
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Aquilo que fala como é interpretado ou entendido, quando não representa o lado crítico do objeto em análise, o equívoco não está na linguagem, mas no entendimento, na ingenuidade da leitura das realidades.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatural 02/05/2013 lAcessos: 27
    Meire Viana Alves

    O presente artigo tem por finalidade analisar a linguagem do filme "Anahy de Las Misiones". Partindo do pressuposto que, a língua não existe isolada de uma cultura, um conjunto socialmente herdado de práticas e crenças, percebe-se que a linguagem do filme reflete a interelação, a comunicação entre os diferentes povos que fazem parte dos personagens. Partindo desse pressuposto utilizei como teórico : Saussure (2004); Brandão (2007); Fiorin (2003) e Lyons (1987) .

    Por: Meire Viana Alvesl Educação> Ensino Superiorl 04/08/2010 lAcessos: 540

    O presente artigo terá por base o modo de entendermos linguagem e língua, que nomeiam objetos do estudo lingüístico, que não foram compreendidos do mesmo modo, porém o estudo de um é indispensável para o entendimento de outro. Haja vista que ao iniciarmos com este artigo deve-se ter noção de conceito de língua, seus tipos e suas variações. A língua humana tem a função de articulador de sons para a produção de sons na execução das palavras. É com as palavras que se faz a linguagem ou linguagens.

    Por: NADIA BETANIAl Educação> Ensino Superiorl 04/09/2010 lAcessos: 20,884

    Este trabalho pretende apresentar como podemos trabalhar a gramática na perspectiva do uso linguístico, sob o embasamento teórico de Maria Helena de Moura Neves. Acredita-se que tal pesquisa seja de suma importâcia, pois percebe-se as lacunas presentes no ensino da gramática, sobretudo no uso inadequado do texto. Assim, tem como principal objetivo abordar medidas necessárias para que a escola possa realmente formar leitores críticos e com autonomia para compreenderem a língua em funcionamento.

    Por: Silvana Batista Maciell Educaçãol 22/06/2011 lAcessos: 446

    O presente artigo nos proporcionará conhecimentos argumentativos sobre a unificação da língua portuguesa entre os países falantes do mesmo idioma.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Línguasl 27/08/2013 lAcessos: 63
    Curso de Idioma

    O que tem aprender um novo idioma a ver com sexo e chocolate? Segundo pesquisas, muita coisa! Todas são atividades que ativam o sistema de recompensa do cérebro.

    Por: Curso de Idiomal Educação> Línguasl 17/11/2014

    O processo de desenvolvimento ensino- aprendizagem é contínuo. Para tanto, precisamos ver a criança como um ser ativo na construção de seu conhecimento, que aprende a partir de ações, reflexões, interações com adultos, outras crianças e o ambiente em que está inserido. É por acreditarmos que através da leitura e escrita, que formamos homens de bem, cidadãos conscientes de seus direitos e deveres, assim desenvolveremos este projeto a fim de propiciar a criança as superações de suas dificuldades.

    Por: Luciane do Pradol Educação> Línguasl 15/11/2014

    A leitura e a escrita são fundamentos básicos para a formação de estudantes em fase inicial. O lúdico tem o poder de fazer com que a criança transponha barreiras de dificuldades que para eles inibe a sua criatividade, tanto em escrever quanto em expor em forma desenhos, pintura ou exposições orais. Portanto, o projeto visa em trabalhar o imaginário para que assim a criança possa interagir através da escrita espontânea, uma vez que o aluno precisa se sentir e ser o sujeito de suas próprias ações

    Por: Luciane do Pradol Educação> Línguasl 15/11/2014

    A leitura e a escrita são hoje um dos maiores desafios das escolas, visto que quando estimulada de forma criativa, possibilita a redescoberta e o prazer de ler, a utilização da escrita e a inserção do aluno no mundo letrado. Pensando nesse contexto, o projeto torna-se necessário e viável, pois pretende fomentar a leitura, interpretação e a escrita por meio da contação de história. Durante o desenvolvimento do projeto procuramos incentivar os alunos empréstimo de livros uma vez na semana.

    Por: Isaura do Prado Almeidal Educação> Línguasl 13/11/2014

    Este trabalho teve como objetivo pesquisar a prática pedagógica de professores da Educação Infantil acerca do uso da linguagem oral. Para a coleta de dados foram utilizados a observação e a entrevista. Quatro professoras que atuam na Educação Infantil participaram deste estudo. Os principais autores estudados foram: PCN' s (1997), Barbosa (1994), Cagliari (1990), RCNEI (1998), Ferreiro (1985).

    Por: Luciane do Pradol Educação> Línguasl 09/11/2014 lAcessos: 11

    O inglês é um idioma utilizado amplamente em todo o mundo, dito por isso como um idioma internacional. Isso foi determinado em um acordo para simplificar a comunicação entre os países sendo escolhido o inglês devido a quantidade de países que possuem falantes desta língua.

    Por: mattos andrecl Educação> Línguasl 06/11/2014

    Muitas vezes há dificuldade no aprendizado do inglês pelo fato de ser uma língua muito diferente da nossa. Isso deve-se ao fato da origem da língua inglesa ter uma origem diferente do latim.

    Por: mattos andrecl Educação> Línguasl 06/11/2014

    Você quer aprender espanhol, mas não sabe como. Abre o Google e nos resultados de pesquisa aparecem dezenas de anúncios de escolas de espanhol diferentes. Qual delas escolher? Fazer um curso de espanhol presencial ou estudar espanhol online? Atualmente se fala sempre mais sobre as escolas de idiomas online, mas será que vale mesmo a pena aprender desta maneira?

    Por: MariaSl Educação> Línguasl 27/10/2014

    O presente texto aborda sobre Saúde em Educação, como incentivo entre desenvolvimento social, psicológico, cultural e saúde educacional. Pois o artigo preocupa-se e questiona-se sobre a formação de crianças e adolescentes e a saúde pública escolar.

    Por: Reginaldo Posol Educaçãol 07/09/2014 lAcessos: 17

    O presente texto possui uma abordagem reflexiva simples e ao mesmo tempo um foco informativo sobre as três áreas de "ciências" Psicopedagogia, Psicologia Transpessoal e Educação, numa prespectiva relacionada á Educação de maneira prática e explicativa.

    Por: Reginaldo Posol Educaçãol 07/09/2014 lAcessos: 18

    O presente texto fala sobre: o ensino de literatura na escola. As dificuldades do professor de ensinar e do aluno em aprender. Os motivos que levam ambos a frustarem com o processo de ensino e aprendizado. Pois o texto elucida a maneira como os professores, alunos e os familiares poderiam agir no processo de leitura e escrita.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Educação Infantill 21/11/2013 lAcessos: 32

    Este artigo proporcionará ao leitor as aprendizagens que a língua lhe oferece. O bom uso da língua materna revela a quem nos ouve ou lê a nossa identidade idiomática.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Línguasl 27/08/2013 lAcessos: 91

    O presente artigo nos proporcionará conhecimentos argumentativos sobre a unificação da língua portuguesa entre os países falantes do mesmo idioma.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Línguasl 27/08/2013 lAcessos: 63

    Aprender é obrigação do aluno e ensinar dever do professor. Se for assim que funciona, onde fica a felicidade pelo aprender? Escola boa é aquela que desenvolve seu aprendente de forma integral, ou seja, em sua totalidade: aprimorando o cognitivo a psicomotricidade, as relações pessoais, sociais, religiosas e culturais.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Educação Infantill 09/11/2012 lAcessos: 63

    O presente artigo aborda as diversas questões das aprendizagens da sexualidade humana. Portanto sempre se faz necessário aprender e a conhecer o corpo humano e a saúde individual e coletiva. O texto aborda um pensamento reflexivo e com o cuidado da promoção de saúde para crianças, jovens e adultos.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Ciêncial 09/11/2012 lAcessos: 60

    O estudo é sempre importante seja em qual momento da vida, sempre fará a diferença. Portanto o presente texto aborda o ensino e a aprendizagem numa perspectiva das tecnologias presentes na vida moderna de todos nós. A tecnologia é mais um recurso que pode muito bem ser usado a favor da construção do saber, enfim o artigo aborda questões relevantes sobre o ensino á distância.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Educação Onlinel 09/11/2012 lAcessos: 99
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast