Risco De Vida Versus Risco De Morte: Uma Breve Reflexão Sobre O Cerne Da Questão

Publicado em: 18/08/2009 |Comentário: 3 | Acessos: 2,013 |

 

Risco de vida versus Risco de morte: uma breve reflexão sobre o cerne da questão

  

Por Prof. Selmo Alves

Profselmoalves@Yahoo.com.br

                                                             Ago. 2009

 

Dias atrás, muito se veiculou nos meios de comunicação visuais e auditivos sobre o estado de saúde do piloto Felipe Massa. A televisão, considerada o veículo de maior alcance de todos eles, é a que mais denuncia a flutuação nos usos das duas expressões. Apresentadores, locutores e jornalistas, no afã de darem a notícia de primeira mão, usam a expressão que melhor lhes soa aos olhos e ouvidos. Por causa de tal variação, parece inevitável certa curiosidade diante do que se vê e, principalmente, se ouve.  A propósito de tais usos, cumprem algumas considerações.

Para melhor compreender as razões de ambos os usos, faz-se necessário lembrar que a língua é um fenômeno social e, como tal, está em franco e diuturno processo de evolução e mudança. Assim, Silva-Corvalán (1989) aborda, dentre outros aspectos, a relação dos fenômenos linguísticos com fatores sociais, tais como a organização sociopolítica e econômica de uma comunidade de fala, fatores individuais, como idade, gênero, etnia e nível de escolaridade, o que justifica o fenômeno da variação.

Com base em tais princípios, as expressões “risco de vida” e “risco de morte” seriam aceitas, indistintamente, já que, como bem mostra Silva-Corvalán, há uma estreita relação dos fenômenos linguísticos com os fatores sociais. Mas, ignorando tal orientação, numa espécie de contramão linguística, há uma outra vertente, a prescritiva, que elege uma ou outra expressão como aceita, ou melhor dizendo, como – correta. Daí, surge e prospera a tese de que se deve empregar apenas uma expressão em detrimento da outra. Veja-se, a seguir, o verdadeiro cerne da questão. 

A elipse consiste na figura de linguagem, ou no processo de omissão, intencional ou não, de determinada expressão que pode ser facilmente compreensível pelo contexto da frase. Tal fenômeno ocorre por vários fatores, sendo um deles a necessidade da comunicação rápida, fazendo com que surjam e se consagrem usos modificados pela elipse.

Assim é que, nos dias hoje, por exemplo, muito comuns e até bastante comunicativas parecem ser as expressões “estar em férias” ou “estar de férias”, que são reduções da expressão “estar em gozo de férias". O motivo de tal variação reside na ocorrência da – elipse. Assim, pode-se dizer, indistintamente, "estar em férias”, “estar de férias”, ou ainda, "estar em gozo de férias"; todas as três expressões são aceitas. Apenas por uma questão de economia linguística, costuma-se omitir a expressão “gozo de”, ou “em gozo”. 

O mesmo ocorre com as expressões “risco de vida” e  “risco de morte”.    Tanto em uma, como em outra, ocorre a elipse.

Na expressão “risco de vida”, está oculta a expressão "perder a", o que corresponde à frase completa "correr o risco de (perder a) vida".

Na expressão “risco de morte”, está oculta a expressão "encontrar a", o que corresponde à expressão "correr o risco de (encontrar a) morte".

Há registros da expressão – risco de vida - em grandes nomes da literatura, como Machado de Assis ("Salvar uma criança com risco da própria vida..." - Quincas Borba). Na Bíblia, traduzida por João Ferreira de Almeida no séc. 17 ("Ainda que cometesse mentira a risco da minha vida, nem por isso coisa nenhuma se esconderia ao rei" - II Samuel 18:13). As leis brasileiras também falam em "gratificação por risco de vida". O Código de Ética Médico fala de "iminente risco de vida", e o dicionário do Houaiss exemplifica a palavra risco com  a acepção de - risco de vida. O dicionário jurídico de Plácido e Silva também esclarece "riscos de vida”. Na expressão, a palavra riscos exprime perigo iminente ou - perigo de perda de vida.

Só para concluir, também no inglês tem-se “risk of life”;  no espanhol, “riesgo de vida”; e no francês, “risque de vie”. Todas elas correspondem à clássica expressão vernácula “risco de vida”. Portanto, não se trata de uma expressão exclusiva da língua portuguesa.

 Ler mais sobre o assunto em: www.paralerepensar.com.br.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/linguas-artigos/risco-de-vida-versus-risco-de-morte-uma-breve-reflexao-sobre-o-cerne-da-questao-1135159.html

    Palavras-chave do artigo:

    risco de vida risco de morte

    Comentar sobre o artigo

    CARLEIAL. Bernardino Mendonça

    A curiosidade e dúvidas sobre vida após a morte são bastante antigas na história da humanidade. Na década de 80, alguns estudos norte-americanos sobre tão curioso tema,levou o Pesquisador e Psicólogo-Clínico,CARLEIAL.Bernardino Mendonça,a estudar o assunto,tendo publicado os seus resultados, no outono de 1988,em Belo Horizonte, através deste Trabalho :"Experiências de Vida Após a Morte", com amplo alcance editorial, nas páginas da Jornalista e Editora Anna Marina Siqueira.

    Por: CARLEIAL. Bernardino Mendonçal Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 02/08/2010 lAcessos: 448

    Qual a forma correta de se dizer que alguém está à beira da morte? Será "Ele corre RISCO DE VIDA" ou "Ele corre RISCO DE MORTE"? Não fique na dúvida, confira já a resposta!

    Por: CARLOS ROGÉRIO LIMA DA MOTAl Educação> Educação Onlinel 07/09/2008 lAcessos: 7,077 lComentário: 9
    Aurora Contijo

    Querer compreender, ou melhor, ler profundamente as palavras que juntas e ordenadas nos falam de vidas. É querer ver a alma do escritor. Quem é Deus? Por que a destruição da natureza? Por que ricos e pobres? O que tem feito a ciência? Por que a violência? Por que animais racionais e não seres humanos? E tantas outras perguntas que se faz no presente momento. Estas são as: Opiniões e Visões de Aurora Contijo

    Por: Aurora Contijol Educação> Ciêncial 21/02/2013 lAcessos: 34

    Apesar de toda controvérsia, nos Estados Unidos, em torno da efetividade da mamografia, o jornal Cancer traz um novo estudo que revela que mais de 70% das mortes por câncer de mama num grupo de 7.000 pacientes ocorreram em mulheres que não se submeteram regularmente ao exame mamográfico. O estudo reforça a principal característica desse exame – principalmente para quem tem entre 40 e 49 anos – que é salvar vidas.

    Por: Vítor Margatol Saúde e Bem Estar> Medicinal 19/09/2013 lAcessos: 27

    Este artigo questiona os fundamentos daqueles que são contra a pena de morte, desmistificando pré-conceitos e aponta para a real valoração a ser dada para uma questão tão importante: A VIDA HUMANA. O respeito efetivo a vida de pessoas inocentes e benévolas estará realmente sendo observado, quando facínoras,estupradores e assassinos fazem o mais absurdo estrago e não têm como resposta a pena capital??? Esta é uma reflexão levantada neste artigo.

    Por: José da Silva Pereiral Direito> Doutrinal 21/11/2011 lAcessos: 163
    Antonio Vasconcelos Vasconcelos

    O artigo pretende abordar quais os parâmetros definidores do lapso temporal que compreende o evento vida, tendo este, como eixo central de um sistema jurídico positivado baseado na idéia técnico jurídica.

    Por: Antonio Vasconcelos Vasconcelosl Direitol 27/06/2009 lAcessos: 8,733 lComentário: 2

    A pena de morte vem sendo bastante discutida ultimamente, levando grandes debates à sociedade. Os direitos humanos busca mudar a perspectiva dos condenados, defendendo a abolição da pena, baseando-se na Declaração Universal dos Direitos Humanos. Pois caracterizam o instituto da pena de morte como um instrumento severo, desumano e que está sujeito ao erro, sendo este irreversível. Este artigo caracteriza-se em uma pesquisa social aplicada de natureza qualitativa e tem como objetivo examinar o mod

    Por: Iury Jim Barbosa Lobol Direitol 11/08/2014

    Esta pesquisa objetiva analisar como os enfermeiros de uma Instituição Hospitalar localizada na região do Vale do Itajaí avaliam sua QVT, sendo de cunho qualitativo, do tipo exploratório, com a utilização de uma entrevista semi-estruturada com quatro enfermeiros que atuam numa Instituição Hospitalar localizada na região do Vale do Itajaí.

    Por: Kathllen Daniele Garbaril Psicologia&Auto-Ajudal 22/08/2011 lAcessos: 834

    Muitos empresários estão percebendo que melhorar a qualidade de vida de seus funcionários e de suas famílias torna a empresa mais saudável, competitiva e produtiva. Essa é a principal função da QVT (Qualidade de Vida Total), baseada em dois aspectos importantes: o bem-estar do trabalhador e a eficácia organizacional . Um programa adequado de QVT busca uma organização mais humanizada e proporciona condições de desenvolvimento pessoal.

    Por: Marcelo P. Basilel Saúde e Bem Estar> Medicinal 05/08/2014 lAcessos: 15
    Escritorcampos

    Jamais perca o norte, Cuidado com a língua, Ela é como uma espada Muito afiada, Que possuí dois corte. Tenha-a afinada, Para bendizer a sorte.

    Por: Escritorcamposl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 06/05/2010 lAcessos: 542

    Assim como no Brasil, existem gírias também nos países hispanofalantes, estas gírias, identificam a cada cultura e povo por isso podemos dizer que existem tantas gírias como grupos sociais. Vamos conhecer algumas das que são mais faladas caso você queira viajar a um destes países e se sentir como local. No Brasil, as pessoas gostam de usar a palavra "legal" para descrever coisas ou pessoas que são boas, interessantes ou divertidas , mas como se diria "legal" em outros países?

    Por: MariaSl Educação> Línguasl 17/10/2014

    Existem muitas maneiras de aprender idiomas estrangeiros. Na Internet você pode encontrar dezenas de propagandas de escolas de idiomas tentando te convencer que só elas sabem o método eficiente de ensinar uma língua. Nos blogs e fóruns você pode ler dicas que deveriam fazer com que você vire fluente em algum idioma em poucos meses. Mas o que realmente funciona? Os anos de experiência no ensino de idiomas que possuem os nossos professores comprovam que as 7 dicas que seguem funcionam de verdade!

    Por: MariaSl Educação> Línguasl 15/10/2014
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Como entender o livro fundamental de Bobbio: Democracia a Liberalismo econômico. A primeira acepção a ser entendida, o Estado atual surgiu heuristicamente da necessidade de limitar o poder e, do mesmo modo, a estrutura do domínio do Estado Político.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Línguasl 13/10/2014 lAcessos: 17

    O presente artigo foi desenvolvido para apresentar uma proposta de atividade para o ensino da língua inglesa em uma turma de 5° série de jovens e adultos (EJA). Será mostrada, em forma de experiência, como os alunos em diversas idades do EJA acolhem tal proposta, visto que o ensino de língua inglesa, geralmente, é visto por esses alunos como uma "cobrança" curricular. Utilizou- se para dar suporte teórico ao nosso trabalho, as pesquisas/textos desenvolvidos pelos autores - SCHüTZ(2007), RICHARDS

    Por: Thayane Maytchele Verissimol Educação> Línguasl 11/10/2014
    Zilda Ap. S. Guerrero

    O presente trabalho prima em oferecer o prazer da leitura, segundo o estilo leitor, a reflexão e discussão sobre o que os estudantes precisam aprender, sobre a importância dos gêneros textuais existentes no universo cultural em material impresso ou midiático. Oferecer-lhes autonomia e confiança em produção de argumentações com propriedade discursiva.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Línguasl 10/10/2014

    RESUMO O Presente artigo tem como objetivo mostrar que a Interação verbal acontece a qualquer tempo, não apenas nos diálogos face a face, ou seja, não apenas com palavras propriamente ditas, mas também através de gestos, para isso, falar-se-á um pouco sobre Dialogismo, Polifonia e Heterogeneidade, que estão presentes na interação verbal, a fim de entender melhor o tema acima mencionado, que a propósito encontra-se no livro "Marxismo e Filosofia da Linguagem" escrito por Mikail Bakhtin.

    Por: Fernandal Educação> Línguasl 08/10/2014

    1- Estabeleça metas alcançáveis Não adianta querer ficar fluente em italiano em 1 mês se você tem 2 horas de aula de italiano por semana. Estabeleça uma meta que possa alcançar, como obter um nível básico de italiano em 1 mês, e depois vá aumentando, assim você não ficará frustrado e se desmotivará já no primeiro mês de aulas de italiano.

    Por: MariaSl Educação> Línguasl 07/10/2014

    A motivação em sala de aula faz-se necessária, pois é imprescindível ao professor estar à procura de situações que motivem seus alunos, esforçando-se para que não desanimem. Este artigo apresenta os tipos de motivação, fazendo uma diferenciação entre eles. Em seguida, dá-se um enfoque à motivação em sala de aula, falando das dificuldades dos docentes no desenvolvimento de seu trabalho e indicando algumas formas de atuação que poderão ser adotadas pelos professores.

    Por: Fernandal Educação> Línguasl 07/10/2014

    Impossível pensar a comunicação, no mundo contemporâneo, fora do audiovisual, isto é, da imagética . Nessa rede, comunica-se através da leitura e da produção de formas, volumes, interações de forças e movimentos, traços, cores, sons. A linguagem ganha um novo sentido. A grande característica do mundo atual é exatamente a maneira como se passa a entendê-la. Toda forma de expressão e organização do mundo é texto; todo meio e modo de representação é a linguagem.

    Por: Selmo Alvesl Educação> Línguasl 13/10/2010 lAcessos: 1,598

    As práticas de leitura e produção de textos orais e escritos na escola têm sido, cada dia mais, desafiadoras para os professores. A grande ocorrência de textos fora da escola, carregados de múltiplas e atrativas formas de apresentação e de múltiplos sentidos e significados, acaba por esvaziar ou ameaçar, de certo modo, o trabalho proposto pelos professores. Por tais razões, faz-se necessária uma melhor escuta sobre a temática da produção textual no contexto escolar.

    Por: Selmo Alvesl Educação> Línguasl 29/09/2010 lAcessos: 7,134

    Relatório detalhado e circunstanciado de trabalho final de disciplina ministrada em Instituição de Ensino Superior (IES)

    Por: Selmo Alvesl Educação> Línguasl 24/07/2009 lAcessos: 4,880

    Um recorte da tese de doutoramento intitulada “A Presença da Oralidade na Escrita: Um estudo de caso com estudantes da 4.ª série do ensino fundamental de uma escola pública da cidade do Salvador (BAHIA)”, busca mostrar as interfaces entre as linguagens oral e escrita com base na sociolinguística Variaconista e fomentar uma reflexão da realidade do estudante e do professor no âmbito da escola, sendo estes corresponsáveis na compreensão e mudança de conceitos sobre a oralidade e a escrita.

    Por: Selmo Alvesl Educação> Línguasl 24/07/2009 lAcessos: 4,220 lComentário: 1

    Comments on this article

    0
    BORIS CASOY 15/04/2011
    É RISCO DE MORTE! É O RISCO DE MORRER! É O RISCO DE ENCONTRAR A MORTE!
    SEMPRE ACREDITEI QUE NÃO HÁ RISCO EM VIVER, POR ISSO RISCO DE VIDA NÃO TRAZ SENTIDO DE MEDO E SIM ALGO BOM , AO CONTRARIO DE RISCO DE MORTE QUE LEMBRA ALGO RUIM, TRISTE E PERDA DA VIDA!!! PERDA DA VIDA !! ESTA CERTO! RISCO DE VIDA ! ESTÁ ERRADO! E ASSUNTO ENCERRADO !!! NÃO ARRISQUEM A VIDA! TÁ
    0
    Arnaldo Ribeiro 17/12/2010
    REPATRIANDO PARA JERUSALÉM O POVO DE ISRAEL QUE PERMANECIA EXILADO NA BABILÔNIA, PADECENDO SOB O JUGO DE PECADOS INCONSCIENTES:
    Até o dia 30.09.1985, poucos entendiam o significado disto: (AP.17.5) – BABILÔNIA, A GRANDE, A MÃE DAS MERETRIZES E DAS ABOMINAÇÕES DA TERRA: (IS.16.14) – AGORA, PORÉM, O SENHOR FALA E DIZ: (LE.1.12) – EU, O PREGADOR, VENHO SENDO REI DE ISRAEL EM JERUSALÉM; (JÓ.34.30) – PARA QUE O IMPIO NÃO REINE E NÃO HAJA QUEM ILUDA O POVO: (JR.29.20) – OUVI, POIS. A MINHA PALAVRA, TODOS VÓS, OS QUE ENVIEI DE JERUSALÉM PARA O EXILIO DA BABILÔNIA; (1PE.4.17) – PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUÍZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA: (LV.17.12) PORTANTO, TENHO DITO AOS FILHOS DE ISRAEL: Agora todo mundo entenderá que os donos da mídia, os gentios, e todos os desalmados que escondem da nossa gente a herança que a Ação do Amor tem legado aos futuros Cristãos, através da Bibliogênese de Israel; JÁ PASSARAM A SER PECADORES CONSCIENTES, pois sabem que perpetuam a ignorância dos descrentes que continuarão na Babilônia praticando o mal da mentira, da idolatria, da imoralidade, da prostituição, dos casamentos ilícitos, do aborto, da corrupção, da injustiça, da violência, das guerras, e de muitos outros pecados abomináveis; que têm infernizado a vida terrena: Todavia, graças à Esta Providência Divina, é assim também que já iniciamos o repatriamento dos Seres Vivos para Jerusalém - a terra prometida -, segundo a soberana vontade De Deus: (MT.810) – OUVINDO ISTO ADMIROU-SE JESUS E DISSE AOS QUE O SEGUIAM: (LC.8.45) - ALGUÉM ME TOCOU, PORQUE SENTI QUE DE MIM SAIU PODER: (JB.15.22) - SE EU NÃO VIERA, NEM LHES HOUVERA FALADO, PECADO NÃO TERIAM, MAS AGORA NÃO TEM DESCULPA DO SEU PECADO; (1TS.4.3) – POIS ESTA É A VONTADE DE DEUS: (JB.15.25) – ISTO, PORÉM, É PARA EU QUE CUMPRA A PALAVRA ESCRITA NA SUA LEI: (AP.18.10)– AI! AI! TU, GRANDE CIDADE, BABILÔNIA, TU PODEROSA CIDADE!, POIS, EM UMA HORA, CHEGOU O TEU JUIZO; (2CO.10.7) – OBSERVAI O QUE ESTÁ EVIDENTE, no âmago dessa parábola:
    (JR.50.46) – AO ESTRONDO DA TOMADA DE BABILÔNIA, ESTREMECEU A TERRA; E O GRITO SE OUVIU ENTRE AS NAÇÕES:
    (São 72 letras e 4 sinais que gritam entre os Seres que já estão despertos):
    DEUS TESTOU A GENTE NA VIDA ETERNA DE SÁBIO, E EU TESTO O CORAÇÃO SEM AMOR: ARNALDO RIBEIRO
    0
    Arnaldo Ribeiro 22/11/2010
    O ALTISSIMO JÁ FAZ JUSTIÇA NA TERRA COM A DESTRA DO CRISTO:

    (JR.33.2) – Assim diz o Senhor que faz estas cousas, o Senhor que as forma para as estabelecer (Senhor é o seu nome): (EX.3.14) – Eu sou o sábio que me enviou a vós outros, (SL.33.19) – para livrar-lhes a alma da morte, e no tempo da fome com conservar-lhes a vida: (MT.15.10)–Ouvi e entendei, (2PE.1.20) – sabendo primeiramente isto: Há meio século eu me tornei escravo da liberdade do meu próprio Ser em Cristo, empenhado em esquadrinhar o Tratado Bíblico, no afã de me preparar como Guia dos Guias espirituais, para poder conduzir o povo de Deus à terra prometida. Tenho testado as almas nessa fé, e muitas terão dificuldades em alcançar a relevância dessa obra, dado a sua complexidade aliada à descrença reinante nessa terra pagã e sem futuro. Mas Deus é testemunho de que é com a mais pura das intenções que exorto o estudo acurado da nossa bibliogênese; porque sei que essa humanidade infiel e pervertida, já não poderá subsistir sem o conhecimento que Jesus nos passa através dela.
    (LV.17.12) – Portanto, tenho dito aos filhos de Israel: (SL.58.11) – Na verdade, há recompensa para o justo, há um Deus, com efeito, que julga na terra; pois é o Espírito Santo que revela ao mundo o ex-segredo guardado nas 98 letras e 7 sinais dessa parábola:

    (NM.16.28) – ENTÃO, DISSE MOISÉS: NISTO CONHECEREIS QUE O SENHOR ME ENVIOU A REALIZAR TODAS ESTAS OBRAS, QUE NÃO PROCEDEM DE MIM MESMO:

    (MC.14.27) – Todos vós vos escandalizareis porque está escrito:

    E CRISTO DIZ AOS HOMENS CONSCIENTES: ESTÃO VENDO QUE ESSE SER É MEU ESPÍRITO EM ARNALDO RIBEIRO, NAS MÃOS DO HOMEM QUE AMA.

    (GL.4.16) – Tornei-me, porventura, vosso inimigo, por vos dizer a verdade? (JÓ.19.4) – Embora haja eu, na verdade, errado, comigo ficará o meu erro. (1CO.4.3) – Todavia, a mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós ou por tribunal humano, nem eu julgo a mim mesmo; (1CO.4.3) – porque se julgássemos a nós mesmos, não seriamos julgados. (2CO.5.10) – Importa que compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo; (LS.1.15) – porque a justiça é perpetua e imortal: (MT.10.18) – Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes Aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo: (HB.10.30) – Óra, nós conhecemos Aquele que disse: A mim pertence a vingança, Eu retribuirei: (IS.46.13) – Faço chegar a minha Justiça e não está longe: (MT.5.6) – Bem-aventurados os que tem fome e sede de justiça; porque serão fartos.
    0
    Arnaldo Ribeiro ou Israel 20/01/2010
    REVELAÇÃO / EXORTAÇÃO:
    Urge propagarmos na terra, a certeza de que Jesus Cristo ja vive agindo entre nós, espargindo a luz do saber, criando Irmãos espirituais, e a nova era Cristã. Eu não minto, e a Espiritualidade que esperava pela sua volta, pode comprovar que digo a verdade. Por princípio, basta recompormos as 77 letras e os 5 sinais que compõem o titulo do 1º. livro bíblico, assim: O PRIMEIRO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO GÊNESIS: A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA E DE TUDO O QUE NÊLES HÁ: Agora, pois, todos podem ver que: HÁ UM HOMEM LENDO AS VERDADES DO SEU ESPÍRITO: ÊLE É O GÊNIO CRIADOR QUE CRIA ESSA AÇÃO DE CRISTO. (LC.15.28) E cumpriu-se a escritura que diz: (JB.14.17) O Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem conhece, vós o conheceis, porque Ele habita convosco e estará em vós. Regozijemo-nos ante a presença do Nosso Senhor, e façamos jus ao poder do saber que o Filho do Homem traz às Almas Justas, para a formação da verdadeira Cristandade. .

    (MT.26.24) – O FILHO DO HOMEM VAI, COMO ESTÁ ESCRITO A SEU RESPEITO, MAS AI DAQUELE POR INTERMÉDIO DE QUEM O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO TRAIDO! MELHOR LHE FORA NÃO HAVER NASCIDO:

    E, ao recompormos as 130 letras e os 7 sinais que compõem esse texto, todos já podem ler, saber, e entender quem é o Filho do Homem:

    E O FILHO DO HOMEM É O ESPIRITO QUE TESTA AS ALMAS DO HOMEM E DA MULHER, NA VERDADE DO SENHOR, COMO CRISTO: E EIS A PROVA QUE O FILHO DO HOMEM FOI TREINADO NA LEI CRISTÃ.

    (MC.14.41) – CHEGOU A HORA, O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO ENTREGUE NAS MÃOS DOS PECADORES. E hoje, quem quiser interagir com o Filho do Homem, deve buscar “A Bibliogênese de Israel”, que já está disponível na internet. E quem não quiser, pode continuar vivendo de esperança vã, assistindo passivamente a agonia da vida terrena, à par da auto-destruição do nosso planeta.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast