Dor Da Alma

Publicado em: 18/07/2009 |Comentário: 2 | Acessos: 3,400 |

DOR DA ALMA.

(In memoriam)

Autor :  Soélis Sanches

Perguntaram-me qual a dor que mais causa sofrimento ao ser humano.
Seria bater com a cara na porta ?
Seria dar um chute numa pedra descalço ?
Seria a dor de um dente infeccionado ?
Seria uma cólica de rim ?
Quantas dores e sofrimentos passamos ao longo de nossa jornada ...
Lágrimas que dos olhos caem.
Lágrimas que do coração padecem.
Lágrimas que rolam pela face.
Lágrimas que da alma descem.
Deus meu, por que na tua infinita misericórdia não me privaste de tal sofrimento !?...
Todas essas são dores doloridas ...
Vivemos em uma dimensão que não podemos avaliar qual das dores que nos causa maior sofrimento.
Cada ser humano tem a sua própria dor.
E, toda dor é dolorida, cada um de nós procura justificativas para afirmar que a nossa é a mais sofrida de todas elas.

Será que não somos egoístas ?
Todas essas dores doem ...
Você consegue no seu interior imaginar o sofrimento de Maria ao ver seu Filho sendo pregado da Cruz ?
Essa dor é menor do que a sua ?
Quando falo de egoísmo nosso, baseio-me no sofrimento da Mãe de Jesus sendo pregado na Cruz.
Eu perdi meus pais, e me dói demais na alma, nem o tempo consegue apagar, apenas alivia com o passar dos dias, mas quando paro para analisar que alguém melhor, e mais importante do que eu morreu por mim, minha dor é simplesmente ínfima diante de tamanha dor.
Todos os males que nosso corpo recebe, todas as dores e sofrimentos que passamos são doloridos, é verdade.
Mas o que machuca a nossa alma é o sofrimento de quando perdemos um ente querido.
Todas as palavras de conforto não confortam, não aliviam...
A verdadeira dor da alma só sente quem perdeu a quem ama.
Será que teremos que carregar essa dor durante toda a nossa existência ?
Necessariamente que não !
Olhe as sementes que foram plantadas. Quando uma semente morre é a certeza de que uma árvore nova foi gerada, e dará os frutos que alimentam a vida.
Nos restará colhermos esses frutos e, guardarmos no fundo da alma a nossa saudade e as nossas lembranças dos momentos maravilhosos que vivemos juntos.
A dor da alma se cura com a fé Naquele que por você deu a vida.

“ O coração do homem planeja o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos.” (Provérbios 16:9)

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/literatura-artigos/dor-da-alma-1048979.html

    Palavras-chave do artigo:

    vida

    ,

    amor

    ,

    saudade

    Comentar sobre o artigo

    sublime ato da procriação foi uma dádiva divina e não se robustece de pecado, visto que o sexo foi criado por Deus e colocou-o a disposição dos hominais e animais irracionais. Devido à desobediência da criação, macho e fêmea, ou seja, Adão e Eva, o Pai Maior disse aos dois “crescei e multiplicai-vos”. Era a primeira sentença matemática criado por Deus. O homem com seus dogmas e sua imperfeição acharam de ap

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 19/06/2009 lAcessos: 337
    Sandra Regina da Luz Inácio

    Este texto é dedicado ao único e grande amor de minha vida, “minha mãe”, que sei que jamais voltará e que nem mesmo a morte conseguiu destruir tanto amor.

    Por: Sandra Regina da Luz Ináciol Relacionamentosl 04/01/2010 lAcessos: 1,472

    Uma criança de dez anos dispara contra a professora. Saudade do tempo que Deus não era uma lembrança, mas uma presença!

    Por: Ivan Postigol Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 23/09/2011 lAcessos: 46
    HAMILTON SERPA

    Um paralelo entre estes relacionamentos que vivênciamos durante a vida

    Por: HAMILTON SERPAl Literatura> Poesial 06/12/2009 lAcessos: 242

    Hoje acordei com bastante saudades, que sentimento estranho é este. Saudade é o aperto no peito, é nostálgico, carregado de sentimentos de algo bom, agradável que ficou, que passou na nossa vida.

    Por: ASHBELL SIMONTON REDUAl Relacionamentos> Relações Amorosasl 14/07/2008 lAcessos: 539
    Camõesiana

    SONETO Nº 2362 AMOR DE MÃE-IDIOMA (1):PORTUGUÊS - Soneto Nº 2362 Clássico, sáfico, heróico; sílabas fortes na 4ª, 6ª, 8ª; 10ª sílabas; Rimado:

    Por: Camõesianal Literatura> Poesial 12/05/2009 lAcessos: 396
    Cris Henriques

    Associação de sentimentos profundos, como o Amor e as Saudades com a informática que amo conhecer, descobrir e aprender. É uma crónica poetica mas meio humoristica, para amenizar o sentimento forte que é sentir saudades de quem se ama e de quem se está distante por situações inevitáveis da vida...

    Por: Cris Henriquesl Literatura> Crônicasl 08/03/2012 lAcessos: 35
    Cláudia Borges

    Saudades de alguém muito especial. Uma saudade tão forte que se mistura com a saudade da infãncia, algo lindo, embora melancólico.

    Por: Cláudia Borgesl Literatural 13/04/2009 lAcessos: 438 lComentário: 2

    Na página descolorida do tempo, a vida singela se constrói aurida... Nos versos corroídos pelo vento, se forma uma erosão de despedida. A morte não é privilégio dos humanos, pois os deuses morrem também, de uma maneira ou de outra, iguais ou diferentes num compasso de um vai e vem. Esquece a morte e retoma outro azimute, inserindo na mente amores em folguedos... Com a vida não se brinca, ela é muito valiosa na arte de amar não tenhas medos...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 11/01/2014
    Tatiana Santos

    Florbela Espanca, poetiza portuguesa, incorporou em si o sentimento melancólico da falta e do vazio estrutural. Ao longo de uma vida em que sofreu algo maior do que ela própria, experimentou a sombra do objecto de amor perdido. O resultado foi a sua morte por suicídio no dia em que faria 36 anos, à hora precisa em que nasceu. A melancolia está patente em toda a obra de Florbela Espanca. Mas será que Portugal também é um país profundamente melancólico e saudosista?

    Por: Tatiana Santosl Literatura> Poesial 26/11/2011 lAcessos: 294

    A política brasileira além de ferver virou um inferno. Um inferno com muitos diabos que não têm medo da cruz. Deus, o nosso Pai morreu e Jesus não estão mais em seus corações. A caridade, a fraternidade e os bons princípios não foram sublimados, e sim exterminados juntamente com a ética. No coração do brasileiro só resta esperança, as forças já estão combalidas, vítimas de uma politicagem escarnecida. O encanto do Brasil antigo evaporou-se diante das aberrações e das corrupções eleitorais.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatural 13/10/2014

    Pensei nas pessoas sofredoras e fui orando para as entidades protetoras. Vi no semblante de uma criança solitária, a fome que a consumia. Imantei o amor em prol de um pequeno ser. Vi no sol da primavera seus momentos bons e ruins, mas não almejamos sofrimentos, principalmente para os seres indefesos e inocentes. Como diria Cornélio Pires, sempre noto com reserva as dores que vêm do herdeiro; não sei se o choro é de mágoa ou de briga por dinheiro.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatural 03/10/2014

    Lágrimas são emoções materializadas que romperam bandeiras do corpo físico. Em realidade, representam os excessos de energia que necessitamos extravasar. Nem sempre são as mesmas fontes que determinam as lágrimas, pois variadas são as nascentes geradoras que as expelem através dos olhos. Em épocas de política o Brasil se transforma, e denotamos como são grandes os aparatos, que os candidatos fazem para chamar a atenção do eleitor. Festival de publicidades, bandeirolas são tremuladas pelo vento d

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatural 24/09/2014

    Não temos como negar a influência da literatura da Idade Média, na literatura do cancioneiro popular da atualidade. Mesmo escritores eruditos, como Guimarães Rosa, Ariano Suassuna e outros, buscam fontes para suas obras, na literatura antiga.O cancioneiro popular adapta suas canções, sem negar o conhecimentos adquirido, ainda nos tempos de Carlos Magno, que forneceu assunto vasto para a poesia popular.

    Por: lúcia nobrel Literatural 19/09/2014

    Através do ensino de literatura estaremos levando aos nossos alunos ao conhecimento do fenômeno literário em seus aspectos: histórico-estético-cultural, através do contato com os artistas da palavra. Sendo a obra literária reflexo de vida, exteriorização verbal de uma experiência humana, nós, professores, evidentemente faremos uso dela para orientar a educação integral dos nossos alunos.

    Por: Sandra da Silva Cavalaro Zagol Literatural 29/07/2014

    Na poesia, o elemento diferenciador – o verso e tudo que nele se implica -, não deve ser tomado como recurso exclusivo e caracterizado da poesia, pois ela exprime-se por metáforas, tomadas no sentido genérico de figuras de linguagem, isto é, significantes carregados de mais de um sentido, ou conotação. a prosa é genericamente entendida com aposta ao verso.

    Por: Sandra da Silva Cavalaro Zagol Literatural 29/07/2014

    A literatura é uma forma de conhecimento da realidade que se serve da ficção e tem como meio de expressão a linguagem artisticamente elaborada. Esta nossa definição apresenta, de uma forma sucinta, a natureza e a função da literatura, bem como sua diferenciação das ciências e das outras artes.

    Por: Sandra da Silva Cavalaro Zagol Literatural 29/07/2014
    Jeferson Lopes Ribeiro

    Uma introdução ao conto. Uma espécie de continuação de contos de filhos de deuses, como hércules filho de Zeus e Percy Jackson filho de Posseidon.

    Por: Jeferson Lopes Ribeirol Literatural 25/06/2014 lAcessos: 17
    Soélis Sanches

    Não viva um grande amor sozinho !! Autor : Soélis Sanches Pode ser amor, paixão ou pode ser obsessão, mas quando amamos e nos entregamos demasiadamente e a outra pessoa não corresponde a esse amor o brilhantismo, o romantismo vão desaparecendo com o tempo e como águas passadas finalmente tudo termina. Eu vivi um grande amor sozinho sem que minh´alma encontrasse a outra metade que completaria o meu viver.

    Por: Soélis Sanchesl Literatura> Poesial 31/07/2010 lAcessos: 49
    Soélis Sanches

    Olhe para dentro de você e perceba a beleza e quanta coisa boa há dentro de seu coração.

    Por: Soélis Sanchesl Literatura> Poesial 11/07/2010 lAcessos: 95
    Soélis Sanches

    Dizem que a alma nós não a enxergamos e que nem existe, é porque ainda não viveram um grande amor e que deixasse marcas profundas;

    Por: Soélis Sanchesl Literatura> Poesial 09/05/2010 lAcessos: 67
    Soélis Sanches

    Conta uma lenda que quando Deus estava criando o mundo Ele deixou o amor por último. O amor seria o caçula de seus filhos.

    Por: Soélis Sanchesl Literatura> Poesial 13/03/2010 lAcessos: 300
    Soélis Sanches

    A maior perda da vida é quando uma verdadeira amizade se vai.

    Por: Soélis Sanchesl Literatural 26/12/2009 lAcessos: 53
    Soélis Sanches

    Minha vida se modificou quando num instante vislumbrei o seu sorriso encantador e conquistador que conheci, a sublime expressão do amor ...

    Por: Soélis Sanchesl Literatural 07/11/2009 lAcessos: 1,389
    Soélis Sanches

    Um lindo arco-íris se formou ... A chuva cessou ... O sol no céu brilhou ...

    Por: Soélis Sanchesl Literatural 10/10/2009 lAcessos: 185
    Soélis Sanches

    Decidi que a partir de hoje vou apenas “pensar” na minha vida.

    Por: Soélis Sanchesl Literatural 26/09/2009 lAcessos: 138

    Comments on this article

    0
    marcelo josé granço 27/06/2011
    faz sentido a dor de peder um ente querido mais a minha dor é tudo que eu qmo eu perco e tenho que conviver com essa dor de perca desculpa se vc me entende e não quero peder essas palavras que vc disse me ajud por favor obrigado
    0
    marismar 13/09/2010
    muito educativa esta mensagem
    vou olhar minha vida e meus sofrimentos
    de maneira a nao sentir mais sofredora
    q outros irmaos
    tambem nao tenho mais minha mamae
    mas deus mim deu uma pessoa maravilhosa a minha madrasta que eu amo muito
    e sou muito amada por ela.....
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast