Entrevista Com Marcos Andrade Abrão Sobre O Livro O Filho De Elohim

25/09/2009 • Por • 1,495 Acessos
ENTREVISTA COM MARCOS ANDRADE ABRÃO SOBRE O LIVRO O FILHO DE ELOHIM

1. Fale sobre o agir de Deus entre os judeus.

Resposta: O Eterno tem levantado nestes últimos dias o judaísmo messiânico
para alcançar o povo judeu, pois o judaísmo messiânico está afinado com o
concílio de Jerusalém que foi organizado no primeiro século, ou seja, não
obrigar os gentios a circuncidarem, mas respeitar o fato de que um judeu é
sempre um judeu e nunca deixa de ser um judeu, mesmo recebendo o testemunho
de Yeshua. Quando um judeu aceita Yeshua como o Messias e retorna de forma
espiritual para Deus, ele se torna um judeu completo.
De fato, na Torah (Pentateuco), o Eterno prometeu que não enviaria profetas incircuncisos para
Israel, e assim através do judaísmo messiânico, judeus transmitem as boas
novas para outros judeus.

O resultando é que um número crescente de pessoas em Israel tem aceitado o
testemunho de Yeshua. Porém, a grande restauração espiritual de Israel
ocorrerá nos últimos dias, quando o próprio Yeshua se revelará a Israel como
está escrito em Zacarias 12:10.
Possivelmente ocorrerá na festa de Yom Kipur
(dia da expiação ou do perdão), quando todas as famílias em Israel estiverem
reunidas jejuando e orando. Após este evento, Yeshua voltará a terra e
salvará Israel na batalha de Armagedom, restaurando o trono de David e
reinando em Jerusalém sobre Israel e sobre todas as nações da terra.
Quanto àqueles, dentre as nações, que receberam o testemunho de Yeshua e se
converteram ao Eterno, alguns serão escolhidos e nomeados para governarem as
nações da terra, e assim haverá uma recompensa para todos os servos de Deus.

A história de José, filho de Jacó, é muito parecida com a história de
Yeshua, e como José salvou o Egito e as nações e depois salvou também o seu
pai e os seus irmãos, assim também Yeshua se tornou um instrumento de
salvação para as nações, mas nos últimos dias salvará os seus irmãos, os
filhos de Israel, e restaurará a glória de Israel.

2. Existe a possibilidade de estreitar o relacionamento entre a Igreja e os
judeus messiânicos?

Resposta: Sim, na medida em que há uma atitude de respeito mútuo. Assim como
os judeus messiânicos não devem obrigar os gentios a circuncidarem, assim

também os gentios precisam entender que os judeus não podem largar seu
chamado com relação à aliança do Eterno com Abraão.
Assim, o judeu ao receber Yeshua não se torna cristão, mas um judeu completo e precisa
continuar circuncidando os seus filhos, pois ainda há promessas nos últimos
dias para o povo de Israel. Acerca disto lemos no livro de Atos no capítulo
21, quando Tiago encontrou o apóstolo Paulo e disse "quantas dezenas de
milhares há entre os judeus que creram (depositaram confiança que Yeshua é o
Messias), e TODOS são zelosos da Lei (Torah).

3. Como um judeu messiânico interpreta os 144.000 que se converterão durante
a tribulação?

Resposta: Os 144 mil são claramente judeus, sendo 12 mil de cada tribo que
serão escolhidos como discípulos especiais do Messias Yeshua, os quais
estarão mais próximos dele durante toda a eternidade. Isto não quer dizer,
de forma alguma, que sejam os únicos salvos, mas um grupo selecionado para
estar numa posição privilegiada com relação ao Messias.

4. Qual é o objetivo do livro Filho de Elohim?

Resposta: Revelar a missão e a pessoa do Messias Yeshua dentro de uma
perspectiva bíblica judaica. A B'rit Chadashá (nova aliança - novo
testamento) revela Yeshua como o Messias e o Filho de Deus (Elohim), porém
mantém a Unidade do Eterno, o Deus e Pai do nosso Senhor Yeshua.
Assim, o livro revela o Messias Yeshua de uma forma mais clara e em
conformidade com o texto bíblico, além de fornecer uma visão nítida sobre a
sua verdadeira natureza como Filho de Elohim.
Isto trás uma compreensão mais
profunda sobre o sacrifício de Yeshua e um entendimento correto das suas
palavras e ensinamentos, tendo como pano de fundo a cultura bíblica judaica.
Os versículos citados no livro foram traduzidos em conformidade com os
originais (Hebraico, Aramaico e Grego), para realçar ainda mais a verdade
das revelações.


5. Porque você colocou em seu livro o título de Filho de Elohim?

Resposta: Porque a palavra Elohim significa Deus, e Yeshua revelou
claramente que ele, o Messias, era o Filho de Deus, aquele que foi gerado
com o DNA espiritual do Eterno.


Bênçãos no Mashiach Yeshua!

Marcos Andrade Abrão

Perfil do Autor

Oxigenio Records

www.oxigenioonline.com