Letramento

15/04/2009 • Por • 10,108 Acessos

O termo letramento, mencionado pela primeira vez nos anos 80, começou a ter destaque no meio educacional na medida em que a alfabetização foi entendida como um processo complexo de aprendizagem lingüística. Em meio a essas transformações, o letramento veio ampliar o sentido da alfabetização e propiciar o entendimento da dimensão sócio-cultural do aprendizado da língua escrita, uma vez que esse aprendizado ocorre através da relação entre o sujeito e a cultura da sociedade em que vive (COLELLO, 2006).

O objetivo desse estudo é definir o significado do termo letramento e contextualizá-lo, estabelecendo sua relação com a alfabetização e a importância do entendimento do professor à cerca desse tema para assim, auxiliar e promover o desenvolvimento de um indivíduo realmente letrado e alfabetizado.

LETRAMENTO X ALFABETIZAÇÂO: O PAPEL DO EDUCADOR

Denomina-se letramento o processo de aprendizado da lingüística, através da convivência com materiais escritos diversos e de práticas de leitura e escrita.

Sabe-se que o ambiente em que o indivíduo está inserido pode ser um grande facilitador para o processo de letramento. Isso acontece quando no meio em que se vive é praticado leituras diversas, conversas sobre as leituras realizadas, enfim, é dado o exemplo de um modelo cultural letrado. Além disso, o estímulo a essas práticas é de suma importância para o processo de aprendizagem.

            Entretanto, com essas definições de letramento, surge a questão: qual a sua diferença em relação à alfabetização?

Alfabetização é o processo de aquisição de habilidades para a leitura e a escrita, enquanto o letramento usa essa habilidade para alcançar diferentes objetivos. (COLELLO, 2006). Portanto, o letramento permite uma relação diferenciada do indivíduo com a sociedade, permitindo-lhe uma conexão mais profunda com seu próprio contexto sócio-cultural.

Tfouni (1995, p. 20) apud Colello (2006) alerta para a diferença no nível social da alfabetização e do letramento:

 

“Enquanto a alfabetização se ocupa da aquisição da escrita por um indivíduo, ou grupo de indivíduos, o letramento focaliza os aspectos sócio-históricos da aquisição de uma sociedade”.

 

 

Vale ressaltar as idéias de Colello (2006) que afirma que a alfabetização e o letramento são processos paralelos, todavia se complementam, pois o ato de alfabetizar deve incluir o letramento na sua dinâmica.

Entender a diferença entre letramento e alfabetização permite que o educador compreenda a necessidade de desenvolver o olhar e a escuta para o processo de aprendizagem e as percepções do educando (GARCEZ, 2005).

Outra consideração que se deve fazer é referente às idéias de Bunzen (2006) quanto à qualidade dos livros didáticos e o uso que os professores de língua fazem desses recursos. O professor deve oportunizar, através da utilização racional dos recursos didáticos que aluno desenvolva sua própria aprendizagem e conhecimento. A respeito da qualidade dos livros infantis, Mattos (2003) apresenta em seu trabalho um apanhado de publicações interessantes para o educando se integrar nesse mundo da escrita e da leitura.

Através das considerações apresentadas, pode-se perceber que o termo letramento é muito abrangente e não pode ter uma definição simplista. Não existe nível zero de letramento e ele não é fixado pelo grau de alfabetização, por isso, mesmo um analfabeto pode apresentar níveis significativos de letramento, enquanto alguém alfabetizado pode ter dificuldades em exercer o letramento. O fato de ser um cidadão letrado facilita a relação com o meio em que se vive e em vista da importância de se desenvolver o letramento, o educador deve dar subsídios para que esse processo ocorra durante o processo de alfabetização do aluno.

REFERÊNCIAS

 BUNZEN, Clecio. Um estudo sobre a recepção do gênero livro didático de língua portuguesa: implicações para a formação do professor. [2006]. Disponível em: <www.letramento.iel.unicamp.br/pesquisas/pesquisa_iel/livro_didatico_clecio_bunzen. htm> Acesso em: 16 jun. 2006.

 

MATTOS, Margareth Silva. Letramento e Leitura da Literatura. [2003]. Disponível em: < www.tvebrasil.com.br/salto/boletins2003/lll/tetxt5.htm> Acesso em: 16 jun. 2006.

 

GARCEZ, Sabrina. Como ler e escrever antes da primeira série do Ensino Fundamental. Revista do professor. Porto Alegre, v.21, n.82, p. 5-7, abr./jun. 2005.

 

COLELLO, Silvia M. Gasparian. Alfabetização e Letramento: Repensando o Ensino da Língua Escrita. [2006]. Disponível em: <http://www.hottopos.com/videtur29/silvia.htm> Acesso em: 16 jun. 2006.

 

PEIXOTO, Cyntia Santuchi, SILVA, Eliane Bisi da, SILVA, Ivan Batista da et. al. Letramento: Você pratica? [2006]. Disponível em: <http://www.filologia.org.br/viiicnlf/anais/caderno09-06.htm> Acesso em: 16

Perfil do Autor

Alaides de F.H.S