Ameaças Externas - Uma Nova Realidade

28/11/2008 • Por • 1,832 Acessos

Caros(as) amigos(as)


Não estou falando de estrangeiros ou extra-terrestres e nem de invasão de sistemas corporativos. Estou falando de quem e o que pode ameaçar o seu negócio, das tendências do mercado e das tendências futuras que existe no seu ambiente. Trocando em miúdos: quem são seus reais concorrentes?


            Você já parou para pensar em quem realmente está concorrendo com o seu negócio? Por exemplo: Você tem uma clínica odontológica, muito bem montada em um bairro popular, oferece ótimos serviços e preços populares. Quem são seus principais concorrentes? Outros consultórios e clínicas da região? Errado!!!! Não é somente isso.


            Este está sendo um dos maiores erros que empreendedores de todos os setores estão cometendo ao planejar suas estratégias de marketing e campanhas publicitárias. Encarar como concorrentes somente as empresas que atuam no mesmo setor e  com o mesmo público alvo, está sendo cada vez mais, a menor das ameaças que sua empresa pode sofrer. Hoje se faz necessário encarar de uma outra maneira, de uma maneira mais ampla e saber identificar seus reais concorrentes. Voltando ao exemplo da clínica odontológica; será que a nova loja da VIVO instalada na rua de cima, não está tirando clientes em potenciais de sua clínica? Oferecendo aparelho celular com câmera e mais não sei o que, a um preço e condições que despertam os desejos latentes do consumidor, fazendo com que ele desvie a verba do tratamento odontológico para a compra do celular?


            A necessidade de desenvolver estratégias direcionadas à despertar desejos e necessidades tem que ser o foco das campanhas. Se os marketeiros da VIVO são experts nisso, fazendo com que consumidores em potencial de outros seguimentos desviem suas verbas, então está na hora de você fazer o mesmo. Mostre ao seu consumidor em potencial que se ele quer “sair bonito na foto”, antes deve fazer um tratamento odontológico. Ou algo parecido.


            O importante é dizer que: cada vez se faz mais necessário mostrar a REAL UTILIDADE do seu produto ou serviço ao seu consumidor em potencial, despertar o desejo latente e a necessidade que está dentro dele, não deixando que a concorrência o faça primeiro.


            Mostrar a REAL UTILIDADE de um produto ou serviço, não é simplesmente mostrar a qualidade e a tecnologia envolvida na produção, é mostrar o quanto ele pode melhorar a vida do consumidor. Se você vende móveis, tem que mostrar o conforto que ele vai proporcionar, depois de um dia de trabalho, se você vende informática, mostre também a importância e o conforto que irá proporcionar em sua vida e não simplesmente a tecnologia envolvida, se o seu serviço é estética, mostre também a importância de se estar de bem com sigo mesmo. E por aí vai...


            A NIKE é especialista nisso: antes de mostrar toda tecnologia envolvida na produção de seus materiais esportivo, ela mostra a importância da prática de esportes para a saúde e o bem estar.


            Pense nisso! Faça uma análise de quem, ao seu redor, poderia estar desviando consumidores em potencial e redirecione seus esforços e estratégias.


            Me conte o resultado daqui a três meses.



Marco Antonio Meira
Consultor de Marketing e Vendas


Diretor da SC Comunicação e Mrketing www.signcomputer.com.br



Perfil do Autor

Marco Antonio Meira

Administrador, especialista em Marketing e Vendas. Autor dos livros: Técnicas e Habilidade em Vendas e Negociação e AS 5 CHAVES para uma propaganda de sucesso. Diretor da Sign Computer comunicação Ltda.