Distúrbios do Sono - Revista PSIQUE

22/04/2010 • Por • 1,678 Acessos

DE OLHOS BEM ABERTOS.

Por: Thereza Cristina Ribeiro e Fausto Alves Ito.

Thereza Christina Ribeiro é especialista em Psicologia Clínica; psicanalista e Membro Associado da International Psychoanalytical Association (IPA) 

Fausto Alves Ito é Dentista especialista em Anatomia Aplicada da Cabeça (ICB-USP); Membro da Associação Brasileira do Sono e Diretor da ITO Clínica – Ronco & Apneia do Sono (RJ).

___________________________________

Desde a era industrial as horas de sono diminuíram gradativamente ao passo que a obesidade e enfermidades cardiocirculatórias se consolidaram como problemas graves de saúde pública. A relação entre sono e doenças insuspeitadas anteriormente está cada vez mais evidente quando observamos o estilo de vida da nossa população, o descanso cada vez mais reduzido em detrimento do "alto rendimento profissional" e o apelo crescente pela internet. Será que é ilusão ou ainda há um alto grau de desinformação ao supormos que continuaremos a ter o mesmo desempenho nas nossas funções diurnas, uma vez que insistimos em ignorar a necessidade e a importância do sono em nossas vidas?

O sono é um processo dinâmico, vital para a saúde e depende do equilíbrio psíquico, neurológico e hormonal. A sua estrutura é composta de 5 fases: estágios 1, 2, 3 e 4 do sono de ondas lentas ou NREM (sem movimentos oculares rápidos) e sono REM (com movimentos oculares rápidos). Para considerarmos o sono reparador é preciso que, ao longo da noite, ocorra de quatro a seis passagens em cada uma dessas fases, sendo necessários cerca de 70 a 120 minutos para completar cada ciclo. O sono REM, conhecido também como sono dos sonhos, é importante para o aprendizado, raciocínio, criatividade e sedimentação de conhecimentos. É fato que as pessoas necessitam de quantidades variáveis de horas de sono, porém o mais importante é a qualidade dessas horas dormidas e, consequentemente, se esse sono será capaz de restabelecer física e psiquicamente a pessoa para o dia seguinte ...

* Acesse o link e confira o artigo na íntegra: http://psiquecienciaevida.uol.com.br/ESPS/Edicoes/51/artigo168446-2.asp

Referências:

  1. AMERICAN ACADEMY OF SLEEP MEDICINE. The International Classification of Sleep Disorders, 2nd Edition: Diagnostic and Coding Manual. Westchester, Il 2005.
  2. AMERICAN SLEEP DISORDERS ASSOCIATION. Practice parameters for the treatment of snoring and obstructive sleep apnea with oral appliances. Sleep, v.18, n. 6, p. 511-13, 1995.
  3. CAUTER, E. V.; LEPROULT, R.; PLAT, L. Age-related changes in slow wave sleep and REM sleep and relationship with growth hormone and cortisol levels in healthy men. JAMA, v. 284, n.7, p. 861-68, 2000.
  4. FREUD, S. Obras psicológicas completas. Edição Standard Brasileira; Rio de Janeiro: Editora Imago, 1972.
  5. ITO, F. A.; ITO, R. T.; MORAES, N. M.; SAKIMA, T.; BEZERRA, M. L. S.; MEIRELLES, R. C. Condutas terapêuticas para tratamento da síndrome da resistência das vias aéreas superiores (SRVAS) e da síndrome da apneia e hipopneia obstrutiva do sono (SAHOS) com enfoque no Aparelho Anti-Ronco (AAR-ITO). Dental Press Ortodon Ortop Facial, v. 10, n. 4, p. 143-156, 2005.

Perfil do Autor

Dr. Fausto Ito

ITO CLÍNICA - Ronco & Apneia do Sono. Ipanema - RJ: (21) 2512 5151 www.itoclinica.com.br