Ginástica Laboral - Os benefícios da Ginástica Laboral nas empresas

16/04/2012 • Por • 271 Acessos

A Ginástica Laboral pode ser definida como atividade física durante o expediente de trabalho e tem como tarefa a prevenção de doenças do trabalho.

"O bom estado físico do Trabalhador garante eficiência e eficácia, além de diminuir os riscos de invalidez decorrente do oficio ou de se aposentarem precocemente devido as doenças degenerativas" (Sharkey,1998).

Segundo estudos, os primeiros registros da prática da Ginástica Laboral que temos são do ano de 1925. Neste ano, na Polônia, operários se exercitavam com uma pausa adaptada a cada ocupação particular. Anos depois, esta ginástica foi introduzida na Holanda e na Rússia. No início da década de 60, ela começou a ser praticada na Alemanha, na Suécia, na Bélgica e no Japão. Os Estados Unidos adotaram a Ginástica Laboral em 1968.

No Brasil, os primeiros registros que temos da Ginástica Laboral são de 1973 da Escola de Educação Física da Federação dos Estabelecimentos de Ensino de Novo Hamburgo/RS (FEEVALE) com um projeto de "Educação Física Compensatória e Recreação" no qual a escola estabelecia uma proposta de exercícios baseados em análises biomecânicas.

A Ginástica Laboral é uma grande aliada ao combate do sedentarismo e prevenção de Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT).

Podemos citar como benefícios do programa de Ginástica Laboral nas empresas 4 fatores:

1º Fisiológico: A prática da atividade promove a sensação de bem estar.

2º Psicológicos: Elimina-se a rotina do dia a dia.

3º Sociais: Promove a interação dos funcionários.

4º Empresariais: Melhora a imagem da empresa junto aos funcionários.

Em um programa de Ginástica Laboral é importante que antes da realização das atividades seja feita uma avaliação postural dos funcionários para que os exercícios sejam realizados de acordo com a necessidade dos colaboradores nos setores.

Por mais que a Ginástica Laboral seja definida como exercícios no local de trabalho, é importante ressaltar que esta atividade não cansa e nem provoca sudorese nos funcionários, pois seus exercícios são específicos, leves e de curta duração.

Se sua empresa pretende realizar atividades ligadas a Qualidade de Vida no Trabalho, vale a pena investir em Ginástica Laboral.

Perfil do Autor

Rafael

Rafael Lobo é palestrante e sócio-diretor da empresa Conceito Zen. Atua há 5 anos com atividades para SIPAT e programas de Qualiade de Vida...