Qual o melhor tratamento para combater a azia

Publicado em: 19/08/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 168 |

Neste artigo vamos revelar os melhores remédios caseiros para o tratamento dos sintomas da azia. Aprenda algumas formas de combater a azia, esse ardor no estômago que provoca sabores bastante desagradáveis na boca e que tantas pessoa afecta.

O que provoca a azia?

Pode ser muita coisa, mas na maioria dos casos é um refluxo de ácido. Ou seja, alguns dos sucos gástricos que se encontram normalmente no estômago recuam para fora deste até ao esófago, o tubo entre o estômago e a boca. Estes sucos gástricos incluem o ácido hidroclorídrico, a substância corrosiva usada nas indústrias para limpar o metal.

Apesar de o estômago ter um revestimento que o protege do ácido, o esófago não tem. É por isso que os ácidos gástricos quando sobem queimam, às vezes de tal maneira que pode pensar que está a ter um ataque cardíaco.

O que provoca a subida dos sucos gástricos?

É aquele ataque devorador ao frigorífico, a principal causa mais vulgar. Mas é claro que não é a única. Infelizmente, há pessoas que sofrem de azia mesmo sem comer daquela maneira. Em atenção a todos esses sofredores e também aos outros quase "merecidos" sofredores, que precisam de perceber um pouco mais sobre o a razão de termos azia e quais os melhores remédios caseiros para a combater, que propomos este artigo.

Algumas dicas para prevenir e combater o aparecimento da azia:

Não exagere na quantidade de comida:

Os ácidos gástricos podem ser empurrados à força para o esófago se houver muita comida na barriga. Coma mais e empurrará ainda mais ácido. Há muitas causas para a azia, mas a dos sofredores ocasionais deve-se normalmente ao facto de comer muito e depressa de mais.

Não se deite se sentir azia:

Sim, sente-se pessimamente, e incentivado a deitar-se. Não faça isso! Se o fizer, a gravidade estará contra si. Mantenha-se direito, e os ácidos gástricos terão a tendência para ficarem no seu estômago. A água não corre para cima e o ácido também não. Quando se deitar, levante um pouco a cabeceira da cama por meio de um calço na zona da cabeça. Manter a cama inclinada desencoraja o regresso da azia.

Tome um antiácido:

Um antiácido comercializado, tal como Maalox ou Vingel, costumam produzir alívio rápido a azias ocasionais.

Não agrave o seu problema com maus conselhos:

Talvez já tenha ouvido dizer que algumas coisas, tal como leite ou rebuçados de mentol, são boas dicas para a azia. Certifique-se de que a pessoa que lhe disse isso não lhe quer impingir nada. Qual é o problema do leite e dos rebuçados de mentol? Estes últimos são um dos vários alimentos que tendem a relaxar o esfíncter do baixo esófago, a pequena válvula que mantém os ácidos no estômago e a pequena tampa que às vezes o protege quando come em excesso.

Então, e o leite? É o seguinte: as gorduras, proteínas e o cálcio no leite estimulam a produção de ácidos no estômago. Algumas pessoas aconselham o leite para a azia – mas há um problema. Sabe bem quando desce, mas estimula a secreção de ácidos no estômago. Outros alimentos que relaxam o esfíncter, e que devem ser evitados para aliviar ou evitar a azia, incluem a cerveja, vinho, outras bebidas alcoólicas e tomate.

Bebidas com cafeína aumentam a sensação de azia

Corte na cafeína:

Bebidas com cafeína, tal como café, chá e coca-cola, podem irritar um esófago já inflamado. A cafeína relaxa igualmente o esfíncter.

Evite a pior sobremesa do mundo para si:

Qual é o primeiro alimento a evitar quando se sofre de azia? O chocolate. Este doce tem dois problemas para as pessoas com azia. É praticamente só gordura e tem cafeína. Mas para os viciados em chocolate, no entanto, temos uma boa notícia: o chocolate branco, apesar de ter gordura, quase não tem cafeína.

Renove o ar:

Não interessa se o fumo de tabaco é seu ou de outros – evite-o! Só lhe vai relaxar o esfíncter e aumentar a produção de ácido.

Evite bebidas efervescentes:

Todas aquelas bolhinhas podem alargar-lhe o estômago, tendo o mesmo efeito no esfíncter do que comer de mais.

Dê o hambúrguer ao cão:

Se tiver acabado de devorar um hambúrguer triplo com queijo, batatas fritas e um batido duplo, está aí uma boa razão para a sua dor. Alimentos oleosos, fritos e gordos costumam ficar imenso tempo no estômago, provocando aumento na produção de ácidos. Evitar alimentos e produtos lácteos gordos diminui de certeza a frequência das crises.

Alargue o cinto:

Muitas pessoas aliviam a azia usando suspensórios em vez de cinto.

Se levantar algo, dobre os joelhos:

Se se dobrar pelo estômago, comprime-o, e o ácido sobe. Dobre os joelhos... Não só controla o ácido como é melhor para as suas costas.

 

Analise todos os medicamentos que tem em casa

Examine a sua farmácia caseira:

Pode encontrar lá a fonte dos seus problemas. Uma série de drogas, incluindo alguns anti-depressivos e sedativos, agravam a azia. Se sofre de azia enquanto toma uma droga receitada, reveja-a com o seu médico.

Evite as especiarias:

As malaguetas e os seus primos picantes podem ser considerados como inimigos óbvios, mas não são. Muitas das pessoas que sofrem de azia conseguem comer comidas condimentadas sem piorar as dores. Mas também há outras a quem não acontece a mesma coisa.

Tenha cuidado e não medo dos citrinos:

Alimentos ácidos, tal como laranjas e limões, podem causar apreensão, mas o seu ácido não se compara com o que o seu estômago produz. Um médico sugere que deixe a sua barriga decidir sobre esses alimentos.

Jante mais cedo amanhã:

Nunca coma no prazo das duas horas e meia antes de dormir. Um estômago cheio a trabalhar em conjunto com a gravidade são a melhor maneira de empurrar os ácidos para o esófago.

Leve uma vida mais calma:

O stress pode provocar um aumento da produção de ácidos no estômago. Algumas técnicas de relaxamento ajudam a diminuir a tensão, permitindo-lhe equilibrar a sua química corporal desequilibrada.

Antiácidos ajudam mesmo:

Os medicamentos para ajudar a digestão costumam ser eficazes e seguros . Pelo menos é o que se espera: os americanos gastam biliões de dólares nestes medicamentos. Os antiácidos preferidos pelos especialistas são muitos dos mais vulgares – todos os que digam no rótulo que são feitos de hidróxido de magnésio e hidróxido de alumínio. (Um provoca prisão de ventre, o outro diarreia; juntos compensam os efeitos secundários de outro).

Apesar de essa mistura não ter praticamente efeitos secundários, não é aconselhável tomá-la mais de um mês ou dois seguidos. São tão eficazes que podem esconder um problema grave que precise de ser tratado por um médico. Os especialistas concordam que os antiácidos em líquido, embora menos cómodos do que em comprimidos, são, de um modo geral, mais eficazes.

Alerta Médico:

"Pode ser uma úlcera!" - Se tem azia frequentemente, sem qualquer razão aparente, consulte um médico.

Com que frequência tem azia? Regra geral, duas a três vezes por semana durante mais de quatro semanas. Embora a azia seja na maioria das vezes provocada por refluxo de ácido, pode ser também um sinal de úlcera.

A azia acompanhada por qualquer um dos sintomas que se seguem, deve ser examinada por um médico rapidamente. Pode significar um ataque cardíaco.

● Dificuldade ou dores quando engole.

● Vomitar sangue.

● Fezes pretas ou ensanguentadas.

● Falta de ar.

● Tonturas ou confusão.

● Dores irradiando para o pescoço e ombros.

Fique também a saber que a azia causada por um refluxo de ácido costuma ser pior depois das refeições. Se a sua azia piorar antes das refeições, pode ser um sinal de úlcera.

Experimente a medicina alternativa

A via alternativa:

Mezinhas do jardim:

Vá até à sua loja de produtos naturais favorita, e tem grandes hipóteses de encontrar diversas plantas conhecidas por combater a azia. O Dr. Daniel B. Mowrey, psicólogo e psicofarmacologista, que investiga a aplicação das plantas na medicina há já quinze anos, obteve resultados que lhe permitiram chegar à conclusão de que, sim, alguns medicamentos naturais aliviam e evitam a azia.

Raiz de gengibre:

Esta é a mais útil, diz o Dr. Mowrey. Já vi os seus resultados vezes suficientes para ficar convencido. Médicos ainda duvidam do seu funcionamento, mas dizem que parece absorver bem o ácido e ter o efeito secundário de acalmar os nervos.

Tome uma cápsula antes de comer. Comece com duas cápsulas e aumente a dosagem quando precisar. Saberá que já tomou o suficiente, quando sentir o sabor do gengibre na garganta.

Plantas amargas:

Uma classe de plantas chamadas "medicinais amargas", usadas durante muitos anos em diversos pontos da Europa, são também uma boa ajuda. Exemplos de plantas amargas vulgares são a raiz de genciana, absinto e hidraste. «Eu sou testemunha de que funcionam», diz o Dr. Mowrey. Estas plantas podem ser tomadas antes da refeição em cápsulas ou em extracto líquido.

Plantas aromáticas:

As plantas aromáticas, tal como a gatária e a erva-doce, são igualmente conhecidas como úteis para a azia. «Mas a investigação desta teoria tem sido esporádica», diz o Dr. Mowrey.

Algumas plantas que deve evitar:

Há um grupo de plantas, que inclui musgo-da-Irlanda, banana-de-São-Tomé e olmo, que costuma ser recomendado, mas «eu não não tenho a mínima confiança nelas», continua o Dr. Mowrey.

Aplique vinagre de cidra:

Fora da família das plantas, uma solução muito utilizada para a azia é uma colher de chá de vinagre de cidra em meio copo de água, bebida durante a refeição. «Já o fiz muitas vezes – e funciona mesmo» diz Betty Shaver, conferencista sobre mezinhas herbáceas e caseiras no Instituto de Beleza Nova Época, em Nova Iorque. «Pode parecer estranho ingerir ácido quando se tem um problema com ácidos» reconhece Shaver, mas «há ácidos bons e ácidos maus».

 

 

Este e outros artigos no Dicas Caseiras

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/medicina-alternativa-artigos/qual-o-melhor-tratamento-para-combater-a-azia-5141865.html

    Palavras-chave do artigo:

    azia no estomago

    ,

    azia remedio

    ,

    azia

    Comentar sobre o artigo

    Verônica Silva

    Remédios Caseiros, medicina natural, plantas medicionais e medicamentos fitoterápicos. Soluções simples e naturais para diversos problemas de saúde.

    Por: Verônica Silval Saúde e Bem Estar> Medicinal 18/02/2013 lAcessos: 70
    Ricardo Miguel

    Um estudo realizado por três universidades, elegeu a banana como um dos alimentos mais completos e perfeitos na sua composição. Saiba porquê...

    Por: Ricardo Miguell Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 22/06/2010 lAcessos: 1,372
    Marcia Sampaio

    A utilização das plantas para fins medicinais é tão antiga quanto a própria humanidade.Os antigos sacerdotes egípcios já empregavam as plantas medicinais como forma de tratamento, assim como os gregos e romanos. As culturas chinesa e indiana, desde a antigüidade, vêm aproveitando os benefícios das plantas medicinais.A Organização Mundial de Saúde calcula que as plantas medicinais, hoje, são de três a quatro vezesmais utilizadas do que a mais utilizadas do que a medicina convencional.

    Por: Marcia Sampaiol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 26/03/2009 lAcessos: 5,370

    Produtos naturais para curar doenças passou a ser usado hà pouco tempo pelo ocidente, mas já era usado hà muito atraz pelos chineses.

    Por: Koindexterl Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 23/04/2008 lAcessos: 5,241

    A bebida popularmente conhecida pela infusão de folhas, flores e raízes apresenta cada vez mais benefícios para o organismo, em novos sabores e um jeito diferente de consumir.

    Por: Marianal Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 17/09/2014

    Em anos recentes, a população passou a ser alertada com mais regularidade sobre os riscos da falta de vitamina D – obtida 90% através da exposição ao sol, principalmente aos raios UVB, e 10% através da alimentação (óleo de fígado de bacalhau, gema de ovo, fígado, manteiga e peixes, como salmão, cavala, arenque, sardinha e atum).

    Por: Vítor Margatol Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 16/09/2014 lAcessos: 13

    Professora especialista informa que o curso de Homeopatia é considerado livre a partir da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional

    Por: Terezinha Tarcitanol Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 01/09/2014
    Professora Eliete M M Fagundes

    Professora dá dicas de como fazer tratamento homeopático sem corres riscos em alguma blitz policial de teste do Bafômetro

    Por: Professora Eliete M M Fagundesl Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 14/08/2014
    Gabriel Reis Stein

    É um método terapêutico complementar que se utiliza da impostação das mãos e da Energia Vital no intuito de equilibrar os campos energéticos do indivíduo, auxiliando-o no restabelecimento do seu equilíbrio físico, mental e espiritual. Esta técnica foi resgatada no século XIX pelo monge budista Mikao Usui.

    Por: Gabriel Reis Steinl Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 13/08/2014

    Normalmente as saunas são conhecidas como centros de relaxamento, porem o que muita gente desconhece é que a sauna pode trazer muitos benefícios para a saúde e também muitos benefícios estéticos.

    Por: Bruno Souzal Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 12/08/2014

    Quando você ou um ente querido é infligido com transtorno bipolar, você acha que não há fim para manter as coisas em ordem.

    Por: ClaudioRjl Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 11/08/2014 lAcessos: 15

    Segundo a professora, o tratamento diminui os edemas, facilitando a circulação dos vasos sanguíneos e linfáticos, e melhorando o apetite

    Por: Terezinha Tarcitanol Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 17/07/2014 lAcessos: 13
    Ricardo Miguel

    Apesar da Internet e de muita informação, existem vários mitos e dúvidas sobre as mulheres, sobre a sexualidade e sobre o seu corpo. Descubra 10 verdades e mentiras sobre as mulheres.

    Por: Ricardo Miguell Lar e Família> Mulherl 21/04/2014 lAcessos: 35
    Ricardo Miguel

    Ninguém gosta de limpezas, muito menos quando chega a hora de limpar os seus sanitários. Neste artigo ensinamos as 5 dicas principais para limpar corretamente os seus sanitários.

    Por: Ricardo Miguell Casa & Jardiml 09/04/2014
    Ricardo Miguel

    Já conhece a stevia? Porque este novo açúcar não é prejudicial para a saúde? Conheça todos os benefícios e as diferenças que existem em relação ao açúcar convencional.

    Por: Ricardo Miguell Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 02/04/2014 lAcessos: 38
    Ricardo Miguel

    Como surgiu a anestesia? Que tipos de anestesia existem? Para que serve e como é aplicada? Conheça a história e várias curiosidades sobre a anestesia.

    Por: Ricardo Miguell Ciências> Químical 31/03/2014 lAcessos: 28
    Ricardo Miguel

    Guia super completo com muitas dicas de como cuidar do seu bebé recem-nascido. Saiba com o alimentar, como cuidar dele, como reagir perante várias situações e muito mais.

    Por: Ricardo Miguell Lar e Família> Bebêsl 31/03/2014 lAcessos: 43
    Ricardo Miguel

    Conheça estas 8 dicas muito simples mas excelentes e bastante eficazes para perder peso e não engordar. Emagreça sem esforço e sem sofrimento, mudando pequenos hábitos do dia-a-dia.

    Por: Ricardo Miguell Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 27/03/2014 lAcessos: 25
    Ricardo Miguel

    Sabia que com algumas dicas simples pode manter a sua casa sempre arrumada e organizada? Conheça várias dicas que vão ajudar a poupar tempo e trabalho.

    Por: Ricardo Miguell Casa & Jardim> Decoraçãol 24/03/2014 lAcessos: 31
    Ricardo Miguel

    Saiba o que é a massagem shiatsu, em que consiste, como é realizada e conheça os vários benefícios que pode trazer para a saúde.

    Por: Ricardo Miguell Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 14/03/2014 lAcessos: 25
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast