Bócio - Causas, sintomas, tratamento e prevenção

29/07/2010 • Por • 6,918 Acessos

O bócio  caracteriza-se pelo aumento da glândula tireóide. A glândula tireóide desempenha importantes funções no organismo, ela participa do controle do metabolismo e produz hormônios.

Nas pessoas que apresentam o bócio pode-se verfivicar uma elevação dessa glândula na região do pescoço. Essa doença atinge cerca de 10% da população e é mais frequente em mulheres entre quarenta e cinquenta anos.

Causas da doença

As causas dessa doença são diversas pode ser hereditárias, ou pelo excesso ou redução do funcionamento da tireóide, hipertireoidismo e hipotireoidismo respestivamente. Também podem ser causadas por deficiência de iodo na dieta, uso de medicamentos, tumores malignos (familiares ou associados a exposição à radiações) ou benignos (de origem desconhecida) e doenças autoimunes (anticorpos que bloqueiam ou estimulam a fabricação de hormônios).

Sintomas da doença

Os sintomas mais comuns são os nódulos e inchaços na região do pescoço. No entanto, a pessoas também pode apresentar dificuladdes para respirar, deglutir e dores nas articulações. Para fazer o diagnóstico o médico realiza exames clínicos, observa e examina a região do pescoço e também baseia-se na história clínica do paciente.

Tratamento e Prevenção

O melhor tratamento para a doença será decidido pelo médico. O tratamento pode incluir desde medicamentos até cirurgia para a retirada da tireóide em alguns casos. Após alguns tipos de tratamentos pode ser necessário a reposição hormonal.

O consumo do sal iodado é uma boa forma de prevenir a doenças, as pessoas que apresentam casos de bócio na família deve consultar o médico regularmente. Além disso outra forma de prevenção é evitar expor a tireóide a radiações.

 

Perfil do Autor

Christiano Lima Santos

Se você curtiu este artigo, por que não visita nossos blogs? Falamos sobre vários assuntos, desde artigos de nutrição como Vitamina B3 a investimentos como Poupança ou CDB no Banco do Brasil .