Saúde e Produtividade] Estratégia 5 – Ginástica Laboral

Publicado em: 25/05/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 399 |

12 Estratégias para redução do adoecimento osteomuscular na empresa

- Estratégia 5 – Ginástica Laboral -

Dando continuidade à série de 12 estratégias para redução do adoecimento osteomuscular relacionado o trabalho com alta produtividade falaremos hoje sobre a Ginástica Laboral na empresa.

Uma característica comum nas empresas do segmento industrial é o uso excessivo do corpo humano para o desempenho das tarefas gerando uma sobrecarga funcional que desencadeia o adoecimento. Por outro lado em escritórios informatizados existe uma elevada taxa de contração muscular estática (é quando um músculo está contraído e não relaxa fazendo com que não receba oxigênio e isto leva a lesões e muita dor) o que também leva a uma sobrecarga funcional e ao adoecimento. Visando combater estes fatores uma estratégia é a Ginástica Laboral que é indicada para amenizar o desgaste postural e prevenir lesões osteomusculares relativas ao trabalho podendo-se utilizar em eventos ou semanalmente como rotina preventiva.

Existem três formas básicas de ginástica no trabalho: preparação, compensação e relaxamento. A de preparação é a ginástica realizada ante do inicio do expediente de trabalho e visa aquecer e preparar a musculatura e tendões para o inicio das atividades.  A ginástica compensatória é a mais comum sendo realizada durante a jornada de trabalho e visa fornecer uma pausa das atividades com distensionamento dos músculos e tendões compensando a sobrecarga causada pelo trabalho. Já a ginástica de relaxamento em geral é realizada mais para o final do expediente e serve para distensionar os músculos e tendões para que o colaborador possa ir para casa sem o excesso de tensões provocadas pelo dia de trabalho.

A ginástica não precisa ser apenas alongamentos, podendo ser variada com diversas modalidades como yoga, pilates, manipulação osteopática, quick massage entre outras. O importante é a avaliação prévia das atividades de trabalho para verificar quais as partes do corpo precisarão do trabalho em específico e o uso de profissional capacitado para a realização conforme a variação da ginástica que está sendo realizada. Os profissionais que realizam ginástica laboral são o fisioterapeuta do trabalho e o educador físico.

Leonardo Rodrigues

Fisioterapeuta do Trabalho e

Ergonomista

leonardo@ergosul.com.br

(Leonardo Rodrigues escreve quinzenalmente no Blog da Consultoria GestãoAdvBr sobre Saúde e Produtividade Empresarial)

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/medicina-artigos/saude-e-produtividade-estrategia-5-ginastica-laboral-2452553.html

    Palavras-chave do artigo:

    ginastica

    Comentar sobre o artigo

    De acordo com o Ministério da Educação (1990), o objetivo principal da ginástica na empresa é possibilitar um aquecimento muscular capaz de atenuar a incidência de acidentes de trabalho causados por esforço físico sem preparação. Acredita-se que a Ginástica Laboral seja um caminho para a ampliação do conceito de saúde e mais um campo de atuação para os profissionais. Neste artigo você encontra um pouco da história desta fantástica ferramenta.

    Por: Revitality Ergonomia e Qualidade de Vidal Saúde e Bem Estarl 03/09/2009 lAcessos: 5,232 lComentário: 4
    Prevency

    O que é Ginástica Laboral? Como funciona a Ginástica Laboral? Por que a Ginástica Laboral faz bem? Qual é a contraindicação para a Ginástica Laboral? Quais são as indicações para a Ginástica Laboral? Como é implantada a Ginástica Laboral? Quanto tempo leva a Ginástica Laboral? Preciso de alguma roupa especial para fazer Ginástica Laboral? A Ginástica Laboral faz transpirar? Qual a formação do profissional responsável pela execução da Ginástica Laboral?

    Por: Prevencyl Saúde e Bem Estarl 02/04/2009 lAcessos: 16,259 lComentário: 14
    Luiz Jafér

    Este trabalho tem como objetivo estabelecer as principais relações envolvidas na prática sistemática de exercícios físicos (em especial a ginástica aeróbica) com a Síndrome Pré Menstrual (SPM). Muitas mulheres do mundo inteiro todos os meses deparam-se com uma série de sintomas vindos antes da menstruação que acabam afetando sua saúde e seu bem-estar, ás vezes de forma significativa.

    Por: Luiz Jaférl Saúde e Bem Estarl 28/05/2012 lAcessos: 666
    elisandra marines krenchinski

    Alcançar a qualidade de vida no trabalho é um grande desafio para as organizações, ela proporciona maior bem estar e equilíbrio para os colaboradores, gerando alta satisfação e comprometimento. Vemos que os benefícios são muitos, e quando aplicada de maneira adequada a ginástica laboral gera forte impacto para a saúde emocional e física dos colaboradores e na saúde financeira das organizações.

    Por: elisandra marines krenchinskil Negócios> Administraçãol 06/05/2009 lAcessos: 10,986 lComentário: 4
    Rafael

    Conheça a história da Ginástica Laboral e entenda porque esta atividade pode trazer grandes benefícios para sua empresa.

    Por: Rafaell Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 16/04/2012 lAcessos: 248
    Enyo Mendes

    A forma de gerenciamento das academias de ginástica, as quais Toscano (2001) conceitua como centros de atividades físicas onde se prestam serviços de avaliação, prescrição e orientação de exercícios físicos, sob supervisão direta de profissionais de educação física, sofreu alterações ao longo dos tempos. Cada vez mais acirrada a concorrência, devido ao acelerado fenômeno da globalização, porém em alguns momentos podendo diferir de empresa para empresa seguindo os objetivos.

    Por: Enyo Mendesl Negócios> Gestãol 26/04/2009 lAcessos: 5,551 lComentário: 3

    A iniciação da Ginástica Artística, bem como o desenvolvimento técnico, segue diretrizes pedagógicas progressivas intimamente ligadas aos diversos períodos do desenvolvimento fisiológico da criança. O corpo humano evolui distintamente em suas características físicas e psíquicas nos diversos períodos da vida; características essas que o professor de Educação Física sempre deve levar em consideração. Estudiosos do desenvolvimento humano desenvolveram diferentes tabelas para a classificação do

    Por: Jeanne Chaves de Abreul Educação> Ensino Superiorl 19/05/2011 lAcessos: 2,420

    Há tempos, as empresas brasileiras estão incorporando, cada vez mais, ao seu expediente de trabalho a ginástica laboral, pois esta prática traz benefícios aos funcionários e os empregadores, que terão, sem dúvida, uma equipe mais motivada.

    Por: Marial Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 28/02/2011 lAcessos: 318
    Robson Luís

    Treinar com aparelhos de ginástica é uma excelente alternativa para iniciantes. Conheça os benefícios dos aparelhos de ginástica e como usá-los.

    Por: Robson Luísl Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 20/11/2013 lAcessos: 52
    marco rogerio silva

    O presente trabalho aborda a concepção do profissional de enfermagem em relação ao descarte adequado dos Resíduos Sólidos dos Serviços de Saúde (RSSS), tendo como objetivo analisar o que a literatura demonstra sobre como estes profissionais realizam a separação dos resíduos sólidos dos serviços de saúde. Esta pesquisa apresenta um resultado qualitativo, dado através de uma revisão bibliográfica integrativa.

    Por: marco rogerio silval Saúde e Bem Estar> Medicinal 23/02/2015
    marco rogerio silva

    Instituições de saúde nos últimos anos têm-se preocupado em incentivar e fiscalizar a adoção de medidas básicas de higiene. Este estudo tem como foco principal apresentar aos profissionais de saúde uma abordagem pormenorizada sobre a importância da higienização das mãos em Unidades de Terapia Intensiva, identificando e descrevendo suas vertentes, refletindo sobre a sua importância.

    Por: marco rogerio silval Saúde e Bem Estar> Medicinal 23/02/2015

    Especialista dá três conselhos importantes para quem está começando a vida sexual

    Por: Vítor Margatol Saúde e Bem Estar> Medicinal 23/02/2015
    Élida Alexandre

    Os resultados de um ensaio clínico de fase III chamado ALSYMPCA mostram que o rádio-223 dichloride (Xofigo®) melhora a sobrevida global em homens com câncer de próstata avançado que se espalhou para os ossos em comparação com um placebo.

    Por: Élida Alexandrel Saúde e Bem Estar> Medicinal 20/02/2015
    Rubens Britto

    O que você pensa sobre o tabagismo e seu abandono? Em geral, a maioria das pessoas, incluindo os fumantes, é contra o tabagismo. Esse posicionamento é imperioso para que se obtenha êxito pleno na abdicação do vício tabágico.

    Por: Rubens Brittol Saúde e Bem Estar> Medicinal 18/02/2015
    marco rogerio silva

    Este projeto aborda estudos que revelam uma grande proximidade dos fatores para o desenvolvimento da hipertensão arterial, e descrever os fatores de risco que ocasionam a doença tais como: a hereditariedade, a idade, o gênero, o grupo étnico, o nível de escolaridade, o status socioeconômico, a obesidade, o etilismo, o tabagismo. Tem como objetivo, descrever as causas, evolução e o tratamento da Hipertensão Arterial em idosos.

    Por: marco rogerio silval Saúde e Bem Estar> Medicinal 15/02/2015
    marco rogerio silva

    O presente estudo tem como questão-problema: Qual a importância da humanização do âmbito laboral para o profissional, bem como para o usuário? A partir daí, emerge como objetivo a discussão sobre a humanização do trabalho do profissional da enfermagem do trabalho.

    Por: marco rogerio silval Saúde e Bem Estar> Medicinal 15/02/2015

    Mochila pesada tem maior risco para crianças de até 12 anos de idade. Fisioterapeutas e Ergonomistas alertam ao risco do excesso de peso na mochila escolar das crianças. O alerta vai principalmente para os pais que devem fiscalizar o que os filhos levam em suas mochilas. Muitas crianças carregam além do material escolar, álbum de figurinhas, brinquedos, cadernos pesados e estojos que em sua maior parte trazem um excesso de material acarretando ainda mais peso para as crianças.

    Por: Amochilal Saúde e Bem Estar> Medicinal 14/02/2015
    Gustavo Rocha

    Já disse Isaac Newton que o que sabemos é uma gota e o que ignoramos, um oceano. Entretanto, para muitas pessoas isto parece exatamente o contrário. E não estou discorrendo da geração tal ou outra qualquer, estamos falando de pessoas, de indivíduos, de seres humanos que sabem um pouco de algum assunto e pensam que dominam aquele tema de tal forma que todos devem reverência a eles. Todos conhecemos pessoas assim, contudo, pesquisas demonstram que isto é uma realidade maior do que podemos imagi

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 23/02/2015
    Gustavo Rocha

    Como diria Oswaldo Montenegro, que não se tente complicar, pois a arte precisa de simplicidade para existir. E para iniciarmos bem o ano de 2015, esta deve ser a nossa regra diária (afinal, agora pós o Carnaval, chega de desculpas, né? 2015 iniciou!). E na vida, no dia a dia, é justamente esta simplicidade que pode fazer a diferença entre o sucesso e a monotonia. Como assim? Nós temos uma tendência natural a complicar as coisas. Não nos satisfazemos em fazer um projeto bem feito, queremos f

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 22/02/2015
    Gustavo Rocha

    Divido com vocês um compilado do livro Know-how: as 8 Competências que separam os que fazem dos que não fazem (Editora Campus/Elsevier) escrito por Ram Charan: 1 – Competência para posicionar a empresa E capacidade para mudar o negócio sempre que o mercado assim exigir O posicionamento é o princípio central da empresa e a base de sustentação que determinará se você irá ou não ganhar dinheiro. O verdadeiro teste de posicionamento é o mundo real. Se os consumidores estiverem confusos sobre o qu

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 11/02/2015 lAcessos: 11
    Gustavo Rocha

    Mais uma novidade vindo dos EUA… Uma startup de lá resolveu criar um serviço inovador e para nós em terras brasilis proibido: Uma plataforma eletrônica que literalmente licita de forma on line os honorários jurídicos para uma determinada causa. Os EUA tem uma realidade muito distinta do Brasil e lá os advogados chegam a cobrar mil doláres a hora. Feito este esclarecimento de situação de mercado, vamos ver como funciona o serviço: O site da UpCouncel explica como o sistema funciona. Para come

    Por: Gustavo Rochal Marketing e Publicidadel 10/02/2015
    Gustavo Rocha

    KPI vem do inglês e quer dizer: Key Performance Indicator, ou seja, chave de indicador de performance. Hein? Isto mesmo, um paradigma para criar indicadores. Situações que podemos pensar onde devemos monitorar os resultados para alcançarmos vôos maiores. Um interessante artigo do Ricardo Jordão Magalhães nos brinda com 45 KPI`s utilizáveis no mercado e plenamente capacitados para o mercado jurídico, com poucas adaptações. Divido o artigo: 1. Qual é o Volume de vendas? POR QUE é IMPORTANTE?

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 05/02/2015
    Gustavo Rocha

    Divido com vocês um trecho do post de Gustavo Chierighini, onde ele relata 8 atitudes para não sermos mais um na multidão e após teço alguns comentários a respeito. 1- Não se iluda, as pedras do caminho surgirão. Muito mais importante do que o batido blá, blá, blá sobre aprendizado e superação, entenda que se desejar um lugar ao sol deve estar preparado para persistir, e prosseguir com o que lhe restou de confiança e recursos por um bom período, antes de ver a luz ao final do túnel. 2- Seja or

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 04/02/2015
    Gustavo Rocha

    Segundo pesquisa, a geração Y é mal compreendida no ambiente de trabalho, criando mitos e mistificando trabalhadores que teriam os mesmos anseios que outras gerações. A pesquisa é relevante, feita em mais de 20 países e com muitos entrevistados. Vejamos a reportagem: A chamada "geração Y" (aqueles nascidos entre 1980 e 2000, também chamados de "millennials") é mal compreendida no ambiente de trabalho, afirma uma pesquisa feita em parceria pela Oxford Economics e a empresa alemã SAP, divulgada

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 03/02/2015
    Gustavo Rocha

    Técnica criada por Taiichi Ono, que foi o desenvolvedor do sistema de produção da Toyota, evidencia uma metodologia de uso dos 5 porquês para chegar a causa raiz de um problema. Não há nada além de 5 porquês, um respondido após o outro. Como assim? Vejamos um exemplo: No 1º porquê, temos um sintoma No 2º porquê, temos uma desculpa No 3º porquê, temos um culpado No 4º porquê, temos uma causa No 5º porquê, temos a causa raíz (…)

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 17/12/2014 lAcessos: 11
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast