LABIRINTITE, DOENÇA DA ALMA

09/09/2010 • Por • 5,481 Acessos

LABIRINTITE – DOENÇA DA ALMA

 

Há muita gente por aí dizendo que sofre de labirintite e então passa a tomar este ou aquele remédio. A labirintite é um processo inflamatório ou infeccioso que ataca os labirintos que ficam dentro do sistema vestibular do órgão responsável pelo equilíbrio e está localizado no ouvido interno. Esta parte do ouvido pode ser afetada por várias doenças, mas as pessoas dizem que já estão com labirintite.

Os sintomas mais comuns da labirintite são a tontura e a vertigem, por isto a pessoa não é aconselhada a andar sozinha. Outros sintomas podem vir acompanhados como enjôo, vômitos, perda parcial da audição e principalmente zumbido. Há um zumbido terrível no ouvido. Onde a pessoa estiver parecem existir milhões de cigarras. A luz atrapalha ainda mais o estado do paciente.

A pessoa com estes sintomas ou com esta doença é bom procurar um médico especialista na área e seguir a sua recomendação.

Na verdade esta doença pode também conter causas espirituais. Pessoas que não sabem ouvir os apelos da espiritualidade, por mais que os irmãos enviem recados, podem acabar com problemas semelhantes à labirintite.

A maioria dos encarnados faz um acordo na espiritualidade de renascendo aqui na terra, ir trabalhar no bem, na caridade, com amor, com dedicação. Em aqui chegando acabam esquecendo os seus compromissos e caem novamente nos erros que cometeu no passado.

Por isto é que vemos que muitas pessoas ouvem vozes, chamamentos, conversas do outro lado, outras vêem imagens, figuras, pessoas. Outros são levados a igrejas, escolas, lugares de grande pobreza e miséria. Tudo isto vai sendo mostrado a estas pessoas, mas elas acabam fingindo que não vêem nada, que não sentem nada.

Os irmãos que mostram isto, são espíritos que fizeram também acordos na espiritualidade para virem trabalhar com estas pessoas, mas vêem-se frustrados em seus objetivos e aqui não são ouvidos pelos nossos irmãos encarnados.

Já que não são ouvidos e eles estão perdendo tempo em vez de evoluírem conforme o acordo estabelecido, começam então a provocar desequilíbrios nestas pessoas.

A primeira parte a ser afetada é o cérebro, por ser o órgão que coordena todo o corpo, depois começam a atacar os outros órgãos como os ouvidos, os olhos. Assim muitas vezes as pessoas vêem vultos, mas na verdade é apenas uma confusão mental ou de ótica provocadas por estes irmãos. Outros passam a ouvir vozes e vozes como se estivesse numa reunião com muitas pessoas falando ao mesmo tempo.

Muitas pessoas com estes problemas têm vergonha de falar o que sentem e o que vêem com medo de que alguém as chame de louca. Não deveria ser assim. As pessoas precisam comunicar aos seus parentes o que está sentido para que alguma solução seja encontrada.

Os que tiverem estes problemas devem imediatamente consultar um médico, fazer os exames e fazer o tratamento. Por outro lado podem também procurar um centro espírita adequado, consultar o seu dirigente para ver que solução deve ser tomada. Pode ser um caso de simples obsessão e com as recomendações recebidas isto pode curar facilmente, mas se for um compromisso que a pessoa fez no plano espiritual para executar aqui na terra, não terá outra saída a não ser começar o trabalho.  Só assim a pessoa vai se ver livre de seus problemas.