Visão de Deus (Isaias 6: 1 a 8)

Publicado em: 22/02/2011 |Comentário: 1 | Acessos: 2,111 |

Certa vez Jesus censurou os fariseus porque eles enxergavam o argueiro no olho do próximo, mas não conseguiam ver a trave que estava no seu próprio. Como é fácil perceber o defeito dos outros! Difícil é enxergar a si mesmo.

Em vez de ficar procurando argueiros nos olhos dos outros, o Profeta Isaías teve a grande visão de Deus. Ele viu o Senhor assentado no mais alto e sublime trono e os serafins que diziam: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos.

Como cristãos que somos, devemos erguer os nossos olhos para Deus e contemplar a sua majestade, a sua glória e a sua bondade. Com isso vamos adorar mais a Deus em espírito e em verdade e assim não sobrará tempo para ficarmos vendo os pequenos defeitos dos outros.

Depois de ver a glória de Deus, Isaías passou a ver a si mesmo. Enxergou seus próprios pecados e pode arrepender-se. Isaías pode sentir tristeza por si mesmo, pode sentir vergonha dos seus próprios erros e pedir urgentemente perdão a Deus .

Devemos olhar para dentro de nós antes de enxergar o argueiro no próximo. Com certeza vamos encontrar traves que precisam ser removidas e muitas coisas que precisam ser consertadas.

Por último, Isaías viu a necessidade do próximo e se dispôs diante de Deus para levar a Palavra aos perdidos.

Quando crentes se esquecem de evangelizar os perdidos ficam desocupados e acabam indo para as janelas da vida bisbilhotar os outros e procurar defeitos.

Que Deus nos ajude a ver como Isaías viu!

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/meditacao-artigos/visao-de-deus-isaias-6-1-a-8-4284174.html

    Palavras-chave do artigo:

    visao

    ,

    deus

    ,

    argueiros

    Comentar sobre o artigo

    William Pereira

    Caro Sr R., vem mui respeitosamente esclarecer ao senhor minha condição de ateu. É muito estranho quando o senhor diz que " para se ter uma conclusão sólida, sobre determinado tema, exige-se que o estudioso fundamente-a em pesquisas e critérios rigorosamente científicos e racionais Os estudos científicos rigorosos e racionais a cada dia levam-nos a descrer das religiões, deste deus Bíblico, cujo não há sequer uma prova cientifica da sua existência, somente um livro afirma sua existência.

    Por: William Pereiral Religião & Esoterismo> Religiãol 05/12/2009 lAcessos: 305
    Escritorcampos

    Neste pequeno romance de autoajuda, preten­demos conscientizar o leitor através de enfoques si­mulados, pelos conhecimentos e análises do meio, pelos quais se formam as personalidades e atitudes humanas.

    Por: Escritorcamposl Religião & Esoterismo> Astrologial 06/05/2010 lAcessos: 308 lComentário: 2
    Escritorcampos

    Este livro é mais um entre tantos, que tem a missão de informar ao leitor, sobre ver­dades relativas do coti­diano, emanando-lhe bem-estar de consciência.

    Por: Escritorcamposl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 06/05/2010 lAcessos: 309

    Natal festividade pura onde a caridade e a fraternidade se irmanam para iluminar as nossas mentes, e fazer com que brilhem as nossas retinas. Nessas trilhas sem pedras de tropeços misturam-se todos os povos, cristãos, judeus, agnósticos e ateus, para receberem o menino que terá a missão divina de transformar o mundo na glória de Deus. As nossas mãos transformam-se em pétalas generosas retirando todos os espinhos que causam dores e amarguras e, num piscar de olhos metamorfoseiam em ternura.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 03/12/2013 lAcessos: 43

    A letra A é a primeira vogal da língua portuguesa. Poderíamos escrever muitos e belos nomes com ela, tais como: amor, amizade, amplexo, amparo, amplitude, afinidade, bem como alguns que nos causam preocupações, ou seja, ansiedade, amargo, ardiloso, apedrejar, assassinar, acusar entre outros. Para iniciarmos queríamos fazer uma conotação fraseada com a letra epigrafada: "Ampara os que te asseguram o bem-estar, pois a vida não te reclama atitudes sensacionais, gestos impraticáveis, espetáculos de

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Ficçãol 22/03/2013 lAcessos: 28
    Marcelo Castilho

    O que é bondade? Qualidade de ser bom. Demonstrar que alguém ou algo é perfeito, tem qualidade. Uma virtude.

    Por: Marcelo Castilhol Religião & Esoterismo> Meditaçãol 29/03/2015
    Tiagow Lacheski

    A justiça, um termo derivado do latim cujo significado consiste em ‘'dar a cada um, o que lhe é devido'' também é particularidade daquilo que é correto e que se encontra de acordo com o que é justo. Para fins didáticos, separemos o conceito de justiça em duas faces: Justiça artificial e a Justiça natural, a justiça artificial e romântica é aquela que decorre do consenso humano e que na realidade é uma fantasia de justiça, algo intangível, inalcançável, iníqua, parcial e injusta. A Justiça natura

    Por: Tiagow Lacheskil Religião & Esoterismo> Meditaçãol 02/03/2015 lAcessos: 30

    As almas ligadas ao planeta Terra quando livres da matéria expandem-se totalmente ocupando toda a atmosfera do planeta. Contrariamente ao raciocínio condicionado sobre espaço e corpo físico, devemos admitir tal possibilidade da expansão da alma. Prova disto são os contatos feitos com a memória do corpo que ocupava em qualquer lugar do planeta, independente da localidade onde viveu e morreu o corpo que ocupava.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 27/01/2015 lAcessos: 19

    Uma reavaliação no conceito de limites de espaço que condiciona os espíritos. O entendimento que condiciona geograficamente os espíritos em planetas e mundos semi fisico é uma forma de pensar equivocada. Quando um vidro de perfume se quebra sua essência expande ao infinito, se dilui devido à sua expansão rumo a liberdade. Caso condicionemos espíritos à idéia de prisões, as mesmas limitações se aplicaria ao espírito de Deus, o que torna totalmente improvável o pensamento de aprisionamento.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 27/01/2015

    Depressa passou 2014, diria que a correr e a reboque das decorrentes mutações do Mundo sentidas por cada sujeito, de díspares formas, económicas e sociais. Agora ao recém-chegado 2015, ainda com os motores em aquecimento, deseja-se nele melhor vida, não da monetária que é quem controla as Sociedades, mas Humana.

    Por: Asantixl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 07/01/2015 lAcessos: 12
    Prof.Nivaldo Alves de M. Filho

    Por ela, a Maria de Nazaré, passou a recita da vida, a receita da felicidade. Poe ela passou a salvação de muitas almas. Amo-a pela mulher que foste. Simples, dona de casa, ingênua, sobrevivente numa sociedade onde a mulher muito pouco valia. Suas atitudes, imagino a simplicidade, no cuidar da casa, do esposo, da fé, da educação do seu filho. Filho este de sabedoria infinita, divina.

    Por: Prof.Nivaldo Alves de M. Filhol Religião & Esoterismo> Meditaçãol 26/12/2014 lAcessos: 14
    Jonilson Santos

    O real sentido, significado, origem, do Natal é o maior presente que alguém jamais deu e que alguém jamais recebeu. O presente da Salvação através de Jesus Cristo.

    Por: Jonilson Santosl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 20/12/2014 lAcessos: 11
    Paula Fernanda

    Você sabe qual a diferença entre Tantra e Kama Sutra? Sabia que a neurociência dá o embasamento científica para as técnicas de mais de 5.000 anos?

    Por: Paula Fernandal Religião & Esoterismo> Meditaçãol 13/12/2014 lAcessos: 31

    Ao identificarmos coisas que nos fazem sofrer, é necessário colocá-las aos pés de Jesus e tentar livrarmo-nos delas o mais rápido possível. Somente assim teremos uma vida melhor.

    Por: alcimarl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 22/02/2011 lAcessos: 131

    Comments on this article

    0
    Elizeu Alves 27/10/2011
    Realmente, a fé não pode ser racional, o dia que for, deixa de ser fé, assim como milagre. Milagre não se explica. A adoração ao Deus único e verdadeiro tem sua explicação através da fé, não da Ciência.
    Deus a todos abençoe !
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast