Cinomose

Publicado em: 06/09/2009 |Comentário: 21 | Acessos: 18,906 |

CINOMOSE

A cinomose é uma doença altamente contagiosa provocada pelo vírus CDV (Canine Distemper Virus) ou Vírus da Cinomose Canina (VCC), da família PARAMYXOVIRIDAE, que atinge animais da família canidae, mustelidae, mephitidae e procyonidae (entre eles cães, furões/ferrets e alguns outros animais silvestres). Ela degenera os envoltórios lipídicos que envolvem os axônios dos neurônios, conhecidos como baínha de mielina. Ela afeta a todos os cães e é raro que haja algum que não tenha sido exposto ao vírus, exceto no caso de cães que vivem isolados. Junto com ela, geralmente aparecem infecções causadas por bactérias. 

TRANSMISSÃO

A cinomose não é uma zoonose, isto é, não passa para seres humanos; contudo o ser humano pode carregar o vírus até que ele chegue a um animal sadio. A transmissão ocorre, em geral, através do contato com secreções do nariz e boca do animal. Isso pode se dar através de um espirro do animal doente, espalhando a secreção ao redor e contaminando os cães que estejam por perto. É muito importante que se diga, que o vírus da Cinomose tem pouca resistência a nível ambiental, ou seja, fora do organismo do seu hospedeiro, o que facilita o controle ambiental da disseminação da doença, diferentemente do que ocorre com a parvovirose, por exemplo. 

As características climáticas do inverno favorecem a presença deste vírus no ambiente,por isso nosso cuidado deve ser redobrado nesta época.Apesar da sensibilidade do vírus no ambiente,há muitos relatos de casos de criadores que perderam animais vitimados pela Cinomose,após serem introduzidos em ambientes, onde outros cães haviam morrido anteriormente, no período de até seis meses atrás.Por esse motivo é aconselhável concluir todo o esquema de vacinação, de pelo menos três doses,antes de introduzi-los nesse ambiente contaminado. 

SINTOMAS

A Cinomose é a doença mais importante dos cães. A descrição clássica em livros textos é de uma infecção viral aguda caracterizada por febre bifásica, secreções nasal e ocular, anorexia, depressão, vômito, diarréia, desidratação, leucopenia, dificuldades respiratórias, hiperceratose do focinho e dos coxins plantares, mioclonia e sintomatologia neurológica. 

Tanto os animais tratados quanto os não tratados podem desenvolver sintomalogia nervosa, mas esta é mais comum nos últimos. Essa fase nervosa da doença pode ser caracterizada por espasmos musculares (mioclonia) e comportamento fora do normal. Esse "comportamento fora do normal" é provocado pela desmielinização do sistema nervoso, o cão pode se tornar agressivo e não reconhecer o dono. Com o degeneramento avançado da baínha de mielina, o cão pode apresentar paralisia devido à fragmentação dos neurônios. Embora hoje em dia muitos Veterinários recomendem a eutanásia de um animal com paralisia pela cinomose, a acupuntura tem sido um tratamento eficaz (referências? Conselho regional de medicina veterinária "acupuntura veterinária"), com recuperação quase que total, o animal recupera os movimentos, e se havia parado de urinar e defecar, também volta ao normal. 

Como a maioria dos cães infectados ficam com as pupilas dilatadas, ao notar isso é aconselhável manter o cão em local com pouca luz, isso evitará a queima da retina evitando a cegueira. 

TRATAMENTO

Até pouco tempo, a cinomose remontava um longo histórico de insucessos no que tange tratamentos para animais acometidos. Dois fatores se associavam e possuíam papel importante na manutenção dessa perspectiva negativa. 

O primeiro pode ser considerado quase cultural, animais acometidos não recebem a devida atenção até que a doença atinja sua fase nervosa. Durante esta fase não neurológica, os sintomas comumente observados são distúrbios intestinais e respiratórios, apatia, falta de apetite e ressecamento do coxin palmar, e este quadro costuma não ser o bastante para alarmar os proprietários. Sendo o auxílio médico procurado somente quando a doença atinge o fase nervosa e a perturbação do estado do animal é mais chocante. 

O segundo fator é decorrente da antiga interpretação que se tinha do mecanismo de ação do vírus no fase nervosa. Supunha-se que as lesões que ocorriam eram resultado de uma reação estritamente auto-imunes, algo como se o vírus da cinomose desencadeasse algo, fosse eliminado, mas a reação desencadeada continuasse. Por isso era preconizada uma intervenção através de antiinflamatórios e imunossupressores, pois se via uma necessidade de suprimir esta condição de auto flagelo. 

Foi averiguado que a ação dos macrófagos sobre células nervosas é orientada sobre células contaminadas, o que indica que a reação auto-imune é conseqüência direta da presença do vírus. Uma vez constatado isso, fica fácil entender como os fatores citados contribuem para o óbito dos animais infectados: os proprietários buscam ajuda especializada somente quando a doença está em estagio avançado (fase neurológica) e a prescrição de antiinflamatórios (que são geralmente corticóides) minam o sistema imune do animal, permitindo alem da proliferação do vírus, também a reação auto-imune que aumenta como forma de contenção das células infectadas. 

Os tratamentos de maior sucesso para cinomose canina são apropriações de tratamentos consagrados para outras enfermidades causadas por vírus similares, como é o caso do Ribavirin e da Vitamina A, que são utilizados no tratamento do sarampo, mesma família e gênero (Paramyxoviridae – Morbilivirus) e do Alfa Interferon , utilizado para o tratamento do sarampo e quando se deseja preservar aves acometidas pela doença de Newcastle, mesma família, mas gêneros diferentes (Paramyxoviridae – Avulavirus ). 

As primeiras referências de que tratamentos eficazes para vírus similares poderiam ser efetivos para cinomose surgiram quando trabalhos verificaram que a cinomose era uma doença equiparável ao sarampo e animais infectados poderiam ser utilizados para o desenvolvimento de novas tecnologias para tratamento do sarampo. A dúvida se para o caso do sarampo a recíproca seria verdadeira foi esclarecida quando estudos verificaram a eficácia de tratamentos clássicos para o sarampo quando estes eram aplicados sobre animais com cinomose. 

A primeira constatação foi quando a indução de altos níveis séricos de Vitamina A, que é um tratamento ostensivamente utilizado para tratamento de sarampo (sendo inclusive recomendado pela Organização Mundial da Saúde), produziu um efeito de 100% de cura em animais experimentalmente infectados. O grupo que não recebeu a suplementação todo veio a óbito. 

A constatação da eficácia da Vitamina A no tratamento da cinomose encontra nos carnívoros, especialmente nos cães, um aliado excepcional, que é sua capacidade de conversão da Vitamina A em ésteres não tóxicos. Esta característica dos carnívoros é bem conhecida, o que afasta os riscos de uma possível hipervitaminose decorrente da manutenção de altas doses. Para os cães em especial existe um valor de referência para mensurar o risco da hipervitaminose, um estudo realizado nos Estados Unidos constatou que é preciso uma dosagem de 300.000 UI/kg diária, durante trinta dias, para que os primeiros sinais de hipervitaminose apareçam; e é preciso sessenta dias de ingestão dessa dosagem para levar o animal a óbito. Sendo que esta dosagem, 300.000 UI/kg é sessenta vezes maior do que o limite estabelecido para humanos. 

Os mecanismos de ação que explicam sua efetividade no tratamento da cinomose permanecem inexplicados, assim como esta questão também existe para o caso do sarampo. Alguns indícios apontam para uma ação indireta, como a verificação de que há a redução das quantidades de Vitamina A durante a infecção, apontando para a hipótese de que a Vitamina A seja matéria-prima para algum mecanismo de resistência à infecção. A própria característica anti-infectiva não específica da Vitamina A é um mistério, não havendo no entanto qualquer dúvida sobre sua efetividade, com mecanismos de ação elucidados ou não.

A adoção do Ribavirin como tratamento para cinomose seguiu os mesmos passos da Vitamina A, ele era a princípio utilizado em casos de panencefalite esclerosante subaguda decorrentes do sarampo. A primeira verificação da efetividade se deu in vitro. O que permitiu constatar que o vírus da cinomose é bastante susceptível ao Ribavirin e a seu mecanismo de indução ao error-catastrophe , sendo necessários de 0.02 a 0.05 micro mols para um efeito inibitório na replicação do vírus de 50%.

A principal preocupação na utilização do Ribavirin era o resultado de sua interação com a barreira hemato-encefálica. Sendo o cérebro região imunológicamente privilegiada, a dúvida residia na capacidade do Ribavirin de ultrapassar tal barreira. Um estudo utilizando camundongos com encefalite decorrente do sarampo verificou-se que uma vez que o vírus tenha se estabelecido no fase nervosa, a barreira hemato-encefálica de certa forma tomba, reduzindo a restrição para a ação do Ribavirin nestas áreas. A verificação de todos estes resultados in vivo é resultado de um estudo nacional e foi realizado utilizando apenas animais que já houvessem desenvolvido a fase nervosa da doença, o resultado foi uma eficácia de 80% . As ressalvas encontradas foram a necessidade de monitoramento do animal devido ao risco de uma leucopenia e também a necessidade da ingestão de alimentos riscos em triglicerídeos de cadeia longa (gorduras) tanto para melhor absorção do medicamento quanto para preservação das mucosas gástricas, que são bastantes susceptíveis ao Ribavirin.

Fonte: http://www.euqueroumfilhote.com.br/Classificados.asp?Action=ExibeAnuncio&Categoria=16&Anuncio=377 

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 10 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/meio-ambiente-artigos/cinomose-1201441.html

    Palavras-chave do artigo:

    cinomose

    ,

    como tratar a cinomose

    ,

    cao com cinomose

    Comentar sobre o artigo

    Geórgia Maria Chaves Maia

    Não existe livro ou faculdade que possa ensinar o que meus cachorros ensinaram: o amor é para sempre e transcende este mundo material.

    Por: Geórgia Maria Chaves Maial Relacionamentos> Amizadel 28/06/2014 lAcessos: 13

    Veja aqui algumas das dúvidas mais frequentes sobre acupuntura veterinária.

    Por: Ricardo Henrique Santos Silval Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 04/07/2009 lAcessos: 1,847

    Vacinação de Cães. Existem vários vírus e bactérias capazes de causar doenças graves nos cães e gatos, algumas delas podem ser fatais por não haver tratamento específico (como a cinomose e a FeLV). Mas graças a anos de estudos de vários pesquisadores, foram desenvolvidas vacinas que evitam algumas das infecções mais graves. Conheça quais vacinas estão disponíveis no mercado brasileiro e a importância delas na saúde do seu cão.

    Por: marilei da silval Lar e Família> Animaisl 26/11/2009 lAcessos: 1,731

    Trata-se de uma doença que aparece sem avisar e não dá nenhum indício antes do problema se instalar. Atinge animais de diferentes faixas etárias, tendo como característica episódios de tosse associados a dificuldade respiratória em menor ou maior intensidade.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Ciênciasl 06/09/2009 lAcessos: 2,166 lComentário: 1
    Odalberto Domingos Casonatto

    O chamado "depósito de lixo dos Oceanos", localizado no Oceano Pacífico, esta envergonhando a humanidade e a cada dia se torna maior. Hoje se calcula ter a dimensão do Estado de Minas Gerais, podendo ser maior. Outro alerta é que perto de nós no Oceano Atlântico também começa se formar montanhas de lixo de plástico acumulado pelas correntes marítimas. A humanidade não pode se contentar com denúncias, mas urgentemente tomar decisões que mudem as atitudes do ser humano frente ao lixo de plástico.

    Por: Odalberto Domingos Casonattol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 15/09/2014

    Este artigo objetiva analisar a importância da agroecologia como um meio sustentável visando acabar com o uso dos agrotóxicos. O presente artigo mostra a agroecologia como uma alternativa que veio para amenizar os diversos problemas e impactos ambientais que surgem na agricultura e também para eliminar o uso do agrotóxico no campo.

    Por: janil Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 10/09/2014
    Benedicto Ismael Camargo Dutra

    Agora, surge uma visão desoladora com a limitação de recursos naturais, alterações do clima, crise econômico-financeira. O homem sempre fugindo de sua responsabilidade de ser um beneficiador, impondo sua vontade, sem refletir que a vida é uma passagem rápida.

    Por: Benedicto Ismael Camargo Dutral Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 20/08/2014 lAcessos: 11
    Adilson Stewart

    Os primeiros incineradores deixaram uma imagem negativa, mas contudo foram responsáveis pelas pesquisas que se seguiram até que se chegasse a filtragens adequadas dos gases oriundos da queima. Do penico aos filtros atuais é este caminho que vemos neste texto.

    Por: Adilson Stewartl Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 30/06/2014 lAcessos: 15
    Adilson Stewart

    Bons exemplos devem ser observados com mais atenção. A Noruega é uma boa prova disto, afinal eles estão importando lixo para queimarem em seus incineradores, enquanto por aqui, alguns recebem o dinheiro para o lanche e transporte para levantarem placas contra os incineradores sem ao menos ter uma noção do que isso significa. O Brasil tem sentido a mudança climática, assim como todo o planeta e precisamos estar atentos.

    Por: Adilson Stewartl Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 27/06/2014 lAcessos: 13
    Adilson Stewart

    Somos, entre outras coisas, o pais do futebol, não há como negar, mas não vivemos ou sobrevivemos desta atividade, apenas um pequeno e seléto grupo vive. Nossa realidade nos impulssiona a ver o quanto a administração pública deixa para tráz em favor da realização de um campeonato mundial de futebol aqui e nem só para o futebol somos a "bola da vez".

    Por: Adilson Stewartl Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 27/06/2014
    Sergio Rosa

    Não há como negar que as normas ou diretrizes impostas pela Organização Mundial de Saúde em relação à qualidade da água para o consumo humano é extremamente rígida e eficaz. Mesmo assim milhões de pessoas no mundo inteiro, principalmente crianças de até cinco anos, ainda morrem ou sofrem doenças causadas por água contaminada ou de má qualidade. Doenças ou mortes que poderiam ser evitadas simplesmente melhorando a qualidade do serviço de saneamento

    Por: Sergio Rosal Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 26/06/2014 lAcessos: 14

    Adote hábitos de alimentação saudável para colaborar com a neutralização de emissõe de carbono e adquirir créditos de carbono

    Por: Tiago Flores Diasl Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 24/06/2014

    A Fédération Cynologique Internationale (FCI-Bélgica) com sede em Thuin, cidade da Bélgica, cria um MONOPÓLIO, que na União Européia é proibida por ‘LEI'. Por outro lado, temos a Federación Canina Internacional (FCI-Espanha) com sede na Espanha que possui autorização do GOVERNO ESPANHOL e cumpre todas as leis da União Européia!

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Notícias & Sociedade> Cotidianol 03/06/2010 lAcessos: 138

    Os filhotes de Yorkshire adoram seus donos, colo e mimos. Alertamos que, na raça Yorkshire, existem Yorkshire de tamanho padrão, que podem variar de 2 a 3 kilos quando adultos, Yorkshire micro, que são exemplares com menos de 2 kilos e os que fogem do padrão que são os Yorkshire acima de 3 kilos.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Psicologia&Auto-Ajudal 30/09/2009 lAcessos: 4,366

    Em todos os países civilizados, o cão continua sendo o melhor companheiro do homem, hóspede em sua casa, habitante de suas cidades. A afeição que se estabelece entre eles tem sido até objeto de estudos por parte de cientistas que pesquisam os sentimentos mais íntimos do ser humano.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Educaçãol 24/09/2009 lAcessos: 901

    Eles podem ser tão amigáveis como um golden retriever, engraçados como um bulldog, mal-humorados como um terrier, mas se têm uma pelagem predominantemente preta, há uma boa chance que sejam os últimos a serem adotados.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Saúde e Bem Estarl 24/09/2009 lAcessos: 681 lComentário: 1

    Dar alimentos orgânicos, roupas caras e da moda e pagar um "personal trainer" para um animal de estimação pode ser normal para quem tem um. O jornalista americano Michael Schaffer achava tudo isso exagerado, até que adotou um cachorro da raça São Bernardo chamado Murphy. O cão ficava muito nervoso e latia muito toda vez que ele e sua mulher saíam de casa. Preocupado, Schaffer levou o animal ao veterinário, que diagnosticou "ansiedade de separação" e prescreveu um remédio.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Saúde e Bem Estarl 24/09/2009 lAcessos: 683

    Giardia são flagelados protozoários que parasitam no homem e em diversas espécies de animais. Esses protozoários infectam o intestino delgado de cães, gatos, gado e outros mamíferos, incluindo o homem.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Saúde e Bem Estarl 24/09/2009 lAcessos: 867

    Trata-se de uma doença que aparece sem avisar e não dá nenhum indício antes do problema se instalar. Atinge animais de diferentes faixas etárias, tendo como característica episódios de tosse associados a dificuldade respiratória em menor ou maior intensidade.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Ciênciasl 06/09/2009 lAcessos: 2,166 lComentário: 1

    As quedas de pêlos podem e ocorrem por várias razões. Uma delas é a chamada queda fisiológica, que ocorre normalmente por envelhecimento do próprio pêlo ou de seu folículo (raiz) e assim esse pêlo cai para ser em seguida substituído por outros.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Ciênciasl 06/09/2009 lAcessos: 4,414

    Comments on this article

    10
    cibelle 15/11/2011
    meu cão estav muito doente não queria comer,estava com o nariz escorrendo muito,levamos no veterinario ele de começo deu o remédio do carrapato,depois um outro remédio,mais nao mudou a reaçao do meu cçao.meu pai compro antiflamatório e deu pra ela.meu cão melhorou.esta comendo e acabou com as secreçoes está normal.mais agora ele esta com um lado da cabeça com tik fica pulsando alto e com os dentes batendo o que pode ser?amanha vou levar ele no veterinário me dá uma dica ai!o que vc acha que deve ser.amanha vou tirar minha duvida mais me adianta um pouco ai,estou muitoo preocupada amo meu cão de mais bj obrigado
    4
    andresa 06/11/2011
    minha cachorra luly estava com cinomose,no começo não percebi achei que era dor na pata e logo ela começou a gritar e chorar com frequencia ..inchou o baço teve febre tremores e dores,mas nunca parou de comer e minha familia sofreu junto com ela.procurei 3veterinários ,o ultimo que diagnosticou a doença entrou com tratamento de antibióticos e vitaminas,e depois ela só foi melhorando todos diziam para correr para a eutanásia,menos o veterinario pois o tratamento é longo.ficou tratando 3 meses ..e hoje brinca ,late ,pula ,graças a DEUS. ´para DEUS nada é impossivel tenha fé e muito amor com seu cãozinho.
    0
    marcelo 07/09/2011
    Tenho uma cadela poodle de 6 anos e esta com cinomose estamos tratando com complexo b e bactrim
    esperamos que de resultado ,mas não é facil ,para comer ,beber agua, dar remedio ,só na seringa,
    as sequelas são visiveis ,como:paralisia dos movimentos das pernas ainda não totais,travamento da boca,
    tiquis ou epasmos
    0
    carla 22/08/2011
    Minha cadela esta com cinomose a mais ou menos 3 semanas está em tratamento. Adriana, a veterinaria da minha cadela disse que tem que ficar mudando de posição e fazer exercicios nas patas dela pois como ela não anda pode atrofiar tres vezes na semana, e tente dar agua na seringa e comida coloque perto da boca dela a minha aceita bem assim.
    1
    jacqueline lopes 15/07/2011
    olha ,tenho um pincher de 3 meses ,ele esta internando a 6 dias ,está com cinomose,a recuperação ,está muit lenta ,hoje que ele começou a andar ,bem devagar mais ainda esta mole,ouvi dizer que tem um remedio caseiro tal de extrato de gengiroba,dizem que é bom para ele ficar forte ,alguem sabe me dizer?estou muito triste tenho muito medo de perde lo,sei que essa doença é terrivel,por favor me ajude quem tiver informações..fica com deus
    6
    ADRIANA 14/07/2011
    Favor alguem me ajude meu cão tem 5 anos e está com sinomose o que faço? estou perdida não consigo comer,trabalhar só fico lembrando de quando ele era feliz e agora não come não bebe e nem anda por favor alguem tem essa experiência? me ajude
    0
    wellerson 11/05/2011
    Tive um Cachorro que ele deu Cinomose a gente lutou muito para que ele se Salva-se so que não teve como, ele morreu. A situação dele já era muito grave, já estava passado de hora de ter levado para o veterinário, no começo do tratamento ele melhorou e muito só que depois foi Piorando e ai ele morreu de uma vez. Triste :(
    7
    alessandra 08/04/2011
    tenho uma cachorra que esta com cinomose ja tomou tantos remedios mais nenhum adiantou ja nao anda mais e faz 3 meses que ela esata assim se alguem puder me ajudar muito obrigada
    1
    Carla Moura 10/02/2011
    dependendo da fase em que se encontra o animal, alguns medicamentos não fazem mais efeito.
    antibióticos, vitaminas especialmente para o sistema nervoso ajudam bastante.
    O IMPORTANTE É PROCURAR O MÉDICO VETERINÁRIO ASSIM QUE NOTAR ALGO DIFERENTE EM SEU ANIMAL, UMA SIMPLES RAMELA AMARELADA JÁ É INÍCIO DA CINOMOSE.
    VACINAR ANIMAIS APENAS COM VACINAS IMPORTADAS!!
    BOA SORTE A TODOS OS BICHINHOS!!
    2
    evelyn 11/01/2011
    minha cachorra tem 7 anos e esta apresentando sintomas da cinomose gostaria de saber onde encontro ribavirim e qts gotas de vitamina a posso dar e outra coisa a lux]z do sol faz mal?ela pode tomar sol?
    13
    Ednilson 04/01/2011
    Tenho uma cachorra que peguei na rua com aprox. 2 meses.
    Ela está com cinomose, provavelmente já veio com a doença que começou a se manifestar +/- 15 dias apos ter tido a 1a dose da vacina V10. Ela já apresentou secreçoes nos olhos (já parou), ainda com diarreia (apresentando sinais de melhora) e não perdeu o apetite (come muito e bebe bastante agua). Ela esta sendo medicada com anti-inflamatorios, complexo B, Bactrim e tambem com um remedio para aumentar a imunidade (acho que é promuldog?). No momento acho que o virus está chegando ao sitema nervoso, pois temos indicios de uma pre-convulsão com salivação (rapida alguns segundos) e depois volta ao normal. Gostaria de saber se alguem já teve quadro semelhante e se tenho condições de salvar este animal? Por favor me ajudem.
    5
    JOAO MARQUESSOARES 06/12/2010
    PARABENS PELA MATERIA.POREM É PRECISO MAIS EMPELHO POR PARTE DOS PROPRIETARIO E DOS CLINICOS PARA BUSCAR A CURA,ALÉM DE MEDICAMENTOS NO MERCADO PET QUE TENHAM PREÇO BONS.
    0
    marcelo teixeira 04/12/2010
    gostaria de contatos de pessoas que tiveram seus caes com a doença para que possam me contar suas historia, como foi otratamento etc....
    3
    Simone 28/11/2010
    Meu cachorro teve cinomose, e atingiu o sistema nervoso, pois falhei na vacinação, onde segui a risca até seu 1º ano, hoje com cinco, ele tem tic no maxilar inferior, fica batendo os dentes, e a parte superior de sua cabeça pulsa. O veterinario receitou Episol, e Meticorten, porém já faz mas de 2 meses que esta com esta medicação, o que não queria dar o Meticorten, vou tentar o Ribavirin e Vitamina A, onde vou manipular amanhã, pois não estou encontrans só a A, sempre acompanhada de mais suplementos e nem o Ribavirin. Recomendas mais algum medicamento? Qual a indicação do Alfa Interferon? Também em uma pubicação li a respeito de dimetil-sulfoxido?? Aguardo.Grata
    12
    verinalda 11/11/2010
    meu cachorro tem 4 meses éum pooldo e tá com ceminose estado grave quantas gotas de vitamina a posso dar por dia
    17
    ana flvia 13/04/2010
    meu cachorro esta com sinomose na quinta feira vai fzer uma semana...minha mae ja chamou o zoonoses,nao qro deixa ele ir,,,ele esta coma carinha alegre nao anda,chamei ele hj ele veio arrastando para perto de mim com cara de piedade,sinto q ele vai se redcuperar,me ajudemm,,"detalhe" vao vir buscar ele amanha me ajudem....?
    19
    regina 19/01/2010
    como posso comprar o RIBAVIRIM, onde encontro?O meu cão está tomando cefalexina, dexacitoneurim, nootrom.Faz 2 dias.Ele só apresenta tiques.
    20
    jessica 13/12/2009
    senomose tem cura
    10
    saul fernandes 13/11/2009
    endique medicaçao para o descontrole muscular no jogo do espinhaço patas dianteiras e traseiras desgovernadas.
    12
    rafael 23/10/2009
    tenho duas perguntas estou com um filhote de 1 mes que esta com esta doença ela chora muito e quando ela cai nao consegue levantar quer diser que essa doença esta avançada e ela corre risco de ficar com alguma sequela qual. a outra e que tipo de sequela os caes podem ficar e se todos que comtrair esta doença fica comsequelas devo separar ela para que os outros filhotes nao pegue
    34
    Jorge Ferreira 08/10/2009
    Gostei muito do comentario sobre a cinomose.Gostaria de saber compo posso encontrar o Ribavirim.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast