Crise Ambiental: Social, Econômica E Política

Publicado em: 05/01/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 983 |

Atualmente, a crise financeira está no centro de todas as discussões nos meios de comunicação. Mas que crise é esta? Uma ótica pouco utilizada para a análise dessa crise, apesar de já estarmos no século XXI, é a visão ambiental. E não me refiro à qualidade da água, do ar ou o aquecimento global, mas sim do paradigma de desenvolvimento em que vivemos. Esta é uma crise global sistêmica, com influências no âmbito social, econômico e político. É o choque do desenvolvimento ilimitado com o do desenvolvimento sustentável.

A crença no progresso ilimitado, que busca o aumento do consumo, mobiliza toda a economia para a geração de demanda. Para alguns a cidadania e a inclusão social se constata através do poder de consumo da população. Ao invés de analisar a existência de um sistema de saúde e educação dignas, seres humanos são analisados através do seu nível de consumo. Essa visão de mundo, calcada em valores individualista e materialista, é a que gera as raízes da crise ambiental global. Nosso sistema de produção é linear, tendo a crença que os bens naturais são ilimitados e que o espaço para onde vão os resíduos no final do sistema seja também ilimitado. Enquanto o mundo pede que para ser sustentável nossa sociedade reduza o padrão de consumo, através do desenvolvimento de uma nova consciência ecológica, os incentivos gerados pela sociedade levam à situação oposta.

Neste momento de crise econômica e financeira, fica muito claro a insustentabilidade do modelo de desenvolvimento que estamos tomando. Mas, a realidade está vindo à tona, e a crença do progresso infinito e ilimitado deve ser revista. Um dos intelectuais gaúcho que aborda essa questão, já na década de ‘80, foi o ecologista José Lutzenberger. O autor, em seu livro Fim do futuro?, expõe sua lúcida visão da realidade desenvolvimentista que nosso país já possuía naquela época. E, neste momento, estamos vivendo a utopia tecnocrata, que é a apontada por muitos como a culpada pela crise em que estamos.

Devido ao encadeamento dos eventos negativos desde a eclosão da crise em setembro do ano passado, podemos ver que esse nosso sistema de sociedade é completamente insustentável. Como nota-se agora na falta de crédito e na “estatização” dos bancos dos EUA, como o Citibank. O mundo inteiro está em crise conjuntural, mas na realidade o sistema no qual nosso modo de produção está baseado é que está em decadência estrutural.

Para chegarmos a alguma alternativa, temos de nos informar, entender este momento histórico, pois esta pode ser uma oportunidade para desenvolvermos e implementarmos um novo modelo de sociedade, onde a democracia funcione “democraticamente”. Foi com esse intuito que o Mogdema – Movimento Gaúcho em Defesa do Meio Ambiente – realizou em Porto Alegre, no dia 10 de março, no auditório do Semapi, o seminário “Crise Ambiental: Social, Econômica e Política”, que proporcionou embasamento para discutir e tomar atitudes efetivas para provar que um outro mundo é possível.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/meio-ambiente-artigos/crise-ambiental-social-economica-e-politica-1667372.html

    Palavras-chave do artigo:

    crise

    ,

    sistema

    Comentar sobre o artigo

    Pegando carona na discussão da MP 574, duas emendas dos parlamentares trazem proposta para que seja reaberto o prazo para adesão do REFIS DA CRISE até 31/12/2012, podendo incluir dívidas tributárias vencidas até 31/12/2011.

    Por: roberto rodrigues de moraisl Direito> Direito Tributáriol 19/07/2012 lAcessos: 297

    Este Artigo demonstrará o surgimento da crise, bem como explicará brevemente as razões que levaram ao surgimento da crise e a solução encontrada pelos países no pós Segunda-Guerra para conter a Grande Depressão de 30 que foi o Sistema Bretton Woods e a criação do Fundo Monetário Internacional.

    Por: Rossanal Direito> Doutrinal 12/11/2012 lAcessos: 90
    Marcos Clayton Assis Sodré

    Trata-se de um artigos que discute o processo de crise do sistema colonial ibérico, que ao promover reformas acabou aprofundando e incurtando o caminho da indenpendência de suas colônias.

    Por: Marcos Clayton Assis Sodrél Educaçãol 03/08/2009 lAcessos: 8,909 lComentário: 4

    ADESG (ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA) - “A CRISE ECONÔMICA MUNDIAL E SEUS REFLEXOS NO BRASIL” “– Palestra realizada em 20/11/2008 – PALESTRANTE: Mauro Benevides Filho - Secretário da Fazenda do Estado do Ceará (SEFAZ). A explanação do Secretario da Fazenda do Estado do Ceará (SEFAZ) era uma das mais esperadas, visto que com a crise que impulsionou o mundo globalizado, queríamos ficar cientes da situação do Brasil, e principalmente do estado em que nascemos e aprendemos

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 24/11/2008 lAcessos: 688

    A estrutura do Sistema Educacional Brasileiro é resultado de uma série de mudanças ao longo da história da educação no Brasil. Ao desenvolver este trabalho foi fundamental a concepção dos aspectos sobre as fases e contextualização deste sistema na seleção dos conteúdos e até na estruturação deste trabalho.

    Por: Alexandrel Educaçãol 26/05/2011 lAcessos: 1,368

    discute a recente crise do sistama capitalista apontando para o fim da politica neoliberal e as expectativas quanto a nova etapa de reprodução desse sistama

    Por: Gilmar dos Santos Nascimentol Educaçãol 01/03/2009 lAcessos: 5,109 lComentário: 2

    Solução para muitos contribuintes sejam eles empresas ou pessoas físicas, o Refis da Crise permite a quitação parcial ou efetiva de valores devidos, demonstrando a importância do sistema de pagamento para a própria Receita que vê o dinheiro estagnado chegar aos cofres públicos e o número de processos cobrados administrativa e judicialmente diminuir.

    Por: Estúdio de Comunicaçãol Negóciosl 29/07/2011 lAcessos: 84
    Mauro Kiithi

    O propósito do autor, neste artigo, é analisar as possibilidades e as consequências, no âmbito das instituições internacionais, da ascensão econômica e política da China, que ocorre concomitantemente ao declínio relativo (econômico e político) dos Estados Unidos. A análise será baseada na teoria do sistema-mundo, segundo o qual os ciclos econômicos coincidem com ciclos de hegemonia.

    Por: Mauro Kiithil Notícias & Sociedade> Polítical 21/11/2014 lAcessos: 14
    tbnews

    A crise na Europa parece ganhar mais um capítulo e os PIIGS mais uma letra: a "H" de Hungria. No dia 04 de junho fortes rumores apontavam para um possível "default", termo técnico utilizado para designar um calote na dívida, da Hungria devido a um déficit fiscal da ordem de 7,5% do PIB. Os mercados reagiram rapidamente e o BOVESPA caiu 2,01% depois de abrir estável

    Por: tbnewsl Finanças> Investimentosl 10/06/2010 lAcessos: 445
    Rijarda Giandini

    Investir em Resíduos como economia de transformação é uma evidência cabal de que o "mundo sustentável" é possível e provável fonte de riquezas, de negócios. É uma comprovação de que os produtos, que se transformam em lixo, podem ter suas vidas de uso estendidas, redimensionadas. A não produção de novos pode ser substituído por reuso, reutilizo, reciclagem . E dá dinheiro e competitividade para o país. Além de ser bom para o ambiente.

    Por: Rijarda Giandinil Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 26/02/2015
    Liéber Zen

    Já parou para observar que nos outros países há pessoas que produzem sua própria energia elétrica? Fazendo da utilização da rede de energia vinda concessionárias um uso raro? Muitas dessas pessoas até já conseguem distribuir a energia produzida para pessoas das duas proximidades. A água da chuva é sempre aproveitada também,

    Por: Liéber Zenl Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 28/01/2015 lAcessos: 19
    JORGE FLOQUET

    Ainda sobre a queima de fogos que acontece nos finais de ano, observem que a cada ano que se passa tornam-se mais potentes e duradouras. Onde está o ministério público que não proíbe esse absurdo? Na queima de fogos, são três tipos de poluição: sonora, química e luminosa. Tudo bem, você acha bonito, não é? Mas, os animais que estão no seu entorno e em repouso? Que fogem assustados batendo em tudo que encontra pela frente e não voltam aos seus ninhos? O que se pode afirmar dos seus filhotes?

    Por: JORGE FLOQUETl Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 20/01/2015
    Michele Bazilio

    O artigo não defende o acesso irrestrito de cães nas areias, mas também não aprova uma proibição absoluta tal como frequentemente imposta. Reconhece a preocupação relativa à saúde pública, entretanto busca oferecer alternativas. Acima de tudo, convida à reflexão sobre se seriam os cães, os melhores amigos do homem, os verdadeiros culpados pela enorme poluição que hoje atinge areias e mares.

    Por: Michele Baziliol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 19/01/2015 lAcessos: 28
    JORGE FLOQUET

    Não! Embora estejamos em pleno final de ano, não se trata da minha participação em maratotonas. Se trata de uma teoria científica que, devido a extrema urgência, tem que ser repassada imediatamente para aqueles que serão beneficiados. Por isso, fui acordado às 03h00 de 30/12/2014, para ser o facilitador desse aviso: à semelhança do que aconteceu no litoral santista no último dia 29/12/2014, evitem aglomeração neste final de ano em áreas propensas à descarga atmosférica, pois muitos choros

    Por: JORGE FLOQUETl Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 30/12/2014
    JORGE FLOQUET

    Neste sentido, a época atual –Réveillon- torna-se uma período de extremo perigo para aqueles que habitam ou se deslocam num ambiente de fortes descargas atmosféricas.Ou seja, os particulados provenientes da queima dos fogos de artifícios ou poluição diminuem, em muito, a rigidez dielétrica trazendo grandes riscos à população.Principalmente em locais de forte aglomeração.Perigo !

    Por: JORGE FLOQUETl Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 29/12/2014
    marli frageri

    concientizar as crianças para que tenhamos um futuro garantido sem tantos danos a saude.

    Por: marli frageril Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 03/12/2014 lAcessos: 12
    eva maria silva oliveira

    É difícil acreditar, mas a água também pode acabar. A impermeabilização acelerada do solo e a destruição da cobertura vegetal e das matas ciliares diminuem a capacidade de renovação dos lençóis freáticos.

    Por: eva maria silva oliveiral Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 01/12/2014 lAcessos: 16
    Renato Araújo

    Depois dos insucessos na COP 15, o que podemos esperar dos debates no Fórum Social Mundial? É possível manter viva a esperança?

    Por: Renato Araújol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 03/02/2010 lAcessos: 1,407
    Renato Araújo

    Será que os líderes mundiais estão prontos para encarar esta que é a maior crise que a humanidade já enfrentou?

    Por: Renato Araújol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 09/01/2010 lAcessos: 78
    Renato Araújo

    É com pesar que chegamos à marca de 1 bilhão de pessoas passando fome no mundo.

    Por: Renato Araújol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 09/01/2010 lAcessos: 95
    Renato Araújo

    Ecologia não é apenas conservação da natureza.

    Por: Renato Araújol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 09/01/2010 lAcessos: 187
    Renato Araújo

    Gaia, a deusa Mãe primordial, uma das primeiras divindades a habitar o Olimpo, geradora de todos os deuses, a deusa-terra.

    Por: Renato Araújol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 09/01/2010 lAcessos: 60
    Renato Araújo

    Obsolescência é a condição que ocorre a um produto que deixa de ser útil, mesmo estando em perfeito estado de funcionamento. Ou seja, são produtos deliberadamente projetados para deixar de funcionar em um curto espaço de tempo.

    Por: Renato Araújol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 09/01/2010 lAcessos: 5,180
    Renato Araújo

    O lixo é um problema atualmente, mas ele não é o problema.

    Por: Renato Araújol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 09/01/2010 lAcessos: 456
    Renato Araújo

    Retrospectiva da história do Movimento Ecológico Gaúcho.

    Por: Renato Araújol Notícias & Sociedade> Meio Ambientel 09/01/2010 lAcessos: 44
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast