A Força Da Liderança Nas Organizações Bem Sucedidas

Publicado em: 03/07/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 5,768 |

Antigamente, as empresas eram estruturadas como pirâmides: trabalhadores na base, de baixo para cima, linhas sucessivas de chefes e gerentes. Cada linha tinha mais autoridade do que a que lhe ficava abaixo. Quase ninguém se incomodava com essa organização e a velha pirâmide era sólida, impressionante e sem expectativa de mudança.

Atualmente essa pirâmide vem sendo quebrada e a solução encontrada é a formação de equipes, capazes de se tornarem flexíveis, de começar a aproveitar às oportunidades e estar sempre aberto às novas idéias. Assim o desenvolvimento de uma equipe produtiva exige uma visão em comum para concordar com as decisões pessoais. Cada equipe é formada por um motivo. Todos os membros precisam conhecer e entender o propósito e os objetivos em comum.

Segundo Roosevelt, uma equipe pode com freqüência, sair-se melhor do que um indivíduo, quando a equipe trabalha bem, os resultados podem ser poderosos.

O papel do líder é ajudar pessoas a realizar o que são capazes de fazer, formular uma visão para o futuro, encorajar, treinar, ensinar, estabelecer e manter relacionamentos bem sucedidos. Para liderar deve-se ter uma boa comunicação, habilidade nos contatos interpessoais, capacidade de treinar e formar equipes afinadas. As pessoas que trabalham juntas podem realizar façanhas incríveis. As idéias, a criatividade e o trabalho em grupo terão que ser comandados por um líder forte que focalize a sinergia de seus liderados.

O líder tem que dá inspiração, influenciar as pessoas a juntar-se a ele em um propósito, em uma visão e em valores. O propósito estabelece o destino, a visão é para ver onde está indo e os valores é para guiar em direção a um futuro de sucesso sustentável em longo prazo.

Segundo BERGAMINI a formação de um vínculo social entre o líder e os liderados consiste em uma condição crucial para o ajustamento dos mesmos nas diferentes circunstâncias de trabalho; entretanto, a formação deste vínculo poderá ocasionar sentimentos positivos ou negativos, ou seja, "o vínculo da liderança só ocorrerá de maneira", produtiva quando as ações do líder forem ao encontro das expectativas do subordinado e vice-versa.

As organizações bem-sucedidas para sobreviverem terão de passar por uma mudança cultural profunda e para isso os líderes terão que conceber visão, senso de valores, comunicação, motivação e manter suas capacidades de ação em constante mutação. Para isso a liderança deve ser bem focada e confiante e assim o que transforma a visão em realidade é o sucesso em identificar seus próprios pontos fortes.

Toda força de trabalho das organizações é motivada pela participação de seus funcionários em todo o processo de trabalho, dessa forma os líderes criam equipes e sabem compreender que os funcionários fazem parte concreta nas tomadas de decisões da organização. Mas, para conseguir resultados positivos têm que desenvolver interesse pelos funcionários e deixar que eles saibam disso, tratar as pessoas como pessoas e saber investir no máximo lucro dos recursos humanos.

O importante é deixar que as pessoas saibam que a organização as respeita que lhes tem consideração e que elas são importantes e jamais a liderança pode ser forçada. Portanto, o líder do futuro terá de crescer na função que desempenha, esse crescimento terá que ser contínuo e positivo e para isso o primeiro passo é exercer uma visão sobre cada membro da equipe como ser único, dotado de capacidades e dificuldades. Conhecer as necessidades e expectativas pessoais e profissionais de cada membro para a eficiência e a eficácia do processo de liderar.

Assim, liderança significa ajudar as pessoas a realizar o que são capazes de fazer, formular uma visão para o futuro, encorajar e manter relacionamentos bem-sucedidos.

Referência:

BERGAMINI, C.W. Liderança: administração do sentido. São Paulo, Atlas, 1994.

CARNEGIE, Dale. O Líder em você. 5ª ed. Rio de Janeiro: Record, 1996.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/negocios-artigos/a-forca-da-lideranca-nas-organizacoes-bem-sucedidas-1011640.html

    Palavras-chave do artigo:

    lideranca

    Comentar sobre o artigo

    Renan Poggi de Figueredo

    Este artigo vem trazer na sua abrangência uma percepção muito próprias e que Sá inovadoras para o gerenciamento de pessoas nos estados pertencentes a região nordeste especificamente Pernambuco. Esta percepção fundamentada em analise critica e experiências vivenciadas que fundamentaram o levantamento da hipótese defendida, um choque entre a cultura regional versos liderança carismática. Desta forma leva a crer que cada vez mais a liderança carismática é uma ferramenta útil e valorizada .

    Por: Renan Poggi de Figueredol Negócios> Gestãol 24/05/2013 lAcessos: 55

    Este artigo tem como tema central a Liderança e pretende reflectir sobre o desafio de saber lidar com o capital humano, motivando-o, incentivando-o e fazendo com que ele se sinta satisfeito e feliz no local de trabalho e no desempenho da sua actividade laboral. O objectivo é alcançar maior qualidade, produtividade, bom relacionamento, auto-confiança e segurança, através de uma filosofia mais humanista onde é realçada a importância do líder.

    Por: Paula Costal Negóciosl 13/10/2010 lAcessos: 8,597 lComentário: 1

    Descubra o segredo do sucesso de Bill Gates, Comandante Rolim, Walt Disney, Salim Mattar, Ted Turner, Luiza Helena e muitos outros gênios empreendedores.

    Por: Prof. Márcio Silval Educaçãol 01/03/2011 lAcessos: 499

    Este trabalho tem como objetivo expor e suprir as necessidades básicas acerca do entendimento dos conceitos de cultura organizacional e a relação existente com a liderança, que o primeiro é definido como um conjunto de práticas dos indivíduos e o segundo conceito como a capacidade de influenciar pessoas, mas qual a relação. Assim foi desenvolvido através de uma pesquisa conceitual e teorização utilizando conceitos de diversos autores por uma pesquisa bibliográfica.

    Por: IARA FERNANDA LEITE PEREIRAl Negócios> Administraçãol 14/06/2014 lAcessos: 62
    Hamilton Felix Nobrega

    Existem muitos estudos e conceitos acerca do tema liderança, mas todos sempre envoltos dos mesmos modelos existentes que já não estão mais obtendo resultados satisfatórios como antes. Um novo conceito veio para mudar e está ganhando força nas organizações, pois seus resultados estão se tornando cada vez mais visíveis, a liderança servidora. Esse estilo baseia-se no exemplo do maior líder que já existiu: Jesus. James Hunter trouxe uma essa nova tendência de liderança que abordaremos neste artigo.

    Por: Hamilton Felix Nobregal Negócios> Administraçãol 03/05/2010 lAcessos: 2,975

    : Artigo de Revisão Bibliográfica sobre Liderança em Enfermagem e seus aspectos emocionais, tão procurados pelas grandes Organizações Hospitalares. Relata a importância do líder em sua equipe, quais as atitudes a serem tomadas, características importantes para que possa exercer seu papel no contexto hospitalar e no gerenciamento de seus colaboradores. Tem como objetivo elucidar e até mesmo nortear aos “novos enfermeiros” qual o perfil adequado a seguir, quais atitudes são pertinentes, quais são aquelas que não devem ser adotadas e também proporcionar aos que já são Líderes de vivência profissional alguns momentos de reciclagem.

    Por: HENRIETTE LEAL BASTOSl Negóciosl 03/12/2009 lAcessos: 7,705 lComentário: 1

    O presente artigo identificou as características de liderança, do enfermeiro à prestação da assistência de enfermagem humanizada, trazendo um resgate sobre o contexto da liderança na enfermagem e o relacionamento interpessoal com a equipe, Tratou-se de uma pesquisa de campo exploratória, descritiva, quantitativa com amostra composta por 12 enfermeiras.O perfil das profissionais, no linear da dimensão organizacional, apresentou como fator influenciador as características pessoais do enfermeiro, a

    Por: Darlene Berettal Saúde e Bem Estar> Medicinal 08/07/2010 lAcessos: 3,821

    Muitos gestores que ocupam cargos de liderança se questionam constantemente sobre o estilo mais apropriado de liderança para conduzir a equipe na direção de resultados positivos. O Modelo SOMAR criado por Cersi Machado tem sido uma ferramenta/modelo importante para ajudar os gestores a identifirarem o melhor estilo a ser aplicado em diversas situações...

    Por: CERSI MACHADOl Negócios> Gerêncial 30/06/2009 lAcessos: 1,059
    Darci Kops

    A liderança, compreendida como um processo de influenciação, no jogo do poder e de alternânciae na sociodinâmica das relacões humanas, é assimétrica porquanto contribui para as diferenças individuais, porém, é situacional, circunstanciada, necessitando, permanentemente, ser legitimada e referendada pelos protagonistas dentro de um processo de convivência. Admite-se a liderança como um processo salutar de gestão.

    Por: Darci Kopsl Educação> Ensino Superiorl 11/05/2011 lAcessos: 281

    Este artigo tem como objetivo descrever o histórico da liderança no contexto da teoria administrativa clássica e seu reflexo na forma de atuação dos gestores organizacionais. Traz ainda, um reflexo acerca do uso de treinamentos como recurso rápido no provimento de lideranças ou no desenvolvimento das competências necessárias para uma competitividade organizacional.

    Por: Vanessa Estela Borgesl Educaçãol 22/09/2009 lAcessos: 4,815
    Gustavo Rocha

    Técnica criada por Taiichi Ono, que foi o desenvolvedor do sistema de produção da Toyota, evidencia uma metodologia de uso dos 5 porquês para chegar a causa raiz de um problema. Não há nada além de 5 porquês, um respondido após o outro. Como assim? Vejamos um exemplo: No 1º porquê, temos um sintoma No 2º porquê, temos uma desculpa No 3º porquê, temos um culpado No 4º porquê, temos uma causa No 5º porquê, temos a causa raíz (…)

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 17/12/2014
    Gustavo Rocha

    Recentemente com o falecimento do Roberto Bolaños, o ator que interpretava o impagável personagem Chaves, Chapolin e tantos outros na TV, a história de sua vida veio a tona. Foi um ator que sonhava em ser dramaturgo, sonhava interpretar Shakespeare. A sua vida lhe levou, entretanto, a criar um personagem singelo, meigo que encantou e encanta gerações. E, para pensarmos um pouco, se Roberto fosse um dramaturgo Shakespeareno de sucesso?

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 16/12/2014
    Gustavo Rocha

    Parece bobagem para muitas pessoas, mas é um assunto sério que deve ser enfrentado por acompanhamento médico e especializado. Nas empresas, tal situação pode ser vista como desídia, como algo que o colaborador não quer, mas podemos estar diante de uma doença. Obviamente, existe a doença, existe a desídia e existe quem não quer trabalhar, mas entender um pouco mais a doença pode ser útil para distinguir o joio do trigo. Vejamos 8 sinais que esta doença pode estar acontecendo.

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 15/12/2014
    Gustavo Rocha

    Quantas vezes vejo gestores dizendo que não tem tempo, vivem em reuniões, vivem em relatórios, vivem em compromissos fora da empresa, enquanto suas vidas se esvaem em conversas, problemas e relatórios, o departamento jurídico subsiste e de trancos e barrancos a vida segue seu rumo… E o tempo para ver o que os colaboradores estão desenvolvendo? O tempo necessário para pensar nas melhorias do departamento jurídico?

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 10/12/2014
    Gustavo Rocha

    8 de Dezembro, dia da justiça. Uma data que o judiciário fecha, mas a justiça continua sendo desejada e aguardada. Uma data que devemos pensar no que é justiça para nós. Um processo que dura mais de 30 anos para ser julgado? Um processo eletrônico que tem sentença em 30 dias, mas uma sentença padronizada, como se a vida de cada um que busca a justiça pudesse ser igual.

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 07/12/2014
    Gustavo Rocha

    Muito se afirma que além de profissionais, devemos ser estratégicos, e complemento afirmando que ser estratégico é muito mais do que a própria estratégia em si, trata-se de inteligência emocional, comportamento, visão de vida, experiência, entre outros. Divido o artigo publicado na Exame.com com comentários em azul. 1. Transição da ética social

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 04/12/2014
    Gustavo Rocha

    Todos querem ser líderes, a grande maioria se acha líder mas não passa de um mero chefe e ser líder cada vez é mais complexo num ambiente onde as pessoas tem mais conhecimento, mais ambição e muito mais possibilidades de mercado. Neste cenário, Ram Charam nos brinda com 7 características que o líder deve ter e teço alguns comentários a respeito. 1. Tenha clareza da meta. Imagine e visualize onde você quer chegar com sua empresa ou um produto

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 03/12/2014

    A contabilidade é uma das mais antigas profissões, com o passar do tempo se tornou cada vez mais complexa e rigorosa, o presente trabalho visa expor como uma profissão extremamente necessária para a sociedade é tão pouco valorizada. A interligação existente entre a formação de um profissional e de como ele é visto pela sociedade posteriormente faz parte do artigo em questão. Por ser uma carreira com crescente demanda de mercado, faz com que muitos passem a olhar com mais interesse para o curso.

    Por: Daiana Rafaela Pedersinil Negóciosl 03/12/2014 lAcessos: 15

    Este artigo tem como objetivo demonstrar a importância da análise do capital intelectual dentro da administração estratégica pelas empresas que estão deixando a era industrial para entrar na era do conhecimento.

    Por: Keyth Martinsl Negócios> Administraçãol 02/04/2009 lAcessos: 2,917
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast