O Que É E-Business?

17/03/2010 • Por • 8,580 Acessos

Em um momento cada vez mais competitivo no mercado as empresas apostam alto nas mudanças operacionais e estruturais para garantir seu espaço com o consumidor, buscando alternativas para reduzir custos, ampliar a lucratividade, minimizar tarefas ou mesmo melhorar  processos internos.

Com este universos em constante transformação, especialmente nas questões de TI, é fácil entender porque diversas empresas estão buscando alternativas na internet através do E-business.

Mas o que é o E-business?

E-business vai muito além do comercio eletrônico (E-commerce), podendo ser definido como sendo "a utilização máxima do potêncial técnologico da informação, atualizando processos e aumentando a valorização do cliente para a empresa."

Ao contrário de o que se pensa de e-business, não é apenas de vender produtos ou serviços na internet, vai muito além disto, é uma reestruturação completa da empresa através da integração tecnologica que visam uniformizar o atendimento do cliente sem perder o poder de individualização que auxilia ainda hoje no processo de fidelização do cliente.

Então, quais são os principais serviços do e-business?

A resposta é extramente ampla, vai depender muito do que você pretende com a implantação do e-business, você pode por exemplo não ofertar nada aos seus clientes através de e-business, mas quer melhorar o processo interno de compras ou talvez melhorar as relações entre os departamentos da sua empresa, tornando a informação interna linear a todos os colaboradores, enfim, e-business é utilizar a técnologia para melhorar processos.

Os serviços mais comuns do e-business são:

E-commerce: Ou também chamado de lojas virtuais, comércio eletrônico, trata do processo de vendas da empresa e, sua utilização vai além de atender apenas seus clientes a uma região "x", é um processo que amplia sua área de cobertura, extendendo-se até mesmo a territórios internacionais, e buscando clientes que antes sua empresa jamais iria atingir sem o auxilio da internet.

Obs.: A implantação de um serviço e-commerce é muito mais complexa do que apenas inserir produtos em um site na internet e disponibilizar para a venda, é preciso pensar no processo logístico que esse produto fará desde o seu fornecedor de matéria-prima, sua fabricação, entrega para transportadora e todo o tempo que esse processo irá levar para atender o cliente de modo que o torne um cliente ativo ou mesmo fidelizado. Esta é a base de um e-commerce bem sucedido pórem, a muito mais por traz, ao qual vou comentar em detalhes dos próximos artigos.

E-procurement: O nome é complicado mas seu entendimento é simples, trata do sistema integrado para a cadeia de fornecedores da sua empresa, podemos chama-lo de "departamento de compras". A sua função não é apenas a de procurar fornecedores novos, mas também de realizar a cotação de preços e as condições do fornecimento, tudo da forma mais automatizada possivel.

Então como seria ter um sistema de e-procurement?

Imagine que um  você recebeu um pedido qualquer do seu cliente, o primeiro passo para a produção seria cotar com seus fornecedores a matéria-prima, o que em uma empresa convencional trataria de um funcionário ou grupo de funcionários de compras telefonando ou mesmo enviando e-mails para seus vários fornecedores para verificar os preços, condições, tempo de entrega para então localizar o melhor serviço, muito bem, isto de forma manual levaá um certo tempo a ser executado. Agora imagine essa mesma situação, mas agora em uma empresa que possui o serviço e-business de e-procurement, ao entrar o pedido automaticamente o sistema irá buscar no seu banco de dados de fornecedores, alimentado pelos próprios constantemente seja manualmente ou através da integração de seus sistemas, este irá localizar as melhores oportunidades que atendam à necessidade daquele pedido, e cabe a você apenas "apertar um botão" para autorizar a compra da materia-prima daquele fornecedor localizado pelo serviço, prático não?

E-CRM: O sistema de E-CRM (e-Costumer Relationship Management) não difere muito de um sistema convencional de CRM, apenas engloba maiores serviços para acompanhamento do cliente no seu e-commerce, como a categoria de produtos que o cliente mais visualizou, quanto tempo em média o cliente leva buscando informações no site até o processo de compra, a média de clientes que acessam um produto e o seu % de compras finalizadas, entre outras várias funcionalidades. Um sistema de E-CRM eficiente grava todo o histórico da interação do cliente com a empresa e seu produto, e transforma esses dados em informações utéis para empresa melhorar seu relacionamento com os clientes e as decisões estratégicas individuais ou em um grupo de clientes que possuem as mesmas caracteristicas, reduzindo custos, fidelizando clientes, qualificando a carta de clientes e gerenciando os processos de compras, vendas, estoque e prospeção financeira da empresa baseado nas informações fornecidas pelo sistema.

E-ERP: Este é um dos sistemas mais importantes dentro do gerenciamento empresarial e claro, para o e-business também. Assim como o E-CRM ele não difere na sua utilização do modo convencional, pois este é o sistema que mais necessita da interação dos recursos humanos da empresa, na inserção e controle dos dados financeiros, de vendas, produção e todos os setores ao qual há a necessidade de interação do ERP (Enterprise Resource Planning). Então o que o E-ERP tem de especial para o e-business? A reposta é fácil, sua integração com os demais sistemas e ainda mais com o processo de vendas no e-commerce, gerando maior agilidade nos procedimentos desde a entrada do pedido, seu faturamento, produção e entrega final ao cliente.

E-DSS: Decision Support System ou Sistema de suporte a decisões, é o mesmo que BI (Business Intelligence) como é mais conhecido, trata das informações compiladas para a tomada de decisão estratégica de uma empresa, é ainda muito pouco usada, devido aos altos custos desse sistema em especial, apenas grandes empresas possuem capital suficiente para sua implantação, situação qual tem melhorado muito com a entrada de softwares livres de gerenciamento. Esta é uma ferramenta que se utilizada de forma adequada por profissionais que realmente entendam a sua importância e saibam utilizar corretamente as informações contidas no sistema pode garantir o sucesso da compania.

Um pouco da história do BI mostra que antigamente era um ferramenta mais restrita aos departamentos de logística e financeiro da empresa, e atualmente vem sido integrado no e-business como uma forte ferramenta de Data Mining (mineração de dados) e Data Warehousing, diretamente conectados ao sistema de CRM.

Bom, neste texto procurei inserir apenas algumas explicações do que é o e-business e quais sua principais utilizações, o intuito era o de mostrar que o e-business vai muito além de vender online através do seu portal de e-commerce ou website. Nos próximos artigos irei explicar e exemplificar com maiores detalhes cada passo e serviço do E-business.

Espero que tenho gostado do texto e que tenha sido utéis para quem busca informações sobre negócios online.

por Alexandre Poseddon
Consultor de E-business e Planejamento Estratégico
Site: http://www.poseddon.com/

Perfil do Autor

Alexandre Poseddon

Alexandre Poseddon é Consultor de e-business e Planejamento estratégico com foco em Marketing. Começou sua carreira ainda muito cedo atuando com o mercado de internet quando essa ainda estava começando a se difundir no Brasil, hoje graduado em Marketing pela Veris faculdades (Grupo IBMEC), possui diversas premiações acadêmicas em sua carreira como diploma de excelência, melhor projeto de conclusão de curso e primeiro colocado nos jogos de negócios.