A Humanização No Serviço Da Saúde Na Atuação Da Enfermeira Na Assistência Ao Parto

Publicado em: 28/11/2008 |Comentário: 4 | Acessos: 5,644 |

A HUMANIZAÇÃO NO SERVIÇO DA SAÚDE NA ATUAÇÃO DA ENFERMEIRA NA ASSISTÊNCIA AO PARTO



Edna Meides*



Eneusa Mendonça*



Estefânia Gomes *



Franciele Bertoncelli



Francielle Ferreira*



Mayara Leão*



Rayanne Leão*



Simone Peres*



Orientadora: Ann Otília



*Acadêmicas de Enfermagem/ IESRIVER



RESUMO: Segundo Carlos Gil, a humanização no serviço de saúde ainda é muito lenta, e em algumas áreas existe ainda uma grande resistência, como é no caso do parto com a assistência de enfermagem. O objetivo desse estudo é de enfatizar a importância de uma boa assistência e humanização no momento do parto até o nascimento, mostrando a assistência prestada da enfermagem obstétrica e sua equipe. A pesquisa foi realizada por literatura bibliográfica, pesquisa virtual e artigos sobre o tema através do site REHUNA.



PALAVRA-CHAVE: Humanização, Assistência de Enfermagem.



1. INTRODUÇÃO



Á medida que os futuros pais se tornam mais bem informados a respeito da assistência à saúde, ficam mais bem capacitados a assumir o papel da participação ativa na assistência à gravidez e ao parto. Muitos casais aproximam-se da experiência do parto com idéias definidas a respeito dos métodos que preferem a fim de que o acontecimento seja para eles o mais significativo.



A assistência à maternidade inclui a assistência da gestante no início ao fim do trabalho de parto com a puérpera e recém nascido.



Com a iminência do trabalho de parto, parto e nascimento, pode desencadear excitação e a apreensão nas gestantes, nessa fase de vida a mulher tem várias necessidades físicas e psicológicas, dando espaço aos medos, diminuição nutricional, ansiedade, diminuição do desejo sexual.



O mecanismo do trabalho de parto consiste em quatro fases: dilatação, expulsão, etapa placentária.



O conjunto desses episódios constitui os fenômenos passivos do parto, que se completam com a análise dos movimentos executados pelo feto, na sua penetração rotativa através do canal parturitivo, impulsionado pelas contrações uterinas.³



O cordão umbilical, a placenta e o líquido amniótico mantêm condições favoráveis e nutritivas para o crescimento e desenvolvimento do feto.



O aleitamento materno é o método natural de nutrição do recém nascido normal e tem certas vantagens sobre a alimentação artificial. Entretanto, para que ela seja uma experiência satisfatória tanto para a mãe como para o bebê, a mãe deve primeiro querer alimentar seu bebê ao seio.



Cabe a equipe de enfermagem prestar a assistência qualificada e humanizada a gestante e recém nascido procurando o bem estar da mãe-filho. A enfermagem deve fazer o que sabe com vontade, carinho e atenção esquecendo que os procedimentos a serem feitos são de rotinas, lembrando sempre que se não houver amor e humanização não haverá qualidade no atendimento.



Acolher os que nascem é colaborar para tecer uma sociedade ética, ecológica, é promover relações de confiança mútua e de cooperação que incluam a todos com suas singularidades e diferenças. O nascimento é um momento primordial para desenvolver a capacidade de amar.



Este artigo foi realizado através de literaturas bibliográficas, pesquisa online e artigos científicos através BDENF através do www.bireme.br, e site de uma org. REHUNA.



2. OBJETIVO



Discutir e ressaltar a importância da Humanização no Parto na Assistência de Enfermagem e de resgatar o caráter fisiológico no processo do nascimento de forma positiva e sem traumas.



3. METODOLOGIA



A pesquisa foi realizada por meio de revisão de literatura obtida através diferente bases de dados e pesquisas da área relacionada ao tema.



4. HUMAIZAÇÃO NO PARTO NA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM



A causa do inicio do parto não é completamente conhecida. Muitas teorias foram desenvolvidas a fim de explicar por que as contrações musculares, que se deram de modo indolor e sem força expulsiva durante a gravidez, finalmente se tornam eficazes aproximadamente do décimo mês desta. Também não é conhecido o motivo por que alguns trabalhos de parto ocorrem antes e outros após a data esperada.



O trabalho de parto tem por fim expelir o feto através das vias genitais. ³ O processo de trabalho de parto é dividido em três períodos, dilatação, expulsão, etapa placentária.



A assistência de Enfermagem na gravidez começa, no ante parto, sendo definido como aquela assistência prestada à futura mãe durante sua gestação. Embora a gravidez seja normal, é um acontecimento especial na vida de uma mulher e, como tal, exige algumas adaptações especiais para a promoção da saúde dela e do feto. Os profissionais da saúde devem encarar essa ocasião como uma ótima oportunidade para a manutenção preventiva da saúde e para a educação da cliente.



Dessa forma, o uso de práticas como deambulação da parturiente, presença do acompanhante, restrição do uso rotineiro de ocitocina e episiotomia e o estímulo ao parto vertical, provocam divergências entre os profissionais. É indispensável que a equipe na atenção obstétrica seja capacitada e sensibilizada a trabalhar em conjunto e superar conflitos, a fim de que sejam respeitados os desejos das mulheres acolhidas no serviço.



O conforto físico pode ser aumentado pelo uso de técnicas de massagem e relaxamento, posturas variadas, música, métodos de respiração e práticas alternativas, que favoreçam o bom desenvolvimento do trabalho de parto e forneça conforto e segurança a mulher e seu bebê.



A proposta de humanização do parto teve grande ênfase em 1987 com o projeto Maternidade Segura que teve como objetivo: elevar a qualidade do atendimento à saúde materno-infantil, reduzindo a morbidade e mortalidade, através do credenciamento de instituições que promovam a assistência integral à saúde da mulher e da criança. ²



Em 1996, a Organização Mundial de Saúde (OMS), publica um Guia Prático: Assistência ao Parto Normal, onde conceitua o parto normal e a humanização do parto e cita a Enfermeira Obstetra como um personagem de destaque, sendo esta uma profissional qualificada para assistir ao parto, contribuindo para a Humanização desta assistência. ²



Reiteramos que a realização de procedimentos obstétricos, inclusive parto sem distócia podem legalmente ser realizados por enfermeiros especialistas, a teor da Lei 7498/86 e da Resolução 223/99 do Cofen, que garante ainda ao enfermeiro, a atribuição de emissão do Laudo de Enfermagem para autorização de internação hospitalar, conforme Portaria SSAS/MS 163/98 do Ministério da Saúde.



O Ministério da Saúde desenvolve outras ações voltadas à redução de cesarianas desnecessárias e ao incentivo dos partos normais humanizados. Em 2000, foi instituído o Programa de Humanização no Pré-natal e Nascimento (PHPN) com o objetivo de assegurar o acesso e a qualidade do acompanhamento pré-natal, da assistência ao parto, pós-parto e neonatal. O programa repassa incentivos financeiros a municípios e maternidades que ofereçam, em sua rede de serviços, atenção ao pré-natal, ao parto e a possíveis complicações obstétricas. O incentivo financeiro tem aumentado a cada ano. Em 2004, foi repassado R$ 24,8 milhões, o que representou um reajuste de 42% em relação ao ano de 2003. Ao todo, 4.951 cidades já aderiram ao programa, o que corresponde a 89% do total de municípios do país.



5. CONCLUSÃO



A mudança de modelo da assistência ao parto ainda é lenta, e encontra-se ainda uma resistência muito forte da classe médica na atuação de humanização por parte da enfermagem. Mas tanta resistência não impede o cuidado da mulher durante o trabalho de parto, colocando em prática as estratégias próprias, prestando um cuidado diferenciado e ganhando seu espaço.



Para alcançarmos a humanização no parto devemos estar dispostos a livrar a mulher de riscos desnecessários, e como profissionais da saúde zelar pela promoção, proteção e recuperação da saúde, e não somente ser gentil e carinhoso, que sem dúvida são atitudes indispensáveis em qualquer cuidado de enfermagem.



A pessoa que cuida deixa de prestar atendimento no sentido de realizar um procedimento e passa a refletir junto e realiza uma ação, interagindo com a pessoa a ser cuidada, com ela, com envolvimento e responsabilidade. Compreende a realidade do outro, preocupa-se em como o outro se sente e faz do cuidado um instrumento para o crescimento do outros.



6. REFERÊCIAS BIBLIOGRÁFICAS



1- COREN, RS. Informativo Eletrônico da Biblioteca do COREN-RS. vol.05, nº08-agosto/2007. Disponível em <www.portalcorenrs.gov.br> Acesso em 11/09/2008.



2- SILVA, L. Rangel da; SERRANO, N. de Souza; CHRISTOFFE, M. Moreira. La enfermera obstetra y La política de humanizacíon Del Parto. Revista Eletrônica de Enfermería. Disponível em <www.um.es/eglobal> Acesso em 13/09/2008.



3- REZENDE, Jorge de. Obstetrícia. 10ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.



4- REHUNA. Rede pela Humanização no Parto e Nascimento. Disponível em <www.rehuna.org.br> Acesso em 13/09/2008.



5- ZIEGEL, Erna e; R.N.; M.A. Enfermagem Obstétrica. 8ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1985.



Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 16 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/noticias-e-sociedade-artigos/a-humanizacao-no-servico-da-saude-na-atuacao-da-enfermeira-na-assistencia-ao-parto-662838.html

    Palavras-chave do artigo:

    humanizacao

    ,

    assistencia de enfermagem

    Comentar sobre o artigo

    A falta de ética e respeito na área da saúde vem sendo a grande causa de muitos problemas, pois as pessoas que chegam para receber um atendimento médico não se sensibilizam. Pois nos hospitais, PSFs e ambulatórios devido às situações que os profissionais se encontram é um ambiente de muita tensão. Com o avanço da tecnologia, alguns enfermeiros se deixam levar pela facilidade que as maquinas os oferecem, deixando de seguir o código de ética, em que devem ser baseados e avaliados.

    Por: josias graciani ribeirol Educação> Ensino Superiorl 09/05/2013 lAcessos: 42

    O transtorno mental caracteriza-se por falha do indivíduo em comportar-se de acordo com as expectativas de sua comunidade, afetando-lhe cada aspecto e refletindo-se em seus pensamentos, sentimentos e ações. A assistência prestada pela enfermagem aos pacientes com transtornos mentais, é de extrema importância, pois a enfermagem possui em sua essência a arte do cuidar, visando não só o cuidado físico mas também o emocional.

    Por: Mikaela Silval Educação> Ensino Superiorl 09/05/2013 lAcessos: 90
    Claudia Forlin

    Neste trabalho iremos abordar o trabalho do enfermeiro na pediatria que garanta e promova uma assistência humanizada a criança através de recreações e ao mesmo tempo faz parte de seu tratamento, e como conseqüências uma melhor qualidade de vida na hospitalização tratando não tão somente a sua enfermidade, mas também de sua saúde psicológica e estabelecer uma forma de comunicação entre a enfermagem, familiares e pacientes.

    Por: Claudia Forlinl Saúde e Bem Estar> Medicinal 04/04/2011 lAcessos: 3,515

    Esta é uma reflexão sobre cuidado materno no alojamento conjunto, baseada nos conceitos de Preocupação Materna Primária, Cuidado Materno e Ambiente. O alojamento conjunto é idealizado como um local propício ao estabelecimento, entre a mãe e a criança, de uma aproximação que favoreça o cuidado materno.

    Por: Valeria Infantini dos Santosl Saúde e Bem Estarl 11/10/2010 lAcessos: 4,207

    O presente artigo identificou as características de liderança, do enfermeiro à prestação da assistência de enfermagem humanizada, trazendo um resgate sobre o contexto da liderança na enfermagem e o relacionamento interpessoal com a equipe, Tratou-se de uma pesquisa de campo exploratória, descritiva, quantitativa com amostra composta por 12 enfermeiras.O perfil das profissionais, no linear da dimensão organizacional, apresentou como fator influenciador as características pessoais do enfermeiro, a

    Por: Darlene Berettal Saúde e Bem Estar> Medicinal 08/07/2010 lAcessos: 3,752

    Resumo: Trata-se de um estudo de revisão bibliográfica, com objetivo de enfatizar os aspectos sobre humanização no ambiente de unidade de terapia intensiva a enfermagem e o cuidado humanizado. Humanizar é retomar o respeito à vida humana, considerando todos os aspectos adjacentes em sua existência. Especialmente na unidade de terapia intensiva, um local culturalmente desconhecido e incerto aos pacientes e familiares. Identificou-se que os cuidados intensivos são desafiadores, pois assistir o ser

    Por: TATIANA DANDOLINIl Saúde e Bem Estar> Medicinal 16/09/2012 lAcessos: 323
    Marco Antonio Dos Santos Lima

    Introdução: Durante o parto normal, a mãe deve ter o contato direto com seu bebê, pois é neste momento que a troca de sentimento e afeto se torna mútua, trazendo conforto e bem-estar incondicional para a mãe e o bebê. Objeto: a humanização no atendimento ao parto normal. Objetivo: Buscamos determinar a incidência das publicações científicas, no período entre 2002 a 2009, com um estudo descritivo exploratório, que abordam a humanização da assistência no parto normal, da base de dados: Literatura

    Por: Marco Antonio Dos Santos Limal Saúde e Bem Estarl 01/06/2011 lAcessos: 909
    Tatiana Souto Chuff Del Barba

    Terapia Intensiva é descrito como local que conta com tecnologia de ponta concomitante a importância do olhar clínico, atenção e sensibilidade da equipe de enfermagem frente ao cliente. A vasta quantidade de profissionais que estão à beira leito, as técnicas e procedimentos invasivos utilizados na terapia intensiva destrói e impacta o bem estar desses familiares, o medo do doente não melhorar, o tempo de estadia no CTI e conseqüentemente evoluir ao óbito, já que o lugar é propício.

    Por: Tatiana Souto Chuff Del Barbal Saúde e Bem Estar> Medicinal 26/04/2013 lAcessos: 81

    O estudo teve como objetivo levantar as principais literaturas nacionais que abordem a humanização das equipes de enfermagem, identificando sua necessidade e importância na atividade da enfermagem. Após análise, descreveu-se aspectos da formação acadêmica voltada para humanização, considerações éticas à assistência e a necessidade de humanizar o cuidado frente aos avanços tecnológicos. Concluiu-se que humanizar a assistência de enfermagem em centro cirúrgico é um desafio.

    Por: emilainel Educação> Ensino Superiorl 09/05/2013 lAcessos: 92
    Tiago

    Devemos planejar um mundo melhor no qual todos são respeitados do jeito que são. Somos e nos expressamos segundo nossa vontade priorizando nosso ser!

    Por: Tiagol Notícias & Sociedadel 25/09/2014

    A "Turma do Sorriso", grupo de teatro que faz ações sociais, visitou em setembro pacientes internados no Hospital Regional Público do Sudeste Dr. Geraldo Veloso (HRSP), gerido pela Pró-Saúde, em Marabá, no Pará.

    Por: Aline Limal Notícias & Sociedadel 22/09/2014

    Quando os primeiros agrupamentos humanos passaram de meros bandos a tribos, a civilização, como a conhecemos, começou. Em bandos, prevalece a vontade do mais forte, em detrimento de tudo o mais, até mesmo da sobrevivência do próprio bando. Nas tribos, embora os mais fortes e capazes continuem a ter privilégios, há consciência da importância da coletividade para a continuidade da existência de todos - algum tipo de lei se impõe.

    Por: Central Pressl Notícias & Sociedadel 11/09/2014

    Trata-se de considerações acerca da reeleição política no Brasil, responsável pelo cabide de emprego político e por outras mazelas.

    Por: Julio César Cardosol Notícias & Sociedadel 06/09/2014

    Considerações gerais acerca das propagandas das candidaturas políticas nos meios de comunicação.

    Por: Julio César Cardosol Notícias & Sociedadel 01/09/2014

    Considerações gerais acerca da candidatura à eleição e reeleição de políticos oportunistas, descumpridores de mandatos.

    Por: Julio César Cardosol Notícias & Sociedadel 28/08/2014

    Considerações acerca da eleição para o governo de Santa Catarina, alertando o eleitor a não eleger políticos de duvidosa seriedade.

    Por: Julio César Cardosol Notícias & Sociedadel 26/08/2014

    A Humanidade é conduzida por várias cabeças na educação, na religião, na política, na filosofia, na ciência, no esporte, na arte; pois o mundo é uma Escola onde todos estão aprendendo as Leis Morais e Universais.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Notícias & Sociedadel 19/08/2014

    Comments on this article

    0
    CACILDA COSTA PARANHOS 21/12/2010
    PARABÉNS pelo artigo, realmente já se tem avanços quanto a humanização nos partos e que há incentivos governamentais para qualificação dos profissionais para atuarem com maior humanidade e qualidade.
    0
    Erika tavares de Aviz 08/03/2010
    Parabens pelo tema, foi importante para minha monografia ''A assistencia de enfermagem no parto humanizado''
    0
    Analícia 06/11/2009
    Tb foi muito útil pra mim, pois o tema da minha nomografia é "A importância do Enfermeiro no Parto Humanizado". Obrigada!
    0
    rubia 25/07/2009
    ACHEI SEU ARTIGO MUITO BOM.ESSE TEMA ME INTERESA MUITO,
    PORQUE E O A MINHA MONOGRAFIA.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast