Agressividade Em Baixa Com Serotonina

Publicado em: 02/09/2008 |Comentário: 4 | Acessos: 23,404 |

 AGRESSIVIDADE EM BAIXA COM SEROTONINA

 

A serotonina, um dos principais neurotransmissores do sistema nervoso central, desempenha um papel importante no controle das emoções, especialmente a agressividade.

 Um estudo britânico, recentemente publicado na revista “Science”, nos Estados Unidos, foi um dos primeiros a mostrar uma relação entre o baixo nível de serotonina e o impulso.

Os pesquisadores, ao reduzirem o aporte alimentício dos participantes do estudo, diminuíram o nível de serotonina no cérebro.

Para realizar a pesquisa, os cientistas recrutaram 20 voluntários saudáveis. Suas dietas foram controladas, sendo que alguns dos participantes ficaram com falta do aminoácido triptofano, enquanto outros o mantiveram níveis normais. O triptofano é o aminoácido que dá origem à serotonina.

A partir daí os voluntários foram submetidos a um jogo, no qual deveriam reagir ao comportamento dos companheiros.

"Os resultados dos nossos trabalhos fazem pensar que a serotonina desempenha um papel essencial nos processos de decisão em sociedade, controlando, normalmente, as reações agressivas", destaca Molly Crockett, do Instituto de Neurociências Clínicas da Universidade de Cambridge, co-autor do trabalho.

"As variações na alimentação e o estresse provocam variações naturais em nosso nível de serotonina", acrescenta, destacando "a importância de compreender como isso pode afetar nossas decisões na vida diária".

O trabalho também mostra que as pessoas que sofrem de depressão e ansiedade podem beneficiar-se de terapias que as ajudem a controlar suas emoções, no momento de tomar decisões, especialmente em um contexto social.

 

SENSIBILIZE-SE COM A SEROTONINA

 

Essa tão famosa substância, denominada serotonina, desempenha diversas funções no organismo, como: liberação de hormônios, regulação do sono, da temperatura corporal, do apetite, do humor, da atividade motora e das funções cognitivas. A sua deficiência tem sido relacionada a doenças graves, como o mal de Parkinson.

Com taxas normais de serotonina no organismo, a pessoa atinge a saciedade mais facilmente, conseguindo desta forma controlar a ingestão de açúcares e demais alimentos calóricos.

É o nutriente denominado triptofano que atua na produção da serotonina no organismo. São fontes deste nutriente: alimentos ricos em proteínas, como carne bovina e de peru, peixe, leite e derivados, amendoim, tâmara, banana, etc.

            Tenha uma alimentação balanceada e rica em todos os grupos alimentares. Desta forma você estará fornecendo ao seu corpo, o subsídio para a manutenção da sua saúde.

            Tenha uma ótima e informada semana.

 

Izaara Alvarenga

Nutricionista

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 9 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/nutricao-artigos/agressividade-em-baixa-com-serotonina-545960.html

    Palavras-chave do artigo:

    agressividade

    ,

    serotonina

    ,

    saude

    Comentar sobre o artigo

    Graca Martins Martins

    O objetivo deste texto é descrever a função da serotonina no organismo humano. A metodologia adotada foi a revisão bibliográfica. A Serotonina desempenha um importante papel no organismo é como um neurotransmissor no cérebro. A falta de serotonina pode resultar em carência de emoção racional, sentimentos de irritabilidade e baixa afetividade, crises de choro e outros problemas emocionais.

    Por: Graca Martins Martinsl Saúde e Bem Estar> Medicinal 09/10/2011 lAcessos: 625

    Quando a menstruação aproxima-se, enquanto os níveis do hormônio chamado progesterona aumentam, os de serotonina, neurotransmissor responsável pelo bem estar, diminuem. É aí que encontra-se o “problema”. Surge então o mau humor, agressividade, vontade de comer doces, etc. Além disso, podem ocorrer cólicas, retenção de líquidos, insônia, dores de cabeça, entre vários outros.

    Por: Izaara Carvalho Alvarengal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 29/10/2008 lAcessos: 836
    Lucivania da Silva

    Partindo do principio que a depressão infantil pode ser explicada, levando-se em consideração a história de vida, contingências ambientais, fatores orgânicos e elementos comportamentais, o presente trabalho objetivou descrever alguns aspectos da dinâmica familiar e escolar do indivíduo que causam depressão infantil, sobre a ótica da Psicopedagogia. Por se tratar de uma pesquisa de caráter integrativo, enfatizamos a importância de os profissionais da área educacional estarem atentos aos sintomas.

    Por: Lucivania da Silval Educação> Educação Infantill 25/09/2012 lAcessos: 348

    A obesidade pode ser definida com base no IMC que é obtido pela divisão da massa corporal pelo quadrado da estatura. O tratamento farmacológico da obesidade está indicado quando o paciente possui um IMC maior que 30,0kg/m2 ou quando apresenta doenças associadas ao excesso de peso. Objetivando realizar pesquisa bibliográfica sobre a obesidade e o uso de anorexígenos. Concluindo que a obesidade vem atingindo números agravantes e o uso dos anorexígenos cada vez mais comuns na busca corpo perfeito.

    Por: Aline Meurerl Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 29/10/2011 lAcessos: 868
    Ágatha Karina Xavier de Barros

    Vivemos uma crença de que todas as situações da vida (dificuldades, incertezas, medos, frustrações, raiva e tristeza) podem ser resolvidas somente à base de calmantes, ansiolíticos, hipnóticos, antidepressivos, assim como com outras drogas (dentre elas cocaína, crack) aumentando cada vez mais a tolerância a droga e diminuindo a qualidade de vida do individuo de forma integral (saúde física, mental, social, ambiental e espiritual) .

    Por: Ágatha Karina Xavier de Barrosl Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 08/06/2014 lAcessos: 92
    Luiz Jafér

    Este trabalho tem como objetivo estabelecer as principais relações envolvidas na prática sistemática de exercícios físicos (em especial a ginástica aeróbica) com a Síndrome Pré Menstrual (SPM). Muitas mulheres do mundo inteiro todos os meses deparam-se com uma série de sintomas vindos antes da menstruação que acabam afetando sua saúde e seu bem-estar, ás vezes de forma significativa.

    Por: Luiz Jaférl Saúde e Bem Estarl 28/05/2012 lAcessos: 617
    marco mammoli

    A dor ,por não possuir órgão responsável por ela, está presente em algum momento em todas as patologias.É um sintoma quase que comum.Provavelmente ,é um dos sofrimentos mais antigos do homem além do medo. Como nas situações de difícil resolução, a dor a dor nos traz sentimento de total impotência.É o que mais leva pacientes em busca de tratamento. De abordagem e diagnóstico complexos estão presentes em uma clinica polimórfica multicausal, seja por envolvimento orgânico, emocional ou ambos.

    Por: marco mammolil Saúde e Bem Estar> Medicinal 16/08/2010 lAcessos: 4,748
    CARLEIAL. Bernardino Mendonça

    Trabalho científico de Psicobilogia enfocando os caminhos neurais dos estímulos ambientais para o cérebro, a fim de formar a Mente culta e útil para a pessoa e para a Sociedade. Explica as consequências negativas ou positivas do conhecimento e da falta de Conhecimento.

    Por: CARLEIAL. Bernardino Mendonçal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 11/09/2011 lAcessos: 219

    Trabalhando com alunos do 1° ano A do Ensino Médio, do período matutino, durante o terceiro bimestre de 2009, ficou clara a necessidade de um trabalho sobre as drogas voltado a pesquisa, interpretação de dados matemáticos, associados com a ferramenta laboratório de informática. Assim é dever do professor uma vez detectado a necessidade, planejar suas aulas de modo a garantir aos alunos o debate e a inquietação sobre o tema proposto.

    Por: KELLY CRISTINA CEZAR DIASl Educação> Ensino Superiorl 09/07/2012 lAcessos: 1,353

    A Aloe Vera é uma planta de beneficios incriveis para a nossa saúde. comprovadissima um suplemento alimentar, depurativo com propriedades antioxidantes

    Por: Marial Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 20/10/2014

    Até as pessoas que desejam engordar, precisam ingerir alimentos saudáveis. A carne vermelha tem diversos benefícios e deve estar presente na dieta para ganhar peso.

    Por: Michellel Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 17/10/2014

    A insônia é um problema que aflige grande quantidade de pessoas. Para ajudar a combater o problema, alguns hábitos alimentares podem ser mudados. Este artigo fala sobre como algumas mudanças na alimentação pré sono pode ajudar a amenizar o problema.

    Por: Michellel Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 17/10/2014
    Alexandre delacaze

    A riqueza da diversidade da Amazônia, disponibiliza também uma grande variedades de frutos, que são coloridos, saborosos e muitos benefícios trazem para nossa saúde.

    Por: Alexandre delacazel Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 17/10/2014

    Apesar de não parecer, existem milhares de pessoas que desejam engordar, mas não conseguem. Essas pessoas buscam formas para ganhar peso e acabam ingerindo alimentos ricos em gordura, acreditando que não existem alimentos calóricos e saudáveis ao mesmo tempo. Este artigo mostra que é possível ganhar peso sem perder a saúde.

    Por: Magra Onlinel Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 15/10/2014
    Adriano

    Quer ter uma alimentação equilibrada e saudável e não sabe por onde começar? Que tal trocar os cereais refinados de seu cardápio pelos cereais integrais?

    Por: Adrianol Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 13/10/2014

    Artesanal dá dicas de bem-estar para prolongar os anos de vida e ensina receitas de drinques nutricionais para ajudar na saúde

    Por: Marianal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 13/10/2014
    Edison Candido Gonçalves

    Sempre é bom relembrar. Exercícios físicos sem uma dieta adequada pode comprometer a sua saúde. É o que alerta a Dra. Giovana Guido, nutricionista esportiva e atleta bikini fitness. Muitos que aderem a um programa de emagrecimento e ganho de massa muscular cometem esse erro básico.

    Por: Edison Candido Gonçalvesl Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 10/10/2014

    O mês de fevereiro é o mais propício a discussões a respeito da volta às aulas, sobre o calor, que realmente está acima da média, mas muitas das dúvidas giram em torno da alimentação escolar.

    Por: Izaara Carvalho Alvarengal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 02/03/2011 lAcessos: 81

    Eis o fruto da pimenteira, que por muitos adorado, mas também que por um receio por outros não consumido! Mas sejam as verdes ou vermelhas, as pimentas vêm ganhando espaço nos estudos relacionados a saúde.

    Por: Izaara Carvalho Alvarengal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 02/03/2011 lAcessos: 171

    A Doença de Crohn caracteriza-se por inflamação crônica de uma ou mais partes do tubo digestivo, desde a boca, passando pelo esôfago, estômago, intestino delgado e grosso, até o reto e ânus.

    Por: Izaara Carvalho Alvarengal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 25/01/2010 lAcessos: 1,763 lComentário: 1

    A doença celíaca é considerada uma condição crônica que afeta o intestino delgado, também é conhecida como espru não tropical e enteropatia sensível ao glúten.

    Por: Izaara Carvalho Alvarengal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 18/01/2010 lAcessos: 638 lComentário: 1

    A dúvida do que se pode ou deve comer na parte da noite é muito comum, saiba agora quais são as melhores escolhas, principalmente para você caro leitor (a) que tem como objetivo o emagrecimento.

    Por: Izaara Carvalho Alvarengal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 11/01/2010 lAcessos: 4,873

    Todos nós sabemos que a época do natal e também na virada do ano, os alimentos se fazem presença, mas isso não quer dizer que precisam ser calóricos e gordurosos, não é?

    Por: Izaara Carvalho Alvarengal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 07/12/2009 lAcessos: 364

    Conhecimento nunca é demais, espero que você caro leitor (a) tenha gostado de receber informações atuais sobre patologias associadas a alimentação.

    Por: Izaara Carvalho Alvarengal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 23/11/2009 lAcessos: 710

    Não se pode e nem deve culpar o metabolismo sem antes fazer um recordatório alimentar detalhado, em outras palavras, analisar o hábito alimentar, quantidade e qualidade dos alimentos que se está ingerindo.

    Por: Izaara Carvalho Alvarengal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 23/11/2009 lAcessos: 328

    Comments on this article

    6
    ALEXANDRE PORTO 21/12/2009
    DOUTORA ESTOU COM MEU NÍVEL DE SEROTONINA MUITO BAIXO.FIZ O EXAME DE SANGUE E ACUSOU SEROTONINA - 5 HIDROXI TRIPTAMINA 275 NMOL/L . SENDO QUE JÁ TOMO TODOS OS DIAS 200 MG DE SEROTONINA TODOS OS DIAS . O QUE PODE SER ESSA BAIXA , JÁ TIVE UM CANCÊR NA BASE DO CRÂNIO UM LINFOMA DE CAVUM E TENHO HIPETIROIDISMO. ME AJUDE DOUTORA ANDO MUITO TRISTE.
    0
    Bruna, Luiz e Michele 11/10/2009
    Cara Izaara Alvarenga

    Agradecemos muito a sua atenção por responder nosso comentário.
    Ficamos muito gratos pela sua disposição em colaborar com o nosso projeto

    Mas, nós não estamos conseguindo entrar em contato com você pelo seu e-mail,
    pedimos, se for possível você entrar em contato com a gente pelo nosso e-mail.

    Atenciosamente,

    Bruna Martins, Luiz A. Lima e Michele C. da Silva.
    0
    Izaara Alvarenga 23/09/2009
    Oi Bruna, Luiz e Michele....entrem em contato comigo no meu e-mail pessoal para que possamos nos comunicar melhor! Estou a disposição...aguardo contato! Abçs...
    Izaara Alvarenga
    1
    Bruna, Luiz e Michele 22/09/2009
    Somos alunos da unidade escolar Etec Profº.Dr. José Dagnoni - Centro Paula Souza.Gostamos muito do seu artigo,e estamos desenvolvendo um projeto de pesquisa com o tema "Alimentação e Humor", como parte da disciplina Projeto Técnico Científico - "PTC".

    Fizemos pesquisas bibliográficas, de campo e científicas, e identificamos que a deficiência da serotonina no cérebro pode causar alteração no humor ou até mesmo depressão, autópsias realizadas em suicídas comprova que há falta de serotonina nos mesmos.

    E os níveis cerebrais de serotonina são dependentes da ingestão de alimentos fonte de triptofano (aminoácido precursor da serotonina) e de carboidratos.

    Aplicamos questionários em escolas, bibliotecas e nas ruas para saber se as pessoas tem conhecimento sobre o tema, e concluímos que elas, pouco sabem sobre o assunto.

    Dividimos os questionários por faixa etária, e elaboramos gráficos com esses dados.

    E todas as pesquisas realizadas ( bibliográficas, de campo e científicas) são anotadas a cada dia em nosso "diário de bordo" e colocadas no portfólio (onde esta localizado o andamento do nosso projeto).

    Precisamos fazer uma entrevista com um especialista nessa área de nutrição, que possa nos orientar para sabermos se nossa pesquisa esta cientificamente comprovada.

    Solicitamos sua colaboração. Aguardamos retorno.



    Atenciosamente,

    Bruna Martins, Luiz A. Lima e Michele C. da Silva.

    v
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast