O Encantamento

Publicado em: 13/06/2013 |Comentário: 0 | Acessos: 25 |

Um grande segredo.

Um grande segredo.

Um segredo.

Existe uma razão.

Para descrevê-lo.

Metaforicamente.

A vossa heteronomia.

Aponfântica.

A luz do vosso encanto.

Heuristicamente.

A sua sabedoria psicogenética.

Não tem como ser indiferente.

 Mas entre os sonhos.

O único desejo.

A sabedoria heterológica.

O grandevo sapiêntico.

Ninguém igual.

Tudo perfeito.

Como se fosse resenhada.

 Pela historiografia.

 Transcrita.

 Por mentalidades.

Geniais.

Mas entendida perfeitamente.

Como determina a vossa racionalidade.

A grandiloquência da sua linguagem.

Epagógica.

Gostaria de conseguir a realização.

Das representações.

Indescritíveis.

Nunca antes entendida.

 Indubitavelmente.

O seu silêncio.

Sendo a vossa razão.

O efeito da causa.

É muito difícil.

Porque as palavras não são.

Pronunciadas.

O inconcusso procedimento.

Mas o que quero dizer.

Você não pode entender.

Se entendesse tremeria.

De emoção.

Incontida ao vosso desejo.

Latíbulo a sensibilidade.

Não sei como fazer entender.

Gostaria que percebesse.

 Lauto a grandiosidade.

Um olhar primário.

Imperscrutável a sua sabedoria.

Iminente.

Poderia ser.

Tudo que seria possível.

Implexo ao sonho.

Entretanto ínclito a possibilidade.

Gostaria que recebesse  um aviso.

Do infinito proposto.

A serenidade da vossa fonte.

A inalienabilidade do vosso espírito.

Sem a vossa serapicidade.

Sinto o exício da perda.

Ainda não adquirida.

Se pudesse compraria.

Como seiva da sabedoria.

Sinais dados indelevelmente.

 A sobejidão escalonada.

A taxologia terapêutica.

Do vosso encantamento.

As palavras não são suficientes.

Nem mesmo as significações.

Certo tautocronismo exuberante.

Espero que perceba.

É o que necessita as fantasias.

Dos sonhos.

Edjar Dias de Vasconcelos

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/poesia-artigos/o-encantamento-6637853.html

    Palavras-chave do artigo:

    poesia critica

    Comentar sobre o artigo

    Edjar Dias de Vasconcelos

    Pergunto-te com singeleza. A intuição de um contra poeta. Nunca guardou rebanho? Quando sua poesia é palaciana. Admiro-te pela existencialidade. Até mesmo pela a coragem. Mas nunca contestou o mundo. Das fabulosas antas.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 05/09/2013 lAcessos: 37
    Pedro Melo

    O Modernismo sepultou a poesia de forma fixa? Não somente autores de renome continuaram a escrever poemas de forma fixa, como as formas fixas sobreviveram e ainda agradam a muitos leitores. Este artigo analisa brevemente o cultivo de um poema de forma fixa em particular, a trova, e sua presença nas letras brasileiras.

    Por: Pedro Melol Literatura> Poesial 30/01/2011 lAcessos: 159

    A poesia parnasiana mostrou-se como uma vertente dos ideais realistas, opondo-se ao romantismo, pela sua subjetividade e egocentrismo. Ainda assim, alguns aspectos desta poesia objetiva e descritiva mostraram-se tão subjetivos quanto os da escola literária anterior, a qual buscavam romper. Neste trabalho observaremos algumas destas subjetividades na poesia parnasiana para que, talvez, em um futuro trabalho de maior extensão e profundidade, os conceitos sobre estas obras sejam repensados.

    Por: Vinícius Araújo de Oliveiral Literatural 04/04/2010 lAcessos: 1,308
    Heloísa Prazeres

    A poesia de OMRP dialoga com a fértil tradição moderna que reuniu poesia e crítica. Poesia de extração lírica perpassada pela dimensão que elege o escritor como leitor ao longo de toda obra poética aqui enfeixada, produzida em sigilo ao longo da vida inteira, pelo dom do anonimato de sua autora.

    Por: Heloísa Prazeresl Literatura> Poesial 07/08/2013 lAcessos: 26

    Este artigo trata-se da pluralidade e do hibridismo presentes na poesia de Paulo Lemisnki. Tamanha foi a pluralidade deste escritor, que conseguiu adensar em sua obra inspirações, temáticas, formas e fôrmas das mais diferentes culturas, períodos literários, etc. Neste artigo, debruço-me sobre a relação estreita mantida entre a poesia leminskiana e o concretismo.

    Por: Poliana Rodrigues de Carvalhol Literatura> Poesial 10/06/2011 lAcessos: 220
    charles de jesus da silva netto

    Eu disse... Poesia é Assim Mesmo Poesia é Assim Mesmo, para quem gosta de apreciar boa poesia...

    Por: charles de jesus da silva nettol Literatura> Poesial 11/07/2009 lAcessos: 388 lComentário: 1
    marcia jovelina de jesus

    Uma das vozes mais destacadas na poesia brasileira e o poeta que expressou a poesia negra com mais ousadia, fervor e arte foi o poeta baiano Antonio Frederico de Castro Alves que nasceu no em quatorze de março de 1847, na cidade que leva o seu nome, e faleceu no dia seis de julho de 1871, vitimado de tuberculose. Hoje 164 anos após sua morte, Castro Alves continua a despertar profunda admiração dos que apreciam a poesia, assim como críticos e estudiosos.

    Por: marcia jovelina de jesusl Literatura> Poesial 22/11/2011 lAcessos: 109
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Da natureza do tempo. Que te achas absurdo. Ridículo a noção dele. Enrola se publicamente. A lexicologia portuguesa. Em grotescos palácios. Ferindo vossos pés em tapetes. O vosso cérebro em etiquetas. Sem a humildade para reconhecer. O mesquinho silêncio do tempo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 08/09/2013 lAcessos: 11

    Em que relevo poderemos colocar, nas linhas que se seguem, a Poesia Épica – em especial Homero e sua Odisséia? Que valores nos são legados pelo legendário poeta e por que ainda se nos mostram tão fecundas suas fantásticas narrações? É possível, por assim dizer, em nossa modernidade, um diálogo com este poema – já que dele nos dista esta barreira indelével de mais de duas dezenas de séculos? É o que tentamos examinar neste artigo.

    Por: José Luiz Araujo Dorea Juniorl Literatura> Ficçãol 05/03/2010 lAcessos: 242

    A partir da obra de Platão é estabelecida certa perspectiva no pensamento grego, a qual Nietzsche denomina "socratismo estético". Nietzsche também argumenta que mesmo Eurípides fora bastante influenciado por Sócrates, de maneira que o deus Dionino presente em As bacantes seria de fato uma caricatura socrática. A partir deste ponto, discutimos o papel do feminino em Platão e em Eurípides.

    Por: José Luiz Araujo Dorea Juniorl Literatura> Poesial 08/03/2010 lAcessos: 328

    Numa esplendorosa noite de lua cheia, vislumbrei o céu estrelado que nos convidava para uma bela noitada de amor. Olhei para o belo e delicado semblante de meu amor, pisquei os olhos, mas ela sem entender de que se tratava perguntou-me em tom suave, o que eu estaria almejando. Pensei em dizer-lhe que desejaria unir nossos corações naquela noite de luar convidativa para uma sessão de afagos e carinhos.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 19/02/2015
    José Guimarães

    Você recebe mensagem, de quem não sabe quem te enviou, em seu celular? Alguém tira dinheiro de sua conta sem que você fique sabendo? Já ficou com raiva por causa disso? Essa poesia ou texto poético foi escrito para você.

    Por: José Guimarãesl Literatura> Poesial 10/02/2015

    O poder da palavra está na força do coração. A palavra simboliza a educação, a ética e a sabedoria… O poder da palavra está na vida e na dedicação. A palavra fortalece o poder e a sua força não negaria.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 08/02/2015
    Heloísa Prazeres

    Mostra, em português, de um poema de Leopoldo Lugones, poeta a quem Jorge Luis Borges chancelou como inventor do modernismo literário argentino.

    Por: Heloísa Prazeresl Literatura> Poesial 08/02/2015 lAcessos: 12
    Heloísa Prazeres

    Apresentação de Robert Lee Frost (1874-1963) poeta que lidou poética, leve e prosaicamente com dúvidas, escolhas e jornadas. Tradução tentativa do poema"Stopped by woods in a snowy evening".

    Por: Heloísa Prazeresl Literatura> Poesial 08/02/2015

    Na minha vida compartilhei alegrias e tristezas, assim como nos céus brilham as estrelas, umas mais cintilantes, outras menos. Nos jardins brilham as flores e as rosas vertem perfumes, umas mais outras menos, mas são nos menores frascos que encontramos os melhores perfumes. Ouvi alguém afirmar: "No céu escolhi uma estrela de uma bela constelação, no jardim escolhi uma flor, para ser o meu grande amor e embelezar o meu coração".

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 04/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Não sei se teria algum significado. Os sinais são imponderáveis. Se pudesse a priori decidiria. Recusaria. O mundo seria menos magnífico. Não veria. O que devo dizer. As solicitudes perdidas. Pergunto como tudo pode ficar desse modo. Incompreensivelmente.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 31/01/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    É como uma estrela que brilha. Na infinitude do universo. Fora do nosso sistema galáctico. Em um dos universos contínuos. Distante da vossa luz. É possível apenas sentir. Os reflexos de fótons. O vosso hidrogênio intransponível. A imaginação distante.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Literatura> Poesial 30/01/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Apenas cinco milhões de anos. Inexaurivelmente. O suficiente. O universo ficará escuro. O infinito transformará. Em um grande deserto. Frio e árido. Latíbulo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 24/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Somente a Filosofia dá direito ao cidadão ser realmente crítico. Qualquer disciplina, sobretudo, na área do espírito, não poderá ser crítica sem a Filosofia, como instrumento de análise epistemológica. No entanto, a Filosofia é uma disciplina extremamente difícil, complexa e diversa, aplicada em campos variados com fundamentos diferenciados.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 22/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Qual o significado etimológico. Da palavra República. Na morfologia romana. Como força do poder imperial. Res Pública, coisa pública. O que pertencia aos patrícios. Governo formado pelo Senado. Pelos magistrados e assembleias. Tais conceituações tinham forças próprias.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 20/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A vida surgiu na terra aproximadamente. A 3.5 bilhões de anos, uma hipótese. Plausível. Apareceram diversidades de vidas. Resultadas da evolução de um DNA ascentral. Comum a todas as replicações. Ramificaram e diversificaram.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 17/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Chorei de emoção. Foram anos estudando. Dentro de um convento religioso. Dos padres lazaristas. Os padres do caraça. Posteriormente estudando sozinho. Montei uma grande biblioteca diversificada. Perdi praticamente a vida. Às vezes 100 horas contínuas. Só parava para dormir e comer.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 16/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Thomas Hobbes. O homem não é o lobo do próprio homem. Apesar de todo homem ser um lobo. Só é lobo quem tiver maior força física. Nesse sentido o tigre é um lobo.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 15/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O que parecia ser um mistério. Agora desvendado. Por dois princípios fundamentais. Os quais serão explicitados. As mentes inteligentes. A Teoria da Incausabilidade. E a Teoria da Evolução. Com provas empíricas. Imagine o universo antes da matéria.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 14/02/2015
    Edjar Dias de Vasconcelos

    O grande debate elaborado em terno da Física quântica pelo meado do século XX, em torno do verdadeiro significado da movimentação do elétron, dentro de uma átomo quântico. A possibilidade ou não da sua previsão a respeito do conhecimento da própria velocidade, o que indica não ser possível sua exatidão.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 11/02/2015
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast