Ser Feliz É Ter Você Ao Meu Lado

28/11/2009 • Por • 5,469 Acessos


Minha mulher

Minha companheira de toda uma vida,
Agora olhando, seus cabelos a luz do sol,
E o vento soprando e em meu rosto batendo
Eu sinto que se pudesse, voltaria ao passado,

E mergulhava naquele, universo de mistério,
Em que fomos envolvidos, e que nem
O tempo conseguiu, trazer a resposta ,
Tropeçando nas armadilhas, que encontrou em sua vida,
Buscando a todo custo à dita felicidade

Hoje, posso dizer, que sou muito feliz,
Porque tenho sempre comigo, uma bela família,
Quatro filhos e duas netinhas, e uma esposa companheira
Que sempre agüentou calada, todas as dificuldades,

Mesmo nas horas de medo, de perder seu amado,
Mantinha-se serena e cativante, no seu mais belo semblante,
Provando ser em constante, a fibra, aquela mulher amante,
Do homem que sempre amou e que nunca a deixou-a,
Longe de seu coração, e é com orgulho que digo,
este homem sou eu

Ror: Romulo Jose Ferraz

05/10/2008


SER FELIZ É TER VOCÊ AO MEU LADO

Se você é uma pessoa que demonstra seu sentimento;
De maneira que seu semblante demonstre alegria;
Sentindo o palpitar irradiante do seu coração;
De uma forma pura, que encanta quem esteja contigo;

Envolvido no calor de seu corpo, deliciando o sabor de seus beijos;
Então você é muito feliz, porque está felicidade é irradiante e
Contamina a quem esteja contigo.

Estar com você é viver intensamente e explodir de felicidade;
É ter o mundo nas palmas das mãos
Estar com você é viajar num mundo de imaginação;

Estar com você é mergulhar numa lagoa colorida com
Pétalas de rosa
Gosto de estar ao teu lado, de olhar em teus olhos e ver o menino

Dos teus olhos sorrindo para mim;
De ver em seu semblante o amor da minha vida;
Uma relação que só tende a crescer e a fortalecer;

Por você ser o amor de meu coração.

especial para a minha querida Rita
minha esposa desde 1974

Rômulo Jose Ferraz


Um poema para Rita

Como descrever Rita, o amor que surgio em minha vida,
quando já achava que tudo estava perdido para mim,
Ela veio na hora certa, o amor que me faltava,
me dando os carinhos que eu tanto precisava,

Descrever Rita, é comessar pelos cabelos,
hoje um pouco enbranquissado,mais foi e com certeza,
um cabelo negro e lindo, de fazer inveja,
Seus olhos negros, sempre foram negros, e quando olha
para mim, misturando com seu nariz, e seus lábios a sorrir,
deixando transparecer, a beleza estampada,
o porque ela um dia foi mis, a moça mais bela da Cidade.

Seus seios agora, não são os de outrora, mas ainda balançando,
o meu pobre coração, toda vêz que a abraço, e sinto bem junto ao peito,
seus braços longos e perfeito, combinação com seu corpo esbelto,
uma elegancia que quado caminha, mostrando suas pernas bem torneadas,
Fazendo tudo crer, que nela tudo é beleza, desde o dedo do pé ao último
fio de cabelo

Se um dia tinha dúvida, a culpa foi do coração, ficou amarrado no passado,
Deixando sempre de lado, o amor mais verdadeiro, que só agora venho a saber.
Meu coração agora revela, que sem ela eu não à viver, quero dar para ela,
todo amor que tenho, para essa mulher mas bela, que sempre esteve ao meu lado,
que me amou perdidamente, desde o primeiro dia que me viu,

Vamos fazer uma boda que já não é mais de prata, quarenta anos casados,
quatros filhos ja criados e um punhado de netos amados.
Nestes versos quero dizer, que agora que descobri que a amo pra valer,
minha mulher, o meu amor, que só agora que encontrei
amo voce Rita meu amor.

Autoria: Rômulo Jose Ferraz
17/10/2.008

Perfil do Autor

Romulo José Ferraz

Eu, Romulo José Ferraz, brasileiro, casado, nacido aos 06 de outubro de 1941 na Cidade de Cachoeiras de Minas-MG, atualmente estabelecido em...