Como Desenvolver Sua Inteligência Emocional

Publicado em: 06/01/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 12,715 |

Até algum tempo ouvia-se falar de Q.I, testes mostravam como era importante que um indivíduo demonstrasse toda sua capacidade e inteligência, entretanto, com estudos realizados, foi provado que não é o bastante que uma pessoa tenha conhecimento vasto em uma ou várias áreas, mas que, além disso, saiba lidar com conflitos e resolver problemas das mais diversas ordens. Surge então um novo conceito, o conceito de inteligência emocional.


Mas afinal, no que consiste tal habilidade?


É um conjunto de competências. Elas têm cinco componentes principais:



  • Autopercepção – que é a capacidade das pessoas conhecerem a si próprias, em termos de seus comportamentos frente às situações de sua vida social e profissional, além do relacionamento consigo mesmo.

  • Autocontrole – ou capacidade de gerir as próprias emoções, seu estado de espírito e seu bom humor.

  • Auto-motivação – capacidade de motivar a si mesmo, e realizar as tarefas e ações necessárias para alcançar seus objetivos, independente das circunstâncias.

  • Empatia – habilidade de comunicação interpessoal de forma espontânea e não verbal, e de harmonizar-se com as pessoas.

  • Práticas sociais – capacidade de relacionamento interpessoal e de trabalho em equipe. 


Desenvolvendo a Inteligência Emocional


Um programa para desenvolver a inteligência emocional de uma pessoa, precisa cumprir as seguintes etapas:



  • Relacionar as principais competências comportamentais desta pessoa em relação ao seu contexto, pessoal e profissional.

  • Fazer uma avaliação destes comportamentos, comparando o grau atual destas competências, com o grau desejável naquele contexto.

  • Executar um treinamento, em relação aos comportamentos pouco desenvolvidos, com ações práticas.

  • Controlar os resultados até conseguir atingir as metas pretendidas.


Depois de saber quais os pontos fortes e as limitações, a pessoa deve ser orientada a desenvolver as competências comportamentais que mais estão prejudicando seu desenvolvimento pessoal e profissional.


Habilidades como empatia, flexibilidade, espírito de liderança, poder de persuasão, motivação, comunicação e relacionamento interpessoal, entre outras, devem fazer parte do programa de desenvolvimento de sua Inteligência Emocional.


É preciso que a pessoa faça uma planilha com as competências que precisa desenvolver e aproveite todas as situações de sua vida pessoal e profissional para praticá-las.


Treinando...


Desenvolver a inteligência emocional é como andar de bicicleta, é preciso praticar até tornar estas competências algo natural em sua vida. Se alguém tem dificuldade de falar em público, e esta competência é fundamental para o desenvolvimento de sua carreira, então será preciso praticar esta atividade até tornar-se espontânea.


Segundo pesquisas, o cérebro emocional aprende através de experiências repetidas. Portanto, depois de identificar seus pontos fracos, é preciso centrar forças neles até desenvolvê-los. É necessário enxergar as oportunidades do dia a dia para praticar suas competências em desenvolvimento.


Quem precisa desenvolver a Inteligência Emocional


Todas as pessoas se beneficiarão ao desenvolver sua Inteligência Emocional. Estudantes conseguirão melhor aproveitamento na escola. Jovens terão melhores condições de conseguir seu primeiro emprego, e construir uma carreira de sucesso desde o início. Profissionais terão melhores oportunidades de crescimento e condições de assumir cargos de chefia. Chefes terão melhores condições de liderar suas equipes. Enfim, a Inteligência Emocional poderá ser a diferença entre uma trajetória bem sucedida, com uma vida cheia de realizações, ou uma carreira medíocre.


Baseado nos estudos atuais é possível afirmar que a Inteligência Emocional tem maior impacto na realização pessoal, profissional e na felicidade de uma pessoa, do que o QI, quociente de inteligência. Por isto é tão importante aprendermos a desenvolver nosso quociente emocional, ou QE.


Mais artigos no www.profissionalizando.com e aprenda inglês gratuitamente no www.inglescurso.net





Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/psicoterapia-artigos/como-desenvolver-sua-inteligencia-emocional-712621.html

    Palavras-chave do artigo:

    inteligencia emocional

    ,

    desenvolvimento pessoal

    ,

    sucesso

    Comentar sobre o artigo

    Os conceitos de inteligência, de poder pessoal e de competência profissional vêm sofrendo grandes mudanças nos últimos anos. Em passado não muito distante, as organizações avaliavam seus funcionários buscando principalmente descobrir suas competências técnicas e o QI, quociente de inteligência.

    Por: Ari Limal Marketing e Publicidade> Marketing Pessoall 27/09/2010 lAcessos: 270
    Ricardo Capozzi

    As competências interpessoais são apontadas como fator determinante para o sucesso profissional. É inteligente emocionalmente aquele profissional que tem autoconsciência, pois consegue monitorar-se, observar-se em ação e fazer com que seus atos influenciem positivamente outras pessoas. Saber manter-se equilibrado em situações de estresse, transmitir confiança e tranqüilidade são predicados essenciais para a manutenção do comportamento humano.

    Por: Ricardo Capozzil Carreira> Recursos Humanosl 05/07/2011 lAcessos: 3,687

    Segundo estudos realizados pelo psicólogo Daniel Goleman, autor do livro "A Inteligência Emocional", (Editora Campus/Elsevier, 1995), 90% da diferença entre as pessoas que obtém grande sucesso pessoal e profissional, e aquelas com desempenho apenas mediano, se deve a fatores relacionados a competências comportamentais, mais do que às habilidades aprendidas na escola.

    Por: Ari Limal Marketing e Publicidade> Marketing Pessoall 23/09/2010 lAcessos: 521

    A profissão de Secretariado Executivo vem passando por transformações na consolidação de um profissional com habilidades e competências. Contudo, o presente artigo discute o Secretário (a) Executivo (a) aplicando as ferramentas da visão estratégica aliada o uso da inteligência emocional no ambiente do trabalho. A soma dessas competências e a habilidades resultam no reconhecimento do profissional e no crescimento da organização. Palavras como atualização, conhecimento, pesquisa, trabalho em equip

    Por: Danielle de Souza de Oliveiral Negócios> Administraçãol 21/01/2011 lAcessos: 2,817 lComentário: 1

    Palestras serão ministradas pelo PhD Anthony Portigliatti, de universidade americana.O encontro ocorrerá entre quinta-feira (31/03) e sábado (02/04), no auditório da FCG e contará com a participação de alunos e convidados das instituições, previamente inscritos no programa.

    Por: michellerachell Press Releasel 30/03/2011 lAcessos: 35
    Alexandre Arrenius Elias

    O sucesso não depende exclusivamente de diplomas ou disponibilidade de recursos, há o fator emocional determinante que jamais deve ser ignorado para quem quer ir mais longe.

    Por: Alexandre Arrenius Eliasl Carreiral 31/07/2009 lAcessos: 1,404

    É muito comum se ouvir falar no contexto organizacional sobre Inteligência Emocional. Aqueles que são detentores dessa capacidade são profissionais destacados e admirados no ambiente no qual estão inseridos. Ter Inteligência Emocional é um fator determinante para o sucesso na carreira, já que as organizações contemporâneas têm buscado ter em seus quadros de funcionários não só profissionais dotados de excelentes capacidades técnicas, mas pessoas que saibam gerir suas emoções.

    Por: Manuel Sidicleil Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 27/06/2010 lAcessos: 649

    A importância d ainteligência emocional. Segundo o psicólogo americano Daniel Goleman, conhecimento técnico não é garantia de sucesso. Após estudar cerca de 500 organizações em todo o mundo, Daniel concluiu que os profissionais que mais conquistavam sucesso em suas carreiras não eram os mais inteligentes ou com mais conhecimento acadêmico, mas sim aqueles capazes de lidar com as emoções de forma favorável, canalizando-as para a realização de um objetivo. Eram aqueles que sabiam trabalhar com Inteligência Emocional (I.E.).

    Por: cathoonlinel Carreira> Gestão de Carreiral 22/10/2009 lAcessos: 1,462
    Ari Lima

    “O sucesso não ocorre por acaso, ele é resultado de planejamento, preparação e aproveitamento de oportunidades” Existe um conjunto de comportamentos profissionais que devem ser desenvolvidos, para que um profissional possa obter melhor desempenho no seu trabalho, e com isto alcançar maior sucesso e reconhecimento profissional. É o que podemos chamar de “Inteligência Profissional”.

    Por: Ari Limal Carreiral 24/02/2008 lAcessos: 18,681

    O estudo da psicomotricidade é de fundamental importância para se averiguar o desenvolvimento das competências e habilidades das crianças. Para efeito de estudo, tem-se por referencial teórico-metodológico as reflexões elaboradas por Henri Wallon, dentre outros teóricos ligados ao assunto em questão, cujos trabalhos utilizamos na elaboração e no desenvolvimento do presente artigo.

    Por: Jeniffer Souzal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 07/10/2014

    O tema que se apresenta trata da importância da família na recuperação dos adolescentes que integram a Ong Proreavi. Para uma melhor realização do projeto, foram feitas pesquisas bibliográficas e também em campo. Foi escolhida uma instituição que atende adolescentes de diferenças faixas etárias para que pudéssemos entender melhor através da observação qual a importância que a família exerce na recuperação dos mesmos.

    Por: Angélica Aparecida Oliveiral Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 04/10/2014

    O presente artigo visa apresentar os resultados do trabalho desenvolvido no Colégio Educacional de Itaú de Minas que teve como objetivo compreender os aspectos que envolvem e favorecem a inclusão no âmbito escolar e o trabalho com professores e diretores da escola, discutindo e promovendo ações que contribuem para que a prática inclusiva aconteça no cotidiano escolar de uma forma mais abrangente e significativa.

    Por: Neiliane C. de Ol. Nascimentol Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 03/10/2014
    Bruno Moraes

    O TAG é uma das manifestações dos transtornos de ansiedade que atinge uma parcela significativa da população, os critérios para o diagnóstico deve apresentar: Por um período de pelo menos 6 meses, na maioria dos dias, a pessoa apresenta ansiedade e/ou preocupação excessiva na maioria das suas atividades diárias, com prejuízos significativos...

    Por: Bruno Moraesl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 01/10/2014
    Bruno Moraes

    O amor obsessivo ou patológico se da quando o desequilíbrio interno da pessoa a leva a dependência de seu parceiro. No amor patológico, a pessoa ama loucamente, freneticamente, sem se importar se o objeto de seu amor tem a menor intenção de corresponder esse sentimento...

    Por: Bruno Moraesl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 01/10/2014 lAcessos: 11
    Bruno Moraes

    Compulsão alimentar é o aumento da ingestão alimentar, é o comer em excesso, mesmo sem apetite, é um desequilíbrio químico que acontece nos mecanismos da fome e saciedade....

    Por: Bruno Moraesl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 01/10/2014

    O presente artigo se refere a uma pesquisa bibliográfica e de campo realizada com dependentes químicos que residem em uma casa de recuperação nomeada ASCORE (Associação Comunitária Recompensa), cuja modalidade é acolhedora. O objetivo da pesquisa foi observar como as ações da mesma, como arteterapia, laborterapia, atividades lúdicas e dinâmicas, contribuem para a autoestima do dependente químico.

    Por: Flávia Oliveira Reisl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 26/09/2014 lAcessos: 20
    Bruno Moraes

    A ansiedade é um comportamento caracterizado por um estado mental de apreensão ou medo devido à antecipação de uma situação desagradável ou ameaçadora. O foco dessa ameaça antecipada pode ser interna ou externa. Este comportamento é uma reação à crença na falta de habilidade em se lidar com determinado evento.

    Por: Bruno Moraesl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 18/09/2014 lAcessos: 18
    Milena Queiróz Gonçalves

    As dúvidas sobre a educação a distancia são muitas, dentre elas a eficiência dos cursos e se são realmente válidos para o mercado de trabalho. Neste artigo vamos desmistificar muitas dessas dúvidas para que todas as pessoas se sintam mais a vontade e confiantes para utilizar este meio que só cresce e gera muitos e bons resultados.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Educação Onlinel 14/03/2011 lAcessos: 414
    Milena Queiróz Gonçalves

    A fórmula para falar bem inglês sem ter que viajar para o exterior existe sim, e funciona! Quero provar isso dando minha própria experiência com o aprendizado da língua. O que separei aqui não são dicas de faz de conta, são dicas que realmente funcionam . Leia com atenção, e o mais importante: Coloque em prática o que ler aqui, pois foi assim que me tornei totalmente fluente em Inglês, professora, tradutora, sem nunca ter viajado para o exterior!

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Línguasl 02/06/2010 lAcessos: 1,365
    Milena Queiróz Gonçalves

    Muitas pessoas que estudam Inglês não conseguem desenvolver o idioma, por erros de aprendizado simples que podem ser consertados com ajuda de alguns recursos que levarão o aluno a pensar em Inglês. Dessa forma o aprendizado será efetivo e natural.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Línguasl 05/01/2010 lAcessos: 3,143
    Milena Queiróz Gonçalves

    Como a habilidade de falar inglês pode lhe ajudar no mercado de trabalho.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Carreira> Gestão de Carreiral 06/01/2009 lAcessos: 8,812 lComentário: 1
    Milena Queiróz Gonçalves

    O artigo da dicas para resolução de problemas na vida pessoal e profissional, afinal, para se dar bem em todas as areas da vida é necessário saber lidar com os problemas dia após dia.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 06/01/2009 lAcessos: 42,495 lComentário: 5
    Milena Queiróz Gonçalves

    Especulações rondam uma palavra que para nós, brasileiros, é muito comum e denota nossa hospitalidade e afeto. Entretanto, em Inglês como é expressado esse sentimento? Existe ou não a palavra saudade em Inglês?

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Línguasl 03/01/2009 lAcessos: 12,121 lComentário: 3
    Milena Queiróz Gonçalves

    Uma descritiva sobre o que ocorre em nosso país, dado o desencontro de pessoas desempregadas sem qualificação devida e empresas sedentas por profissionais.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Carreiral 03/01/2009 lAcessos: 1,286 lComentário: 1
    Milena Queiróz Gonçalves

    Todos os alunos de Inglês preocupam-se em quando vão falar Inglês como um americano, isso exige é claro, determinação e dedicação, mas há formas de alcançar a tão sonhada fluência em Inglês ou em qualquer outro idioma que se proponha a aprender.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Línguasl 03/01/2009 lAcessos: 36,501 lComentário: 2
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast