O COMPORTAMENTO DOS PSICOPATAS

Publicado em: 26/10/2008 |Comentário: 23 | Acessos: 156,372 |

 

PSICOPATAS

 

A revista “Isto É”, de 29/10/2008, ano 31 / nº. 2034, traz uma matéria assaz interessante. A reportagem é assinada pela jornalista Suzane Frutuoso, tem como ponto forte a alusão de que os psicopatas estão entre nós. Ela fala também como identificar pessoas que podem, de uma hora para outra, cometer crimes tão bárbaros como os que vitimaram Isabella e Eloá. São no linguajar médico as psicopatias. Reconhecer um psicopata não é tarefa fácil, pois muitos fatores concorrem para que uma pessoa normal se transforme num psicopata em potencial. Já que falamos em psicopatas o que seria este tipo de pessoa, como poderíamos definir? Em psiquiatria a psicopatia se robustece e tem como ponto de partida qualquer doença mental; psicose. A pessoa de ambos os sexos que se encontram no estado mental patológico caracterizado por desvios, sobretudo caracterológicos, que acarretam comportamentos anti-sociais. Pode-se também agregar a sinonímia um tipo de psicose do ser humano. “Se quem age suspeita que está cometendo um equívoco, quem observa terá certeza do erro, principalmente se for um rival. Se, no calor da paixão, toma-se uma decisão apressadamente e com dúvidas, depois a tolice será condenada. É perigoso fazer algo de que a própria prudência duvida. Nesses casos, é mais seguro não fazer nada.

 

A sensatez não joga com as probabilidades, anda sempre a luz da razão. Como pode dar - certo uma idéia que logo depois de concebida já desperta receios? “E se a decisão tomada sem dúvida interior costuma sair mal, o que esperar da que começou com dúvidas - razoáveis e justificados maus diagnósticos”? Sempre existe um receio e uma dúvida nas respostas e como encarar esta difícil situação. Queria afirmar que não somos médico, mas isto não impede de emitir uma opinião. “Compreender melhor o funcionamento dos psicopatas é uma tarefa de importância vital para a humanidade. O número de portadores deste transtorno cresce vertiginosamente e eles se infiltram em todos os âmbitos do tecido social, do direito à medicina, da polícia ao mundo dos negócios e principalmente na política. O resultado é a condição de total insegurança que vivemos nas ruas, no trânsito e dentro de nossas casas. “A ação de psicopatas dentro de grandes empresas quebram a confiança de acionistas e investidores que não acreditam nos dados fornecidos pelas empresas e em seus auditores”. O Brasil tem um número acentuado de psicopatas, mas ninguém tomou uma decisão para avaliar o perigo que estamos passando. Baltasar Cracián emite alguns conselhos sobre o comportamento das pessoas.

 

O Dr. Osvaldo Lopes do Amaral - Diretor Clínico do INEF, especialista no assunto fala com propriedade do assunto até então quase ignorado pela maioria da população brasileira. Será que existem psicopatas em nossas famílias? Talvez sim. Corremos o risco. As reações dos psicopatas precisam ser conhecidas de todos. Vejam a importância dessa conotação: “O acionar dos psicopatas no mundo da política tornou o mundo mais empobrecido e sem perspectivas para bilhões de seres humanos. É do contingente dos portadores deste transtorno que saem os autores dos piores crimes contra a humanidade embora um grande número deles não chegue a cometer crimes violentos”. “Os psicopatas são seres atormentados que fazem sofrer outros seres humanos mais dom que se pensa e mais do que eles próprios sofrem, por razões que ficarão mais claras neste estudo”. “São seres muito destrutivos em suas relações com o ambiente, com eles próprios e principalmente com as pessoas com quem se relacionam”. “A sua conduta dizimadora os transforma no grande inimigo do ser humano. É muito importante delimitar o conceito de psicopatia para que não se torne um rótulo aplicado indiscriminadamente, como já ocorreu com opositores de regimes totalitários e com seres humanos levados à delinqüência como última possibilidade de sobrevivência”. Mais conhecido como TPA (transtorno de personalidade anti-social. Insanidade sem delírio, transtorno bipolar, entre outros. Não existe uma causa única que determine o TPA. É um transtorno multideterminado o que significa que é o resultado de uma somatória de múltiplos fatores. “Fatores genéticos (os parentes em 1º grau do portador têm cinco vezes mais possibilidades de desenvolver o transtorno que pessoas da população em geral).

 

Fatores próprios da mente de cada indivíduo; cada pessoa tem uma conformação própria que é - resultado da interação de fatores inatos com as experiências e relações de cuidados (físicos e afetivos) no início da vida. Há internalizações dos vínculos primários, o que ocorre de forma diferente em cada indivíduo, determinando que cada pessoa tenha uma arquitetura interior diferente. Fatores de ordem neurológica, que mostram alterações já bem estudadas do sistema nervoso. Fatores de ordem social também participam. A aspiração sociológica aspira liberdade e distância de imposições de cunho - denominador e autoritárias e isto influencia o desenvolvimento dos psicopatas. Os psicopatas interpretam a falta de normas que temos no mundo atual como licença para violentar os direitos dos outros e não como espaço para a cidadania. A problemática da doença é que preocupa os médicos, visto que ninguém nasce psicopata. São as condições sociais da vida de cada ser humano que levam a este mal. Aqueles que não se adaptam as normais sociais que regem o comportamento sério e legal são presas fáceis da doença. O assunto é polêmico pela notoriedade que as ações dos psicopatas trazem para a sociedade. Muitos que estão na cadeia ou em presídios de segurança máxima são extremamente psicopatas.

 

Aqueles que manifestam o prazer em roubar, matar, levar sofrimento aos outros podem ser considerados psicopatas. Falta de adaptação ao meio em que vive é um risco. Existem inúmeras nuanças para que o indivíduo se torne psicopata, o diagnóstico mais preciso é o do médico especialista. O médico desempenha um papel primordial na conduta da sociedade, mas infelizmente esta importância sempre é relegada a um segundo plano. Irritabilidade e agressividade, indicado por brigas e agressões repetitivas são indícios. A Folha de São Paulo publica com exclusividade que já existe um novo teste para identificar psicopatas. O teste --composto de tarefas e perguntas respondidas por computador-- mostra que psicopatas assassinos fazem associações cognitivas anormais com a violência em comparação com outros criminosos. Essas associações apóiam suas ações. "Se a diferença for detectada antes que o ataque aconteça, esse teste se torna uma importante ferramenta para distinguir os psicopatas que podem cometer crimes extremamente violentos dos que não o fariam", explicou a principal autora do estudo, Nicola Gray. "Essa é a primeira vez que nós realmente pudemos ter acesso às mentes de criminosos violentos e saber quais conceitos está faltando.” Os cientistas esperam usar o teste para avaliar pessoas acusadas de crimes, mas que alegam inocência, e avaliar presos que pedem liberdade condicional. Assunto polêmico só com especialistas no assunto. Em consonância com os profissionais aqui citados estamos emitindo o nosso parecer.

 

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE E AOUVIRCE.

 

 

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 41 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/psicoterapia-artigos/o-comportamento-dos-psicopatas-617249.html

    Palavras-chave do artigo:

    comportamento violencia imprevistos

    Comentar sobre o artigo

    JAIR APARECIDO RIBEIRO

    O funcionamento excepcional das estruturas básicas, do tratamento penal, do sistema carcerário, acabam tornando-se um sistema simbólico, que exerce poder estruturante. Conhecemos o poder de um símbolo, encerrado num significado próprio e peculiar. O homem fundamenta a maior parte de sua vida e de sua produção em símbolos. Uma tradição marxista acaba privilegiando as funções políticas dos sistemas simbólicos e as relaciona com os interesses da classe dominante. E nas relações de força, os sistema

    Por: JAIR APARECIDO RIBEIROl Direitol 30/11/2009 lAcessos: 1,406
    Betinha Cordeiro Fernandes (Elizabeth)

    Trata-se de texto científico direcionado a profissionais que trabalham com crianças e adolescentes em várias áreas da saúde, com finalidade de facilitar a abordagem integral à saúde desses pacientes.

    Por: Betinha Cordeiro Fernandes (Elizabeth)l Educação> Ensino Superiorl 05/07/2009 lAcessos: 6,337 lComentário: 1

    Giddens (1991), abre o discurso questionando se "'e possível obter conhecimento sistemático sobre a organização social". Muitos de nós somos acompanhados por um universo de eventos que não compreendemos plenamente, e que parecem em grande parte estarem fora de nosso controle. Para analisar como isto veio a ocorrer, não basta meramente inventar novos termos como pós-modernidade e o resto. O que o autor sugere como recurso, é que devemos nos voltar para a modernidade e compreender suas consequênci

    Por: Cristiano Pinheiro Corrêal Educação> Ensino Superiorl 30/11/2011 lAcessos: 1,579

    As políticas sociais no Brasil têm funcionado como um artifício pelo qual o Estado minimiza as tensões sociais e lutas de classes. Nesse sentido, atendem apenas de forma limitada ao grande contingente de excluídos que delas dependem cotidianamente, conformando a pouca efetividade social e sua subordinação a interesses políticos e econômicos. Dentre as conseqüências criadas por este modelo econômico e político, está à população infanto-juvenil de rua que é uma das mais claras expressões d

    Por: Rodrigo Bravinl Educação> Educação Infantill 28/07/2010 lAcessos: 2,059 lComentário: 1
    Claudia Forlin

    O profissional da enfermagem está envolvido nas intervenções com o corpo e mente dos pacientes, esses profissionais estão expostos as mais variáveis formas de influências físicas e mentais no ambiente de trabalho, podendo desenvolver sentimentos de impotência profissional, ansiedade, depressão e medo, comprometendo assim a qualidade de assistência prestada, afetando diretamente a sua saúde mental.

    Por: Claudia Forlinl Saúde e Bem Estar> Medicinal 01/08/2008 lAcessos: 32,085

    Esta pesquisa realizou-se pela curiosidade despertada em mim, a partir da leitura de uma reportagem publicada na revista "Escola", em novembro de 2007, que tinha o seguinte tema "Como o professor vê a educação",esta pesquisa aguçou em mim a curiosidade em identificar as crenças e representações dos professores de LP do município de Guia Lopes da Laguna, me colocando assim dentro do ambiente escolar, meu futuro ambiente de trabalho, me ajudando a conhecer melhor a realidade enfrentada pelos profe

    Por: Eliete Lopes Matricardil Educação> Línguasl 27/03/2015 lAcessos: 12
    Antonio Cunha

    O presente trabalho tem como objetivo, rever as referências teóricas sobre o tema “emancipação” associadas à análise das políticas públicas educacionais adotadas pelo Governo Brasileiro, focando Curitiba-Pr, considerando a desigualdade e a diferença social da clientela das escolas públicas estaduais e federais, diante das demandas sociais e de mercado de trabalho, numa perspectiva de emancipação e esforços públicos.

    Por: Antonio Cunhal Educaçãol 10/08/2009 lAcessos: 4,851

    A violência de abuso sexual intrafamiliar aponta como autores pessoas que são de extrema confiança da criança e do adolescente, sendo estes padrastos, pais, irmãos, tios, e até mesmo mães. Assim existe na criança uma situação conflituosa de amor e ódio, e é extremamente relevante o acompanhamento psicológico que em muitas vezes, é necessário acontecer por toda vida. A referida pesquisa é de caráter bibliográfico com referências que contribuem para a construção deste estudo e de abordagem quantit

    Por: ELIZETE RIBEIRO SALESl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 24/03/2015
    Emanuela Silva de Sant'ana

    As doenças mentais sempre provocaram no homem o desejo de estudos e pesquisas que o levassem a um possível entendimento sobre os fenômenos psíquicos. Pode-se dizer que compreender o adoecimento mental sugere uma forma de tentar evitá-lo, de tornar-se vítima dele. A partir desta ótica encontram-se na contemporaneidade.

    Por: Emanuela Silva de Sant'anal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 05/03/2015 lAcessos: 13
    Emanuela Silva de Sant'ana

    Este artigo discute a temática do sintoma na criança e sua relação com a dinâmica familiar e quais as implicações na formação da subjetividade do sujeito. E tratando-se de uma discussão em psicanálise, trará um enfoque diferenciado em torno do sintoma e sua construção na criança. Chamando a atenção da escuta analítica para o lugar da família na clínica com crianças.

    Por: Emanuela Silva de Sant'anal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 05/03/2015
    Emanuela Silva de Sant'ana

    Este trabalho visa apresentar uma revisão bibliografica sobre a problemática das afetações e dos fenômenos de ansiedade e depressão na adolescência no cenário social exposto na contemporaneidade. Serão abordados o pensamento de teóricos que muito têm se preocupado com com as discussões a cerca do tema nos dias de hoje.

    Por: Emanuela Silva de Sant'anal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 05/03/2015

    O presente artigo baseia-se na experiência pessoal de Psicoterapia realizada por uma Psicóloga na qual descreve seus diálogos internos e as transformações que vão ocorrendo em sua vida ao longo da terapia. Com uma narrativa autobiográfica, o texto visa explicitar caminhos possíveis de crescimento e amadurecimento pessoal através da processo psicoterápico de um modo lúdico e único.

    Por: Monika Mastrantoniol Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 21/02/2015 lAcessos: 19
    CARLEIAL. Bernardino Mendonça

    Trabalho de Psicobiologia em que o Autor analisa e expõe os graves conflitos psicossomáticos derivados do comportamento Sado-Masoquista presente na maioria das famílias atuais.

    Por: CARLEIAL. Bernardino Mendonçal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 15/01/2015 lAcessos: 14
    Psicologa Maris V. Botari

    O artigo trata sobre algumas variáveis que dificultam a expresão de sentimentos, emoções e atitudes, levando os indivíduos a apresentarem dificuldades de relacionamento social, afetivo e familiar

    Por: Psicologa Maris V. Botaril Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 11/01/2015 lAcessos: 14
    Psicologa Maris V. Botari

    Este artigo trata sobre a diferenciação entre sentimentos e emoções, levando-nos a refletir sobre a singularidade dos mesmos.

    Por: Psicologa Maris V. Botaril Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 11/01/2015 lAcessos: 18

    Vivemos momentos de ilusões homéricas, de promessas mirabolantes, de mudanças políticas, de controle fiscal, reforma política, mas parece que a única solução para um país melhor seria a morte da corrupção. O primeiro presidente do PT Luís Inácio Lula da Silva, na campanha da eleição presidenciável, prometeu mundos e fundos, no entanto, as promessas não foram cumpridas, e lá se foram mundos e fundos e nada de proveitoso para o Brasil restou.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 31/03/2015

    Relevarei todos os insultos, todo o mal causado a minha vida... Elevarei o pensamento aos céus pedindo a Deus consolação. Levarei até o altar das ilusões todo o amor perdido sem guarida, eterno e deslumbrando, eu queria ser para alcançar a perfeição. Mas, afinal somos matéria corroída pelo tempo sem ilação perdida.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 31/03/2015

    A mediunidade está muito difundida nos dias atuais. Muitas pessoas de outras religiões procuram as Casas Espíritas, no intuito de encontrar uma paz interior e através dessa paz, conquistar a sua reforma íntima. Todo aquele que sente num grau qualquer, a influência dos espíritos é, por esse fato, médium. A palavra médium tem a sinonímia de intermediário entre o mundo material e espiritual. Essa faculdade é inerente ao homem, não é exclusividade de nenhuma religião.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 24/03/2015

    O Brasil vem passando por momentos difíceis e apenas algumas investigações foram feitas e com poucas prisões, no entanto os brasileiros almejam descobrir onde estão navegando os peixes grandes, que engolem toda a riqueza brasileira em forma de corrupção. Promessas prometidas em campanhas política são apenas promessas, pois não saem do papel e, em número considerável se transformam em pesadelos assustadores.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 24/03/2015

    Um homem se baseia sempre na experiência do outro para chegar as suas conclusões. O homem jamais chegará a um denominador comum, visto que as inter-relações humanas são grandiosas. O homem ensina a outro homem e esse deixa o seu legado para ser analisado a posteriori. Assim se faz a história da humanidade. Como o homem ainda é um ser imperfeito suas opiniões sobre a complexidade dos mundos e a Divindade não passam de meras especulações.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 23/03/2015

    As religiões servem até hoje como um caminho para os mais elevados valores pessoais, e também como uma das formas mais complexas de poder e de preconceito, incluindo-se fé, ambição, poder e Deus. Todas as religiões têm suas crenças no mundo espiritual, mas não deixam de almejar o poder e construir seu reino na Terra.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/03/2015

    Conservar a razão no afeto é uma ação que enleva o espírito humano, e pode beneficiá-lo com ações divinas e enobrecedoras, mesmo sendo imperfeito, o ser hominal está à procura da perfeição, enfrentando todas as pedras de tropeços que encontra pela frente. Quantas são dolorosas estas pedras e sua malignidade nos levam a pensamentos destrutivos e inaceitáveis.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 21/03/2015

    A vampiragem é uma palavra desconhecida nos dicionários, no entanto, ela é uma técnica que acompanhada a história dos homens. Desde os tempos mais primórdios a Vampiragem vem sendo usada e a aperfeiçoada pelos maiores pegadores. Aos olhos de um leigo a Vampiragem pode ser simplificada como um mero beijo no pescoço. Mas simplificações como essa só estimulam a regressão cultural da humanidade

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 19/03/2015

    Comments on this article

    4
    Antonio Paiva Rodrigues 29/03/2011
    Psicopata amig0(a) Dry Menezes é muito mais do que isso. Quem vive colocando culpa nos outros e se eximindo dela é um cidadão sem ética e princípios. Um covarde, por exemplo. Fica com Deus.
    0
    dry menezes 27/03/2011
    uma pessoa que vive botando a cupa no otro pode ser um pscopata??
    1
    margarida 02/03/2011
    em relação as mulheres eles agem com carinhos e depois maltratas? por que eles tem essa potecialidade e eles promente mundo e fundos e que ñ vai mais faz a mesmas coisa?
    1
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 20/12/2010
    PARA OS DESINFORMADOS EU NÃO FALEI SOBRE TRANSTORNOS BIPOLARES E SIM PSICOPATIAS. VOCÊS ENTÃO COM UM SENSO CRÍTICO DESVIADO. PROCUREM UM AZIMUTE E SE ORIENTEM. ABRAÇOS.
    -1
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 20/12/2010
    COMO TEM GENTE QUERENDO SABER DE TUDO E NO FRIGIR DOS OVOS NÃO SABE DE NADA. A PSICOPATIA NA PSIQUIATRIA É QUALQUER DOENÇA MENTAL, PSICOSE, ESTADO MENTAL PATOLÓGICO CARACTERIZADO POR DESVIOS, SOBRETUDO CARACTERIOLÓGICOS, QUE ACARRETAM COMPORTAMENTOS ANTISSOCIAIS. NA SIN´NÍMICA MÉDICA SIGNIFICA PSICOSE. A NOSSA AMIGA MAIKA QUE FEZ COMENTÁRIO A MINHA MATÉRIA PRECISA ESTUDAR MAIS, POIS AO INVÉS DE UM GIRO FEZ UM JIRAL. MINHA AMIGA NÃO CRITQUE SEM BASES. ESTUDE MAIS E DEPOIS EMITA OPINIÕES.
    0
    Maika 19/12/2010
    Materia desinformativa!!!!!!!

    Psicopatia nao é considerada doença pelos psiquiatras. Eh uma deficiencia na area afetiva/moral assim como a demencia é uma deficiencia na area cognitiva.

    Transtorno bipolar NAO é psicopatia!!!

    Por favor se informem!
    1
    Juan 26/11/2010
    O psicopata é completamente perigoso ou melhor ele engana muito bem. As atitudes de um psicopata são preocupantes , pois ele é esperto. Para vc se livrar de um psicopata é fácil sai de perto dele e nunca jamais deixe ele´atuaçizado sobre a sua vida.
    3
    THYANA CASTRO 09/07/2010
    FOI DE EXTREMA IMPORTANCIA PARA MIM TER CONHECIMENTO DESSE TEXTO.
    3
    Gabi 17/06/2010
    Gostaria da ajuda de vcs para ajudar uma amiga. Ela separou-se do marido há 6 mêses pois durante o casamento ele chegou a ameaçar ela de morte, pois não existia mais amor e o casamento estava acabando, contudo o ex marido continuou ameaçando minha amiga, fez ela vender coisas materiais pra dar-lhe o dinheiro e agora ele entra na casa que eles moravam e está à venda e fica lá mexendo nas coisas dela com a desculpa de que veio ver o filho. Ela tem medo de ir à policia e ele perder o emprego. Ela não faz nada, apenas acata todas as exigencias dele. Já pensei em fazer um B.O., mas ela não quer de jeito nenhum..... e se acontecer alguma coisa com ela ? Quem pode fazer alguma coisa ?
    7
    lena 22/04/2010
    A minha pergunta é a seguinte:namorei um rapaz bonito,galateador,generoso,prestativo e muito sedutor mas, mentiroso,me traia quase todos os dias e chorava dizzendo que me amava,quando eu estava com ele diazia que me amava,2 horas depois estava ligando pra outra mulher,quando eu descobria a traiçao ele pedia que eu voltasse e chorava,logo um dia depois me traia de novo,isso é normal???
    12
    MÔNICA 20/04/2010
    ACHO QUE MEU EX MARIDO É UM PSICOPATA POIS TEM 8 ANOS QUE SOU SEPARADA E ELE Ñ ME DEIXA EM PAZ FICA SEMPRE ME VIGIANDO E JÁ ME FEZ VÁRIAS VEZES PASSAR VERGONHA ESTA SEMPRE APRONTANDO, ELE JÁ ENTROU NA MINHA CASA E SE ESCONDEU DEBAIXO DA CAMA ISSO UMA 5 VEZES, JÁ FUI ATÉ NA DELEGACIA ELE DISSE QUE VAI ME MATAR SE ME PEGAR COM ALGUM HOMEM, MUITO MAIS COISAS.
    0
    jeam paulo 27/02/2010
    psicopata e o sistema prisional a psicopatia esta presente em 20% dos homcidas e provavelmente muito maior nos detentores da lei como policiais delegados pomotores juiizes etc........ para se diagnosticar um ser com esse perfil precisamos conhece-lo bem suas atitudes transcorrem com danos leves moderados e ate graves levando suas vitimas ate a morte os com danos leves sao precursores de uma intelectualidade vil longe de delongas sao uniformes rarmente sera descoberto e dano aos que lhe sercam nao sao tao danosos quanto os medios e graves pois seu dano talves nao forjou seu cerebro como os outros
    0
    NOELLE 17/01/2010
    PARABENS PELA MATERIA ESTA INCRIVEL
    1
    Sofia 07/12/2009
    Varios artigos que dizem que a psicopatia é congenita, a pessoa nasce com tendencias psicopatas e não é adquirido como o senhor diz no seu artigo, gostaria de saber quais fontes realmente profissionais, que afirmam que a psicopatia é adquirida e não congenita.

    Att
    1
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 05/10/2009
    TODOS NÓS SERES HUMANOS TEMOS EM NOSSO EGO A BIPOLARIDADE. DEPENDENDO DO AMBIENTE EM QUE VIVEMOS E PELO CRIAÇÃO QUE TEMOS ELA PODE SE MANIFESTAR OU NÃO. LEMBRE-SE DA GENÉTICA. QUEM DESCONHECE A GENÉTICA HUMANA E QUEM CONCORDA COM O ANDRÉ, COM O JOSÉ OU COM MARIA. DE MÉDICOS E LOUCO ELES TÊM UM POUCO. FAÇA UM ARTIGO CONDENANDO O MEU E DIGA ONDE ERREI E NÃO SEJA UMA MARIA VAI COM AS OUTRAS.
    2
    Paulo de Tarso 01/10/2009
    Como ninguém "É" e sim " ESTÁ", o mundo inteiro está PSICOPATA...mas a medicina está a anos luz de distância do deciframento do cérebro humano... Daqui há alguns séculos, depois da chamada " REVOLUÇÃO ESPIRITUAL", talvez, quem sabe, haverá uma LUZ no final do túnel...Se o Senhor é ESPÍRITA sabe do que estou falando. O Homem cósmico ainda vai demorar uns 400 anos...
    0
    Maria 25/09/2009
    eu adorei seu artigo foi mt instrutivo, me vejo numa situação incomoda com uma pessoa q tenta me destruir ,uma rival,ela por ser medica,ser de classe alta da cidade de Juiz de Fora,por ser totalmente educadinha,na presensa de quuem ela queer, se torna acima de qualquer suspeita,mesmo que todos os indicios levem a ela ao chegarmos perto ela consegue contornar sempre, só q ultimamente tem se tornado perigoso, a ultima foi q ela criou um orkut sem foto com um nome falso,e esta usando para difamar meu namorado a sua ex esposa,a familia dele e dela tb,isso usando ñ só um segredo familiar, como os difamando moralmente,só q ela fez de uma maneira q todos achassem q fui eu ,mais uma vez,temo por ela ñ parar por ae e acabar machucando fisicamente alguém,no passado ele teve alguns comportamento semelhante com outras namoradas do meu namorado,passou em branco pq elas ñ tiveram sequer o direito d se defender, mas no primeiro ataque dela eu corri atras foi qd ela fez o 1º orkut e eu de certa forma provei p ele q foi ela, mesmo assim ela saiu pela tangente ,com inumeras evidencias ela conseguiu contornar,tem um ano q ela perdeu a mae numa morte subita, e 15 dias após essa perda ela teve q fazer uma cirurgia as pressas e perdeu o utero, ñ podendo nunk mais gerar, sendo q ela ñ tem filhos...é visivel o fato q ela ainda ñ superou tais acontecimentos, queria saber se isso contribui para esse comportamento ?
    e se isso é um tipo de psicopatia?
    pq ela sabe q se mover uma açao pode se chegar nela , mas pela posição social q a familia dela ocupa onde moram,eu acredito até q ela pode chegar mais longe mas ele acha ela mt fragil e incapaz de machucar alguem,pq é assim q ela se apresenta p ele...
    qualquer esclarecimento é bem vindo...
    2
    Carla 14/09/2009
    Maria
    se é psicopata não é pessoa normal,
    por favor!
    1
    Rafael 04/08/2009
    Discordo da afirmação "visto que ninguém nasce psicopata..."
    diversos autores e pesquisadores da psiquiatria afirmam que o ambiente em que o individuo é inserido não é diretamente responsável pelo fato de ele ser psicopata.

    "Já está na hora de a sociedade aceitar que há indivíduos que nascem com má índole", afirma a psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva, autora do livro livro Mentes perigosas - o psicopata mora ao lado (Editora Objetiva).
    0
    Maria 23/07/2009
    Psicopatia também não pode ser levada somente pelo lado de criminosos, pessoas normais também tem.
    2
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 10/06/2009
    A OPINIÃO DO COMENTARISTA NÃO PODE DEIXAR DE SER REGISTRADA E ATÉ AGRADECIMENTOS PELO REGISTRO. JÁ IMAGINARAM SE TODAS AS PESSOAS PENSASSEM DA MESMA FORMA? OU O MUNDO SERIA BOM DEMAIS OU UM INFERNO.OBRIGADO PELOS COMENTÁRIOS.
    1
    Carla 07/06/2009
    Concordo com o André, Bipolaridade não pode ser confundida com psicopatia, os leitores não podem receber esta informação totalmente errônea.
    -2
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 20/04/2009
    quem tem boca vai a roma, mas aceito a opinião. obrigado.
    2
    André Monteiro 12/04/2009
    Segundo o DCM-IV Transtorno Bipolar é um transtorno afetivo que afeta de 1 a 8 por cento da população mundial e é completamente diferente de transtono de personalidade anti social (vulgo psicopatia). O TAB (transtorno afetivo bipolar) é uma transtorno do humor maior assim como a depressao (transtorno afetivo unipolar), neste tocanto a depressao e o TAB são classificados como Transtornos do Humor Maiores. A diferenca entre o transtorno bipolar e a depressao (transtorno unipolar) é que alem da fase depressiva presente no segundo os bipolares apresentam uma fase de euforia (chamada de mania, nao ser confundida com o termo Maniaco), em outras palavras o indivíduo alterna entre fases de profunda depressao intercaladas a fases de normalidade e tambem fases de euforia (alegria exagerada, agitacao, etc).

    Escrever que o TAB é sinonimo de transtorno anti social é uma catastrofe do ponto de vista informativo, alem de insitar preconseito às pessoas que possuem ou possuiram este transtorno (assim como a depressao o TAB tem cura).
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast