Mas afinal, o que é o MOL?

08/04/2011 • Por • 4,603 Acessos

O QUE É O MOL?

Mol é uma unidade de agregação, assim como a dúzia, a dezena, a milhar...

Assim como:

  • 1 dezena ................................................. 10
  • 1 centena  ............................................... 100
  • 1 milhar ................................................... 1000
  • 1 dúzia .....................................................12
  • 1 mol ........................................................ 6,02.10E23

O QUE É 6,02.10E23?

Este número corresponde a 602 sextilhões.

 

POR QUE UM NÚMERO TÃO GRANDE?

Em Química, usa-se este valor, porque átomos e moléculas são tão pequenos que chegam a ponto de serem invísiveis a nossos olhos.  É necessário um número muito grande para que a quantidade de átomos e/ou moléculas seja significativa.

 

ONDE ESTE VALOR É USADO?

Na contagem de átomos e moléculas.  É impossível colocá-los em uma balança e pesá-los.  Sendo assim, conhecendo a massa molecular de uma substância é possível saber a quantidade em mols que ela possui.  Analogamente falando, se as laranjas tivessem todas o mesmo tamanho, seria possível saber a quantidade de laranjas presente em determinada massa.

 

EXEMPLOS

Se 1 dúzia de laranjas tem massa = 1,5 kg, pela lógica, 2 dúzias de laranjas terão massa = 3,0 kg.

Em outras palavras, se 12 laranjas tem massa = 1,5 kg, 24 laranjas terão massa = 3,0 kg.

Obs: Sabe-se que na prática isso não acontece, porque as laranjas variam em massa e diâmetro.

Esse mesmo raciocínio é usado na Química.  Se 1 mol de moléculas de água tem massa = 18 g, 2 mols de moléculas de água terão 36 g, e assim sucessivamente.

Se 602 sextilhões de moléculas de água tem massa = 18 g, então 1.204 sextilhões (12,04.10E23) de moléculas de água terão massa = 36 g.

Ou seja, é como se contando a quantidade de laranjas ou átomos e/ou moléculas, torna-se possível definir a massa, e, conhecendo a massa, torna-se possível definir a quantidade.

 

ONDE ISSO É USADO?

As indústrias farmacêutica, de fertilizantes, alimentícia, química, entre outras, são exemplos de locais que utilizam a quantidade de átomos/moléculas das substâncias a serem utilizadas na fabricação de seus produtos.  Conhecendo esses valores, é possível definir a ação dos produtos fabricados em organismos e os benefícios esperados.

Perfil do Autor

Sonia Thaís Riedi

Formada pela PUC-PR.  Conhecida como Profa Thaís.  Leciona Química para as três séries do Ensino Médio na Rede Pública de Ensino.  Tem...